Criminal Minds 9x11 / 9x12 - Bully / The Black Queen

Nem o irmão da Blake atura ela, como pode isso?
A parada já começa com uma boa e uma má notícia. Primeiro, temos BlakeZzZZzzZ tomando um tiro e depois é a gente vendo que o tiro foi uma lasquinha no braço. Nem preciso dizer qual a boa e qual a má notícia, não? E de novo, não foi dessa vez que nos livramos da Alex #BringPrentissBack

O caso foi um dos que me fez ficar feliz por nunca ter maltratado ninguém enquanto eu estava no colégio. O nerd gordinho que sofria bullying perdeu o melhor amigo - que se matou após não aguentar mais os abusos - , perdeu peso, virou um Vitor Belfort da vida e saiu se vingando de meio colégio e matando geral que maltratou o amigo.

Vamos na realidade aqui: apesar da brutalidade, eu entendi perfeitamente o porque dele agir daquela forma. Foram o que, 4 anos de raiva reprimida? E ainda sabendo que o amigo se matou por causa daquelas pessoas. É compreensível a raiva e a vontade por vingança mas esse é um dos casos em que os fins não justificam os meios.

Tivemos uma pequena preview de como é a vida em família da BlakeZzzZzzz - ou a falta dela - e todos os dramas que envolvem o passado dela. A família é toda policial (não sei a mãe), o irmão mais velho morreu enquanto estava de serviço, a mãe morreu pouco tempo depois (não sei de que) e ela deu um pé na bunda do pai e do irmão mais novo porque era mais fácil ... a Prentiss não fazia isso #dica

Eu sempre tive curiosidade em saber como a Garcia entrou pro time, e agora não tenho mais. Já tinha sido falado que ela era uma hacker e que foi pega pelo FBI e, para não ser presa, aceitou trabalhar com eles. Agora temos mais detalhes e percebemos a diferença entre a Garcia Black Queen e Garcia Baby Girl.

Vamos ser bem honestos aqui: esse episódio não serviu para porcaria nenhuma além de falar do passado da Penélope. Já sabemos que ela era uma hacker que era contra polícia, governo e tudo o mais (coisa típica) e era apaixonado pelo mentor hacker (que ainda é apaixonado por ela) e que, apesar de gostar muito dele, ela se entregou (apesar desse detalhe não ter ficado muito claro) porque queria uma vida diferente. Beleza. No episódio todo, só isso que se destaca sobre a vida da Garcia. Uma pena, já que eles tinham tudo pra fazer desse um dos melhores episódios "especiais" sobre os personagens - pra mim, o do Derek foi o melhor até hoje e o da Blake o pior.

O que valeu o episódio todo: a aula de assédio sexual no local de trabalho bem no começo. Tipo, a palestra devia se chamar "não façam o que a Garcia e o Derek fazem enquanto estiverem trabalhando". As caras que a JJ fazia quando via os exemplos eram as melhores.
Share on Google Plus

About Karina Nascimento

Estudante de Jornalismo, viciada em série, filmes, música e livros. O vício começou em 2000, com Dawson's Creek na Sony e depois disso, só piorou. Completamente órfã de Gilmore Girls e Veronica Mars, no momento acompanha 21 séries e pede para que parem de recomendar séries porque ela precisa de vida própria longe da televisão. (@_kaarii)
    Blogger Comment
    Facebook Comment