The Blacklist 1x12 / 1x13 - The Alchemist / The Cyprus Agency

Episódio fraquinho, que pena. Foi apenas um filler para amarrar algumas pontas e começar outros mistérios.

Finalmente voltamos a tal mulher misteriosa que o Red estava procurando - Lucy alguma coisa que eu esqueci, 28 anos, que pode ser a filha dele - o que vai acabar sendo outra coisa completamente diferente; Ressler super repetindo figurinha (não sei porque o interesse em mostrar essa parte, mas deve ser importante de alguma forma no final de tudo). Voltamos também ao tal bebê que o casal Keen queria tanto ter no primeiro episódio, e que tinha sido deixado completamente de lado... espero que eles desistam dessa ideia antes de não dar certo... não entendo a pressão do Tom em tirar a Lizzie do trabalho, ou definitivamente ou de licença. Parece ter alguma coisa que ele sabe.

E eu não podia deixar de me gabar. A Agente que ninguém se lembra que existe - até o cara da informática está tendo mais destaque do que ela - é a informante da parada (I knew it!!!!!!!!!!!!!!). O melhor foi a forma que o Raymond descobriu isso: catando lixo governamental. Até porque, uma hora ele tinha que descobrir que alguém ia colocar o nome do espião em papel #sqn. Aí tivemos um cliffhanger com ele apontando uma arma pra ela.

Agora, Tom seu safadiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinho. Adivinhem quem vai ter um affair agora? Sim, o marido gato fofo que ninguém sabe se é do lado negro da força ou não. Homens, dica: quando uma mulher bonita e engraçada brota do nada e começa a flertar contigo e você é casado com uma Agente do FBI que faz parte de uma força tarefa super secreta, DESCONFIE!!!!!!!! Senão vai dar o problemão que vai dar pro Tom até o final da temporada.

 E o prêmio de episódio mais horripilante vai para...

Primeiro temos que parabenizar o Red por sempre conseguir provar o ponto dele, e da pior forma possível. Segundo, vamos todos sentir medo do Red quando ele liga o lado psicopata dele.

Eu estou convencida que ele usa os casos para ensinar uma lição pra Lizzie. Como o Yoda. Pra plantar a semente da dúvida na Keen, ele arruma um caso sobre uma agência de adoção que sequestra crianças - e sinceramente, antes fosse sequestro. Pela primeira vez a parada andou sem o Raymond se meter muito, parece que Lizzie e sua equipe estão aprendendo a pegar o óbvio sem precisar dele sempre segurando a mão dela. Nem preciso falar que no final das contas, a coisa foi sinistra. Tipo. Assim. Vamos sequestrar mulheres, deixá-las em coma, fazer inseminação artificial - sem a autorização delas -, pegar os bebês - também sem autorização - e dar para adoção... dar não, vender. Sem comentários. Super horripilante, tenso, inacreditável, e até agora, melhor caso de toda a temporada.

Agora, vamos para o bebê que sumiu de pauta por enquanto. A partir de agora, eu super recomendo a Lizzie a sempre escutar o que o Red fala, por que se não for com conversa, ele te dá uma lição com simulação, reprodução e consequências em forma de caso - o que é bem pior. Ao invés de aceitar a pergunta da dúvida, ela deixou de lado. As consequências foram que ela se deu conta de que não estava nem um pouco pronta e ainda teve que admitir que o casamento não tá legal... e pra piorar a situação, jogou o marido nos braços da mulherzinha lá que tá tramando alguma coisa - que eu não duvido nada que seja por ordem do Red.

E o que foi a Malik ajudando o Malvado Favorito a descobrir quem tramou pra eles? Como esperado, era a Chefe do Chefe que acabou morta, com uma porrada de tiros. Segundo ela, era para a proteção do Red. Aí tem mais mistérios depois dessa: o que aconteceu na tal noite em que a família do Red (supostamente) morreu? E proteção contra quem ou contra o que?


Share on Google Plus

About Karina Nascimento

Estudante de Jornalismo, viciada em série, filmes, música e livros. O vício começou em 2000, com Dawson's Creek na Sony e depois disso, só piorou. Completamente órfã de Gilmore Girls e Veronica Mars, no momento acompanha 21 séries e pede para que parem de recomendar séries porque ela precisa de vida própria longe da televisão. (@_kaarii)
    Blogger Comment
    Facebook Comment