Rookie Blue 4x07 - Friday the 13th


Bad luck?!



Sabe aquela sensação de você já ter vivenciado a mesma situação um milhão de vezes? Pois bem, foi isso o que eu senti ao assistir esse episódio de Rookie Blue. Talvez seja porque ele me relembrou muito a primeira temporada da série, onde não tínhamos um único caso semanal, mas sim vários casinhos sendo solucionadas pelos rookies. Apesar disso, senti que faltou algo mais nesse episódio.  Sei lá, mas acredito que Sam ter virado detetive tirou aquele ar de especial das patrulhas. Eu gosto do Sam como detetive. Vi o quanto ele evoluiu, mas, sinceramente, eu prefiro ele como policial, aquele policial que enlouquecia cada vez que a Andy fazia besteira, que gritava "McNally" a cada 10 palavras. E esse episódio foi a gota d'água para eu sentir essa falta. 

A maneira como o big caso aconteceu foi excelente. Com Gail e Marlo Man achando um casal que tinha esbarrado num esqueleto como introdução, seria muito difícil alguém não gostar. Eu adorei. O único problema é que Gail e Marlo Man acabaram perdendo espaço e praticamente desapareceram do caso. Gail até que tentou lançar umas piadinhas de mal gosto para a legista (ou seria uma espécie de Dra. Bones?), mas acabou tudo saindo muito forçado. Até o lance dela desistir dos homens e a "médica" ser lésbica. Quem não percebeu que algo vai rolar com Gail levanta a mão? Pois bem, eu achei muito forçado. Só espero que tudo seja resolvido de uma maneira surpreendente e não previsivelmente.


Mas voltando ao Sam, o responsável pelo episódio em si, vimos o quanto ele evoluiu nessas 3 temporadas. Adorei saber que ele era um Rookie mais atrapalhado que os que conhecemos e a história dele com seu instrutor foi linda. Até eu chorei quando Sam tem que praticamente prendê-lo pelo assassinato do garoto. Tudo bem que no final Sam fez o que esperávamos que fizéssemos e praticamente arquivou o caso. A inteiração dele com Nash foi brilhante e estou amando essa parceria.

Quem ficou bem apagadinho nesse episódio foi Nick. Depois de descobrir da traição da Gail, eu esperava mais dele. Sinceramente, essa coisa dele fazer corpo mole e não contar logo de uma vez para Andy o que rolou está me enchendo o saco e olha que não sou McCollins. Apenas acho desnecessário enrolar quando praticamente todo mundo sabe que ele sente algo pela colega e esses sentimentos estão aflorando cada vez mais. Além disse, totalmente desnecessário esse casinho deles de acharem estar num lugar mal assombrado. Só ri mesmo com as gargalhadas da Andy e do povo zoando os dois. E querem saber mais: não achei que Sam estivesse com ciúmes dos dois, apenas estava querendo ter a mesma relação que os dois possuem com alguém. Se esse alguém seria a Andy, não sabemos. O que eu sei é que o transtorno de bipolaridade da Marlo Man será a causa do rompimento do relacionamento, ou vocês acham que ela não vai aprontar nada? 

Agora me digam o que acharam da história da "bruxa" com Oliver? Eu curti bastante, mas achei forçado um pouco. Descobrimos recentemente que ele se separou de vez da esposa e já conhece uma garota tão rápido? E ainda por cima, ela é demais para ele, ou vocês discordam? Entretanto, confesso que ri muito com toda essa história, ainda mais porque Chloe e Dov ajudaram a solucionar o caso e trouxeram mais comédia para o episódio. Falando nos dois, eu adorei todas as cenas deles nesse episódio. Gargalhei com a cena no começo e estou curtindo esse romance meio estranho dos dois. Finalmente eles se acertaram, mas ainda acho que Frank vai trazer grandes problemas para eles.


PS: Alguém mais estranhou o episódio se passar numa sexta feira 13, sendo que nem estamos perto dela? rs
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment