The Voice 5x18/19 - Top 10 Perform Live/Results


Escola de samba Team Xtina.

Eu não me consigo parar de falar bem do Team Xtina nesta temporada, ela está conseguindo manter um nível altíssimo nas apresentações de seus pupilos e se ela tivesse escolhido a Steph invés do Josh, ainda teria toda sua equipe na disputa pelo prêmio. Pena que as escolhas de músicas de todos não ajudaram nessa semana, que foi bastante sem-sal. Não tivemos um grande destaque, então era o jogo de todos, menos do Austin, que ninguém gosta. Vamos aos comentários.


Austin Jenckes - Your Love (The Outfield)

Bruno: Desafinou, ficou sem ar, faltou força nos vocais, enfim, tudo de errado. Pior que eu ainda gosto da música, mas ele conseguiu me fazer odiar a versão dele.
Klaus: Acho que foi bem mediano, sabe? Apresentação boazinha, com música boa, com vocais bons, mas nada ótimo que fizesse levantar da cadeira.
Wellington: Austin fez tudo certinho. Cantou bem, interpretou a canção satisfatoriamente, mas não conseguiu me convencer. Talvez o melhor momento tenha sido o final da apresentação com o grande agudo. Mas na verdade achei tudo muito monótono.


Jacquie Lee - Clarity (Zedd Feat. Foxes)

Bruno: Ela tava completamente fora do tom antes da bridge. Depois a apresentação foi melhorando até ficar realmente boa como ela sempre é! Eu adoro a Jacquie e espero que os fãs dela a salvem, porque ela teve uns errinhos feios aí.
Klaus: Jacquie é maravilhosa e entendi o conceito de fazer algo calmo, intimista, pra não ficar baseada apenas em um monte de apresentações com gritos maravilhosos. As vezes too much não é too good, acaba ficando batido. Foi bom ter dado uma freada e ter mostrado mais paixão e sensibilidade. Teve uns deslises por mudar a melodia mas conseguiu arrumar no decorrer da música. Ainda uma das minhas favoritas!
Wellington: Jacquie aceitou o risco de fazer uma apresentação diferente do que ela já fez e conseguiu ter sucesso. Acho que o inicio da música não foi bom, mas logo ela conseguiu se recuperar e fez uma ótima apresentação.


Will Champlin - Love Me Again (John Newman)

Bruno: Não sei porque, mas as apresentações dele me cativavam antes. Hoje em dia, ele me parece alguém que tenta demais pra conseguir pouco resultado, ficando meio forçado de vez em quando. Talvez seja a escolha de música, não sei. Mas não o quero mais no programa.
Klaus: Concordo com Bruno, hoje fiquei pensando "Cadê a empolgação que o Will me causava antes?". Ainda o acho muito bom, mas não estou vendo a chama que via antes, quero que melhore se continuar.
Wellington: Ainda acho que Will precisa relaxar mais em suas apresentações, mas os vocais foram ótimos. Sobre a música em si não tenho críticas negativas.


Caroline Pennell - Leaving on a Jet Plane (John Denver)

Bruno: Caroline cantando qualquer coisa já me deixa feliz. Ela tem uma das vozes mais gostosas que eu já ouvi, e podia ouvi-la cantando o dia inteiro que eu nunca iria enjoar. Ela passa uma paz e uma alegria que é incomparável. É minha torcida desde sempre, e a cada semana isso só se confirma.
Klaus: Doçura. Caroline é o tipo de artista que já tá pronta. Ela tem o estilo dela, tem tudo bem definido e sabe quem é. O público dela espera exatamente o que vai ter e ela já pode ir pro estúdio e me entregar um álbum que eu vou por no celular e ouvir o dia inteiro. Ela tem carisma, tem uma voz aconchegante e tem uma visão ótima do que quer.
Wellington: Tenho uma simpatia natural por Caroline. Tendo a gostar de tudo o que ela faz e essa apresentação foi mais uma das coisas que eu gostei de vê-la fazendo. Acho que a escolha de música foi perfeita e ela conseguiu performar lindamente, mostrando toda a leveza que a música pede.


Cole Vosbury - To Be with You (Mr. Big)

Bruno: Achei que ele parecia meio perdido quando começou o refrão, mas tirando isso não tenho o que criticar. Uma apresentação bem correta e interessante que deve mantê-lo na competição. Só não consigo vê-lo como vencedor.
Klaus: Eu realmente fui pegar algo pra comer enquanto ele cantava. Porque realmente não me atrai sabe? Bom e tal mas não tem o brilho que conquista.
Wellington: Cole é a boa surpresa do Team Blake. Gosto da voz e estilo musical dele. A escolha de música foi boa e Cole conseguiu fazer tudo perfeitamente bem.


Tessanne Chin - If I Were Your Woman (Gladys Knight)

Bruno: Adam só tá acertando nas músicas da Tessanne. Consigo ver facilmente essa mulher vendendo CDs e fazendo sucesso, ela tem uma voz super comercial e muito boa, e acho que nunca a vi desafinando! Outra performance ótima.
Klaus: A melhor da noite! Ela deu vocais impecáveis, a música foi perfeita, teve um crescimento maravilhoso no decorrer da música e é o tipo de apresentação que você quer ver de novo. Foi perfeita!
Wellington: Tessanne está pronta como cantora, como performer e não tem como criticar negativamente a apresentação dessa mulher.


Ray Boudreaux - You Are the Best Thing (Ray LaMontagne)

Bruno: Não gostei de Blake tê-lo transformado em um cantor country. Eu preferia ele mais soul e jazz que nem antes. Mas ele continua com a melhor voz do team Blake e performances consistentes. É o único que eu realmente gosto do time dele e é o único que merece ir mais longe.
Klaus: Foi bem bacana. Gostei muito da apresentação dele, sendo que estou com birra do team blake (quem aguenta ele ganhando DE NOVO?). Só queria mais cenas da filha dele sendo fofa hahahaha
Wellington: Ray deu uma boa evoluída da semana passada pra cá. Ele conseguiu controlar bem seus vocais, numa boa escolha de música. Conquistou um pouco da minha simpatia.


James Wolpert - Without You (Harry Nilsson)

Bruno: KEN LEE!! Amo essa música e ele fez um ótimo trabalho como sempre. Adoro a voz dele e o alcance vocal dele é impressionante! Mas ainda gostaria dele cantando algo mais agitado que ficasse bom na voz dele, só músicas lentas não fazem um artista e quando ele tentou acelerar foi bem ruinzinho...
Klaus: Não gostei dessa música pra ele. Acho que ele é muito incrível e a música muito clichê. Ele deu vocais maravilhoso e tudo mais, porém não conseguiu superar as apresentações anteriores. Essa semana talvez tenha sido a pior dele, de acordo com minha fraca memória.
Wellington: Não acho que essa foi a melhor escolha pra James e por mais que o arranjo tenha se adequado para o seu estilo musical, ainda assim não conseguiu ser bom o suficiente. Teve alguns problemas de afinação nas notas altas e acho que é exatamente aí que ele não poderia errar.


Kat Robichaud - We Belong (Pat Benetar)

Bruno: Quero CeeLo parando de dar essas musiquinhas lentas pra ela. Foi uma ótima versão como sempre, eu adoro os vocais dela e ela foi perfeita. Mas eu sinto falta daquela Kat energética e agressiva que vimos no começo do programa e que ainda num apareceu nos lives por causa do mentor dela. Espero que os EUA votem muito nela!
Klaus: Só tenho uma coisa a dizer: que a América pare de ser tapada e não coloque essa menina nos 3 menos votados de novo. Ela é incrível, e foi incrível como sempre, não merece tá na berlinda.
Wellington: Gosto de Kat, gosto de “We Belong”, mas não acho que a performance foi tão boa quanto poderia ser. Acho que ela poderia ter se concentrado mais nos vocais e esquecido mais a parte teatral, que atrapalhou um pouco o seu desempenho vocal.


Matthew Schuler - Beneath Your Beautiful (Labrinth Feat. Emeli Sandé)

Bruno: Foi uma música muito boa pra voz dele, sem dúvidas. Mas eu queria que ele voltasse ao indie rock e saísse desse r&b/soul que a Xtina jogou ele. Acho que ele brilhava bem mais antes dos lives. Ótima performance, vocais impecáveis, mas falta a identidade de rocker
Klaus: Mais uma vez maravilhoso. Christina tá fazendo um trabalho muito bom com Matthew e Jacquie, os dois estão encabeçando os melhores da temporada, ambos com grandes potenciais para final e apresentações impecáveis até agora. E ao contrário do Bruno eu vejo uma qualidade star nele, acho que na produtora certa ele seria uma bomba de sucesso.
Wellington: Matthew mais uma vez fez um ótimo trabalho em palco. Mostrou vulnerabilidade, detonou nos vocais, tendo ao mesmo tempo total controle de sua apresentação. Christina tem dois dos melhores artistas da temporada e acredito que com Matthew ela pode vencer esse ano.

Resultados

Quando o episódio de resultados acaba sendo melhor que o de apresentação, o programa precisa começar de rever algumas coisas. Eu simplesmente adorei tudo neste episódio, a presentação da Christina com eu time foi fenomenal, e faço das palavras do Carlson as minhas: foi a melhor de um mentor com sua equipe já feita na programa. As apresentações em grupos tão foram ótimas, destaque para Tessanee e Caroline que cantaram Royal, foi um duo improvável que deu super certo.

Nos resultados, os americanos erraram feios novamente, mandando Kat e Caroline para o bottom 3. Ninguém entende o que acontece com os americanos na hora de votar e como Cole e Ray se salvam da eliminação.

Os eliminados da noite foram Austin, que ninguém se importa, e Kat, que ótimas apresentações nas primeiras etapas no programa, mas acabou se apagando com as escolhas soníferas do seu mentor. Kat, lembraremos para sempre de seus chutes e crowd surf.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment