The Voice Brasil 2x09 - Tira-Teima, Parte 1


A cada nova fase a opinião dos telespectadores se divide. Uns aprovam as mudanças e outros se revoltam a ponto de sair nas ruas com a cara pintada, gritando: #mudaBrasil. Eu acho que toda mudança, traz um certo desconforto, mas aos poucos o programa vai sendo moldado para inclusive corrigir os erros. Nessa primeira introdução, eu gostaria de dizer o que eu acho que melhorou e o que eu acho que piorou nessa nova fase em comparação a outra edição. 

Logo em seguida vou fazer uma análise sobre cada trio, junto. Afinal, foram 18 apresentações e se eu fosse comentar cada uma individualmente eu levaria mais tempo do que a novela Mutantes da record demorou para acabar. Como eu tenho preguiça uma vida me esperando lá fora, optei por esse novo esquema.

No fim, vou tentar avaliar entre os classificados, quem ganhou ou quem perdeu popularidade.

Logística da Etapa

Ponto Positivo: Uniformidade nas eliminações. Não sei se vocês se lembram, mas ano passado, depois das batalhas, foi uma bagunça. Teve gente disputando em duplas, outros em trios, outros que saiam só por votação do público e outros que tinham a opção de serem salvos pelos técnicos. Isso sim eu achava injusto, porque o caminho para chegar na final era diferente. O tira-teima fez com que perdêssemos vários bons cantores de uma só vez? Sim! Mas todos vão passar pelo mesmo processo. Cortar de 36 para 16, é uma eliminação muito drástica, mas no fim, os favoritos ainda permanecerão! Lembre-se, ainda que o SEU favorito não seja o favorito da maioria, nenhum técnico elimina alguém sem antes consultar sua popularidade. Esse é o sétimo programa da temporada, e olha quantos cantores ainda temos, era necessário agilizar. Eu só mudaria um ponto, que cito em seguida.

Ponto Negativo: Ao invés de 2 programas tira-tema, eu teria feito 3, com 1 trio de cada técnico por programa, sendo assim, 12 apresentações. Seria o mesmo número que foi nas audições cegas, teríamos tempo de ao menos respirar entre um número e outro e não precisaríamos ver nossos candidatos sendo eliminados e saindo correndo do palco como se tivessem tendo uma diarreia coletiva. Quando minhas glândulas lacrimais estavam produzindo a primeira lagrima pela eliminação de Raíza Rae, já havia começado o outro trio. #porraboninho.

Sistema de Votação

Ponto Positivo: Eu sinceramente, AMO esse sistema de votação. Por 2 pontos. Primeiro, votações rápidas permitem que quem torce, vota e pronto. Quem assiste, tem aqueles minutos para votar, ou seja, "agora ou nunca". Votação que duram UM DIA INTEIRO, como é em outros programas, faz com que a vontade da maioria não prevaleça, e sim prevaleça a vontade daqueles que tem O DIA TODO PRA VOTAR. E quem é que tem o dia todo para votar? Adolescentes! Por isso, acho que The Voice tem um sistema de votação mais justo, pois de outra maneira, Elen Oléria nunca teria vencido a primeira edição. O segundo ponto, é a votação dos 3 serem ao mesmo tempo. Se abrisse um horário de votação diferente para cada um, correria o risco de ser ainda mais injusto. Imagina um apagão ou um problema na internet de uma grande região, ou bug no site da globo, na hora da votação de apenas UM candidato. Com votação simultânea, caso algum desses problemas ocorra, todos seriam atingidos. 

Ponto Negativo: Acredito que deveria abrir a votação, no fim das 3 apresentações e durante os comerciais ou apresentação dos técnicos, seria o tempo pro público votar. Entretanto, não acho que ninguém saia extremamente prejudicado. Inicialmente, os candidatos foram escolhidos pela voz. Uns melhores outros piores, mas todos cantam bem. O que vai diferencia-los agora é a identificação do público. Até mesmo porque muita gente de casa não tem como julgar afinação, erro no tom e coisas do tipo. Concordo por exemplo que teve o melhor do trio, sendo eliminado pelo público, mas revendo a trajetória de cada no programa, os melhores ficaram. A votação, não foi injusta por esse ponto. As apresentações de ontem irão refletir em futuras votações ou nas escolhas dos técnicos, mas o público SEMPRE irá votar baseado em todo histórico. Por exemplo, Luana tinha BEM mais popularidade que Pedro, mas acho que agora esses números, depois da última quinta, estão mais próximos.


Primeiro Trio

Luciana Balby x Luana Camarah x Rully Anne



Técnico: Lulu Santos

Músicas: Luana Camarah - "Sweet Child o' Mine" - Guns N' Roses / Luciana Balby - "Jorge Maravilha"  - Chico Buarque / Rully Anne -  "Elevador" - Ana Carolina

Para o mundo, que eu quero descer. Se tem uma coisa que a vida ensina a gente é morder a língua. Quando que eu iria dizer que a melhor apresentação da noite foi da Luciana Balby? Segura, decidida, sensual, interpretou a música e manteve afinação. Gostei tanto da apresentação dela, que vou lembrar o seu nome por mais de um mês. Já Luana e Rully foram tão terríveis que eu sinceramente estou tentando compreender o que houve. Lulu, sendo incoerente, disse que o nervosismo é normal, esquecendo-se que na batalha de Pedro e Guto, ele afirmou que o que separava um artista dos "não-artistas" era justamente saber não demonstrar o nervosismo.

Luana Camarah recebeu o espirito de Simona Talma e ficou paralisada no palco metade da música, e estava completamente tão alterada, que eu me questionava se era problema na banda, nela, ou comigo. Achei terrível, e não compreendia uma palavra que ela pronunciava.

Rully Anne parecia ter engolido uma Alma Thomas no café da manhã, porque ela simplesmente não conseguia falar uma palavra sem parecer que o português não era sua língua nativa. Eu nunca tive uma crise de risos tão forte e uma vontade de desligar a tv e me esconder da vergonha que senti. Pior de tudo é que não era sotaque, não era uma deficiência na fala, era um ovo que surgia na boca dela no inicio de cada frase. E olha que eu adorava a Rully, pois ela tem cara daquelas gordinhas populares na época do colégio, que parecia mais madura que todo mundo só porque menstruou e ganhou peitos primeiro. Daquelas que dão risadas altas no meio da sala de aula. Amo só de imaginar, mas depois dessa apresentação, sei não.

E o resultado foi:


Não tinha como Luciana mudar algo. A única chance dela, era se ela tirasse uma máscara e revelasse que na verdade era a própria Anitta, cantando "Show das Poderosas" nas audições cegas. Sua popularidade era baixíssima e foi eliminada por receber apenas 16%.

Já Lulu optou por Luana por três motivos: ser uma artista com personalidade mais completa. Ter mais público e não ter um ovo na boca.

Rully foi salva por Claudinha, porque, ela (assim como eu), acredita que essa voz rouca de piriguete que acabou de voltar da micareta tem salvação, cantando as músicas certas. Luciana que ia agradecer ao público, do nada começou a descer do palco. Imaginei Boninho sendo gentil com ela no retorno que eles usam durante a apresentação.

O que errei/acertei das previsões? Praticamente tudo. Na minha postagem passada, eu disse que Luana e Rully iam prosseguir e Balby sairia. Tudo bem que fiz as apostas sem saber dos trios, porém, com o "peguei" de Claudinha, minha profecia se concretizou.


Segundo Trio:
Carina Menitto x Nando Morra x Pedro Lima





Técnico: Lulu Santos

Músicas:  Carinna Menitto - "Chain of Fools" - Aretha Franklin /  Nando Motta - "Dois Rios" - Skank / Pedro Lima  - "I'll Be There" - The Jackson 5

Esse trio foi bem melhor que o anterior, mas também teve algumas surpresas negativas. Carina Menitto, que venceria se fosse um concurso de beleza, já que estava a cara da Nicole Kidman em Moulin Rouge, fez uma apresentação razoável, com mais segurança que as primeiras da noite, mas ainda não saiu da linearidade que vinha tendo nos últimos programas.

Nando Motta (que eu percebi só agora que tem 33 anos, ou seja, mais velho que a Krysthal, e eu poderia jurar que a diferença de idade deles era algo tipo mãe-filho. Uma prova que andar com pés descalços envelhecem. #DicadeBelezadoDia) cantou uma das músicas que embalou um dos meus maiores romances da adolescência, mas que eu passei a odiar depois que virou tema de novela. Teve o mesmo problema que Luana, não sei se era a música, a banda, o microfone, eu não sei explicar, só que parecia tudo muito cru, voz sem potência, estranho, seria a palavra certa.

Pedro Lima teve um crescimento monstruoso não só em relação ao garoto que cantava no banheiro no programa da Ana Maria Braga, mas com público também. Tenho certeza que depois dessa apresentação, a segunda melhor da noite, ele ganhou muito público. Até Nicole Carina e Nando levantaram para aplaudi-lo. Além disso, esse apelido que arrumaram pra ele - "bigode grosso" - só tem a somar ao ganho popular, porém, certeza que os cruzeirenses estão revoltados que "roubaram" o grito deles.  

E o resultado foi:


Carina Mennitto, que desde o início eu já havia dito que tinha uma imagem de arrogante perante o público, foi eliminada pela votação popular, com 14%. E apesar do meu coração pedir que Nando fique, a razão dizia Pedro, e Pedro ficou. Só achei infeliz a forma como Lulu Santos deu o resultado. Num humor de quem não transa há anos e chorando mais que Mary Alexandre no Casa dos Artistas, provou para nós que já entrou na andropausa. "Até você escolheria Pedro" - foi uma frase impactante, mas nada legal de se escutar quando está sendo eliminado. Nando era minha torcida, mas com um "peguei" disponível para cada, ninguém o salvou e saiu do palco pisando forte, não sei se de raiva ou de dor de barriga.

O que errei/acertei das previsões? Carina e Nando (que apesar dele, ter minha torcida) não estavam nas minhas apostas para a próxima fase. Já Pedro eu errei, e errei FEIO. Achei que ele não teria chance, principalmente no time do Lulu.

Terceiro Trio: 

Nene x Raíza Rae x Rodrigo Castellani



Técnico: Carlinhos Brown

Músicas: Nene -  "Mutante" -  Rita Lee / Raíza Rae - "O Vento" - Jota Quest /  Rodrigo Castellani - "Maybe I'm Amazed" - Paul McCartney

Esse trio veio dar esperança ao programa, com os 3 indo bem. Qualquer um dos três tinham condições de passar para a próxima fase, seja por popularidade ou por voz, entretanto, dificilmente um deles tinha/tem chance de ser o último finalista do time de Brown. Adorei Nene mesmo, vestida de capinha de botijão de gás. Raíza Rae tem um carisma e uma sinceridade que me contagiou desde o primeiro dia, e nenhuma apresentação dela me decepcionou. Só ia aderir a campanha do #voltacomoscachos por esse cabelo com escova deixou ela a cara de Sindel em Mortal Kombat. Já Rodrigo Castellani, causou o maior climão da noite dizendo que "deveria desde o início ter escolhido o time de Brown". Três apresentações excelentes e com popularidades tão semelhantes que ficou bem difícil predizer o resultado.

E o resultado foi:


Nene não foi salva pelo público, mas recebeu a maior votação entre os eliminados, 20%. Entre Rodrigo e Raíza, apesar de achar Rodrigo melhor, dessa vez não consegui deixar a razão falar mais alto. Torci tanto por Raíza, mas Rodrigo que continuou. Cadê Daniel que salva qualquer um a qualquer hora e não salva a coitada da Raíza? Cadê Lulu Santos que não tem muito critério nos "pegueis". Decretei luto por 3 dias, porque como é possível viver no mundo em que Raíza não se apresenta no The Voice? Sem contar que Brown que tanto diz que preza por brasilidade e que ver gritando em inglês ele vê em qualquer lugar, demonstrou incoerência.

Para superar o luto, escrevi uma cartinha para Raíza.

Querida Raíza, 

Eu não sou a Julia Tazzi, mas resolvi fazer uma canção para você: "Raíza, eu te curto". Desculpe a letra curta, mas talvez o não-risco de sair do programa não me inspire a ponto de compor uma canção, mas não duvide do meu amor. Já curti sua página no facebook e espero não ser seu único fã nos próximos tempos, como tem sido com o coitado do Gabriel Levan.

Abraços.

obs.: Foi só eu, ou mais alguém achou que rolou troca de alfinetadas entre Lulu e Carlinhos. Lulu dizendo que a estratégia dele tinha sido revelada, já que só um cantor dele tinha sido eliminado de fato, até então. Porém, Carlinhos respondeu que o programa não era do Lulu, nem dele, era The Voice, ou seja, era da voz dos participantes. Achei mamilos.

O que errei/acertei das previsões?  Só acertei que Nene iria sair, mas Raíza estava nas minhas apostas para continuar e Digão (já me sinto intimo) estava nas apostas para sair. 

Quarto Trio: 

Bruna Góes x Júlia Tazzi x Sam Alves



Técnico: Claudia Leitte

Música: Bruna Góes - "Wake Me Up" - Avicii /  Júlia Tazzi - "Puro Êxtase" -  Barão Vermelho / Sam Alves - "Pais e Filhos" - Legião Urbana

O melhor trio da noite. Não em questão de apresentação, mas sim de surpresas e motivos polêmicos para se comentar. Primeiramente a cara de Bruna Góes ao ouvir que Sam estaria em seu trio. Ela ficou totalmente desconsertada e não estava nada a vontade em sua apresentação. A todo momento ajeitava o retorno no ouvido e um tanto que perdida no palco a única coisa que conseguia fazer era passar a mão no cabelo. Com a cara que alternava entre sorriso e cara de choro, ela fez a pior apresentação dela no programa.

Julia Tazzi, mostrando que não é boba e estudou na escola de puxa-sacos-bolada-no-queixo, percebeu que mais do que conquistar o público, é preciso conquistar o técnico. Então o que ela resolve fazer? Compôr uma música em homenagem a Claudia Leitte, que ela ama tanto, mas que rejeitou o time dela na fase de audições a cegas. Só por isso eu já deixei de torcer por ela e desejei que fosse embora. Ela foi muito bem, e inclusive bem melhor que Bruna, mas eu já estava contaminado pela antipatia devido ao "eu fiz uma música para você". Além de cantar, Júlia veio mostrar ao Brasil como uma maquiagem e um penteado fazem grande diferença. Enquanto nos ensaios desarrumada ela estava a cara de Welma do Scooby Doo, uma repaginada a deixou mais próxima de Jessica Rabbit.

Por fim, Sam Alves, provando que tem facebook e lê tudo que o povo escreve sobre ele, jogou indireta que iria cantar em português para provar que era brasileiro SIM! Adorei a atitude dele de sambar na cara dos críticos gratuitos, mas tomei um susto também quando o vi sem maquiagem e vi que ele tem pele de quem exagera no chocolate durante a páscoa. Esta longe de ter aquele sucesso estrondoso que teve com suas duas primeiras apresentações, mas eu achei que ele não deixou a desejar.

E o resultado foi:


Bruna foi eliminada pelo público, mas eu tenho certeza que em qualquer outro trio de Claudia ela teria ido melhor, com apenas 12% dos votos. Já entre Sam e Júlia, Claudinha não podia ser mais óbvia, e escolheu Sam. Júlia que esqueceu de fazer música para os outros técnicos, não foi salva.

O que errei/acertei das previsões? Acertei que Sam venceria, mas isso até quem não assiste o programa, também acertaria. Apesar de gostar de Bruna, imaginei que ela tinha grandes chances de ser eliminada agora, enquanto Júlia foi a surpresa! Confesso que não achei que sairia tão cedo. Acho que as duas mereciam vaga na próxima fase, porém não mais que Sam.

Quinto Trio:

Guto Santanna x Khristal x Maylssonn



Técnico: Claudia Leitte

Música: Guto Santanna - "Não Vá Embora" - Marisa Monte / Krhystal - "A Carne"- Seu Jorge / Maylssonn - "Condição" - Lulu Santos

Para começar, esse foi o Trio que eu nunca pude imaginar. Em questão de popularidade, foi um dos trios mais fracos, sem dúvidas. Eu tenho até uma suposição que Claudia cogitava talvez, montar um trio fraco, para talvez, salvar Guto? Não sei a estratégia dela. Guto Santanna, com aquela cara de que fumou e bebeu excessivamente a juventude toda, até fez a melhor apresentação dele até então, mais contido e com menos caras e bocas, porém, eu ainda achei que mesmo sendo melhor que as anteriores, continuou sendo de razoável para ruim. Já Krhystal simplesmente fez a melhor apresentação da noite. Mostrando que tem experiência, esbanjou segurança e cantou com uma facilidade de dar inveja a metade dos participantes que ficaram perdidos no palco. Com força e com vontade, ela no mínimo, dobrou a sua torcia. Já Maylsson é tão indiferente desde de sempre que nem prestei atenção na apresentação dele, por motivos de: sei que não teria chances. 

E o resultado foi:



Socorro, Maylssonn disputando votos num trio tão pouco popular, conseguiu 13% dos votos, e deixou o programa. O melhor da noite veio no momento da escolha de Claudinha, que de tão divertido, vou narrar como gol de final de copa do mundo.

Claudia, ao demonstrar dúvida, já que aparentemente estava diante dois cantores que ela "salvou" na etapa anterior. Um que ela visivelmente tem um afeto e a outra que tinha sido de longe a melhor da noite. Ao pedir ajuda do público, Guto, se vira para a plateia e tenta, inutilmente, puxar o grito pelo seu nome, mas a plateia é unanime no nome "Khristal", que continuava parada, a espera do resultado. Ao perceber que não conseguiria convencer ninguém, se dar por vencido, e demonstrando sua rotineira efusividade, da um abraço em Khrystal. No momento "O Ignorado do Ano", enquanto Thiago pergunta se alguém quer salvar Guto, Claudia estava abraçando Khrystal, Lulu e Brown estavam do lado para saudar também a cantora e só Daniel sentado fingindo que nada acontecia. Sério, fiquei até com dó do coitado, mas ai lembrei o quanto eu o detestava e ri novamente da cena.

Obs.: Até o Thiago Leifert está zoando os eliminados de Claudinha com "Até o Carnaval com Claudia Leitte". Parou de prometer a mesma coisa para todos, Milk.

O que errei/acertei das previsões? Acertei que Maylsson e Guto sairiam, mas Krhystal? Apesar de ser Krystaleiro desde criancinha, eu achei que ela não sobreviveria. Que surpresa boa!

Sexto trio:

Cecília Militão x Samya Nalany x Ana Lonardi



Técnico: Daniel

Música: Cecília Militão - "Minha Alma" - O Rappa / Samya Nalany - "Quase Um Segundo" - Os Paralamas do Sucesso / Ana Lonardi - "Para Ver As Meninas" - Paulinho da Viola

Ana Lonardi é aquela coisa: uma boa cantora, mas que não refletiu muito resultado no público. A única coisa que consigo lembrar dela, era daquele travecão pulando na fase das batalhas, mas eu sinto sono em todas as suas apresentações por melhor que ela seja. Então, acho que por melhor que seja, um participante, se tiver um apelo popular tão fraco, passar por essa peneira tão intensa como essa fase, é um tanto quanto desperdício. Já Cecília Militão é uma cantora completa, eu fico sem folego de vê-la cantar, imagina ela, mesmo com aqueles sucessivos ataques epiléticos no palco, não perde a afinação nem a respiração, nenhum segundo. É de aplaudir em pé. Também, graduada em show de calouros, participou a vida inteira de inúmeros, conquistando público, mesmo antes das audições cegas. Samya Nalany eu vejo muita personalidade, carisma e afinação. Gostei de todas as apresentações dela, inclusive agora no tira-teima. Entretanto, parece que fui o único e me sinto solitário nesse fã clube apenas comigo mesmo.

E o resultado foi:



Samya foi eliminada com o inexpressivo 12%, mas não se esqueça, #tamujuntoSamya. Eu acho que não tinha mesmo espaço para ela na próxima fase, mas perder para Ana Lonardi foi frustrante. E Daniel, que já tinha montado o trio com a certeza de quem sairia e quem ficaria, continuou com Cecília.

O que errei/acertei das previsões? Acertei sobre as 3, o que não é um grande feito.

Bom, esses foram os trios do programa de hoje, e como foram muitas apresentações, tive que fazer algo mais sucinto.

Por fim gostaria de classificar os 7 classificados para próxima fase, em relação a popularidade, para mostrar inclusive que as apresentações refletem no ganho e perda de público ao longo do programa.

Quem Sobe


Quem continua na mesma



Quem desce




Bom, é claro que a cada semana as coisas mudam, e essa temporada está bem mais imprevisível que a temporada passada. Agora é aguardar a semana que vem que vai ser mais uma maratona de apresentações, para depois retornar a calmaria das finais, com cerca de 8 apresentações por dia.

Para encerrar o review de hoje, fico com a melhor frase dita do programa:


"Mas eu vou com a peixeira na mão, porque quero resolver essa parada ai." (Khrystal)


Tem como não amar?






Share on Google Plus

About Vinícius D'Ávila

Viciado em reality show, vive em um mundo paralelo onde acredita veemente que vive em uma especie de "O Show de Truman". Ficou anos em depressão após a morte de Juliet em Lost, mas já superou. Coleciona feijão enlatado na expectativa de um apocalipse zumbi. Seu maior sonho é virar técnico do The Voice, mas não sabe cantar - e nem quer aprender. Não usa óculos, mas achou que ficaria legal estar com esses nessa apresentação.
    Blogger Comment
    Facebook Comment