The Big Bang Theory 7x15 - The Locomotive Manipulation


O amor está no ar, ou no trem, mas especificamente.


Adoro episódios de Valentine's Day. E esse de TBBT já entrou na minha lista de Top 10 melhores episódios dos dias dos namorados. Ver Sheldon e Amy juntos já é uma grande satisfação, mas saber que Amy conseguiu levar o namorado para uma noite romântica é muito melhor. Claro que nosso Sheldon iria aprontar as deles: deixaria sua namorada sozinha (de vela de Howard e Bernadette) enquanto fazia amizade com um louco apaixonado por trens. Cenas hilárias nesse jantar (viagem) que tinha tudo para terminar de uma maneira épica e foi o que aconteceu. Mas antes de falar sobre o tão aguardado momento, preciso falar de Bernadette e Howard.

É incrível a sacanagem que os roteiristas tem feito para esse casal fofolete. Sério, não sei porque deixam dois grandes atores de escanteio, colocando cenas repetíveis dos dois. Não aguento mais ver Bernadette agindo como mãe e, Howard, como um filhinho obediente. Por favor, coloquem logo alguma storyline decente para os dois. Pode ser um filho, problemas no trabalho, qualquer coisa, mas que seja útil porque temos dois atores espetaculares que estão bastante limitados nessa temporada. Quero mais Howard imitando famosos e mais Bernadette tentando ser uma esposa nada convencional. É pedir muito?

Quanto a Leonard e Penny, só posso dizer uma coisa: os dois parecem dois velhos rabugentos. Sério, estava crente de que a demissão da Penny na lanchonete serviria para traçar um novo rumo para a personagem e para o casal. Sei lá, acreditava que os dois poderiam pensar (ou tentar) morar juntos e aprofundar o relacionamento. Entretanto, os dois cada vez mais parecem dois velhinhos que ficam trocando piadas e romances toda hora. Tudo bem que é fofo ver a Penny tentando ser a namorada do ano, mas não vejo graça nenhuma nesse Leonard carente afeminado. 

Raj e a história da cadela foi interessante, mas nada impactante. Só mesmo o fato de que talvez a veterinária possa ser o novo par para esse indiano azarado. Eu gostei bastante da veterinária e ela teve química com Penny, Leonard e Raj. Os roteiristas bem que poderiam adicioná-la a série. Mesmo achando que Raj seja homossexual, a veterinária poderia acrescentar algo novo para o personagem. Preciso confessar uma coisa: jurava que Raj iria passar o dia dos namorados fazendo alguma coisa com Stuart. Falando nele, por onde ele anda? 

E quem roubou todas as cenas, todos os momentos, todo o episódio foi Sheldon. Claro que ele teve a ajuda da Amy, mas vamos ser sinceros: Sheldon Cooper é a alma do seriado. Jim Parson merece todos os prêmios do mundo por conseguir tornar Sheldon um dos personagens mais complexos dos seriados. E ver Sheldon finalmente mostrando um outro lado, não teve preço. O beijo roubado e meio que de birra mostra que há futuro para Shamy. E mais: quando ele tascou um beijo nela eu gritei de alegria. Foi uma vitória ele fazer isso e, pela cara que ele fez, ele adorou. Quero mais esse lado de Sheldon, quero mais Shamy. Quero ver os dois indo para a 3ª, 4 e 5ª base. Quero Shamy juntos! E mais beijos, please!!! 


PS: Adorei as imitações de trem de Sheldon e seu novo amiguinho! Realmente parecia que eu estava num trem.

Frase do episódio: "Well If You want romance, then let's have romance" (Sheldon Cooper) 
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment