Dexter 8x07/08 - Dress Code/Are We There Yet?




Hannah is back...


E a única sensação que eu tenho é que estão aproveitando um plot que deveria ter rendido mais na temporada passada e que perdeu o time pra ser tão interessante assim agora. Vejam bem, eu gosto da Hannah e eu gosto dela e Dexter como casal, na verdade acho ela o melhor par que o Dex teve até hoje mas que foi forçado e meio "vamos inventar qualquer coisa pra trazer ela de volta", isso foi. Ou alguém achou realmente legal essa tentativa de a fazerem sensível, desprotegida e transformar o Dexter quase que num príncipe encantado pra salvar a amada?

A parte mais sincera desse retorno foi a Deb dizer que o momento que ela pediu pro irmão matar a Hannah foi o momento que ela começou a ser perder, e realmente, foi quando ela se mostrou 'ok' frente aos métodos do Dexter e passou a achar matar (desde que fosse pessoas que merecessem) normal. E logo agora que os irmãos estavam se entendendo lá vem a McKay se meter no meio de novo. Dessa vez eu não acho que a Deb vá deixar passar e é isso que me entristece um pouco, se forem capazes de fazer a Debra matar outra vez, já deu, não? 

Começo a gostar tanto do Elway (Jake agora *-*) que super já queria que a Deb desse uma chance a ele e bom, ele vai ser o aliado que ela precisa se vai ter que enfrentar a Hannah e o Dexter sendo um apaixonado bobão. Dexter e o Harrison né? 

Como eu disse na review passada gosto da ideia introduzida com o Zach, é legal vermos o Dexter ensinando ele na medida que descobrimos detalhes de como o Harry o moldou no passado. E com o assassinato da Cassie (Tadinha da Bethany, entrar pra não falar quase nada e só servir pra morrer), eu já acostumada com a previsibilidade da série nos últimos tempos não esperava que fosse outro alguém se não o garoto mesmo.


Mas que bom que nos surpreenderam e trouxeram o lance do "Neurocirurgião" de volta. Única coisa que não sai do meu pensamento é que esse tal serial killer do cérebro seja alguém que não a própria Vogel ou uma dupla personalidade dela. E eu vou esperar que me surpreendam aqui, ok? Só não faz muito sentido a tentativa de incriminarem o Zach no assassinato da vizinha. E aqui, nem nos tempos mais remotos da inteligência dar para incluir o Quinn como suspeito e acho até ofensivo o roteiro querer "sugerir" isso.

Impressão forte minha ou levaram esse 8x08 inteiro pro lado do "amor é tão forte que até supera os impulsos de querer matar", e, por favor, se Dexter se reduzir a uma série que vai dizer que o amor é maior e mimimi, apenas parem. No mais, foi até divertido ver ele, Hannah e Zach parecendo um casal de assassinos ensinando o filho mais velho. Quem sabe no futuro com o Harrison?

Outro lado bom foi ver que a Deb decidiu voltar pra polícia. É legal ver a personagem tentando entrar nos trilhos outra vez apesar de tudo e é legal ver ela fazer as coisas que ama e porque quer, não porque é obrigada ou porque o Dexter a levou aquilo.  

Observações Finais :

- Tanta frescura com o barco e o ritual de se livrar dos corpos e o Dexter tá mostrando isso pra todo mundo nessa temporada;
- E essas cenas do C.Hall com a Strahovski, hein? uow!
Share on Google Plus

About Rebeca Barros

Sarah, we make a family, yes? (@bkbarros)
    Blogger Comment
    Facebook Comment