The Walking Dead 4x11 - Claimed





Mais uma vez, temos nossa atenção dividida entre dois grupos. De um lado, Rick, Michonne e Carl tentam descobrir o que fazer da vida: se vão seguir caminho ou morar no local permanentemente. Enquanto isso, Tara e Glenn foram resgatados pelo grupo de Abraham e seguem caminho. Eu estou gostando bastante do que eles têm feito desde o retorno. Deixar alguns personagens de fora contribui para que conheçamos melhor cada um deles, sem deixar o desenvolvimento da história e da personalidade muito corrido. Um ótimo exemplo é Michonne, que com seu ar frio e anti-social tem uma história que tem sido muito bem explorada, e agora está sendo contada através de sua amizade com Carl. Foi bom ver que aquilo não havia sido um sonho simplesmente, mas sim uma lembrança distorcida. Ela teve um filho e acabou perdendo-o logo no começo do apocalipse, o que pode tê-la transformado nessa máquina assassina e sem emoções aparentes. Mas é bom vê-la adquirir características cada vez mais humanas e se tornando uma das personagens mais queridas por mim, ainda mais do que antes.

Rick por sua vez tem outros problemas para enfrentar, quando sua casa é invadida por um bando de assassinos muito bem armados, e ele deve sair de lá o mais rápido que conseguir e avisar Michonne para não voltar. Pra mim essa foi de longe a parte mais sem graça e a pior de todo o episódio. Tentaram criar uma tensão que não existia pois todos sabíamos que, no final, ia ficar tudo bem. Esse trio é aquele que vai durar até o fim e sobreviver. Nenhum deles acabaria morrendo agora mesmo se o Rick acabasse sendo pego. Essa storyline só serviu para me deixar entediado e me fazer pular diversas cenas que não fizeram a menor diferença no resultado final.

Glenn e Tara, por sua vez, têm que lidar com o gênio forte de Abraham, que quer a todo custo levar Eugene a Washington porque ele acredita que o cientista saiba a cura para o apocalipse. Porém, nosso mocinho quer encontrar Maggie a todo custo, e graças a isso eles acabam ficando sem transporte, após um ataque de zumbis. Achei a parte deles interessante, mas para mim faltou algo. Não sei se é porque eu estava com expectativas altíssimas para esse grupo e o resultado acabou sendo mediano, mas senti falta de personalidades mais fortes dos três novos personagens, que mesmo com tudo o que aconteceu acabaram ficando apagados. Não adianta a caracterização ser perfeita, se a atuação e a presença não chegam nem aos pés do que deveriam.

Apesar de tudo, foi um episódio bom. Um tanto aquém dos anteriores, mas ainda assim interessante por ter desenvolvido a história de uma das personagens. Porém, faltou presença nos novos atores e a parte de Rick foi totalmente dispensável, o que tomou metade do episódio e acabou baixando um pouco a qualidade dele. E você leitor, o que achou? Deixe seus comentários e até semana que vem, no próximo episódio de The Walking Dead!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment