Elementary 2x06 - An Unnatural Arrangement




Não é só de Sherlock e Watson que Elementary vive. Normalmente o foco neles é tão grande, que acabamos relevando a existência de personagens secundários e consideramos que eles só existem pra dar continuidade aos casos, e que não tem outra vida a não ser aquela dentro do escritório da polícia de Nova York. Porém, esse episódio veio mostrar que eles também têm seus problemas, e que merecem um desenvolvimento assim como o casal principal.

Tudo começa quando a ex-esposa do Capitão Gregson é atacada por um mascarado portando uma arma, que está atrás de seu marido. Porém, não passa de uma grande confusão, já que o assassino procurava uma outra pessoa e se confundiu de casa. Gostei mais das implicações relacionadas ao caso do que dele em si. Achei que foi tudo muito corrido e sem graça, sem tensão e com o resultado surgindo rápido demais após eles encontrarem o grande vilão. Não foi o crime mais inspirado dos produtores mas, como esse não era o foco do episódio, eu deixo isso passar. Afinal, ele foi compensado de outra forma e o tema era outro.

Casamento é algo muito difícil de se lidar, e é em torno disso que gira toda a storyline desse episódio. Desde a facada por causa de infidelidade, o divórcio dos assassinos, a separação do Capitão e sua mulher até o descobrimento da atual relação com Watson por Sherlock, temos uma boa ligação com esse tipo de relacionamento. Gostei muito das diferentes formas como isso foi abordado e das implicações disso tanto no crime quanto nos nossos personagens. Foi muito bom conhecer um pouco melhor o Capitão Gregson e ver um pouco mais por trás daquela casca dura e profissional dele. No fundo, ele é só mais um homem romântico que quer sua mulher de volta. Mas para mim, o ponto essencial foi Sherlock finalmente perceber o relacionamento dele e de Watson como um "quase-casamento". Eles vivem juntos, passam o dia todo juntos, brigam por besteirinhas, só falta o sentimento (que pra mim existe, mas eles não perceberam). A confiança que ele tem aos poucos depositado nela é cada vez maior, ao ponto de admitir que existem casos que ele não conseguiu resolver, coisa que antes ele nunca revelaria. Ele está deixando de lado o orgulho e passado a mostrar mais seu lado emocional, e eu tenho gostado muito dessa evolução, por mais que seja mostrada em segundo plano, em alguns momentos. Afinal, não seria Sherlock sem alguns mistérios para que nós fãs resolvêssemos.

Foi um ótimo episódio em uma ótima temporada, e eu realmente não tive do que reclamar até agora. Essa está mais consistente do que a primeira, e eu espero que a qualidade continue a mesma e só aumente a partir de agora. Não tenho sentido mais falta de um grande vilão porque o foco não é tanto na ação, mas sim no desenvolvimento das relações dos personagens, algo que eu gosto muito de assistir e espero que continue. E você leitor, o que achou? Não deixe de comentar e até semana que vem, no próximo episódio de Elementary!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment