The X Factor US 3X19 / 3X20 - Top 8 Performances / Results


"You have a real place in this market, you were such a star just then." (Demi Lovato)


Essa semana, o X Factor veio tentar mudar algumas coisas, com o tem "Band Week". Eu, ignorante, achava que tinha alguma coisa relacionada com as músicas que seriam escolhidas e não com o fato de haver uma banda tocando com os acts. Em alguns casos, a banda ajudou, e em outros, prejudicou. Mas o que importa mesmo é sabermos quem continua e quem sai do programa. Em pleno Thanksgiving (feriado de Ação de Graças americano), tivemos dupla eliminação. Antes disso, saiba o que eu (Gaby), Bruno e Wellington achamos desta noite.


Rion Paige – Swingin’




Bruno: Ameeeeei essa performance, to apaixonado por essa menina! Super feliz e animada, com os vocais no ponto, me deu vontade de levantar e dançar com ela! Ela parecia uma profissional no palco e nem parecia um act de reality show. Perfeita e melhor da noite de longe!
Gabriella: Rion se arriscou e mandou bem. Eu curti esse outro lado dela. Para mim o único problema foi a música. Eu sempre quis que Rion se soltasse mais no palco e ela fez isso, mas a música era muito chata. O que o público deve ler em consideração é o fato dela ter saído da zona de conforto e fez uma excelente performance apesar da música chata escolhida.
Wellington: Nossa, adorei Rion! Acho que ela vem crescendo bastante durante a temporada e jurava que uma música mais animada com coreografia não daria certo pra ela. Pois ela me provou totalmente o contrário disso. Achei que apesar de simples, a coreografia foi bem legal, além dos vocais que não perderam a força durante toda a performance.


Restless Road – Life Is A Highway



Bruno: Eles foram completamente engolidos pela big band. Tiveram certos momentos que eu não conseguia entender o que eles estavam cantando. Eles pareciam meio perdidos no arranjo e, apesar dos vocais estarem melhores do que semana passada, eu achei a performance bem ruim, infelizmente.
Gabriella: Escolha interessante. Bom, eu achei a performe bem melhor que as últimas, mas acho que a banda acabou meio que prejudicando e ajudando o trio ao mesmo tempo. No começo, eles estavam num tom menor da banda, mas depois recuperaram o folego e fizeram uma performance bastante consistente. Melhoraram na harmonia, mas ainda precisam trabalhar mais. Foi uma escolha sábia.
Wellington: Gostei da escolha musical, mas o grupo, apesar de ser uma ideia genial de Simon, a cada semana está provando que pode não ter o X Factor, pois beleza não mede talento musical. Não é que eu esteja dizendo que eles são ruins, só acho que não há progresso. Simon é gênio pra descobrir estrelas, mas não é um mentor presente. Ele só chega pra ver o ensaio final, dar algumas notas sobre e pronto. Restless Road precisa urgentemente de um (a) vocal coach pra ajudá-los a serem uníssonos como grupo, aprendendo a harmonizar.

Jeff Gutt – Feeling Good



Bruno: Adorei a performance do Jeff! Uma versão mais rockstar desse clássico soul que ficou ótima na voz dele e que me fez gostar ainda mais dele. Porém ainda acho que ele precisa melhorar a presença de palco ainda.
Gabriella: Eu amo essa música e mais uma vez Jeff arrasou. Ele está roubando as cenas e estou começando a acreditar que ele tem grandes chances de ganhar. A banda fez dele um artista completo. A música é difícil de cantar e com essa performance Jeff tem tudo para se tornar o próximo vencedor do X Factor! Melhor da noite!
Wellington: Gente, que clichê! Não aguento mais essa música em reality musical. É claro que como sempre Jeff fez tudo bem correto e afinado, mas ainda assim é o mesmo de sempre. Não consigo me animar com as performances dele.
Josh Levi – Treasure



Bruno: É difícil eu gostar de um dos boys e eu realmente gosto do Josh, mas eu odiei a escolha de música pra ele e achei que a voz dele não combinou. Ele deu umas desafinadinhas em alguns momentos que me incomodaram, e ele não brilhou tanto quanto nas semanas anteriores. Mas o que não dá pra negar é que a presença de palco dele é espetacular! Espero que ele continue.
Gabriella: Esse é o estilo que Josh tem que seguir. Foi uma excelente escolha de canção e ele mandou bem. Josh, você tem que parar de tentar ser um Little Usher e ser mais um Little Bruno Marz. 
Wellington: A cada semana esse menino vem provando que a carreira musical é o seu destino. Josh tem muito carisma no palco e com o publico. Canta bem, dança bem e ainda faz boas escolhas musicais. Comecei os Lives odiando ele, mas agora ele pelo menos tem meu respeito.

Carlito Olivero – La Copa De La Vida / Maria



Bruno: Foi de longe a melhor performance dele, mas isso não significa que ela tenha sido boa. Ele fica melhor quanto canta em espanhol e deveria tentar uma vaga no The Voice mexicano ano que vem, pra ter chance de vencer. No X Factor USA ele merece sair amanhã.
Gabriella: Carlito toda semana tenta arrasar, mas acaba destruindo as músicas. Ele é melhor dançarino que cantor. E com essa performance ele passou longe de ser um Ricky Martin. Foi uma péssima performance, totalmente cabaré. 
Wellington: Acho que Carlito se reencontrou. Acredito que no fundo ele sempre soube que essa pegada totalmente latina era o ele precisava fazer, mas por algum motivo ele hesitou. Ainda acho muito estereotipado, mas se é pra ser assim, que pelo menos seja divertido. Carlito conseguiu parar de pensar demais e aproveitar a música e isso deu certo.

Alex & Sierra – I Knew You Were Trouble



Bruno: Que versão mais deliciosa! Adorei esse arranjo big band pra uma música country! Pegaram algo super conhecido e fizeram como se a música fosse deles, mudaram totalmente e eu adorei! Uma das melhores performances deles no programa e cada semana que passa eu me apaixono ainda mais!
Gabriella: Eu ainda estou confusa com essa performance. Sei lá, para mim essa versão não colou. Achei confusa, estranha e totalmente diferente de tudo o que já vi. Eles cantaram bem, mas eu não consegui curtir esse arranjo que fizeram. Ficou meio antiquado.
Wellington: Não gostei muito dos arranjos, mas eles fizeram um ótimo trabalho. Cantaram super bem e mostraram total entrosamento entre eles.Não acho que seja a melhor performance, mas foi sim algo consideravelmente bom.

Lillie McCloud – Summertime




Bruno: Clássico da Janis que eu amo de paixão e que é super difícil de cantar. Ela foi ótima, mas não passou a emoção que a música pedia. Uma música tão icônica como essa, pra uma performance ok. Ela precisa se atualizar urgentemente senão ela vai sair em breve.
Gabriella: Vocalmente, foi perfeito, como sempre. Mas não sei se foi a música certa para Lillie nessa noite. Ela não funcionou muito bem com a banda e a voz dela soou, algumas vezes, estranha. Ainda estou esperando uma performance que mostre por quê Lillie merece ganhar. Existem milhares de cantoras como ela, e Lillie precisa provar que tem o X Factor.
Wellington: Hããn, não gostei muito não. Lillie canta super bem, ela é fenomenal, mas já estou começando a enjoar. Lembro de quase todas performances de Lillie e só uma que se destaca por ser diferente, que é a dos anos 80. Fora isso é sempre pedestal, microfone, uma baladinha, babação de ovo da Kelly e só. Lillie precisa inovar um pouquinho, afinal já estamos quase em 2014.

Ellona Santiago – Mamma Knows Best


Bruno: Ellona pegou uma das músicas mais difíceis da Jessie J e arrasou com a performance. Discordando da Gaby, eu acho que ela é uma mulher de grandes performances. Algo mais solo e contido não funcionaria direito pra ela e ficaria bizarro, eu acabaria esperando uma meia dúzia de dançarinos fazendo pirueta chegarem voando. Ela é uma artista pop que faz grandes performances e ela é ótima nisso, e eu amei e concordo com a Kelly que foi de longe a melhor dela.
Gabriella: Ellona precisa melhorar seu lado artista solo. Suas performances são sempre parecidas, ela grita, dança, sensualiza, mas não passa emoção. Para mim, ela está tentando ser a nova modinha e precisa trabalhar mais seu lado solo. Um cantor pode ter uma performance brilhante sem a ajuda de dançarinos e coisas extravagantes. Ellona precisa trabalhar mais esse lado e deixar um pouco essa coisa de performances extravagantes. Ela precisa ser mais simples e mostrar mais emoção.
Wellington: Concordo com a Gaby, menos na parte onde ela grita. Ellona é a melhor voz do programa e isso é evidente mesmo dançando uma coreografia super elaborada com trocentos dançarinos. Mas compartilho da ideia de que ela precisa dar uma pausa ou pelo menos uma diminuída nessas grandes performances e se concentrar um pouco em seu lado mais vulnerável e pra isso ela não precisa cantar menos.

Resultados

Feriado nos EUA, Michael Bublé arrasando em sua performance e duas eliminações. Essa foi a noite de Thanksgiving em The X Factor US. Claro que a enrolação rolou a solta e tivemos surpresas. A primeira dela foi ver Lillie McCloud sendo eliminada diretamente. Não que eu seja uma grande fã dela, mas a admiro por ter estar tentando uma chance com a idade que ela tem. Lillie canta bem, arrasa nos vocais, mas precisava achar o seu X Factor. Vou sentir saudades dela na competição.

O bottom 2 foi outra surpresa. Para mim, essa história de eliminação dupla está me enchendo muito! Querem acabar logo com o programa, por isso estão fazendo isso. Mas voltando, para a minha surpresa Rion e Josh iriam se enfrentar no bottom 2 da noite. 

Rion Paige – Perfect

Não foi a escolha mais adequada para Rion. Ela cantou bem e é simpática. Além disso, essa música é muito fofa, como ela. Acredito que se ela ficar no programa será por conta das suas performances até agora, não por causa dessa performance em particular.

Josh Levi – When I Was Your Man

Josh desafinou um pouco e escolheu uma música difícil de cantar. O fato dele ter sido trazido de volta para o programa conta como fator negativo e acredito que vendo essa performance ele está correndo perigo de sair. 

Com 2 votos para Rion e 2 votos para Josh, tivemos o nosso primeiro deadlock da temporada. E quem acabou sendo o menos votado, ou segundo menos votado da noite foi Josh Levi. Irei sentir saudades? Não. Mas reconheço que ele evoluiu na competição. E vocês concordam com o resultado? Quem vocês gostariam de ser eliminado da competição? Não deixem de comentar e até a próxima semana!
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment