The Walking Dead 4x08 - Too Far Gone


Finalmente chegamos à mid-season finale de uma temporada bem inconstante. Ótimos episódios seguidos de uma verdadeira bomba e uma certa falta de foco marcaram a história até agora, que foi de zumbis doentes com uma pneumonia maligna que mata em dois dias (que surpreendentemente só atacaram a prisão, e ninguém que tava fora foi infectado por eles, nem mesmo uma comunidade próxima) para um vilão com crise de identidade e sede de vingança. Parece que os produtores tiveram diversas idéias e decidiram jogar tudo de uma vez nessa primeira metade, sem se importar em criar uma conexão entre elas. O que pode salvar é a mid-season finale, que será comentada logo abaixo.
E de certa forma, ela salvou por trazer uma batalha e um final que deveria ter acontecido no final da temporada anterior. Depois de muita enrolação nos primeiros trinta minutos, finalmente tivemos a grande batalha final entre Rick e Governador pela posse da prisão. Pena que nenhum deles ficou com ela. Foi sem dúvida uma das guerras mais épicas da série, talvez perdendo para a da finale da segunda temporada, com direito a explosão de tanques, granadas sendo arremessadas e muita gente e zumbi morrendo. Adorei a forma como ela foi feita e achei surpreendentemente melhor do que a dos quadrinhos. A briga do Governador contra o Rick foi como deveria ter sido, no mano a mano ao invés de armas, como dois homens justos devem fazer quando querem mostrar a própria força. Para mim o que mais foi interessante nessa guerra é que todos, sem exceção, tiveram alguma utilidade, inclusive as crianças. A cena que as menininhas salvam Tyreese foi minha favorita, e só mostrou como Carol estava certa o tempo todo. Espero que ela volte e receba um pedido formal de desculpas por ter sido expulsa.

Tirando essa briguinha, o resto da batalha foi decidido com armas de fogo, o que nos proporcionou uma verdadeira carnificina. Do lado de Phillip, tivemos mil aleatórios, comandante bruto, menininha chata e lésbica militar morrendo e, dentre esses, eu só me importava com a última. Gostava do casal que ela formava e acho que ela poderia ter sido uma grande ajuda ao grupo de Rick. Pelo menos a namorada dela fugiu, e pode acabar se juntando a eles num futuro próximo. Hershel para mim foi uma perda considerável. Ele era um dos mais sábios e o grande médico do grupo, e eu não tenho certeza se eles podem contar com o inconstante e alcoólatra Bob pra essa tarefa. Porém, ele atrapalharia bastante a vida de todo mundo nessa próxima fase sem a proteção da prisão, devido a sua perna mecânica. Acabaria atrasando o grupo e até se tornando um estorvo, então a morte do personagem foi uma ótima escolha para o momento. Judith também foi uma perda interessante para o grupo, e sua morte foi bem simples e prática, já que mostrar um bebê explodindo ou levando um tiro ia cair mal até na TV a cabo. Quero ver as implicações que isso vai ter tanto no Rick quanto em Carl. Já o Governador morreu do jeito que deveria, com Michonne se vingando por tudo que ele fez a ela e a Andrea. Até consegui ver a loira na última cena, quando Lilly vai dar o tiro de misericordia em Phillip. Nunca havia percebido como as atrizes são parecidas, e a escolha de casting foi perfeita para esse momento.

Foi um episódio muito bom, porém somente nos últimos dez minutos. O resto foi bem parado e sem graça, até mesmo um pouco monótono para uma mid-season finale. De certa forma, isso foi compensado pelo final explosivo, mas eu esperava algo bem mais dinâmico e interessante, com um certo desenvolvimento dos personagens, e não um festival de enrolação até a chegada da batalha final. Agora com a morte do governador e a destruição da prisão, estou ansioso para saber como os produtores vão lidar com a vida do grupo novamente a procura de um bom lugar, algo que não víamos há um bom tempo e vai ser ótimo poder acompanhar. E você leitor, o que achou? Deixe seus comentários e até fevereiro, no próximo episódio de The Walking Dead!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment