Agents Of S.H.I.E.L.D. 1x06 - F.Z.Z.T.


O melhor episódio até aqui!

Se alguém ainda estava receoso em relação a Agents, F.Z.Z.T serviu para passar confiança e confirmar o potencial que a série tem. Antes de explorar mais a fundo a trama principal dessa temporada, é importantíssimo que se desenvolva as personagens e construa uma relação entre eles. AOS já havia feito isso no segundo episódio, quando usou de conflitos para aproximar os agentes. Aqui, tem-se a morte ameaçando Simmons, a volta da desconfiança para com Skye e como a experiência de quase morte mudou Coulson.

O caso da semana tinha relação direta com os eventos ocorridos em Os Vingadores. Havia um vírus alienígena hospedado em um elmo Chitauri, que fora guardado pelos bombeiros que trabalharam na invasão de Nova York. Só que, não esperávamos que Jemma tivesse sido infectada pelo vírus, e, a partir daí, foi uma corrida contra o tempo com cenas de grande carga emocional.

Foi bom virarem os holofotes para os fofíssimos cientistas da S.H.I.E.L.D. Leo e Jemma são a parte mais leve da equipe e juntamente de Skye, são nossa válvula de escape para situações tensas. Foi fácil construir a relação entre eles, bem como desenvolver as personagens, justamente porque ambos não possuem (ou não demonstram possuir) dores passadas, não estão envolta de um segredo como o do Coulson, não sentem a necessidade que o Ward tem de proteger todo mundo e não estão na S.H.I.E.L.D. com objetivos que diferem os da organização como a Skye está. Fitz-Simmons são exatamente o que vimos no piloto, sem máscaras e sem surpresas.

Essa situação com a Simmons estreitou os laços da equipe, visto que a relação tinha sido abalada depois das atitudes da Skye. Serviu também para o Coulson se impor diante de pessoas que estão acima dele na S.H.I.E.L.D., ele demonstrou que fará de tudo por seus agentes. Outra atitude formidável do Phil foi quando ele acalmou e preparou o bombeiro para a morte. Afinal, o outro lado é maravilhoso, um verdadeiro paraíso. Ainda falando sobre o Coulson, o mistério continua e cada vez somos bombardeados com mais pistas sobre o que realmente aconteceu com ele. Estou ansiosa pelo episódio que explorará o momento em que o agente morreu por oito segundos. Será que seremos surpreendidos?

Juntando-se a Coulson no quesito atitudes formidáveis, temos a adorável Simmons saltando para a morte. Mais do que cumprir o protocolo, Simmons estava procurando evitar que a descarga que ela viria sofrer derrubasse o avião. Não era questão de cumprir ordens ou coisa do tipo, era salvar àquelas pessoas, que mesmo não tendo tanto tempo de convívio, significam muito para ela. E para nosso alívio, depois de cenas intensas e consequentemente o desgaste emocional, Ward consegue salvar Jemma. Achei a sequência meio fraca, economizaram bem nos efeitos, mas relevemos.

F.Z.Z.T foi um excelente episódio e eu espero que os próximos episódios sigam o fluxo e sejam ótimos também.

PS: Pela conversa da May com o Coulson, ficou subentendido que ela também já visitou o outro lado por alguns segundos.

PS: Adorei as imitações do Ward, renderam boas risadas.

PS: “Eu não suo, eu brilho.” – COULSON, Phillip


E aí, o que vocês acharam desse episódio?
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment