The Good Wife 5x06 - The Next Day


A guerra apenas começou...

A mudança na dinâmica do seriado, imposta pelo episódio anterior, não somente trouxe uma nova forma de ver os casos, mas realça a complexidades de todas as partes envolvidas e nos faz ter ainda mais momentos épicos entre as duas firmas, dividindo os telespectadores. Ainda que muitos ainda seguem cegamente a vida de Alicia, dá para ver que muitos fãs do seriado estão começando a escolher lados, o que trás aos telespectadores muito mais prazer em assistir o seriado. Será que The Good Wife, no quesito audiência, conseguirá renascer das cinzas?

Marilyn Garbanza | É genial criar um vínculo entre Alicia e Marilyn, pois a gente sabe que ela representa dois grandes problemas para a Alicia. Um é que Peter não consegue tirar os olhos dela, outro é que ela cuida do comitê de ética do Governo e portanto é um peão muito bem posicionado nesse enorme jogo de xadrez que o seriado se encontra. Afinal das contas, ela sabe até aonde Peter irá para sua família e poderá usar isso no futuro.

L&G 1 x 0 F&A | Já imaginava que os primeiros casos de F&A (Florick & Agos) seriam "roubados" da L&G (Lockhart & Garder) e também esperava por momento épicos como aqueles na comissão que cassou o Will tempos atrás. Alicia calando a boca do Will na primeira reunião foi épico e ver que o Cary consegue segurar as pontas dele na segunda reunião foi ótimo (mesmo usando a Kalinda, se fosse o Will a contrataria como uma vez ela propôs), mas devo dizer que fiquei feliz que a Diane conseguiu terminar o "último caso" dela. Porém, ela não teria conseguido ganhá-lo, se não fosse pela Alicia e Cary, mostrando que eles ainda são importantes para a L&G.

Diane cansou de ser simpática | Fiquei muito triste e abatido pela personagem ao ter a confirmação que o Peter estava ferrando com ela, mas o seriado fica melhor assim: dois contra dois. Seria totalmente estranho ver Diane sendo juíza em um caso Will contra Alicia. E agora que a Diane está atrás de sangue com o Will, teremos muitos momento épicos.

Will comedor | Tão típico de Will pegar qualquer uma por aí para sucumbir as mágoas trazidas pela saída da Alicia, mostra que o personagem está sofrendo e ainda tem sentimento pela esposa do Peter. Agora nos resta esperar para ver como será o desenvolver do seriado e se Alicia e Will tem chances no amor, já que no jogo eles se repelem totalmente.

Alicia, tentando ser a boa esposa | Entendo a urgência da Alicia de querer tirar a firma da casa dela, não deve ser nada legal para uma mãe ver que o trabalho está afetando a vida dos filhos. Mas isso não quer dizer que o Will facilitará algo, deixá-los presos no apartamento da Alicia é uma ótima estratégia, eu só espero que não se prolongue por muito tempo, pois isso tem muitas chances de cansar logo os telespectadores.

Uso dos personagens | Por fim, quero expressar o ótimo trabalho do seriado neste episódio em conseguir usar todos os personagens fixos novamente de forma coesa, são poucos seriados que conseguem isso, e eles ainda conseguiram trazer três personagens convidados retornarem e usá-los de forma excelente (Nancy eu te amo). O roteiro também está muito bem amarrado. Ah, outro fator que reparei neste episódio é o vestuário dos personagens. Desde os pijamas, roupas casuais e formais, todas sempre mostraram muito bem as personalidades do personagens e merecem destaque.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment