Glee 5x08 - Previously Unaired Christmas


O surreal Natal proibido pela FOX.
Estava determinado em assistir o episódio e criticar tudo como se não houvesse amanhã. Tudo porque não fazia sentido algum ter um Natal já que o ano letivo ainda não acabou e no ano passado a série já mostrou o que aconteceu com os personagens nessa época do ano.

Porém, com a explicação dada por Sue no inicio do episódio as coisas continuam não fazendo sentido, porque esse foi o episódio natalino mais surreal e cretino ever e entender o porquê a FOX segurou essa delícia pra exibir aquilo que foi transmitido no ano passado é difícil. Talvez o grande número de piadas desrespeitosas tenha sido o motivo pra que tenham segurado essa delícia, que como explicado por Lynch sofreu algumas alterações (óbvias). Mas acredito que é em episódios como esse que Glee ganha, pois se existe uma série que consegue fazer as piadas mais cretinas, essa série é Glee.

O episódio se passa no Natal de 2012, onde Profº Schue ainda estava em Washington, Brittany ainda estudava em Lima, Santana não vivia em NY e Finn ainda comandava o Glee Club, mas como já dito, algumas alterações obvias tiveram que ser feitas. No caso de Santana as coisas ficaram bem explicadas, ela apareceu em NY do nada, exatamente como ela costuma fazer, pra passar o Natal com Rachel e Kurt e essa jornada dos três não poderia ser mais divertida.

Primeiro porque o emprego que Rachel arrumou pra eles serem elfos já causou com as crianças no shopping. Santana de Mamãe Noel sendo típica e falando absurdos pra cada criança sentada em seu colo foi impagável e segundo, porque, o que foi o Santa Sexy como guest no apê de Rachel e Kurt? O cara era cretino ao extremo e fez todo mundo ficar aflicetado com seu shirtless, até Santana que teve suas lady parts cantando Jingle Bells por causa dele. O momento Alvin e os esquilos com balões de gás Hélio foi divertidíssimo e pra fechar com chave de ouro tinha que ter pegação de Kurt com o cara tendo em seguida o roubo que é clichêzasso, mas que não deixa de ser divertido. Palmas pra bagunçinha feita por eles, que prova o quão orgânico se tornou esse núcleo de NY.

Em Lima também teve ótimos momentos com a competição tosca de arvores de Natal e as audições pra quem seria a Virgem Maria no presépio vivo. Sam e Tina fizeram uma boa dobradinha com essa história da competição e ainda tiveram o momento fofura com Becky, contando que a verdadeira fofura ficou com ela mesma, que estava ótima como Baby Jesus.

O plot de Véia também foi legal. Conseguiram explorar o lado cristão da personagem que não se sentia honrada de ser a Virgem Maria por não ser mais pura, mas que ao mesmo tempo se sentia ofendida com os sacrilégios que o pessoal do Club fazia por não entender o espírito da ocasião. As melhores partes com certeza vieram das performances de Unique, Tina e Marlene, que nunca sensualizaram tanto como nessas performances natalinas. Love Child foi meio que desrespeitoso para quem é cristão, mas é impossível não se render a cretinice que Glee coloca em alguns atos.

O episodio de encerra de forma bonita com a famosa dobradinha em performances, intercalando o New Directions e o núcleo de NY. Vimos o presépio vivo em Lima e Rachel, Kurt e Santana em uma vitrine de uma loja de NY cantando uma clássica canção natalina.

Classifico esse episódio como o melhor episódio de Natal já exibido desde a segunda temporada. O nível de cretinice e diversão foi muito alto, mesmo que esteja obvio que a FOX inventou essa história de script que não foi aprovado ano passado só pra que esse ano eles tivessem um episódio temático pra passar, já que na cronologia da série isso seria impossível de acontecer.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment