The Voice 6x03 - The Blind Auditions, Part 3


A noite dos que não passaram!

Se tem uma qualidade no Usher que eu admiro é que ele sabe ouvir, na maioria das apresentações ele demorou para apertar o botão, ou nem apertou, pois sabe que uma boa apresentação não é feita de uma nota, mas sim do conjunto vocal da apresentação. Mas a noite foi marcada pelos participantes que não passaram, de acordo com o Wikipedia, 20 candidatos subiram ao palco, mas somente 11 saíram de lá com um mentor. Então ficamos nos perguntando, os talentos que não passaram foram tão bons assim que eles tinham que ser mostrados ou os que conseguiram uma vaga nesta temporada que não correspondem ao incrível talento da temporada anterior? Acho que você já sabe a resposta, não?!

Vamos ao ranking da noite!


8. Deshawn Washington (Twistin' The Night Away, Sam Cook): Um daqueles artistas aleatórios que a Shakira escolhe para levar até os lives e serão eliminados no primeiro episódio. A apresentação dele foi chata e poderia ter sido facilmente cortada, pois não adicionou nada de bom ou necessário ao episódio. E Shakira, ainda estou procurando a precisão vocal dele que você mencionou no depoimento.


7. Patrick Thompson (Can't See You, The Marshall Tucker Band): A única coisa que gostei nessa audição foi o tom de voz ríspido dele, o resto foi totalmente parado e sem graça. Poderia ter sido cortado com o Deshawn.


6. Sam Behymer (Royals, Lorde): Ela é interessante, mas precisa melhorar muito para estar no nível dos outros artistas do Adam, por isso ela deveria ter ido com o Usher. O problema da apresentação para mim, é que ela teimou em usar esse lado diferente da voz (saudades Caroline Glaser), mas como tem pouca experiência, não soube administrar isso nas notas e frases certas e acabou ficando uma apresentação chocha.


5. Ryan White Mallony (Lights, Journey): O lixeiro fez uma ótima apresentação vocal, mas não cativou. Achei que todos os mentores viraram por causa do tom alto da sua voz, invés do conjunto completo, já que ele não fez nada vocalmente diferente com a música e não criou momentos para atrair a atenção do público e isso aconteceu, pois ele começou já alto e não conseguiu evoluir daquele momento em diante. Ele precisa saber construir momentos, pois, se não, cai fora fácil.


4. Brothers Walker (Keep Me In Mind): Eu ri durante a apresentação inteira deles, pois eles dançam exatamente da mesma forma, quebrando o quadril e colocando a mão para cima. Foi hilário. Eu gostei da apresentação, pois foi leve, descomprometida e divertida, mas as vozes deles nem sempre estão no mesmo momento e não se juntam espetacularmente bem. Porém, no geral, foi entretenimento de primeira.


3. Melissa Jiménez (If I Ain't Got You, Alicia Keys): Tirando o fato que a apresentação foi bastante caricata, ela acertou em cheio na escolha da música, pois mostrou como a voz dela é bem controlada e tem um alcance muito bom. Ela só precisa cuidar para a beleza não atrapalhar como fez para o Josiah, pois muitos podem achar que como ela tem beleza não tem talento.


2. Clarissa Serna (Zombie, The Cranberries): A escolha da música foi muito inteligente, pois a deixou criar um momento para poder mostrar todo o potencial de voz que ela tem, mesmo achando que ela ainda pode crescer muito. Ela também tem desenvoltura no palco e acredito que escolheu a pessoa certa para orientá-la, já que as duas parecem gostar dos mesmos tipos de música.


1. Sisaundra Lewis (Ain't No Way, Aretha Franklin): Todos sabiam que ela passaria, pois era backing da Celine e para ser backing da Celine você precisa ter uma voz incrível, porém eu achei a apresentação dela ensaiada demais, foi tudo muito certinho, bonitinho, como a gente espera de uma cantora como ela. Espero que escolha de entrar no time do Blake a traga músicas inesperadas e a faça explorar outros estilos de música, pois já cansamos desse tipo de artista.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment