American Horror Story 3x05/06 - Burn, Witch. Burn!/ The Axeman Cometh


American Horror Story é o tipo de série que você ama ou odeia. Em alguns momentos, é difícil de entendê-la, devido às referências e à história nem sempre linear, o que pode acabar tornando tudo muito confuso de começo. Mas pela metade da temporada, as explicações começam a surgir, e no final você descobre que tudo era óbvio e estava planejado desde o começo, mas você não havia percebido antes.
O primeiro episódio trata do ataque de zumbis à mansão das bruxinhas. Adorei a cena como um tudo mas achei um tanto curta e eles foram derrotados muito facilmente. Eu entendo que a série tem só doze episódios na temporada, mas eu acho que os monstos podiam ser melhor aproveitados do que realmente foram. Porém, a cena onde Zoe pega uma serra elétrica pra matar os monstros foi demais, e me lembrou os filmes gore dos anos 80. É interessante ver como a série continua sem medo de mostrar cenas mais fortes. Acredito ser um dos benefícios da exibição na TV a cabo. Outra cena muito boa foi a reconciliação de Madame Lalaurie com suas filhas, por mais que o contrário não tenha ocorrido. Pelo visto a velha ainda tem um coração batendo no peito, e ela parece estar realmente arrependida dos atos horrendos que cometeu no passado, como visto em flashback. Cada vez mais estou gostando dela, e espero que ela continue vive até o final.

Fiona por sua vez tem problemas mais urgentes para resolver. Após ter sua filha atacada por um encapuzado e ter ficado cega, ainda tem que enfrentar o conselho! Mas ela é esperta demais e conseguiu matar dois coelhos com uma cajadada só, destruindo sua maior inimiga e, ao mesmo tempo, ganhando o controle do conselho. Ainda está manipulando a pobre Queenie ao seu favor, se aproveitando da inocência da garota. Mal sabe ela que Zoe é a provável nova Supreme, com aqueles poderes que desconcentraram até Marie. Cordelia por sua vez parece ter adquirido novos poderes agora que ficou cega, e eu estou curioso para saber o que irá acontecer com ela a partir de agora.

Com Misty revivendo Myrtle, terminamos mais um episódio de American Horror Story. Acredito que agora que ela foi atacada diretamente por Fiona, é bem capaz de ela voltar com sede de vingança e fazer de tudo para derrotá-la. Foi um ótimo episódio, cheio de ação, mas que não andou muito com a história e criou ainda mais perguntas. Vamos ver se o próximo vai respondê-las?


De fato ele nos traz algumas respostas. Começando pelo grupo das bruxinhas, que decide usar uma tábua de ouija para tentar descobrir aonde Madison foi parar. Eu não entendo qual é dessas pessoas que continuam usando isso. Elas sabem que vai dar problema, e mesmo assim continuam tentando, é impressionante. Pelo menos elas acharam o corpo da atriz no baú do necrófilo e conseguiram revivê-la com a ajuda de Misty. Fiona vai ter sérios problemas se ela se lembrar do que aconteceu, mas eu duvido que isso seja algo que vá acontecer logo. Quem também voltou foi nosso frankenstein Kyle, que agora vive no Coven e deve causar muita confusão. Só eu acho que ele tá na série só pra aparecer pelado o tempo todo e fazer a alegria de quem assiste? O personagem dele é totalmente inútil e já tá enchendo o saco.

Enquanto isso, Cordelia volta para casa e, com os novos poderes de clarividência, descobre a traição de seu marido. O que ninguém esperava era que ele fosse um caçador de bruxas trabalhando a serviço de Marie, e graças a uma ameaça dela, ele vai ter que matar todo mundo do coven o mais rápido possível. Gostei muito dessa ligação dele com a história. Se ele fosse um personagem aleatório com um drama totalmente desconexo, não teria tanta graça. Falando em assassino, o axeman foi liberado, quase matou Cordelia e agora corre atrás de Fiona, que não tem noção do perigo que corre, e está mais preocupada com o tratamento de câncer. Eu senti um coração bom surgindo no corpo dela desde que sua filha ficou cega, ela parece mais caridosa e menos egoísta do que antes. O que é uma pena, porque eu gosto da Fiona cruel, mas esse parece ser o arco de personagens da Jessica Lange desde a temporada passada: começa malvada e cruel, e depois vai se tornando boazinha e querida.

Foi um ótimo episódio para esclarecer o papel de alguns personagens na história e para seguir com o plot principal. Trouxe diversas respostas e um futuro interessante, com várias implicações relacionadas ao que ocorreu nele. Acredito que, graças ao episódio, novas possibilidades de plot foram abertas, e eu só espero que titia consiga fechar tudo direitinho no final. E você leitor, o que achou? Não deixe de comentar e até semana que vem, no próximo episódio de American Horror Story!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment