American Horror Story 3x09/10 - Head/The Magical Delights of Stevie Nicks


American Horror Story tem uma história sempre complexa. Então, unindo o útil à minha falta de tempo nesse fim de ano, decidi unir as reviews da mid-season finale com o pós-hiato, para que possamos analisar a história como um todo. Portanto, ao contrário do que sempre faço, não vou dividir a review, mas sim tratá-la como se tivéssemos um episódio de uma hora e meia, para que possamos observar a evolução do roteiro nesses dois momentos que normalmente são importantes no decorrer de um seriado.

Começando com o que, para mim, foi um dos pontos principais e que esclareceu diversas pontas soltas até o momento. A existência de uma guilda de assassinos de bruxas adiciona muita coisa à história e contribui muito para aumentar a ação e intensificar a guerra que já existe. O fato de terem mandado cegar Cordelia mostra isso muito bem, já que ninguém pensaria na possibilidade de matadores de aluguel terem feito isso, e acabou caindo no colo da pobre Myrtle a acusação pelo ocorrido. Só não gostei do fato de tudo ter acabado muito rápido para Hank. Achei que ele ia acabar trazendo mais problemas. Mas pelo visto os chefões ainda tem muita coisa pra fazer contra qualquer bruxa de Nova Orleães. 

Myrtle, enquanto isso, começa a arquitetar sua vingança contra Fiona e o conselho, começando por trazer de volta a visão para Cordelia, o que eu achei ótimo. Ao contrário de suas outras personagens, estou adorando a atuação de Sarah Paulson nessa temporada, o que faz com que eu me importe bastante com o futuro da personagem. Não gostei muito de ela ter perdido os poderes de clarividência, mas espero que ela ainda contribua bastante para a história.

Fiona conseguiu "consertar" Kyle, fazendo com que ele melhorasse e se tornasse "humano" novamente. Acho que nunca fiquei tão feliz por um plot twist aleatório que nem esse, que só poderia ter saído da mente de titio Ryan. Finalmente aquele frankenstein ridículo vai ter alguma utilidade na história, e eu espero que agora ele faça algo de útil, ao invés de só gemer e aparecer pelado. A supreme parece realmente se tornado uma bruxa boa e está até ajudando Misty a aprender a ser a nova líder do clã, já que ela acredita que a ressucitadora é sua sucessora. Quem não parece acreditar muito nisso é Madison, que já deu um jeito de derrotar sua concorrente. Mas eu acredito que essa batalha entre as duas pelo título está longe de acabar, e que de alguma forma Misty vai conseguir sair da tumba.


Marie Leveau, por sua vez, se deu muito mal ao se aliar com os assassinos e perdeu todo seu clã, inclusive Queenie. Eu gostava bastante dela e fiquei muito triste por isso, mas eu sabia desde o começo que ela não iria durar até o final. Pelo menos ela morreu de forma digna. Tudo isso serviu para juntar Marie ao Coven e agora sim elas podem enfrentar uma ameaça maior. Mas eu duvido que essa paz dure por muito tempo assim que elas exterminarem os caçadores. Mal posso esperar pela batalha entre ela e Fiona.

Quem não teve muita sorte foi o namoradinho da Nan, que foi assassinado pela própria mãe. Pelo menos ela teve o destino que mereceu, e foi bom ver a bruxinha lentora de mentes sendo má pra variar e fazendo a mulher beber água sanitária. Porém, ela foi se meter no que num era chamada e acabou caindo nas mãos das duas líderes dos clãs, e acabou sendo morta para que ambas continuem a ser imortais. Nan era outra personagem que eu gostava bastante, e eu secretamente torcia para que ela realmente fosse a nova Supreme. Tenho certeza que ela saberia governar melhor do que qualquer outra ali, mesmo sendo um tanto inocente.

Foram dois ótimos episódios que deram uma boa avançada na história, conseguiram fechar diversas pontas soltas e criaram um caminho em direção ao final da história. Os positivos foram infinitamente maiores do que os poucos negativos, e isso só contribuiu para o andamento da série. Espero que continue assim daqui pra frente. E você leitor, o que achou? Não deixe de comentar e até semana que vem, no próximo episódio de American Horror Story!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment