The Voice Brasil 03X02 - Audições Cegas - Parte 2


Antes de tudo, durante toda postagem há links ocultos que justificam algumas piadas ou comentários. Por isso, caso esteja grifado a palavra ou frase, é porque tem algum vídeo ou notícia que ajuda explicar o que eu quis dizer.

Começo a postagem de hoje com a última apresentação do dia. Apesar de não ser uma participante, Milk foi a mais comentada da noite, seja com elogios ou criticas diante o espirito que recebeu quando estava no palco. Assumindo um personagem Claudia Leite sustentável, que usa a roupa emprestada da amiga Ivete e se apresenta fazendo a Luka, com pés descalços, só falta Milk mudar o nome para Claudia Leitte Sem Lactose, e explicar que está apenas tentando ser uma pessoa mais saudável. Vestida de quem optou por morar na praia vendendo arte das coisas que a natureza oferece e eleitora de Eduardo Jorge, Claudia fez uma apresentação muito interessante mas ao mesmo tempo um tanto quanto assustadora. Tudo estava bem até que ela resolve deitar no chão aos pés do guitarrista e ficar se contorcendo como Madre Tereza na tentativa de entrar no céu. Certeza que aquilo não foi espontâneo. Posso apostar que ela passou de segunda a quarta pensando em algo a ser feito e estava em dúvida entre bater o cabelo, entrar pelada sentada em uma bola de demolição ou se contorcer deitada no chão. Antes de decidir, cuidadosamente procurou a Dona Cida confirmando se o chão estava realmente limpo e não havia passado nenhum produto tóxico. "Se eu estragar minha roupa eu te mato, Dona Cida". "Fica tranquilo, Dona Milk, deita nas escadas que lá a gente não usa água sanitária." 

E pronto. O resultado foi Milk chamando mais atenção que os participantes, e grande parte disso também é por algo que me preocupa nessa temporada: a falta de empolgação que os candidatos causam na plateia/publico. Não sei se é somente nos grupos que faço parte, meus amigos pessoais e minha dificuldade de amar alguém nessa temporada, mas estou achando todo mundo muito genérico, apresentações mornas, e participantes dos quais eu não sofreria suas eliminações, como por exemplo as três vidas que precisaria ter para conseguir superar a saída precoce como Bella Stone, Khrystal ou Gabriel Levan. 

Além disso, não vejo nenhum participante como vencedor premeditado. Isso tem um ponto bom por tornar a disputa ainda mais acirrada, por outro lado, podemos ter o vencedor mais nível ídolos de todos os tempos, que é aquela pessoa que vence, mas ninguém conhece. Sei que Elen Oléria e Sam Alves não fazem nenhum sucesso estrondoso, mas todo mundo sabem quem são os dois e eles possuem seu público fixo. 

Como ainda só foram 2 dos 5 programas de audições cegas, vamos manter o otimismo e comentar os participantes de hoje. No fim, eu volto com cenas inéditas da próxima apresentação de Milk, gravadas por um amigo meu da plateia.

Twila


Música: Chain of Fools - Aretha Franklin
Cidade: Taubaté - SP
Idade: 28
Técnico: Lulu Santos
Quando a pessoa é metade Adele e metade Amy a responsabilidade aumenta. Bem humorada, faz piada do próprio peso assumindo que o bom de ser gordinha é que cabe mais tatuagem. Nos primeiros segundos da canção já teve Brown e Claudinha virando para ela diante o seu grito Agudo, sendo que para mim, sem dúvida foi a melhor apresentação da noite. Com um nome que não precisa de sobrenome, por ser singular, Twila tem a tarefa de não cair na mesma maldição de Luana Camarah na última temporada. Rockeira e de voz forte, Luana fez uma belíssima apresentação nas audições cegas, mas depois caiu a qualidade com aquele jeito de cantar embriagado. Espero que não aconteça com Twila. 

O que faltou? Tiago Leifert dizer o contrário do que foi dito. Não é Lulu e Brown que tem que se espelhar em Daniel na conduta, é Daniel que tem que se espelhar neles e levantar da cadeira, nem que seja para se contorcer no chão. 
O que podemos esperar? Aposto ela como finalista do time do Lulu.  
O quão eu torço? 90%! Perdeu 10% porque não suporto gente que usa palavras pela metade para demonstrar mais descolada, tipo "guita", "batera", "mic". 

Danilo Reis e Rafael


Música: Sinônimos - Zé Ramalho
Cidade: Betim - MG
Idade: 22 e 23
Técnico: Daniel
Eles subiram no palco e eu já torcendo contra depois do "cheio de muié no camarim querendo a gente" que o Danilo soltou na entrevista. Mas tenho que reconhecer que foi a segunda melhor apresentação da noite. O Rafael parece ter engolido dois Zé Ramalho's no café da manhã e supria a falta de simpatia do Danilo. A mãe de um deles é tão fã de Daniel, que ela estava nos bastidores ajoelhada como se ninguém tivesse virado a cadeira e só comemorou depois que o sertanejo virou. Acho que essa identificação da mãe dele com o cantor pode fazer com que eles cheguem longe, já que Daniel é o técnico que mais usa o coração para tomar decisões. O melhor foi Danilo lutando para dizer "Eu também faço primeira voz, eu também estou no palco, por que ninguém fala de mim?".  O coitado tentou de tudo pra provar que ele não foi só um enfeite no palco, mas me desculpe, foi. 

O que faltou? Mudar o nome. Usar os dois nomes mais comuns do Brasil pra formar uma dupla dificulta uma identidade. Muda isso ai, ou vocês acham que Xororó chama Xororó?
O que podemos esperar? Visto a empatia da dupla/família com Daniel, aposto em uma vaga na final
O quão eu torço? 50%. Só pelo Rafael.

Isadora Morais

Música: At Last -  Etta James 
Cidade: São Paulo - SP
Idade: 19
Técnico: Lulu Santos
Parece família do núcleo rico da novela das 8, daquelas que a mãe matricula a filha prodígio em todas atividades artísticas possíveis até identificar com uma. Com o gritinho agudo no início para tentar fazer virar uma cadeira, não teve a mesma felicidade que Twila, e precisou se esforçar mais. Acredito eu, que no meio da canção, bateu um tédio em Lulu e o técnico resolveu apertar o botão para dar uma animada no local. Encher de elogios é fácil, quero ver é não eliminar nas batalhas. 

O que faltou? A mãe descabelar. Que mulher elegante até para comemorar?!
O que podemos esperar? Eu aposto que rodará nas batalhas e ela dando entrevista para sites dizendo que a escolha da música a prejudicou. Só no Raul Gil cantores líricos se davam bem. Afinal, quem não se lembra de Rinaldo e Liriel?
O quão eu torço? Se os vizinhos que tem intimidade interfonam reclamando. Eu que nem conheço sou obrigado? Não, não sou. 25%

Letícia Pedrosa


Música: Telefone - Tim Maia
Cidade: Rio de Janeiro - RJ
Idade: 27
Técnico: Carlinhos Brown
Já estava feliz pensando que Oprah Winfrey tinha vindo para o Brasil, quando ela se apresentou e revelou não ser a famosa apresentadora. Letícia Pedrosa é cantriz por ser atriz e cantora em musicais no Rio de Janeiro. Por participar de um musical sobre o Tim Maia, veio cantando a música do Tim. Canta bem, mas nada que chamasse atenção das pessoas, exceto Brown, que incorporou o espirito de Daniel e saiu apertando o botão aleatoriamente para vários no dia. 

O que faltou? Faltou sal, tempero, tesão, emoção. Descobri que não é apenas uma competição de alguém que canta bem, mas de alguém que consegue emocionar.
O que podemos esperar? O time do Brown está bem fraco, então pode ser que se ela tiver sorte, sobreviva a batalha. 
O quão eu torço? 40% pelo suspensório que já mandei um e-mail pedindo emprestado. 

Fabiano mas pode me chamar de Biano Rafa


Música: Recado - Gonzaguinha
Cidade: Nova Iguaçu - RJ
Idade: 36
Técnico: Não Selecionado
Desculpa Biano, mas você foi bem cantor de barzinho, eu até pagaria o couvert na mesa do bar, mas torcer para virar a cadeira é outra coisa. Não gostei de nada, exceto de Sandra de Sá torcendo por você nos bastidores. Milk falou que faltou segurança, malandragem, acho que concordo mesmo sem entender o que ela quis dizer com isso.

Princess La Tremenda



Música: I Say a little Prayer - Aretha Franklin
Cidade: Atlanta - Georgia/EUA
Idade: Bastante
Técnico: Carlinhos Brown
Americana mas que mora no Brasil, Princess foi uma das maiores figuras da noite. Namora um brasileiro que eu não consegui distinguir se eu conheço de algum lugar ou se ele é apenas parecido com o vocalista do Molejo. O rapaz consegue ter mais dentes na boca que nós todos e Marcos Lessa (da última temporada) juntos. Achei os dois bem fofos, demonstrando bastante carisma e um visual diferente com esse arranjo de halloween na cabeça em que demorei horas com meus amigos debatendo se era um penteado fixo ou todo dia ela preparar essa armação. Apesar de estrangeiros em realities brasileiros não terem geralmente uma aceitação do público, Princess é bem mais carismática que Alma Thomas, americana que já participou do The Voice Brasil, porém, canta bem menos. Foi mais uma do exercito de participantes de uma cadeira virada que Brown está montando, mas em relação a ela, eu também teria virado. 

O que faltou? Revelar a idade! Porra, Glória Maria
O que podemos esperar? Cara de querida que sai no Tira-Teima sem tempo de se despedir porque o programa está atrasado.
O quão eu torço? 99%. To apaixonado por ela. 

Edu Camargo


Música: Eu preciso te esquecer - Cláudia Telles
Cidade: São Paulo - SP
Idade: 35
Técnico: Lulu Santos
Uma história bem bonita e uma situação bem curiosa levantada por Tiago Leifert. Dessa vez, o candidato também não viu o que está acontecendo assim como os técnicos. Eu fiz aula de teclado por anos e nunca aprendi a tocar, mesmo enxergando as partituras e as teclas, então imagino para alguém que tem que memorizar toda uma musica para conseguir tocar. Só ai já dá para perceber que ele é um artista mesmo, mas eu achei ele meio desafinado em alguns momentos. Talvez tenha sido só eu, já que todos os técnicos, exceto Daniel, viraram. Não é a primeira vez que um cego participa de um Reality Musical. Karine Rodrigues no ídolos chegou na fase ao vivo, mas não venceu o programa.

O que faltou? Lulu dizer: "A gente se vê na próxima fase". (Se clicarem no vídeo da Karine Rodrigues, é assim que a Cys se despede dela na primeira fase, e o Sacomani segundos depois cutuca ela diante o que ela disse).
O que podemos esperar? Eu acho que ele será eliminado na batalha, mas vai ser salvo pelo 'peguei'. Acho que devido o nível dos candidatos nessa temporada, ele pode ter chance, porém, se fosse em temporadas passadas não apostaria nada nele.
O quão eu torço? 62% . Porque essa é a edição das minorias.

Mariana Mira


Música: Karma - Joss Stone
Cidade: São José dos Campos - SP
Idade: 23
Técnico: Lulu Santos
Mariana Mira não é ex-ídolos, mas é ex-jovens talentos do Raul Gil. Acho que antes do The Voice Brasil ela passou por um transformação do Planeta Xuxa porque ela está incrivelmente mais bonita em comparação a época do tio Raul. Já trancou duas faculdades e imagino discutindo isso com a mãe depois que o Tiago Leifert comentou isso na entrevista. O show achei confuso, tive dificuldade em saber em que idioma ela estava cantando, pois parecia que estava com a boca cheia de comida. Não curti muito não e se não fosse Lulu virando nos últimos segundos, teria ficado de fora.

O que faltou? Engolir antes de cantar.
O que podemos esperar? Nada. Até o discurso de Lulu foi desanimador. Ele está apenas "pagando para ver". Eu acho que sai logo, se bobear, Lulu manda um whats pra ela dizendo: "To te eliminando logo agora, gata". 
O quão eu torço? 20%. Não gostei dessa apresentação.  

Romero Ribeiro


Música: Deixa Acontecer - Revelação
Cidade: Cascavel - CE
Idade: 29
Técnico: Carlinhos Brown
Para os que não sabem, Romero Ribeiro também é um ex-ídolo só que com menos público que Nise Palhares e Helen Liu, duas participantes da quinta anterior. Participante da edição de 2010, é um dos 3 ex-ídolos 2010 que está participando dessa temporada do The Voice. Nise Palhares que ficou em terceiro lugar, e Maria Alice que ainda não foi ao ar, mas foi sexta colocada nessa mesma edição. Romero conquistou a quinta posição e no vídeo que coloquei dele aqui é visível o tipo de pessoa que não aceita críticas calado e rebate todas as discordâncias recebidas por parte dos jurados. Ele é uma versão de Alexandre Pires mais novo e apesar de achar que não teria virado a cadeira caso eu fosse um dos técnicos, estou torcendo por ele por gostar do estilo, personalidade e voz.

O que faltou? A noiva. Alguém me explica essa roupa?
O que podemos esperar? Lulu criticando a apresentação dele e ele respondendo; "É a sua opinião".
O quão eu torço? 75%. Tive meu caráter formado escutando revelação. 


Amarildo Fire


Música: Tantinho - Carlinhos Brown
Cidade: Salvador - BA
Idade: 28
Técnico: Carlinhos Brown
Achei mais estiloso que cantor. E Brown o escolhendo, achei muito Lulu Santos virando para Greicy Schwendner na primeira temporada porque cantou uma música dele. Achei a apresentação bem videokê e no momento que ele foi falar com os técnicos foi tipo aquele climão quando você encontra um ex-colega seu da escola, mas ele não se lembra de você. Afinal, ele lembrava de ter cantado com Milk, mas a mesma pareceu não lembrar dele. Tudo bem que Claudia não tem como lembrar de todos que cantaram com ela, mas eu acho que ele esperou um "Ah! É você". E a todos que perguntavam onde estava Amarildo, pronto, achamos!

O que faltou?  Participar de campanhas sobre a conscientização sobre o uso de anabolizantes. 
O que podemos esperar? Eu só esperei aparecer a nota na tela e chegar logo minha vez de escolher uma música do "Kid Abelha" para cantar nesse videokê. 
O quão eu torço? 15%. Achei beeeeem fraquinho.

Kiko e Jeanne


Música: Meu universo é você - Roupa Nova
Cidade: Salvador - BA
Idade: 37 e 36
Técnico: Daniel
Adorei a história dos dois, de como eles começaram a cantar e do estilo sertanejo-forró-indecifrável que eles assumem. É uma versão Cidia e Dan depois de um porre de Catuaba. Apesar do início ter ficado parecido com banda de baile de formatura, foi dando uma emoção no fim a cada segundo que passava e ninguém virava. Só achei falta de sintonia na roupa, já que trata-se de uma dupla. Enquanto ele vestiu-se de figurante de The Walking Dead, ela parece ter escolhido a roupa no escuro de uma época que o corpo dela cabia melhor nela. Entre Brown e Daniel, eles optaram por Daniel. 

O que faltou?  Um slogan menos brega que "Os irmãos apaixonados do Brasil". 
O que podemos esperar?  O que podemos esperar de uma dupla que mal conheço mas já considero pakas?
O quão eu torço? 70%. Porque eu fiz a Fernandinha Sousa e pulei aqui na sala como se fosse parente quando viraram a cadeira. 

Com apenas uma pessoa não sendo escolhida, no fim desse programa o placar ficou assim:



Lulu como sempre forma ótimos times, mas fode com eles no decorrer da disputa. Enquanto Claudinha é normalmente a mais criteriosa, apertando só para quem realmente a conquista. Por outro lado, nessa temporada, Daniel e Brown estão sendo os mais caridosos, e apertando para pessoas aleatórias. Uma novidade que as pessoas que foram a plateia contaram é que nessa temporada os técnicos terão a oportunidade de decidir se querem ou não terem 13 pessoas no time ao invés de apenas 12 e dois dos quatro técnicos, escolheram por ter 13. Como consequência, uma das batalhas será com três pessoas, onde eles eliminarão dois deles. 

Como havia prometido, consegui cenas da próxima apresentação de Claudinha e é com elas que encerrarei minha postagem de hoje!! Até o próximo programa!


Claudinha ensaiando o próximo número.
Claudinha treinando subir no palco.

Share on Google Plus

About Vinícius D'Ávila

Viciado em reality show, vive em um mundo paralelo onde acredita veemente que vive em uma especie de "O Show de Truman". Ficou anos em depressão após a morte de Juliet em Lost, mas já superou. Coleciona feijão enlatado na expectativa de um apocalipse zumbi. Seu maior sonho é virar técnico do The Voice, mas não sabe cantar - e nem quer aprender. Não usa óculos, mas achou que ficaria legal estar com esses nessa apresentação.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

4 comentários:

  1. "É uma versão Cidia e Dan depois de um porre de Catuaba." SOCORRO! Você se supera SEMPRE! <3

    ResponderExcluir
  2. "diante o espirito que recebeu quando estava no palco"... kkkkkk

    ResponderExcluir