The Voice Brasil 2x12 - Final, Parte 2


Ninguém ficou surpreso com os finalistas. Afinal, Boninho brilhantemente fez com que nas quartas de finais, já soubéssemos quem seria o representante de cada time, já que nenhum técnico iria contrariar o público quase no fim do programa.

Eu sinceramente, não sei como funciona no The Voice USA, mas acho que eles precisam bolar aqui no Brasil uma eliminatória mais inteligente.

Talvez, uma opção seria se o "peguei" realmente fosse utilizado também no "tira-teima", e para essa fase final fossem 4 de cada time. O menos votado do público seria eliminado automaticamente, e entre os outros 3, o técnico eliminaria um. Dessa maneira, manteria o suspense, entre os dois classificados para semi-final. Além disso, essa dinâmica de distribuição dos pontos dos técnicos, teria mais lógica, já que eles distribuiriam mais com intuição e não já tentando agradar o público.

Luana Camarah




Música: "Hoje Ainda é Dia de Rock" - Sá, Rodrix & Guarabira

Luana não perde nunca seu jeitinho doce de cantar parecendo embriagada. Precisamos ativar o "closed caption" para conseguir entender tudo que ela dizia, ainda que fosse português. Apesar de não conhecer a música, gostei da letra e da apresentação em si. AMO a (a falta de) criatividade da produção em enfiar 20 bailarinos no fundo do palco, enquanto ela cantava, que faziam tantas caras e bocas na esperança de conquistar um papel na próxima temporada de malhação, mas o mais próximo que conseguiram foi figurantes do filme "A Noite do Demônio". Luana - com pernas e braços de quem enchia laje desde criança - fará falta nas noites de quinta.


O que tem a dizer: Sente falta dos seus seis cães que costumava dormir junto com ela.

Nossa previsão para seu futuro: Vai montar uma banda e rock e tocar em festivais de música do estilo Lollapalooza, mas sempre nos palcos alternativos e abrindo show de bandas famosas. Vai largar tudo depois que virar evangélica, e passará a gravar vídeo para internet dizendo como Jesus mudou sua vida e de como arrepende das tatuagens pagãs pelo corpo.


Pedro Lima



Música: "Coleção" - Cassiano

Pedro chegou fazendo remake da abertura da novela A Viagem, e mostrou pra gente que cansou de se vestir como gay cult alternativo e agora é fina, que consegue se vestir todo de branco sem ficar parecendo o Didi apresentando "criança esperança". Mostrando que finalistas também fazem péssimas escolhas, ao optar pela música escolhida por uma a cada três pessoas que vão cantar no videokê. Quando você achava que nada mais surpreenderia, surge então mulheres em cima de uma nuvem fazendo um back vocal no melhor estilo cantoras de Hércules. Achei a apresentação muito morna e um tanto quanto decepcionante para uma semi final. Se cobrassem ingresso da plateia, metade pediria o dinheiro de volta.

O que tem a dizer: Ainda continua humilde, indo comer seu "bolo de sempre" na "padaria de sempre" com a "atendente de sempre". Entretanto, sua bermuda briga com a camisa numa disputa de que cor chama mais atenção.

Nossa previsão para seu futuro: É estranho! No twitter ele quase não tem popularidade e enquetes em grupos de facebook, ele fica atrás de Lucy e Sam. Sua página no face tem pouco mais de 60 mil membros, enquanto Lucy já passou dos 100 mil. Mas nas enquetes de site tipo uol, ele sempre esta garantindo o segundo lugar. Presume-se que seu público então é formado por tias e avós que adoram votar, mas que depois não seguem a carreira da pessoa. Acho que dos finalistas é o que irá ser esquecido mais rapidamente, e em menos de 1 ano estará no programa de Sônia Abrão pedindo ajuda para reformar a sala de casa. 

E o resultado foi:




Lulu dividiu 20 pontos pro Pedro e 10 pra Luana numa proporção próxima da divisão do público, talvez numa forma sútil de dizer: minhas escolhas foram sempre seguindo a popularidade do cantor.

Luana Camarah: 10 (Técnico) + 34 (Público) = 44

Pedro Lima: 20 (Técnico)  + 66 (Público) = 86

Claudia Leitte e Maria Gadú




Tivemos o prazer no último programa de ver cada técnico cantando com seu ajudante. Nem que o prazer se resumisse em rir da apresentação. A primeira dupla, foi Claudia Leitte e Maria Gadú. Claudia até que ficou legal vestida de lavadeira de filme medieval e com as pernas brilhantes de quem exagera na dose do bronzeamento artificial. Enquanto Maria Gadú estava horripilantemente vestida de Elvis Presley da favela, com aquele moicano (?) descolorido com água oxigenada. Claudia não estava tão ruim, só que Gadú cagou com tudo, com sua mania de mudar todas as músicas que canta. Sinceramente, parecia ter esquecido de avisar a banda que faria a mudança. ESCUTEM novamente e me diga se ela não cantou num ritmo e a banda tocou em outro? Achei terrível!

Lucy Alves




Música: "Festa do Interior" - Gal Costa 

Pela primeira vez Lucy se apresentou sem nenhum instrumento. Sua desenvoltura no palco não correspondeu ao esperado, tendo em vista que a música que ela cantava, pedia mais passos que aquelas reboladinhas de assistentes de palco. Mas é claro, dançar muito poderia prejudicar sua voz cuja fragilidade foi bem mais notável agora sem o instrumento para nos encantar. Achei alguns momentos fracos, certos desafinos, voz sem força. A roupa dela de bandeirolas recicladas, os dançarinos, as cores e a música combinaram perfeitamente, mas avaliando friamente apenas o desempenho vocal dela, para uma finalista, foi decepcionante. 

O que tem a dizer: Para matar a saudade de casa, visitou a feira de tradições nordestinas em São Cristovão no Rio de Janeiro.

Nossa previsão para seu futuro: Ela será daquelas artistas que fará sucesso estável, mas que não atingirá públicos monstruosos. No estilo Roberta Sá, ex-participante do fama, tem uma carreira estável e tem todo respeito como cantora, principalmente dentro do seu estilo, mas 6 entre 10 pessoas do Brasil não a reconhecem na rua.


Marcos Lessa




Música:  "Travessia" - Milton Nascimento

A popularidade dele é tão grande que no depoimento pré-apresentação ele teve que falar quem era ele: "Oi, eu sou Marcos Lessa e estou representando o Ceará". Apesar de toda ironia em relação a sua fraca popularidade, adorei a apresentação do Marcos. Afinado, excelente escolha da música, ótimo figurino (o que está acontecendo com essa produção que só tem usado figurino de novela de época?). Com seu inseparável chapéu de turista no Rio de Janeiro, ele não seguiu nosso conselho e se declarou pra Lucy, aumentando a chance dela de se consagrar vencedora no melhor estilo Peeta e Katniss.

O que tem a dizer: Que visita os mesmo lugares de antes, mas agora com assédio do público.

Nossa previsão para seu futuroDe início, Marcos convidará Lucy para fazerem uma dupla seguindo a linha Cídia e Dan (Ex-participantes do fama). Só que Lucy vai recusar dizendo que "o problema não é com ele, é com ela mesma". Sem conseguir emplacar com música, acaba entrando numa banda de formatura/casamentos.

E o resultado foi:


BRASIL, olha que lindo os dois juntos!! Se fosse novela de Manoel Calor, Lucy teria um desmaio, Marcos socorreria, e Claudia Leitte, que na verdade se chamaria Helena Leitte, ia revelar que os dois são na verdade irmãos e não poderiam namorar.

Mas como não é novela, quero shippar esse casal, ainda que tudo seja fruto da minha imaginação. E como todo fã de casal em reality show, temos que arrumar apelidos. Se Barbara e Matheus, formavam uma legião de BarTeus, porque não podemos formar o MarLucy? Olha que fofo, até o nome do casal exala a brasilidade que Brown tanto gosta.

Brown dividiu 15 pontos pra cada, deixando o público decidir quem continuaria, que no caso, foi Lucy Alves.

Marcos Lessa: 15 (Técnico) + 33 (Público) = 48

Lucy Alves: 15 (Técnico)  + 67 (Público) = 82

Repararam? Quase a mesma popularidade da dupla de Lulu. Seria um sina? Mega da virada vindo ai, fica a dica.


Gaby Amarantos e Lulu Santos



Agora chegou a hora de comentar da pior apresentação da noite. Começou com Gaby Amarantos vestida de Gisele na propaganda da Sky, e Lulu com a falta do que fazer no palco, levantando toda hora a barra da calça naquele estilo duvidoso de sapato social sem meias. Começaram cantando aquela música de [ironia] letra linda [/ironia], da Gaby. Lulu sem conseguir cantar no tom, praticamente recitou a música, numa empolgação digna de Cid Moreira lendo a bíblia. Quando você para e pensa: "Não foi tão ruim, ao menos Gaby salvou o número", eles resolvem cantar mais uma. SOCORR

Ai dessa vez todo mundo foi péssimo! Lulu com umas firulas terríveis, sem folego, Gaby fazendo segunda voz como se fosse uma senhora de 90 anos depois de uma corrida de 10 km - você só escutava palavras picadas. E Lulu o tempo todo INTERPRETANDO a música, com expressões faciais no estilo Regina Duarte depois das mil plásticas. 

Sério! Se alguém no mundo ainda tem bom senso, pede pra eles retirarem os vídeos da globo.com, sumam com as fitas, as gravações, apaguem a memória do povo. Se isso não for possível, ajudarei com boas desculpas para eles postarem no twitter:

Gaby pode dizer que o quadro medida certa do fantástico trouxe problemas fisiológicos a ela que resultaram em problemas nas cordas vocais. .Já Lulu, pode falar que a andropausa por qual ele está passando tem desregulado ele hormonalmente, e como consequência, perdido o potencial vocal.

Sério! A única coisa que me deixou feliz ao ver essa apresentação é que eles são gente-como-a-gente, que julgamos todos no palco, mas não fazemos melhor.

Obs.: Falando em gente como a gente. Toda vez que comentam que Suzaninha Vieira está via twitter acompanhando o programa, sinto vontade de compartilhar seu vídeo cantando no Faustão. Se até ela gravou CD galera, todo mundo pode.


Cecília Militão




Música: "Meu Grande Amor" - Lara Fabian

Vestida de governanta da novela das 8, e pra variar usando TAMBÉM branco (Por que todo mundo indo de Branco? Omo está patrocinando o The Voice? ESTAMOS DE OLHO!) Cecília manteve a linearidade, afinação e potência vocal. Gostei da música e continuei angustiado querendo invadir a tela e aparar o maxilar dela que parecia que ia cair cada vez que ela abria a boca. O problema de Cecília não foi alguma falha em suas apresentações, mas foi a falta de inovação, de originalidade, de novidade. O que acabou resultando em pouco público conquistado.

O que tem a dizer: Vale do Paraíba e Jacareí vivem com ela toda essa disputa.

Nossa previsão para seu futuro: Ficará fora da mídia até o próximo reality musical, se bobear, X-Factor, quando novamente tentará seu lugar ao sol. obs.: Participante de reality musical deveria virar profissão, porque tem gente que vive disso.


Rubens Daniel




Música: "Yesterday" - The Beatles

Cadê o Brasil que não tá amando Rubens? Achei uma sacanagem colocar aquele coral no fundo dele. Quem conseguiu olhar pro Rubens com aquele coral ao fundo? E uma coisa que uma amiga me disse e eu tive que concordar, agora sem aparelho nos dentes, mesmo pela televisão, pude notar como o hálito dele melhorou. Brasil! Amo Beatles! Amo Yesterday! Amo gente que usa calça branca e camisa escura! Amo metade do coral! Como não amar tudo isso gente?

Entretanto, apesar de adorando Rubens, nem vou pedir votos para ele porque sei que ele não tem chance nenhuma! Mas chegar na final depois de ter passado por aquilo no Ídolos, podemos dizer: #chupaMarcosCamargo. Quem regrediu agora?

O que tem a dizer: Não sei, porque no site da globo não tem disponível o depoimento dele.

Nossa previsão para seu futuro: Vai lançar um cd de pop rock que não vai vender nada e então vai mudar de estilo, embarcando no sertanejo. Kadu e André irão se separar depois de uma briga, e Kadu vai montar uma dupla com Rubens. Rubens e Kadu venderão tanto discos quanto Thaeme e Thiago.

E o resultado foi:


Neusa Borges segurando no colo o boneco assassino. BRINKS! Daniel sempre com sua postura em cima do muro, deu 15 para cada um dos dois. Ai Daniel diz: "Quem sou eu para decidir?" PORRA DANIEL! Você é o técnico, não sei se te avisaram, mas decidir é sua função!

Cecília Militão: 15 (Técnico) + 32 (Público) = 47

Rubens Daniel: 15 (Técnico)  + 68 (Público) = 83

Novamente números próximos!! FIQUEM ATENTOS!! MEGA DA VIRADA!!


Rogério Flausino e Carlinhos Brown



Ninguém esperava muito dessa apresentação, afinal, os dois juntos são os mais fracos entre os técnicos em termos de potencial vocal. Entretanto, achei que na medida do possível, eles se esforçaram para fazer um bom número. Só que eles cometeram dois erros que eu acho que não tem perdão: Primeiro, errar a letra da música; Lulu sempre foi enfático em dizer que é isso que separa profissional de amador, então errar letra de música numa única apresentação que os dois fizeram juntos durante todo o programa é imperdoável. Segundo, usar óculos escuros em local fechado. Com exceção dos cegos, isso é tão brega, que Rogério com um acessório, alcançou o mesmo patamar da cafonice que só Brown consegue alcançar com seus figurino exótico.

Gabby Moura



Música: "Alguém me avisou" - Ivone Lara

Aleluia que Gabby parou de induzir as pessoas ao coma com aquelas músicas mortas. Essa foi de longe uma de suas melhores apresentações, a meu gosto. Só achei que as backing vocais estavam com o microfone um pouco alto, encobrindo a voz de Gabby durante o refrão.  Vestida de zebra, mostrou que não é só Lucy que pode chamar atenção por ser instrumentista. Depois largou o cavaquinho e tentou maior interação com o público, mas ela sambava parecendo que pisava em brasas e tentava não queimar o pé.

O que tem a dizer: Reencontrou velhos amigos. Afinal né galera, a torcida dela se resume a isso.

Nossa previsão para seu futuro: Vai cantar o samba enredo da escola de samba da Mangueira. Depois de lançar seu CD de samba, se tornará figurinha carimbada em bares glsbt. 

Sam Alves




Música: "Você Existe em Mim" Cláudia Leitte

Desnutrido num nível Debora Cidrack, Sam é a prova viva de como maquiagem + figurino + penteado mudam muito uma pessoa. Se no vídeo de apresentação ele parece uma mistura de Marinete com Salsicha do Scooby Doo, durante apresentação ele estava extremamente bonito. Não achei ruim, mas sinceramente, achei bem mais fraca que a original. E OLHA QUE A ORIGINAL É CANTADA POR CLAUDINHA!! Mas foi melhor que "Pais e Filhos" e serviu para mostrar que Sam tem potencial para cantar bem mesmo nacionais, apesar de ter um estilo bem definido.

O que tem a dizer: A família esta unida vivendo tudo isso com ele.

Nossa previsão para seu futuro: Ele será o vencedor! É bem difícil alguém tirar o título dele e seu futuro vai ser definido pela gravadora! Se ele gravar um cd de músicas nacionais no estilo pop rock, será esquecido mais rápido que vencedores do Ídolos. Agora, se ele souber escolher as músicas e o estilo, tem tudo para ser o vencedor de reality musical de maior sucesso do Brasil. Seguindo os passos de Kelly Clarckson. 

E o resultado foi:




Claudia Leitte dividiu 10 pontos pra Gabby e 20 pro Sam, apesar de que mesmo se desse 30 pra Gabby, ela não teria chance. 


Gabby Moura: 20 (Técnico) + 16 (Público) = 26

Sam Alves: 20 (Técnico)  + 84 (Público) = 104

Só acho que se fosse contra Krhystal a diferença não seria tão discrepante.

Daniel e Luiza Possi



Pra mim foi a melhor apresentação da noite. Pegaram uma música extremamente batida e deram uma cara nova. A voz dos dois estavam em sintonia, ensaiados, afinados. Quase peguei o telefone e votei para eles ganharem, mas ai lembrei que eles não estavam competindo.



Pra uma semi-final, foi um programa relativamente fraco, entretanto, apesar de todos os finalistas não serem meus favoritos, acho que todos mereceram chegar onde chegaram.

Agora é aguardar para ver as apresentações da final, porque o vencedor, todos já sabem.
Share on Google Plus

About Vinícius D'Ávila

Viciado em reality show, vive em um mundo paralelo onde acredita veemente que vive em uma especie de "O Show de Truman". Ficou anos em depressão após a morte de Juliet em Lost, mas já superou. Coleciona feijão enlatado na expectativa de um apocalipse zumbi. Seu maior sonho é virar técnico do The Voice, mas não sabe cantar - e nem quer aprender. Não usa óculos, mas achou que ficaria legal estar com esses nessa apresentação.
    Blogger Comment
    Facebook Comment