The Big Bang Theory 7x11 - The Cooper Extraction


Realidade alternativa!

Os episódios natalinos são sempre os melhores. Ainda mais quando decidem combinar realidades alternativas. Depois de assistir a esse último episódio, se ainda havia dúvidas se o seriado não merece as indicações recebidas esse ano, agora não existe mais. Realmente essa 7ª temporada está sendo uma das melhores do seriado e garantindo ótimas risadas e muita diversão. E nesse episódio não muito foi diferente não. Na verdade, as consequências da turma caso Sheldon não existisse ou fosse amigo deles trouxe momentos hilários e cenas épicas. 

Acredito que quase todos os fãs já se perguntaram como seria o seriado caso Sheldon Cooper não existisse. Eu mesma já fiz essa pergunta muitas vezes e por incrível que pareça jamais imaginaria que o resultado fosse aquele previsto pelos amigos. Sim, quem poderia imaginar que foi graças ao nerd mais mandão que Penny e Leonard fossem ficar juntos? Ou que Amy viveria solitária sem a presença de seu namorado? Essas realidades alternativas deram um toque especial ao episódio. 

Mas é claro que ver Sheldon ajudando sua irmã a ter o bebê, mesmo que não tenhamos visto as cenas, foi super divertido. Quem imaginaria que um dia aquele nerd viciado em trabalho poderia fazer algo tão humano ao ajudar a irmã parir? Ok, ele foi praticamente obrigado, mas só pelo fato dele estar lá, mesmo fazendo e narrando muitas confusões, só mostra o quanto o personagem evoluiu. É por cenas como essa que eu torço para Sheldon e Amy avançarem a 2ª base e acredito nessa possibilidade. Ainda mais agora que descobrimos a influência da namorada e sabemos que ela está entre algumas das grandes paixões de Sheldon como proteção de tela do computador!

Nesse mundo em que Sheldon não existe, veríamos Leonard tentando chamar Penny para sair e molhando as calças. Mesmo que ele tente provar ao contrário dizendo que Penny não seria muito feliz e esperta sem ele, pelo fato do ex burrão dela continuar na sua vida, sabemos muito bem que a realidade alternativa dela é mais coerente do que a dele. Apesar disso, tenho que dizer que ri muito com Penny e Zack fazendo xixi nas calças. Só Leonard mesmo para ter essas ideias. Em contra partida, nunca poderia imaginar que Leonard e Raj poderiam ser colegas de apartamentos e gordos. Isso me remeteu ao seriado Friends. Seria muito divertido ver os dois super amigos, comendo bastante e sendo gordos. Talvez assim Leonard não fosse ser tão chato e passasse a ser mais divertido. 

Mas nada superou Stuart e sua vida de solitário. Ele tentando entrar nas realidades alternativas deles foi hilário, ainda mais quando vemos Amy sozinha comemorando seu aniversário e ele aparece com um apito. A cena que era para ser triste acabou ganhando uma gargalhada, ainda mais quando todos os personagens, silenciosamente, olham para a cara do pobre coitado Stuart. Tudo bem que no final ele comendo sozinho e imaginando ser o namoradão da Penny foi um jeito divertido de terminar o episódio e fez com que eu sentisse pena do rapaz e, ao mesmo tempo, risse da sua desgraça. Acho que Stuart merece um lugar no seriado e espero que a amizade dele com Raj cresça bastante. 

A parte mais sem noção mesmo foi imaginar Penny toda piriguete dando em cima do Sheldon. Mesmo sendo hilário e Kaley provando o quanto está em boa forma, Shenny é um casal que jamais daria certo como namorados, porque eles são perfeitos como amigos. Eu mesma já imaginei como seria se o nerd se apaixonasse pela loira e sempre terminaria como desgraça, pois destruiria a melhor dupla de amigos. Mas tenho que dar os créditos para Amy e sua imaginação fértil, pois se houvesse uma chance disso acontecer, seria mais ou menos parecido com o que ela imaginou. 

E por fim a cena que superou tudo nesse episódio e que fez eu gargalhar alto foi ver a decepção da Bernadette ao descobrir, em sua realidade alternativa, que sua paquera Howard possa ser gay. A cena dele com Raj dando comida na boca do amigo e limpando-o como namorados foi épica e hilária. E para completar Raj ainda solta um "tão nós" que não tem como não amar e shippar esse bromance. Sim, ainda acho que Raj seja um gay que ainda não saiu do armário e nem sabe disso, mas não posso negar que a amizade dele com Howard seja incrível e muito divertida. Os dois pagam micos juntos e se Howard não fosse casado, poderia shippar os dois como um futuro casal. Ok, parei! E para encerrar essa extensa review, só tenho que dizer que amei vendo Howard com sua mãe. Com certeza os dois iriam se matar se continuassem vivendo no mesmo teto. Bem, pelo menos sabemos muito bem que ela não estaria mais viva, rs!

Frase do episódio: "E eu pensei comigo mesmo, 'se superei o filme do Lanterna Verde, isso é moleza'." (Dr. Sheldon Lee Cooper, com 2 PHDs e faxineiro de parto, rs).
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment