The Voice Brasil 2x10 - Tira-Teima, Parte 2



Obs.: Se alguém quiser pular a introdução, assim faça, ficou longa e passo quase toda ela detonando Boninho.

Bom dia, Boa Tarde, Boa Noite,

Talvez hoje irei começar a postagem da maneira mais revoltada do que quando cancelaram o show do restart. Porque se tem uma pessoa que mais odeio dentro da televisão brasileira, superando até Suzaninha Vieira cantando no Faustão, é esse cara chamado BONINHO!

Se tem uma injustiça que é dita na televisão quase sempre, é o seu reconhecimento como um grande diretor, por ter comandado programas de sucesso com The Voice Brasil e Big Brother Brasil. Sério mesmo que alguém no mundo que nosso Wayne Knigth brasileiro merece algum elogio (Vai dizer que você nunca achou que ele era o gordinho que morria sentado no vaso em Jurassic Park?)?

Por que odiamos Boninho?

Para começar, ele é filho de um dos caras mais influentes dentro da TV Globo. Ou seja, será que as portas foram se abrindo para ele mais pelo parentesco ou por competência? Não que isso seja problema, mas já levantamos um primeiro questionamento sobre talento. Segundo, ele trabalha na MAIOR emissora do país, se bobear em uma das maiores do mundo, ou seja, ele tem público garantido, para qualquer programa que ele montar, já que muitas famílias brasileiras tem o hábito de assistir a esse canal, seja qual for o programa. Terceiro, ele tem o maior orçamento disponível para criar e recriar o que quiser. Seja em relação a equipe técnica, estrutura, prêmios, ou seja, ele não tem nenhuma limitação financeira para inovar. Entretanto, mesmo assim, ele não cria NADA! Esse é o quarto motivo, TUDO que ele faz nos programa de dinâmicas a provas é COPIADO. Claro que pagam os devidos direitos autorais e tudo mais, mas o cara não consegue inovar em NADA? Nem em prova? E pior, copia e copia MAL FEITO! Todas as franquias americanas são de maior qualidade que a brasileira.

No caso do Survivor, que no Brasil foi chamado de No Limite, a diferença foi gritante. Survivor nos Estados Unidos está em sua 27ª  (VIGÉSIMA SÉTIMA) temporada e ainda apresenta bons índices de audiência. Ele conseguiu fazer um No Limite tão sem noção que não conseguiu passar da quarta edição!

E não venham me dizer que o público brasileiro é diferente, pois até do próprio Survivor, há muitos brasileiros fãs do programa. 

Não estou dizendo que The Voice Brasil ou BBB possuem péssimas qualidades. Mas imagine que você seja um cozinheiro e tenha uma cozinha super moderna com ingredientes infidaveis disponíveis, mas você não consegue fazer pratos sem seguir receitas a risca, além de não preparar NADA NOVO. E pra piorar, vez ou outra você da uma queimada em uns pratos principais. Sério mesmo que você acha justo te considerarem um bom Chef de cozinha?

Todo esse desabafo para dizer o quão é deprimente é, nós, fãs de realities, ver nossos principais programas tendo a qualidade prejudicada por um cara que além de apresentar diversas falhas, é pouco aberto a críticas e extremamente grosso com o público, QUE É QUEM ELE TEM QUE AGRADAR!

Se tem uma coisa que eu acho totalmente desrespeito com o público e candidatos, é mudança de regra NO MEIO DO PROGRAMA! Ou então se for para ser assim, que seja como o fantástico Silvio Santos, que no primeiro dia já avisa: "Aqui não tem regra" e transformava o Casa dos Artistas numa bagunça engraçada. 

Em No Limite (Survivor na versão americana), que o diferencial era a SOBREVIVÊNCIA do vencedor, ele simplesmente enfiou uma votação popular na quarta edição, transformando o programa em um BBB no meio do mato. O público DETESTOU, e depois de dezenas de pessoas reclamarem via twitter, ele não só xingou todas, como bloqueou todas elas também, mostrando o ápice da maturidade desse nobre diretor. Ao perceber os péssimos números alcançados, somado a péssima escolha de participantes (SEM PREPARO NENHUM, COM 3 DESISTINDO DO JOGO AINDA NO COMEÇO), ele simplesmente volta atrás e muda o sistema de eliminação.

Foi deprimente, ouvir Tiago Leifert justificar que precisam mudar a regra do "peguei" quando perceberam que o programa ia demorar demais? OI? Vocês não se programam? Acham justo metade dos candidatos passarem por um sistema e a outra metade não ter as mesmas chances? Já que a merda tava feita, que mantivessem a merda. PRONTO! Foi RIDÍCULO! Até eu que faço uma versão virtual de Survivor tenho maior cuidado pra ser honesto e correto com todos os participantes, é revoltante ver alguém que só COPIA o que os "gringos" fazem e consegue cometer tantos erros.

Mas agora depois desse IMENSO desabafo, vou começar o meu review sobre The Voice, com mais ódio que amor no coração, mas sem nó na garganta!

Obs.: Boninho já me bloqueou no twitter. 

Primeiro Trio: 

Angelo & Angel x Heverton Castro x Lucy Alves



Time: Carlinhos Brown

Música: Angelo & Angel - "Te amo cada vez mais" - Daniel / Herveton Castro - "Sexual Healing" - Marvin Gaye/ Lucy Alves - "Segue o Seco" - Marisa Monte

Para corrigir a impressão de programa corrido, e dar uma maior harmonia para as apresentações (já que ninguém merece aquele desespero para expulsar os candidatos do palco, sem dar tempo deles darem uma choradinha pra gente), algumas medidas foram tomadas:

1. As escolhas dos trios foram gravadas. Então qualquer enrolação de Brown pode ser devidamente cortada.

2. Quase não pediram opinião dos técnicos em relação aos cantores dos outros.

3. Prevalecendo o bom senso, não houve apresentação dos técnicos. Será mesmo que vamos ter que ouvir toda temporada os mesmos técnicos cantando, se bobear, as mesmas músicas?


Ainda na formação dos trios, não sei se era o ar condicionado do projac ou promoção de muamba na porta, mas quase TODO time do Brown estava usando cachecol, lembrando que estamos quase entrando no VERÃO! É style? É pneumonia coletiva? É escondendo o chupão? Nunca saberemos!

No primeiro trio, Ângelo & Angel ao perceberem que o porte físico de figurante de Prison Break não cativa público, fizeram uma tatuagem de gosto duvidoso para mostrar amor ao programa. Cantando uma música de Daniel, até que estavam afinados, mas a segunda voz (que eu não sei se é Angel ou Ângelo) quase não fez diferença, já que eu poderia JURAR que esqueceram de ligar o microfone dele. Para mim, eles foram o pior daquele trio, mas ainda melhores que muitos da semana anterior. 

Heverton Castro, foi resumido por Brown com o que eu sempre digo aqui: ele não tem a melhor potencia vocal, mas artisticamente ele é completo, além de ter um timbre bem diferente e agradável. Tem gente que se irrita com aquele jogada de microfone, como se segurasse uma batata quente, mas eu acho um diferencial. Entretanto, eu não sei se anos acompanhando realities me deixou paranoico, mas TUDO eu começo a ver como jogada para ganhar público e o "Viva Nelson Mandela!" mandado no fim da apresentação, enxerguei dessa forma. 

Por fim, Lucy Alves, que devia estar com um furo na frente do vestido, porque não largava aquela sanfona NEM enquanto os outros se apresentavam. Inovando no visual, apresentou com um York Shire na cabeça, para aproveitar e defender o direito dos animais! Achei singelo! Acho ela linda, afinada, bonita, diferente. Sem dúvidas é a finalista do time de Brown. Entretanto, apesar de ter gostado dessa versão da música, acho que em algumas apresentações, ela acaba limitando sua performance no palco por causa da sanfona. 

E o resultado foi:


O público que parece que andou tomando da mesma urina estragada que Claudia quando foi formar os trios, salva Angelo & Angel para eliminar Heverton? É isso mesmo produção? Com irrisórios 13%, Heverton deixou o programa. Depois disso, a escolha de Brown era tão óbvia que quase Angelo & Angel começaram chorar antes dele dar o resultado.

obs.: Se cantar essa semana era ruim por não ter o "peguei", o bom era que dava tempo para dizer alguma coisa antes de se despedir.

O que errei/acertei das previsões? Tudo. Sabia que tanto a dupla quanto o Heverton já estavam com dias contados e Lucy era finalista de Brown desde a fase das audições cegas.

Segundo Trio: 

Bruna Barreto x Marcos Lessa x Rafael Furtado




Time: Carlinhos Brown

Músicas: Bruna Barreto - "Podres Poderes" - Caetano Veloso / Marcos Lessa - "Quem te viu, quem te vê" - Chico Buarque /  Rafael Furtado - "Por Que a gente é assim?" - Barão Vermelho


Sério que o mundo não ama Bruna Barreto? Eu to quase virando lésbica de tão apaixonado que estou por ela. Achei todas as escolhas, todas as interpretações, todas as vezes que ela subiu no palco, para mim foi impecável. Fui tão contagiado pela música que no fim da canção já estava gritando no meio da sala #nãoésó20centavos.

Marcos Lessa é um cantor de timbre único e desde a sua primeira apresentação eu venho o elogiando, só que tenho sentindo um tanto quanto monótono o seu desempenho no programa e sinto que falta certas explosões em sua voz. Mas se cantando fica algo bonito, conversando soa muito estranho, sempre tenho a sensação que ele dando depoimento é imitando algum personagem do Zorra Total.

Rafael Furtado foi outro que não decepcionou nenhuma vez, e não satisfeito em cantar bem, o cara ainda é bonito, tem mistura mais perfeita para ganhar público? Passei a apresentação inteira tentando arrumar um defeito para ele, já que ninguém no mundo é perfeito e cheguei a conclusão que ou ele deve bater na avó ou peida enquanto transa ou só acorda depois de meio dia, porque alguém completo assim TEM QUE ESCONDER UM GRANDE DEFEITO! Gostei muito da apresentação dele, e acredito que juntos fizeram o melhor trio da noite.

E o resultado foi:


Eu posso até compreender que o Brasil não tenha comprado a imagem de Bruna, diante esses outros dois candidatos. Afinal, esse corte de quem corta o próprio cabelo somado com essa roupa de quem acabou de sair do boteco, prejudica até mesmo uma identificação do público. Recebeu só 14%. Mas sinceramente eu não entendi Brown em sua escolha. Marcos Lessa é um bom cantor, mas talvez seja o candidato que tenha ido pra próxima fase com MENOR popularidade entre os demais, já Rafael foi o eliminado da noite que mais revoltou o público. Talvez o time de Carlinhos esteja com a final mais óbvia agora. Lucy não tem mostrado crescimento no programa, mas contra Marcos Lessa e Rodrigo Castellani, ela vence fácil.

O que errei/acertei das previsões? Foi meu erro mais gritante. Jurava que Marcos seria eliminado e ou Bruna ou Rafael passariam para a próxima fase. Eu me senti agora a Aparecida Liberato fazendo previsões. 


Terceiro Trio:

Alessandra Crispin x Anne Marie x Marcela Bueno




Técnico: Daniel

Música: Alessandra Crispin - "Cai Dentro" - Elis Regina / Anne Marie - "One and Only" - Adele / Marcela Bueno - "Amor de Índio" - Beto Guedes

Daniel, mostrando que não tem idade para ser baixinho da Xuxa, dividiu um time de homens e outro de mulheres. A primeira a apresentar foi Alessandra Crispin que deu uma cochilada antes da apresentação, deixando o black power em formato de pizza. Ela é uma boa cantora, que não somente canta, interpreta bem a música. Mesmo com toda perfeição de artista, sinto que falta nela um diferencial, um tempero, algo que contagie. Algo maior que uma cuíca. 

Acho a Anne Marie muito fofa, mas também acho que ela sobreviver a batalha contra a Gabriella Matos já foi uma vitória. Falando nisso, Gabriella venceu o quadro no programa "Cante Outra Vez" de Caldeirão do Huck e vai cantar na final no The Voice Brasil. Voltando a Anne, alguém primeiro chame um médico, que a cada dia Anne tá mais evoluída em seu processo de oompaloompatização. Eu gostei dessa apresentação, mais do que as suas outras duas nas outras fases, mas eu senti umas desafinadas no fim, e justificar ela continuar no programa só por causa da emoção com que canta, não dá mais. 

Esse para mim foi o trio que mais deixou a desejar, já que Marcela Bueno, foi muito aguardada, depois da sua última apresentação com Sam Alves, apresentação que repercutiu muito. Ela é afinada, mas eu achei estranhíssimo ela cantando. Se eu não soubesse português eu poderia jurar que ela estava cantando música evangélica, e se tem uma coisa que eu não curto é gente com habilidade para dizer mais sim do que não de transformar qualquer música em algo gospel-americano. Cadê Maria Gadu para colocar Marcela no chinelo? Eu sinceramente achei que nenhuma das 3 mereciam ir para a próxima fase.

O que errei/acertei das previsões? Se conferirem minha última postagem na fase de batalhas, o time de Daniel foi o que acertei 100% das apostas, já que apontava Marcela Bueno, mesmo sem minha torcida, indo pra final.

E o resultado foi:



Alessandra saiu sem muita surpresa, mas surpreendente foi vê-la sendo eliminada, mas tendo recebido uma das maiores votações, entre os que saíram pelo público nessa fase, 20%. Mesmo Anne Marie fazendo cara de sofrimento durante toda fala de Daniel, Marcela foi escolhida, pelo seu desempenho na fase de batalhas. A escolha foi mais óbvia que prever que Thiago Leifert insistindo piada de "Thiaguete".

Quarto Trio: 

Gustavo Trebien x Rubens Daniel x Herli Dias



Técnico: Daniel

Música: Gustavo Trebien - "Heaven"- Bryan Adams / Herli Dias - "Quando amanhecer" - George Henrique e Rodrigo / Rubens Daniel - "Yellow"- Coldplay 

Gustavo Trebien é um fofo e eu jurava que ele teria maior repercussão no programa, apesar dele ter conquistado um público relativamente grande, foi pequeno diante outras torcidas. Ele até tentou ótimas jogadas fazendo uns bonequinhos de papel dele e do Daniel para ganhar mais fãs, mas acho que não bombou. Eu não consigo explicar, assim como acontece com Sam Alves e Rully Anne, ele cantando em inglês fica bem melhor que cantando em português, o que fez com que eu amasse a apresentação dele.

Herli Dias, todo trabalhado na figuração, teve seu momento de protagonista ao ser comparado com João Paulo (não o papa). A princípio eu jurava que ele havia sido salvo por Daniel pelo "pai-fofo" ou "simpatia", só que o depoimento do técnico, ficou claro que a semelhança do participante com o ex companheiro de dupla, foi fundamental na escolha, afinal, musicalmente, achei ele muito morno.  E comigo é ou é quente ou frio, morno não dá. Não gostei muito da apresentação dele, mas gostei do fato dele sair do programa já direto para o casamento, porque só isso justifica aquela roupa. ALÔ FIGURINISTA!

Rubens Daniel, que chegou vestindo a jaqueta vermelha que a Bruna Góes tava guardando para a final, sinceramente acordou num mau dia. Não que algum dia ele tenha sido bonito, mas ele estava A CARA do Grinch. SOCORR! Já é natal? Apesar da semelhança com vilão de desenho animado, Rubens foi sem dúvidas o melhor do trio. Numa afinação de quem fez aula de canto a vida toda, brilhou ao demonstrar superação desde da sua época de Ídolos. 

E o resultado foi:




Herli foi eliminado com uma das votações mais baixas, 11%, e acho que se bobear, era tão certa sua saída que tinha um táxi o esperava na porta do projac. Entre Gustavo e Rubens, achei que Daniel foi coerente na escolha dele, entretanto, eu trocava fácil, duas Marcelas por um Gustavo. A formação dos trios foi errada, pois acho que Gustavo pode render bem melhores performances que Pastora Marcela Bueno do Reino de Deus. E Gustavo ao ouvir o resultado quis sair tão apressado que tenho CERTEZA que ele chorou por 3 dias, depois que saiu dali. Inclusive, ele não tem cara de quem lidou bem com a eliminação.

O que errei/acertei das previsões? Como disse, Rubens, Cecília, e Marcela eram minhas apostas para final do time de Daniel, então, 100% de acerto. Entretanto, ainda to inconformado com Gustavo ter saído.

Quinto Trio:

Amanda Amado x Andre & Kadu x Dom Paulinho



Técnico: Lulu Santos

Música: Amanda Amado - "Tanta saudade" - Djavan / André & Kadu - "Só hoje" - Jota Quest / Dom Paulinho Lima - "Georgia on my mind" - Ray Charles

Amanda Amado foi uma das candidatas que me surpreendeu ao longo da competição, de um crescimento monstruoso, nas audições cegas eu a via sem personalidade, mas hoje eu consigo ver melhores traços de artistas. O estilo dela é muito difícil de conquistar público (sofre do mesmo problema de Alessandra), então ainda que eu tenha gostado da apresentação dela, eu já sabia, que na votação popular, ela seria eliminada. 

Andre & Kadu, que eu acredito que só foram salvos na batalha, porque Lulu queria convida-los para um menage. Eles foram muito bem e aposto que Rogério Flausino deve ter ficado muito feliz que já não estar ali, se não ele ficaria com vergonha de quão melhor ficou a versão deles que a original. Lulu o aplicativo que mulheres avaliam homens Santos criticou, porém, não consegui notar os erros que ele destacou, mas eu acredito que ele estava tentando arrumar defeitos para eliminá-los sem culpa. Era falta de criatividade ou além de cachecol tava em promoção calças vermelhas? #chapollinday

Por fim, Dom Paulinho dispensa qualquer tipo de comentário, que acredito muito, apesar de não ser minha torcida, que será o representante na final de Lulu. O competidor mais velho foi tão bem interpretando o Ray Charles, que se eu já não o conhecesse, eu poderia jurar que ele não é brasileiro, já que esse estilo musical, não é tão comum aqui.

E o resultado foi:


Amanda Amado rodando mais que peão do baú, por também, receber uma das votações mais baixas, 11%. E André e Kadu sendo mandados para casa, pois além de enfrentarem Dom Paulinho, recusaram o menage com Lulu.


O que errei/acertei das previsões? Acertei tudo. Mas até a parte mais otimista de Andre, Kadu e Amanda sabiam que eles seriam eliminados contra Dom.


Sexto Trio:

Débora Cidrack x Gabby Moura x Jullie




Técnico: Claudia Leitte

Música: Débora Cidrack - "Logo eu" - Jorge & Mateus / Gabby Moura - "O pescador de ilusões" - O Rappa / Jullie - "Os outros"- Leoni 

Sou só eu ou mais alguém imagina uma Drag Queen entrando no palco e contando piada toda vez que Thiago chama por Débora Cidrack? Que nome é esse, colega. Não sei se foi só agora que notei, mas achei ela tão pálida e magra demais, que fiquei com medo que com um abraço, Gabby a quebrasse no meio. Debora era meio que uma Luciana Balby da semana anterior, ou seja, ela poderia cantar pelada, que não mudaria o resultado. A apresentação dela foi inclusive mediana, o que diminuiu ainda mais suas chances.

Gabby Moura, que insiste em usar esses vestidos que dobram o peso dela, cantou música de vídeo de formatura de faculdade, pra piorar, em ritmo de pagode. A surpresa é que ficou até legal. Sua voz é ótima, mas foi a sua mais fraca apresentação até então. E expertíssíma, assim que viu que Jullie começou chorar, ensaiou umas lágrimas para não ficar pra trás.

A disputa sem dúvidas era entre Jullie e Gabby. Jullie me surpreendeu. Quando a música começou tocar, eu não conseguia reconhecer, e ela sabe modificar a música para adequar a sua voz um pouco irritante, que acaba tornando tudo legal. O que eu não entendi foi que Claudia Leitte (que me desculpem os bolhas, mas que cara inchada era aquela nos ensaios? Ressaca? Resguardo? Já ta abusando do panetone? SOCORR) pediu que ela fosse fofa e não sensual, ai ela aparece usando uma saia de couro e uma miniblusa. OI? E alguém tira uma dúvida, aquela saia dela tava do lado errado? O zíper é mesmo para frente ou ela vestiu a roupa na pressa? Enfim, Jullie que amou o penteado de Carina Menitto na semana anterior, resolveu copiar, mas o que ela deveria mesmo ter feito era ter dado dicas pra Claudinha, que saiu tão apressada do banho que só teve tempo de passar duas mãos de banha de porco nos cabelos para manter aquela higiênica aparência de cabelos oleosos. Apesar de ter achado Gabby melhor, não acharia incoerência Jullie ser salva.

E o resultado foi:



Debora Cidrack sendo eliminada com a MAIOR votação popular (Lembrem-se, quanto mais votos, melhor), 27% e indo direto pro hospital tomar soro e farinha láctea na veia. Enquanto Claudia Leitte super indecisa, ouviu o grito da plateia e optou por Gabby.


O que errei/acertei das previsões? Gabby estava nas minhas apostas de finalistas, apesar de não ser muito fã dela, já que o perfil dela me lembra muito Ellen Oléria e eu gosto de diversificação nos vencedores.


Bom, essa semana nem vou fazer como na anterior "Quem sobe" e "Quem desce", pois não vi ninguém surpreendendo ou decepcionando, como na semana passada. Ou seja, tudo na mesma. Todos os classificados fizeram o esperado, e apesar de ter achado que essa semana em qualidade foi melhor, a melhor candidata dessa fase, foi sem dúvidas a Krhystal.

Como na semana que vem, acredito eu que sairá apenas uma pessoa por time (exceto Milk que tem um a mais), minhas apostas para eliminados são:

Gabby e Rully Anne no time de Milk, Marcela Bueno no time de Daniel, Marcos Lessa no time de Brown e se Luana repetir o péssimo desempenho ela roda, caso ela melhore, sai Pedro pelo time de Lulu.

Essa semana meu review além de atrasado, teve um ar mais pesado e de mais seriedade, resultado da minha revolta e falta de tempo. Semana que vem é uma nova fase e pretendo dar uma reformulada por aqui e ser mais pontual.

Beijos a todos!
Share on Google Plus

About Vinícius D'Ávila

Viciado em reality show, vive em um mundo paralelo onde acredita veemente que vive em uma especie de "O Show de Truman". Ficou anos em depressão após a morte de Juliet em Lost, mas já superou. Coleciona feijão enlatado na expectativa de um apocalipse zumbi. Seu maior sonho é virar técnico do The Voice, mas não sabe cantar - e nem quer aprender. Não usa óculos, mas achou que ficaria legal estar com esses nessa apresentação.
    Blogger Comment
    Facebook Comment