Supernatural 9x08/09 - Rock and a Hard Place/Holy Terror


Finalmente chegamos à metade da temporada de Supernatural, e é justamente aqui que as coisas começam a esquentar sempre. Temos finalmente algo sendo resolvido, relacionado ao plot principal, ou alguma desgraça na vida dos irmãos. Mas algo que é sempre claro é que normalmente é algo definitivo para a história da temporada ou da série, e muito importante. Juntamente a ela, temos outro caso na semana anterior que infelizmente não tive tempo de cobrir anteriormente, mas que não fez tanta diferença.

No primeiro caso, temos o sumiço de virgens, tanto homens quanto mulheres, de um grupo em uma certa igreja do interior. A única vítima com testemunha teve seu carro levantado por um ser envolto em chamas azuis. Resta a eles descobrir que ser sobrenatural eles estão enfrentando dessa vez, e não é fácil. Foi preciso muita pesquisa para perceber que era mais um dos milhares de deuses pagãos que assombram o mundo. Essa em particular foi bem sem graça, a revelação da identidade dela foi bem óbvia na minha opinião, e até a cena de batalha não foi interessante.

Tivemos cenas realmente hilárias, como a do grupo de virgindade quase tendo um treco quando Dean descreve suas relações sexuais, e a cena onde ele descobre que a conselheira é uma de suas atrizes pornôs favoritas. Mas nem isso salvou o episódio. Os efeitos dignos de Power Rangers com aquele fogo azul horrendo, as atuações ruins dos coadjuvantes, e eu até percebi um erro! Quando a xerife Mills foi apunhalada, a estaca entrou quase no pulmão dela. Mas quando ela levantou estava mais pra cima, quase no ombro. E quem conseguiria levantar tão facilmente depois de ser perfurada no peito? Absurdo demais até pra Supernatural.

Pela mitologia, teria sido um caso até interessante. Mas as péssimas atuações, a direção mal feita, os erros técnicos e os (d)efeitos especiais estragaram o episódio. Não que tenha sido completamente ruim. Mais uma vez a atuação dos irmãos salvou um pouco as cenas em que eles apareciam. Mas tirando isso, não tivemos nada de excepcional. Vamos ver se a mid-season finale salva a temporada?


Como esperado, a história tem tudo a ver com o plot da queda dos anjos. E, mais uma vez, ele salva uma temporada que tem tido mais baixos do que altos. Facções diferentes de anjos estão brigando pelo poder, uma sob o comando de Malachi, e outra sob o comando de Bartholomew. É claro que nossos protagonistas iam se envolver nisso de alguma forma. Mas agora, eles tem a ajuda de Castiel, que desistiu da vida de humano e percebeu que tem um trabalho a fazer: colocar os anjos de volta no céu e acabar com essa guerra que está destruindo a vida de diversos humanos possuídos. Adorei a forma como o episódio se desenvolveu, começando explosivo e terminando num climax com Castiel conseguindo a graça de volta e voltando a ser um anjo. Com seus poderes, agora ele é peça chave na guerra e pode conseguir pessoas para trabalharem com ele, acabar com as facções e destruir Metatron.

Falando no escrivão divino, ele percebe que quem possuiu Sam não foi Ezekiel, que morreu, mas sim Gadreel, aquele que deixou a serpente entrar no jardim do Éden e trouxe desgraça aos humanos. Com isso, ele conseguiu manipular o anjo a seu favor, e ele se tornou o braço direito de Metatron. Gostei da grande surpresa relacionada a isso e da mitologia envolvida. Além disso, com Sam possuído por um anjo maligno que vai fazer tudo para que o paraíso antigo não volte a existir, eu prevejo uma guerra entre os irmãos pronta para começar, como deveria ter ocorrido na quinta temporada com Michael e Lúcifer mas os produtores decidiram deixar pra lá. Só não gostei muito da morte do Kevin. Ele era um personagem chave para a decisão dessa história e eu gostava muito dele. Mas concordo que, se ele conseguisse decifrar a tabuleta, ia ser tudo muito fácil e é bom que eles enfrentem dificuldades. Quem sabe uma real aliança entre Dean e Crowley está para começar, não é? Ou será que presenciaremos o surgimento de outro profeta?

Foi um ótimo episódio que deu uma virada completa na história. Se antes não tínhamos nada de muito importante acontecendo, agora temos diversos problemas a serem resolvidos por Dean, que provavelmente não terá mais como contar com a ajuda do irmão. Foi bem completo, cheio de ação e revelações importantes, que me deixaram ansioso para saber o que vem pela frente. Pena que eu tenho que esperar até ano que vem. E você leitor, o que achou? Deixe seus comentários e até ano que vem, na volta de Supernatural!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment