Grey's Anatomy 10x09 - Sorry Seems To Be The Hardest Word


Um episódio que enaltece a presença de Callie dentro da série.

Diferente da semana passada, esse episódio de Grey’s Anatomy foi bom e isso se dá totalmente pelo foco em Callie, que é uma das melhores personagens da série. Já faz bastante tempo em que ela se tornou favorita entre a maioria dos fãs, mas se existe uma coisa que Shonda e sua equipe de roteiristas sabem fazer é aprofundar personagens e essa tarefa foi mais uma vez muito bem feita.

O episódio teve uma dinâmica diferente, com a maioria de suas cenas no tribunal e mostrando toda a tensão que existe dentro dessa sala. O caso foi bem selecionado e tudo foi conduzido muito bem, inclusive os flahsbacks que mostrou alguns momentos perdidos da relação de Callie e Arizona antes da traição.

Depois de tudo o que elas passaram já era injustificável essa traição e agora que sabemos da tentativa de engravidar a situação de Arizona fica ainda pior. O que ela anda fazendo é de uma insensibilidade muito grande, ainda mais quando Callie claramente não conseguiu seguir em frente, mesmo tendo expulsado a esposa de casa. O caso com Leah não será a total razão que manterá o casal separado por mais algum tempo, porque não acho que Arizona tenha sentimentos por ela, mas o fato de Arizona já ter feito a fila andar deve causar algumas mágoas a Callie.

Não há dúvidas de que ela conseguirá passar por cima disso, porque a personagem já vem provando o quanto é forte durante várias temporadas. E esse processo foi só mais uma das tribulações que ela teve que passar na vida.

Callie foi negligente sim e acredito que na vida real ou até mesmo em uma série jurídica qualquer ela teria perdido esse processo. Mas a intenção do episódio era mesmo mostrar a força da personagem, fora que se ela tivesse perdido certamente consequências financeiras viriam pra cima do hospital e não é isso que querem desenvolver no momento.

Dessa vez não teve momentos cômicos e isso não fez falta. Mas o engraçado é que quando noticiaram que um personagem ia retornar todo mundo (inclusive eu) ficou especulando qual seria, desejando que fosse alguma figura importante tipo Burk, mas ninguém imaginava que seria ninguém menos que o pai de Callie. O personagem teve uma participação simples, somente dando apoio à  filha e revelando segredos sobre seu casamento, mas ainda assim foi um plus.

O restante do elenco também serviu apenas como apoio, meros coadjuvantes e talvez se tentassem mais fazer as coisas desse jeito não teríamos episódios ruins. Existe quem precise estar em foco e existem os que estão ali para serem apenas coadjuvantes. Os novos internos são exemplos disso, foram promovidos a regular e agora tentam criar histórias e nos fazer aceitá-los de qualquer maneira. Eu mesmo já elogiei a presença de alguns, mas a verdade é que nenhum é tão necessário ali.

PS: Dentre todos os personagens que se foram, George é o mais lembrado. Fica clara a preferência pelo personagem, que não é só dos fãs, mas também dos roteiristas. Se ele não tivesse morrido, com certeza ele teria muita chance de reaparecer. 
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment