Rookie Blue 4x09 - What I Lost


Aquele momento em que você faria de tudo para voltar no tempo.

Nossa que episódio delicioso foi esse? Tenso, repleto de dramas, momentos de burrices, mas muito gostosinho de se assistir. Foi um ótimo episódio e conseguiu fechar algumas lacunas e abrir novas histórias. O começo do episódio já foi excelente, com Chris voltando e Gail insinuando que apoia Peck Man e Nash. Só achei exagerado essa tentativa dos roteiristas em transformarem a Gail em lésbica. Pra quê ficar arrumando encontros pós encontros desastrosos para a loira e depois mandá-la diretamente para os braços da perita lésbica? Minha esperança é que Chris volte para a 15ª divisão e sofra as mágoas e decepções com a ex namorada. Quem sabe Diaz e Peck não voltam a ser namorados? Um sonho que jamais irei desistir, rs.

Claro que deixar a Andy cuidando do menino não daria em boa coisa. A Rookie é campeã em fazer burrada. Deixar uma criança sozinha no carro para dar o telefone para a mulher que está "perdendo" o marido foi burrice aguda, ainda mais quando Nick já tinha saído para socorrer. Mas eu até entendo esse lado dela em que querer ser uma boa samaritana, porém não perdoo o fato dela ter se achado justificativas insanas para não ficar com o Nick. Colocar a Gail na parada não é uma boa coisa, porque parecia que esse era o motivo principal para não dar chances ao amigo.

Estou sim curtindo McCollins. O Nick poderia ter sido um cafajeste, um cretino, mas não foi. Ele está agindo como grande amigo e está lá de apoio para a Andy. Ao contrário do Sam, que continua dando "patadas" na ex. Eu até entendo o lado do Sam, mas não consigo entender porque os roteiristas estão descaracterizando tanto o personagem. Sei que muitos vão dizer que estou vendo coisas onde não tem, mas vamos pegar de exemplo a briguinha que Sam e Nick tiveram. Nick defendeu a Andy e Sam não gostou muito disso, mas lá nas primeiras temporadas quem vivia defendendo a Andy de cada burrada que ela fazia era o Sam. Por isso, eu começo a entender o porquê da Andy acabar gostando do Nick. Ela é que nem a gente, sonha com alguém que a proteja, que a defenda, que a faça se sentir especial. E nesse momento o Nick está fazendo tudo isso por ela. Se o Sam não acordar logo, vai acabar sozinho, pois sabemos muito bem que o relacionamento dele com a Marlo Man está cada vez mais próximo do fim. 

Mas mudando de assunto, eu só queria gritar um "SABIA", rs. Sim, como eu disse deste que o menino e a Denise apareceram que era melhor o Diaz fazer um teste de DNA, pois estava muito na cara que ele não era o pai do pirralho. Quando Gail apareceu com o teste de DNA e mostrou para o Dov, que finalmente agiu como homem e colocou a Denise na parede, eu só gritava de felicidade. Meu sorriso era de ponta a ponta, embora tenha ficado triste por ele. Não era de se esperar que o sequestrador fosse o verdadeiro pai do garoto e a cena final do Chris dizendo que ele abandonou tudo por uma mentira foi sensacional. Merece aplausos! Uma pena que tenha sido tão tarde e só espero que ele volte para a 15ª divisão e ganhe mais destaque. Com certeza um dos melhores momentos para o personagem.



PS 1: Eu achei fofo a cena da "pegada" do Nick com a Andy. Mas o fato de terem quase destruído a casa e continuarem a rir parecia que não estavam muito no clima. Será que foi uma indireta para dizer que o romance não vai engrenar?
PS 2: Nash brilhou novamente nesse episódio. Quem sabe o Peck Man não a faça dar mais sorrisos?
PS 3: Oliver sendo o Frank 2.0 foi sensacional. Totalmente merecido esse cargo enquanto o amigo curte a lua de mel.
PS 4: Adoro a risada da Gail.
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment