The Good Wife 5x08 - The Next Month


O primeiro cliente a gente nunca esquece.

Episódio cheio de primeiros: primeiro dia nos escritórios, primeiro cliente, primeira visita no Peter. Também episódio mais fraco da temporada, mas não deixou de ser ótimo, para ver o nível incrível de The Good Wife. Durante todo o prazo de 12 horas fiquei angustiado, sofrendo com cada rejeição dos juízes, e rindo de cada palavra que saía da boca do Howard.

Faça-se indispensável | Melhor cena do episódio foi Robyn buscando ajuda da Kalinda, mostrando o motivo da indiana ser tão querida pelos fãs do seriado. Todos já nos sentimos dispensáveis em situações que gostaríamos mostrar nosso valor, então identifiquei-me imediatamente com a personagem nessa situação, ela correu atrás do prejuízo e mostrou seu potencial. Porém, não gostei da forma imoral como ela lidou com o caso, mesmo com os fins justificando os meios. Quem sabe foi por isso que o episódio me deixou um pouco desapontado, sem falar que a atriz não deu conta total do recado, senti que algumas cenas ela não se entregou completamente.

Damasco seco | Só a Ugly Betty Natalie para deixar o Eli todo despreparado e nervoso. Achei muito fofo ver o Eli finalmente seguindo os sentimentos dele, desmentindo suas mentiras e buscando algo fora do trabalho. Já gostava bastante do casal na segunda temporada e espero ver mais vezes a Natalie no futuro. Porém, gostei ainda mais como o surgimento dela desencadeou uma série de ações que levou ao momento em que Marilyn e Peter fizeram sua primeira conexão, aquela troca de olhares no gabinete dele provou que teremos algo entre eles no futuro.

Falando sujo no ouvido | Gostei da forma como usaram esse brinquedo do Will pra mostrar como ele ainda está com raiva da Alicia e somente está com a moça por diversão. Estou a espera desse episódio número cem como ninguém, acredito que será lá que teremos algo muito grande entre Alicia e Will.

Howard, o palhaço | Adoro personagens politicamente incorretos como o Howard, pois eles geralmente nos trazem ótimos momentos cômicos. Eu simplesmente morri rindo dele cumprimentando o chefe afro-descendente da Natalie, no maior estilo "broder" de ser. Acho que ele ainda trará muitos problemas para a L&G, e entre nós, torço para que traga!

Perde uma, ganha outra | Para um caso que se mostrava fácil no início e garantia um novo grande cliente, ele incomodou bastante. O destaque deste caso foi a forma como as circunstâncias foram apresentadas, fazendo nos apegar facilmente ao cliente e torcendo por ele. Fazia tempo que um caso da semana criava um laço tão grande comigo. Eu torci muito, implorando para que Natalie não trocasse de firma e F&A finalmente conseguissem sua primeira vitória. Pena que L&G novamente conseguiram créditos pelo esforço da Alicia, Cary e Robyn.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment