[ESPECIAL] Gossip Girl here...

Rise and shine, Upper East Side! 12 months later, here we go again! 

Se você leu a frase acima imaginando a voz da Kristen Bell... parabéns! Você também faz parte do grupo que morre de saudades de Gossip Girl - hoje completando um ano do fim. Um ano daquele último capítulo de uma série que, entre altos e baixos, arrebatou uma legião de fãs fiéis e saudosos de olhar a Big Apple pelos olhos daqueles que marcaram uma geração. Seja pela acidez e humor sarcástico do texto ou pelo incrível senso de moda das personagens, seja pelos bordões eternizados ou pela quantidade de música boa que foi trilha das nossas vidas por 6 longos anos, uma coisa é certa: a série sempre será lembrada.

Como homenagem às temporadas, vou enumerar 6 pontos que, em minha opinião, foram os mais importantes para o sucesso da trama e, claro, aqueles que sempre farão com que nos lembremos com carinho do Upper East Side. Ready? 

1 - Blair Waldorf


Blair Cornelia Waldorf-Bass é o motivo da minha maior saudade. À primeira vista, uma menina mimada, mandona e birrenta. À segunda vista, também, rs. Queen B fez seu reinado nos degraus do MET, impondo regras e recrutando súditas, fazendo da tiara, coroa; de Manhattan, seu território. Ela era tudo, exceto superficial. Essa menina de rosto de boneca e pose de rainha carrega um dos corações mais gentis! Claro que ela adorava a tríade 'joguinhos-revanches-vinganças' e isso é o que mais gosto nela: humanidade. Não parecia alguém pré-fabricado, mas alguém que, realmente, existe. Inteligentíssima, hilária, conhecedora de arte e amante dos clássicos, ela era uma apaixonada... principalmente por si mesma! E isso está tão em falta que, nem rodando toda a 5 Avenida, somos capazes de encontrar um exemplar desse tal amor próprio que a Blair exala. Alternando momentos de insegurança e narcisismo exacerbados, B me faz lembrar o que Peter Pan fala sobre a Tinker Bell "ela é pequena e, por isso, só consegue carregar um sentimento por vez," o que explica as indas e vindas com o amor da sua vida e a os ataques de amor e ódio com a melhor amiga. Forte, destemida, inspiradora...! Ela amadureceu com o desenrolar da história, provando a si mesma que ser autoridade nos negócios e 'rainha dos homens da sua vida' era o suficiente pra que ela fosse feliz, por completo. 

2 - Figurino


Antes de tudo, uma salva de palmas ao Eric Daman. Cachecol do Chuck. Tiaras da Waldorf. Maxi colares da Van der Woodsen. Meias-calça da Humphrey. Alta costura, brechó, lojas de varejo, modelitos recém saídos da passarela: só esse cara genial pra construir personagens tão distintos e coerentes ao longo de 6 temporadas! Segundo as revistas People e Grazia, um prédio de 5 andares em NY era exclusivo pra guardar o figurino da série, estimado em quase 20 milhões de dólares, ainda em 2009! Acredito que este é o tal 'potinho de ouro' do final do arco-íris, rs. Parafraseando o título do livro do Daman, "You Know You Want It" é tudo o que se consegue pensar ao acompanhar a evolução das personagens da série sem esquecer que, o estilo e as tendências, são tão protagonistas quanto B, S, C, D, N e J.

A fim de dar 'vida às palavras', escolhi as 3 protagonistas da série para analisarmos a evolução no modo de vestir, notando que há uma cadência de estilo, nunca contradizendo a essência de cada uma nem deixando de nos surpreender! Mas não posso deixar de reiterar que o designer da série também arrasa em se tratando do universo masculino porque, vamos combinar, não existe um Dândi melhor construído que o Bass, concordam?

- Serena, the free Spirit
Essa é a minha fashionista preferida. Se 'it girl' tem uma tradução, a loira mais incrível do UES encabeça o topo da lista! Fazendo o estilo Boho Chic, ela é aquele tipo de mulher que pode usar de tudo porque tem o corpo perfeito pra valorizar qualquer roupa e, tudo, é realmente, o que se encontra no armário da moça. Desde longos ao micro, mix de estampas, bolsas extra grandes, decotes e fendas. Ela leva ao pé da letra o lema do Eric “Don’t Apologize, Accessorize,” porque é a rainha dos acessórios, abusando de colares maxi - combinando com aquele cabelo divônico!! O TV Guide nomeou Serena como a quinta personagem da televisão mais estilosa. Meus 4 looks preferidos da Van der Woodsen são: vestido chumbo Zuhai Murad, o simétrico Hever Lerge, o George Chakra usado em Paris e esse zebrado Jenny Packham - porque só S pode segurar um desses sem parecer um dálmata! 

- Blair, the Queen

"Let me be your ruler, you can call me queen bee; and, baby, i'll rulle..." Definitivamente, essa frase tem dona! B preza por perfeição e parece ter sido projetada para tal, daquele tipo que um fio de cabelo fora do lugar é um completo desastre! Dona de um estilo clássico, elegante (Audrey Hepburn, Anna Wintour, Tinsley Mortimer e Arden Wohl são inspiração para as roupas) e, por vezes, conservador, é raro vê-la trajando shorts/saias mais curtos ou calça; visto que ela a-m-a vestidos (e é correspondida!)! Seguindo a linha Preppy, seu closet é abarrotado de grandes marcas e muito bom gosto. Waldorf é responsável por transformar a tiara em objeto de desejo e tendência pros seguidores da trama (confesso que tenho vááárias por causa dela, rs). O TV Guide nomeou Blair como a sexta personagem da televisão mais estilosa. O branco e básico  Marc Jacobs, os poderosos de baile Oscar de la Renta e Marchesa e o Moschino - precursora no mix de estampas ao desfilar em Paris com esse look recém saído da passarela - são os meus queridinhos!

- Jenny, the little J

Essa foi a maior evolução de estilo, sem dúvidas! De menina simples e ingênua do Brooklyn a sucessora do 'reino Constance' nos degraus do MET. J sempre demonstrou aptidão ao mundo fashion e, ao aflorar o lado estilista, começou a investir no estilo Rock Glam (edgy and bold), até ingressar no 'all black'. Adoro a make sempre carregada e bem marcada, o visual platinado que ela foi ganhando com o passar das temporadas e, claro, sua marca registrada: meia-calça colorida, arrastão, decorada, rendada; não importa! A Humphrey tem a ousadia como melhor amiga e fazia o carão sempre que pisava os pés pelas ruas de NY! Meu look preferido é essa composição de peças 'sooooo Jenny', além do longo preto e o Sequin Longsleeve usado no series finale.

3 - Quotes



Quem nunca repetiu o famoso 'xoxo' da Gossip Girl? Ou o 'I'm Chuck Bass' a fim de explicar o inexplicável? Bordões característicos de determinadas personagens são comuns em comédias, mas Gossip Girl é uma das séries com os melhores quotes! Seja pelas tiradas sarcásticas/hilárias das personagens ou pelas narrações da blogueira mais famosa do Upper East Side, existem frases que são inesquecíveis!

"50 shades of boring"
"Well, you can tell Jesus that: the bitch is back!" - Georgina Sparks aka diva causadora.
"Fala como um anjo, se veste como um anjo, mas é o diabo disfarçado” - Gossip Girl
 "Spotted - Chuck Bass losing something nobody even knew he had. His heart." - Gossip Girl
"He may have been able to fool the FBI, but he has never had to face-off with Blair Waldorf and her bitches."
"As with any journey, who you travel with can be more important than your destination." - Gossip Girl
"Ombreiras vem e vão, mas uma melhor amiga é pra sempre." 
"Em um mundo comandado por herança sanguínea e contas de banco, vale a pena ter um amigo." - Gossip Girl
"Destiny is for losers. It’s just a stupid excuse to wait for things to happen instead of making them happen."
"Whoever said that money can’t buy happiness doesn’t know where to shop."
"I’m not a stop along the way, I’m a destination." - Blair Waldorf
"Talvez não sejam laços de sangue que formam uma família; talvez sejam as pessoas que saibam nossos segredos. Mas nos amam mesmo assim. Para que possamos ser, nós mesmos." - Gossip Girl
 "Prohibition never stood a chance against exhibition. It's human nature to be free. And no matter how long you try to be good, you can't keep a bad girl down." - Gossip Girl
“Ás vezes o destino parece cruel. Te separa da pessoa que você pensa ser tudo na sua vida. Mas apesar de cruel, duvidoso e infeliz, ás vezes, o destino não erra. Uma história pra ser quase perfeita precisa ter curvas. E o relógio não pode soar sempre á meia-noite.” - Gossip Girl
"You know you love me..." - Gossip Girl


4 - Música




Há músicas que nos fazem querer dançar, músicas que nos fazem querer cantar junto, mas as melhores músicas são aquelas que nos levam de volta à primeira vez que as ouvimos e, mais uma vez, partem nosso coração.
Ao longo de 121 episódios, Gossip Girl embalou nossas vidas com inúmeras músicas incríveis, algumas tão marcantes que, ao serem tocadas, trazem a cena inteira do capítulo em questão; acionam o botão 'flashback'. Conhecida por suas trilhas dançantes, a série apresenta um fato curioso: 27 músicas clássicas compuseram o ambiente do Upper East Side, sendo Bach e Mozart os mais recorrentes. Há também uma citação da ópera "A Flauta Mágica" que você confere aqui.

Algumas participações musicais foram feitas ao longo das temporadas como, por exemplo, The Pierces - abertura de PLL Secret no 1x10Sonic Youth - Star Power no 3x05 (Kim Gordon fazendo a cerimonialista do casamento Lily e Rufus), Lady Gaga - Bad Romance e narração do episódio no 3x10 e Robyn - Hang With Me no 4x07. Sobre a aparição da Gaga, "with that target audience, you know that tune’s going to become an instant hit," - ainda sobre os efeitos de popularidade do show em escala global. Pra relembrar os momentos mais marcantes, selecionei 2 canções por temporada. Acomode-se bem, aperte o play e cante comigo!

Primeira Temporada

1x07 - Victor/Victrola (Sum 41- With Me)
Quando dizem que "a primeira vez a gente nunca esquece", estão completamente certos! Limo. Chuck. Blair. A tríade perfeita pra uma cena inesquecível! Essa música é o hino Chair quando nem a gente mesmo sabia o que era Chair, rs! 

1x13 - A Thin Line Between Chuck and Nate (Nicole Scherzinger - Happily Never After)
"You're a Waldorf remember? People don't tell you who you are, you tell them. Stay and Fight. I'll fight with you." Bow down, bitches! Muito maior do que guerra de egos, do que joguinhos e tramoias, Blerena protagonizou uma cena inesquecível de irmandade e cumplicidade. Todas as vezes que a Nicole canta, eu me lembro da cena no aeroporto e da poesia do momento!

PS.: no capítulo 08 Serena toca Free Bird do Lynyrd Skynyrd no Guitar Hero, numa cena muito divertida que você confere aqui. Além disso, 5 musicas do The Virgins são tocadas ao longo do mesmo. Na season finale, cena em que Chuck discursa no casamento do pai com Lily, toca uma de minhas músicas preferidas do Death Cab For Cutie, vale a pena relembrar!

Segunda Temporada

2x02 - Never Been Marcused (The Fratellis – Tell Me A Lie)
A quem estes riffs remetem? Ônibus, shorts curtos, morangos e uma Serena cheia de amor pra dar! Ai que saudades daquela praia e da viagem pra casa! Derena fez desta canção um clássico do casal!  

2x10 - Bonfire of the Vanity (Kings Of Leon - Sex On Fire)
Aaron era um espírito livre, tal qual a sua musa inspiradora, e fez de 'Sex on Fire' o hino do casal. Desde a sessão de fotos, passando pelos telões da Times Square e explodindo num beijo apaixonado! Ele só fez bem a Serena e eternizou KoL na trilha da série - neste mesmo episódio tocou mais 3 músicas da banda. 

PS.: nesta temporada conhecemos os toque de celular de Dorota (I'm a Slave 4 U - Britney Spears) e de Georgina no plot gospel (Praise To The Lord - The Almighty)

Terceira Temporada

3x09 - They Shoot Humphreys, Don't They? (Anya Marina - Whatever You Like) 
Um dos episódios mais comentados da tv no dia de exibição: Oliva estava indo embora mas, antes disso, une-se a Dan e Vanessa a fim de concretizar as “15 coisas que tem que ser feitas na faculdade,” culminando num ménage à trois.

3x22 - Last Tango, Then Paris (Crooked Fingers - Under Pressure)
Numa das melhores season finale de todas, Georgina está grávida e noticia ao 'Lonely Boy' que ele não estará tão sozinho a partir de agora, Little J deixa Manhattan, Serena e Blair vão passar o verão em Paris; mas o que dizer dos segundos finais? Chuck Bass baleado num beco!!! Era tensão demais e uma espera muito longa...

PS.: Leighton Meester, a intérprete da Blair, também é cantora e emplacou 3 músicas na trilha da season 3! Ela foi a primeira do elenco a ter sua música na série: Good Girls Go BadSomebody To LoveYour Love’s A Drug estiveram no 3x02, 3x09 e 3x18, respectivamente. No 3x12, Empire State Of Mind (Jay-Z feat. Alicia Keys)  aparece pela primeira vez e em dose dupla; essa é uma daquelas músicas que são impossíveis ser desvinculadas da série! Outro fato curioso é que o 3x14 tem Julian Casablancas por quatro vezes na trilha.

Quarta Temporada

4x05 - Goodbye, Columbia! - (Like A G6 - Far East Movement feat. The Cataracs & Dev) 
Apesar da cena não ser tão emblemática, tendo como foco principal Juliet e seus lying games com Nate totalmente debaixo de sua aba, esse foi mais um grande #BOOM musical! Que atire a primeira pedra quem não fez o download da música após ouvi-la no capítulo! Eu fiquei repetindo 'like a G6, like a G6' o resto da semana e ainda pus de ringtone, confesso! 

4x14 - Panic Roommate (The Naked And Famous – Young Blood) 
Assim como a música anterior, este é um caso em que a música é maior que a cena em si: Blair é promovida a estagiária de Stefano Tonchi na W e uma bela amizade começa a surgir entre ela e Dan. Mas me diz, tem como ouvir Young Blood e não lembrar de GG? Essa evidencia o universo da trama e me leva a NY todas as vezes que começa a tocar!

PS.:  No 4x09, a banda da Taylor Momsen - a intérprete da Jenny -, The Pretty Reckless aparece na trilha com Make Me Wanna Die.

Quinta Temporada

5x12 - Father and the Bride (LMFAO - Party Rock Anthem)
Despedida de solteira da Waldorf. Blair bêbada e 'mucho loca'... precisa dizer mais?

5x24 - The Return of the Ring (Fun feat. Janelle Monáe - We Are Young)
Nate vai atrás da GG. Dan resolve escrever um livro com nomes reais, contando o que ele realmente viu e conta com a ajuda de Georgina. Serena faz dos psicoativos os melhores amigos. Enquanto isso, num cassino: Blair: "I'm all in." / Chuck: "My bet's on us". E as esperanças pra última temporada são renovadas.

PS.:  E a primeira vez que uma banda brasileira tocou em GG foi no nono capítulo (CSS -You Could Have It All)! No 5x11, James Vincent McMorrow traz Wicked Game, uma das músicas mais lindas da temporada!  E, o 5x17 é marcante pros Dair, Among Savages - New York City embala uma das cenas mais importantes do casal.

Sexta Temporada

6x09 - The Revengers (Ellie Goulding feat. Tinie Tempah - Hanging On)
Sage convence Nate a ir fundo atrás da Gossip Girl. Derena tem seu momento decisivo e, mesmo com o "I've never stopped loving you" do Dan, Serena não retrocede e resolve ir embora pra LA. 

6x10 - New York, I Love You XOXO (Florence + The Machine - You’ve Got The Love)
Salto no tempo em 5 anos, todos reunidos na sala dos Waldorf para uma cerimônia super importante: A It Girl e a Gossip Girl o Lonely Boy diziam 'I Do' em frente a todos nós, dando fim à trama. 

PS.: O episódio cinco é todo composto por Frank Ocean. E, no series finale, It’s Time do Imagine Dragons é uma das minhas músicas preferidas da temporada e marca os preparativos pro casamento Chair! 

Outra curiosidade interessante: Lady Gaga, One Republic e Florence + The Machine são os recordistas de canções na trama ao decorrer dos anos. Pra encerrar, deixo aqui a primeira e a última música de Gossip Girl, respectivamente:


 Peter, Bjorn & John - Young Folks

The Pretty Reckless - Kill Me


5 - Ode a New York

Friends, Seinfeld, Law & Order, Sex and the City, Ugly Betty, White Collar, Girls, The Mindy Project, entre outras tantas, são séries ambientadas na capital do mundo. Mas Gossip Girl conseguiu ir além, fez da cidade que nunca dorme um objeto de desejo pros telespectadores. Como gosto de dizer, a trama é uma carta de amor e New York e, abaixo, estão alguns dos lugares eternizados ao longo dos 121 episódios.

"Spotted at Grand Central, bags in hand: Serena van der Woodsen." Onde tudo começou... É como voltar pra 2007. Young Folks dando a trilha pro regresso de Serena a Manhattan. Nosso caso de amor com New York só estava começando! O Grand Central Terminal (87 E 42nd St btwn Vanderbilt & Park Avenue) é a estação ferroviária/metroviária da cidade e tem uma arquitetura belíssima!

Constance Billard School for girls e St. Jude for boys... quem não quis estudar ai? Acredito que, nas 2 primeiras temporadas, este foi o cenário mais recorrente da série! A maioria das cenas exteriores foram no Museum of the City of New York (1220 Fifth Avenue), mas as famosas escadas são da Synod of Bishops Russian Orthodox Church (75 East 93 St), cerca de vinte quadras ao sul do Museu. O campus utilizado na 2 temporada situa-se em Collegiate Institute Packer (170 Joralemon St, Brooklyn) e o pátio misto/interior da  escola foram produzidos nos Estúdios Silvercup

Quando penso no Central Park (14 E. 60th St), me dá, instantaneamente, uma vontade: ALIMENTAR PATOS! Foram tantas filmagens nesse local que nós já o conhecemos de cor, hein? As minhas duas preferidas são protagonizadas pela Queen B com relação aos dois grandes amores da sua vida: no 1x03, em frente à Fonte Bethesda, eu comprei o 'sismance' Blerena "Dear Serena, my world is falling apart. Where are you? Why won't you call? Why did you leave without saying goodbye? You're supposed to be my best friend. I miss you so much. Love Blair;" e o casamento Chair, logo atrás da mesma fonte, próximo ao arco com os degraus, no series finale.

The Metropolitan Museum of Art (1000 5th Avenue), os famosos MET steps! Confesso que este lugar memorável, que protagonizou desde almoços conspiratórios a guerras declaradas, sempre funcionou como um refúgio. Duas cenas memoráveis foram nos capítulos 3x02 - quando o plano de Blair em ser 'rainha de NYU' é frustrado e Serena a ajuda a compreender um mundo novo de amadurecimento - e o 2x24 - após o baile da Constance, S sai da cadeia e as duas amigas nos dão overdose de cumplicidade com o “Right now, I’m with exactly who I want to be with.”



Victor Victrola foi o local mais badalado de NY na 1 temporada! Claro, idealizado e regido por Chuck Bass, alguém duvidaria do sucesso do local? Foi lá que nasceu Chair, depois de uma despudorada dança da B. no palco! Para nossa alegria felicidade da nação, a casa noturna realmente existe e responde pelo nome de The Box (189 Chrystie St - btwn Rivington & Stanton St). Será que nosso Bass está perdido por lá?

JFK International Airport (Jamaica, New York, NY 11430) marca minhas lembranças apesar da overdose Dair EW no 5x14. O capítulo anterior, centésimo da série, mostra o casamento entre Blair e Louis - na St. James Church (865 Madison Avenue) - numa cerimônia belíssima, mas muito, muito triste por eu ser Chair incondicionalmente e por todas as coisas que o príncipe de Mônaco fala, já na primeira dança, pra então esposa. Logo, por que o aeroporto é tão memorável? BLAIR WALDORF DE MOLETOM E CAMISA 'I ♥ NY' - de princesa a plebeia!

Dylan's Candy Bar (1011 3rd Ave) é o universo Dan e Vanessa! São 3 andares de balas, pirulitos e chocolates. O valor alto dos doces, em parte, é justificado por sua proprietária: Dylan Lauren, filha do designer Ralph Lauren. Podemos chamar de 'doce de grife', então, rs. 

New York Palace Hotel (455 Madison Ave) aka casa dos Van der Woodsen-Bass. Uma curiosidade: até hoje é servido um sanduíche inspirado pelo programa no restaurante GILT, dentro do hotel (mesmo local que servia de cenário pros deliciosos brunches).

Empire Hotel (44 West 63rd Street) Chuck Bass vai para o Upper West Side por uma boa razão: ser o novo dono do Empire no 3x03! Um das locações mais utilizadas nas últimas temporadas de Gossip Girl, as reservas no Hotel subiram a 10% e o tráfego em frente ao local aumentou 50% desde que nosso magnata preferido adquiriu o Empire na série. Além disso, há diversos cocktails inspirados na trama, desde o lounge ao bar do terraço; inclusive um nomeado "I'm Chuck Bass". Alguém disposto a 'provar o Mr. Bass'? 

Cooper-Hewitt, National Design Museum (2 E 91st St) - único museu nos Estados Unidos dedicado à concepção histórica e contemporânea - foi palco do casamento entre Lily e Bart no 1x18. O museu tem uma das maiores coleções do mundo de artes decorativas/criativas e é charmosíssimo!

Plaza Hotel (768 5th Avenue) pode ser lembrado pelo episódio 1x04, quando S&B 'fogem' do ensaio fotográfico da Eleanor e vão pra fonte Pulitzer com os 'vestidos capturados' fazer sua própria sessão de fotos e exalar amor fraternal, mas o "I love you too" do Chuck é memorável e uma das melhores cenas Chair!

Columbia University (116th St and Broadway). A 4 temporada traz a sociedade fictícia secreta Hamilton House para mulheres proeminentes da universidade e 'jovens senhoras', tendo recrutas como B, S e Juliet. Além disso, Nate também estuda nesta universidade da Ivy League.

New York University (70 Washington Square S). Dan, Vanessa, Olivia, Georgina e Blair protagonizaram muitas cenas nos dormitórios da NYU na 3 temporada. Por conta da logística, tais cenas foram feitas neste prédio da foto central, vizinho ao verdadeiro dormitório. Segundo conhecedores da universidade, na série, "os quartos são bem melhores, mais limpos, espaçosos e confortáveis do que na realidade."

A fachada da Rubin Chapelle (410 W 14th St) é a referência pra Eleanor Waldorf Designs. The Lavish Fifth Avenue Building (1136 5th Avenue) é a entrada da casa da Blair (uma vez que o interior foi reproduzido em estúdio, "mas mantendo as características do edifício, por exemplo, os elevadores abrindo para um hall dentro do próprio apartamento"). Em uma das três residências mais caras de New York - Prédio Particular (4 E 74th Street, New York) - são feitas as cenas da família Archibald . Outro apartamento real e cenário da trama, The Humphrey Loft (455 Water Street, Apartment #6, Williamsburg, Brooklyn), abrigou Dan, Rufus e Jenny até a 3 temporada e voltou às telas quando Dan resolve morar sozinho no Brooklyn. 

Devido tamanho BOOM de Gossip Girl, existe um tour pelas locações mais importantes. Para maiores informações, clique aqui. Há também diversos outros locais muito comentados na história e que valem a pena visitar, caso um dia você vá à Big Apple, a fim de manter vivo o #GGSpirit como, por exemplo, Babycakes NYC (248 Broome St at Ludlow St.); Henri Bendel (712 5th Ave at 56th St.); Washington Square Park (W 4th St btwn MacDougal St & University Pl);  Russian Tea Room (150 W 57th St btwn 6th & 7th Avenue); Marquee (289 10th Ave btwn 26th & 27th St);  Butter (415 Lafayette St btwn E 4th St & Astor Pl); etc. O site Starving fez um post bem legal sobre isso também, você confere aqui.

6 - Cultura Pop


Os críticos podem ser ferrenhos quanto ao roteiro e o desenrolar da história e, confesso, uma série impecável até a 3ª temporada, decaiu bastante nas seguintes; mas quando o assunto é tendência, Gossip Girl reinou absoluta e com maestria - trabalhando como nosso Cool Hunter preferido! Talita Abranches da Exame afirma que "na prática, o cool hunter tem, literalmente, a tarefa de “caçar” o que está prestes a virar uma febre," e ninguém pode negar a quantidade de "tendências" oriundas da trama. Mas não falo apenas de moda! Desde o estilo de vida ao próximo hit musical, esta era a verdadeira "revista interativa", ao passo que, assistir ao show era a maneira mais rápida de saber aquilo que seria febre em escala global. Um dos responsáveis por tamanho burburinho é o costume designer Eric Daman, o cérebro por trás de superproduções uber poderosas cujas mantiveram nossas rainhas do UES, por exemplo, impecáveis desde Constance Billard até a vida adulta.

E o que dizer das participações de garbo e elegância de grandes ícones do universo fashion? Acredito que nunca vi uma reunião de tantas figuras icônicas (e representando a si mesmo) numa série só (aviso que não vi SATC, então...). Nomes como Tim Gunn, Tory Burch, Georgina Chapman, o modelo e jogador de polo Nacho Figueras, Cynthia Rowley, Joe Zee, Tinsley it girl diva Mortimer, Isaac Mizrahi, Vera poderosa Wang, Karlie Kloss, Meredith Melling-Burke, Hamish Bowles, Lou Doillon, Rachel perfeita Zoe, Tyra wanna be on top? Banks, Diane Von Furstenberg, Hamish Bowles, Charlotte Ronson, Stefano Tonchi e Alexa Chung deram um toque especial à história e reiteraram a relevância da série em diversos aspectos e a hegemonia no que diz respeito a poder de influência.

Os cenários da série são outro ponto a ressaltar: Christina Tonkin é a decoradora mais badalada de Hollywood e a responsável pelos ambientes internos. Lily e Rufus sempre tiveram uma ligação com o 'mundo das telas', mas a história nos faz apaixonar por peças primorosas! O que falar do Emilio Kruithof no quarto da Serena ou dos exemplos de Pop Art do Richard Phillips no quarto do Chuck e no apartamento dos Van der Woodsen? Meu preferido ainda é o Michael Elmgreen & Ingar Dragset (Prada Marfa, 2005), item tão cobiçado entre os fãs da série e objeto de decoração em inúmeras residências afora. (confira aqui a versão DIY). Pra  matar a saudade, que tal um tour em 360º no lar dos VDW?


And who am I? Uma fã saudosa! Espero que vocês tenham regressado ao Upper East Side comigo e que tenham gostado da nossa 'pequena volta a Gossip Girl'. Esse é o primeiro ano sem, semanalmente, respirar o universo GG e eu tentei fazer uma gigantesca singela homenagem àquela série que tanto amo e que me ensinou tanto!

Xx.

Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário