The Voice 5x20/5x21 - Top 8 Perform Live/Results


Redimindo-se.

Depois da desastrosa semana anterior, The Voice voltou com tudo, trazendo várias apresentações que ficarão para sempre na história do programa, porém um dos favoritos desapontou bastante essa semana nosso comentaristas. Também tivemos Robin Thicke cantando seu novo single, que foi ofuscado pela ótima noite de apresentações. Confira nossos comentários!


James Wolpert - Somebody To Love (Queen)

Armando: Achei essa a pior apresentação do James, faltou um momento que me cativasse e a afinação dele não foi excelente como em apresentações anteriores. Espero que ele volte a cantar músicas mais atuais nas próximas semanas.
Bruno: Se tem alguém que pode segurar uma música dessas sozinho é ele. Melhor performance dele na competição de longe! Arrepiei inteiro com esses vocais poderosos e esses agudos maravilhosos! Até os falsetes que são difíceis ele acertou, e não desafinou uma vez sequer! Perfeito e melhor da noite.
Klaus: Descobri o futuro desse menino nessa música: Entrar pro elenco de Glee! Gente, ele canta muito bem, a apresentação foi ótima mas foi totalmente Glee. Por um momento achei que era a ex-escola do Blaine se apresentando hahaha
Wellington: Uau! Ótima maneira de começar a noite. James detonou com esse clássico do Queen. Foram todas as notas encaixadas de maneira correta ao mesmo tempo em que a performance foi super dinâmica. Gostei bastante.


Tessane Chin - Underneath It All (No Doubt)

Armando: Mesmo odiando reggae tenho que admitir que essa foi a apresentação que ela estava mais ela mesma. Acredito que ela pode ter sucesso pós The Voice se seguir essa linha de música. 
Bruno: Tessanne quer me convencer a gostar dela cantando a música de uma das minhas bandas favoritas. E conseguiu! Foi a performance dela que eu mais gostei até o momento. A que ela parecia mais confortável e curtindo a apresentação, ao invés de simplesmente se esforçar pra alcançar agudos. Amei!
Klaus: Que legal quando alguém vai no palco e apenas se diverte. Tess é linda, tem uma voz maravilhosa e fez uma apresentação super gostosa. Só acho que não foi do tipo que conquista muitos fãs que a carregue para a final.
Wellington: Vamos clarear a mente com Tessanee! Ok, gosto dela e de como ela está pronta pro mercado, mas se por um lado curti esse reggaezinho, por outro acho que não foi a melhor escolha diante de tudo o que ela já fez no programa. Se for baseado no inicio da música digo que ela corre bastante perigo, pois foi bem abaixo da média, mas do meio da música em diante Tessanee conseguiu alcançar outro nível na canção, dando força total na interpretação. Vocais como sempre perfeitos.



Caroline Pennell - Dog Days Are Over (Florence + The Machine)

Armando: Não imaginava que ela poderia fazer uma apresentação tão linda com uma música que geralmente requer bastante agressividade vocal. Estou adorando que o CeeLo está escolhendo músicas menos óbvias para ela, mas que estão servindo como uma luva para sua voz.
Bruno: Caroline quer me matar de amores por ela cantando essa música. Adorei a versão, ela mostrou um lado diferente dela, que pode cantar músicas poderosas assim como algo mais calmo e fofinho. Pra mim ela é uma artista mais que completa e tem tudo pra vencer esse ano!
Klaus: Acho que nem vou comentar muito porque assim, tô me sentindo muito tiete dessa menina e sinto que tudo que ela cantar eu vou amar. Então, Caroline, grave um CD logo por favorzinho! 
Wellington: Oh sweet Caroline, seus dias de cachorro acabaram (rs). A música casou muito bem com a voz dela e a performance foi boa. Não gosto de ser muito crítico com ela porque me simpatizo tanto com essa menina, mas preciso admitir que o início não foi lá essas coisas, mas Caroline conseguiu ir evoluindo com o decorrer da canção e ir achando seu próprio jeito de cantar e interpretar essa música que é bem conhecida. Ficou bem legal.



Cole Vosbury - I Still Believe in You (Vince Gill)

Armando: Eu prefiro ele cantando soul, acho que ele cai num clichê ao cantar country, porém se ele quer ganhar, é só seguir fazendo o mesmo arroz com feijão que o título é dele, infelizmente.
Bruno: Tô começando a ficar preocupado com a possibilidade do Cole vencer o programa. Ele fez uma ótima performance e é bem estilo de finalista do programa que cai nas graças dos caipiras que votam pro Blake vencer. Os vocais dele são ótimos, mas ele não faz meu estilo.
Klaus: Cole é sim um ótimo artista. Ele é sim uma ótima aquisição pro country, mas não é o que eu procuro e não é o que eu acho que a gente precisa como vencedor do The Voice. Acho sim ele todo certinho e essa apresentação foi muito bonita mas ainda não consegue fazer eu perder o foco dos outros competidores.
Wellington: A voz pura de Cole me agradou mais uma vez. Ótima escolha de música, ótima interpretação e quero versão iTunes agora. Cole é ótimo e por mais que eu não queira vitória do Blake nessa temporada, preciso admitir que se a popularidade do Blake permanecer e fazer ele vencer mais uma vez, que pelo menos seja com Cole.


Matthew Schuler - It's Time (Imagine Dragons)

Armando: Achei a escolha de música certa, mas a interpretação errada. Os vocais estavam fora a apresentação inteira, ele acabou até dançando e tinham bailarinos lá atrás, coisa que não combina com ele. Pior apresentação da noite.
Bruno: Eu pedi o lado rocker de volta, mas aí a Xtina me escolhe a música mais errada possível! Ele parecia sem voz a performance toda, não foi tão impactante quanto a audition ou a battle e ele deu umas desafinadas terríveis. Se ela quer vencer, vai ter que fazer escolhas melhores.
Klaus: Vou confessar que estou mega decepcionado. Amo Imagine e achei a pior performance do Matthew, nem de perto aquele Matthew que me encantou em blinds e battles, e ainda pior, conseguiu ser um dos mais fracos, se não o mais fraco, numa noite que todos foram muito bons. Acho que se ele cantasse Demons poderia ter ido melhor. 
Wellington: Christina está sendo bem estratégica nessa temporada. Ela está pegando o forte em característica musical de cada um de seus cantores e desenvolvendo muito bem, ela está fazendo um bom trabalho como mentora. Gosto dessa pegada indie rock de Matthew e é nessa onda que ele deve permanecer. Porém, não gostei dessa apresentação, acho que faltou força no coro da música, além de que o exagero com bailarinos foi totalmente dispensável.



Will Champlin - At Last (Etta James)

Armando: Achei a melhor apresentação dele até aqui, porém ele não se entregou totalmente como a música pede. Quando escuto essa música eu não me importo com erros vocais, eu quero ouvir paixão e haviam momentos que ele se preocupava mais com os vocais do que com a emoção.
Bruno: Will finalmente voltou para a competição. Ele deu umas deslizadas aqui e ali, mas nada que comprometesse a performance e ele foi ótimo! Porém, ainda quero vê-lo voltar ao rockstar que ele é e ter uma música decente pra cantar nos live shows dentro desse estilo.
Klaus: Enfim apareceu o Will que eu sabia que existia escondido por ai. Ele foi incrível, arrasou completamente, dominou o palco e teve um vocal perfeito. Will tem cara de artista com personalidade própria que sabe o que quer, maduro e decidido. Gosto muito dele. 
Wellington: Não é segredo pra ninguém que Will é um ótimo cantor, tem ótimos agudos e um bom controle de afinação, que as vezes falha, mas só às vezes. Mas essa apresentação, apesar de correta foi bem entediante. Não gostei e quero que ele volte com o estilo musical de antes, me empolgava bem mais.



Ray Boudreaux - Gimme Some Lovin' (Spencer Davis Group)

Armando: Eu gosto bastante do Ray e da voz dele, o cara consegue cantar muito e fico feliz que ele voltou ao estilo dele. Porém, ele é muito parado e não vejo aquela paixão nele, queria vê-lo explodindo como a Kat fazia.
Bruno: Fiquei feliz com o Ray voltando pra algo mais blues e soul e saindo um pouco do country. Com a voz que ele tem é a melhor escolha e ele fica ótimo no estilo. É de longe meu favorito do team Blake e o único de lá que eu não ficaria chateado se acabasse vencendo.
Klaus: Eu gostei da apresentação, mas sinto falta de um Ray realmente aproveitando o palco, se divertindo. Um Ray que faça a gente esquecer que tá vendo um reality sabe? Não vejo isso nele como já vi em vários dessa edição.
Wellington: O que Ray ainda está fazendo na competição? Sei que pode parecer meio bipolar, pois na semana eu elogiei o cantor, mas a verdade é que ele é do Team Blake e por mais que ele cante uma música animadinha não vai mudar o que ele é. Desculpem-me os fãs, mas acho ele medíocre. Vejo muito esforço e pouco resultado na hora da apresentação. Chega dele, tá na hora de sair do programa.



Jacquie Lee - Who's Lovin' You (Jackson 5)

Armando: Concorrência, façam as malas e vão embora. Essa menina é inexplicavelmente e absurdamente incrível. Vocais excelentes! A melhor da competição. 
Bruno: Jacquie querendo se tornar a nova Xtina cheia dos melismas. Mas essa sem dúvida foi uma das melhores performances dela no programa. Vocais impecáveis, eu fico chocado com o que essa menina consegue fazer com 16 anos! Ela é sem dúvida a melhor do time dela e pode levar a Xtina pra final.
Klaus: Gente, essa menina não pode ser real. Ela deve ser um robô ou algo do tipo. A Christina criou ela no mesmo laboratório que cria métodos para emagrecer rápido. Essa menina tem vocais impecáveis, tem uma presença de palco incrível e consegue colocar a concorrência no bolso. Uma mini Xtina.
Wellington: Quando Jacquie canta sinto como se minha alma estivesse sendo arrancada de dentro de mim e sendo levada até ela. Sinto aquele frio no estômago e fico apreensivo diante de cada nota, baixa ou alta, e estonteante ao ver que ela conseguiu acertar cada uma. Jacquie definitivamente tem algo especial. Se ela não conquistar a vitória nessa temporada, com certeza ela já vai ter conquistado a minha atenção e creio que também a de muita gente. Go Jacquie!

Resultados

Temos a primeira ótima notícia da noite que foi: teremos música original para o vencedor que será patrocinada pelo OneRepublic, banda cujo vocalista já escreveu hits para Beyoncé, Jordin Sparks, Kelly Clarkson, e também é dono de Apologize, que o top 8 cantou muito mal, era melhor nem ter prestado homenagem para a banda.

Os eliminados da noite foram... Ray e Caroline.

Ray é o tipo de cantor que não atrai bases de fãs, então quando ele fez uma apresentação que não agradou muito o povo do seu mentor, foi eliminado. Ele deveria ter seguido mais a linha country se gostaria de chegar ao fim, pois nesse gênero ele consegue bastante fãs.

Já Caroline foi eliminada precocemente e eu atribuo sua eliminação ao alto nível dos candidatos este ano, é o melhor top 8 de qualquer reality do gênero. Espero que ela consiga fazer sucesso depois do programa, pois ela com certeza merece muito.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment