The Voice Brasil 03X01 - Audições Cegas - Parte 1



"Estarmos de volta dá sensação de nunca termos saído". Essa frase poderia ter sido dita por Katniss quando retorna em Jogos Vorazes, mas na verdade foi dita na abertura do programa por Carlinhos Brown.

Nessa semana o The Voice Brasil voltou com sua terceira temporada e junto com ele voltamos também nós: os comentaristas do sofá. O que eu quero dizer com isso? Eu não tenho nenhuma formação musical, fiz três anos de aula de violão e não aprendi a tocar, não sei usar termos técnicos, confundo fisicamente Shakira e Christina Aguilera e vocalmente todas as duplas sertanejas. Então, por favor, não esperem muito de mim.

Mas uma coisa eu posso afirmar: sou fã de reality show. Além de representar a maior parte do público que nada entende de música, mas tem direito a voz e a voto. Então uso minhas lembranças remotas e os debates que levo em grupos sobre o assunto para transformar minhas opiniões em informações mais concretas, seja por meio de curiosidade, especulações, premonições ou piadas sobre tudo isso!

Então, não me levem a sério ou levem, se entenderem que é mais humor que razão que encontrará por aqui.

Depois desse desabafo pessoal, vamos aos comentários do programa.

Um ponto positivo dessa temporada é que terá um episódio a mais! Talvez com isso diminua a sensação de correria da fase ao vivo! Ao menos é o que eu espero.

Entretanto, o ponto negativo são os técnicos. Hoje em dia as pessoas enjoam rapidamente de tudo e uma das ferramentas para isso não acontecer seria trazer novidades para cada temporada. Entretanto, caro Boninho, mudar os técnicos de posição ou substituir Miá Mello por Fernanda Sousa não é algo que podemos chamar de MUDANÇA! Apesar de todo afeto que construí em relação aos técnicos, acho que colocar novos seria fundamental para dar um novo gás ao programa. As piadas, as discussões, os argumentos acabam sendo os mesmos, afinal, ninguém aguenta mais Daniel fazendo rimas com os nomes dos candidatos, Claudinha mandando o pessoal sentar, Lulu chorando e Carlinhos tentando puxar gritos da plateia. 

Então Boninho, sei que você está apegado a esses técnicos e na confraternização de fim de ano ficará um clima chato se você tirar um deles no amigo oculto da empresa, porém BORA MUDAR ESSA GALERA! Obrigado, de nada.

Por fim, gostaria de dar um parabéns a Milk.


PARABÉNS CLAUDINHA, por seu empenho no projeto de sustentabilidade, usando as roupas emprestadas dazamigas. Belo gesto!

Agora sem mais enrolação, vamos aos candidatos?

Gabriel Silva 


Música: Hoochie Coochie Man - Muddy Waters
Cidade: Petrópolis (RJ)
Idade: 43 anos
Técnico: Lulu Santos

O primeiro candidato foi um remake de Dom Paulinho versão A Grande Família (já que o figurino era de Agostinho, mas simpatia de Lineu). Achei a voz, aparência e personalidade bem parecidas ao competidor da temporada passada, além de que os dois são igualmente performáticos. Entretanto, enquanto Dom Paulinho exibia uma performance mais "Poderoso Chefão", Gabriel parecia a Rochelle Rock dando bronca no Julius. Acho que ele vai traçar uma trajetória bem próxima de Dom Paulinho, ou seja, ainda que tenha tido as 4 cadeiras viradas, dificilmente vencerá. Por outro lado, aposto nele chegando longe. Depois da analogia quase erótica que Lulu fez com uma trombeta, Gabriel fez sua escolha por ele.

O que faltou? A esposa dele ter dois empregos
O que podemos esperar? Lulu chorando nas próximas apresentações, e ele sendo eliminado no "Tira-Teima" por alguém que não canta tanto quanto ele, mas tem maior apelo popular.
O quão eu torço? 35%! Não me cativou.

Anadark Gonçalves 


Música: Tocando em Frente - Almir Sater
Cidade: Quatiguá (PR)
Idade: 17 anos
Técnico: Não Selecionada

Anadarc me lembrou Marcela Bueno, nesse mesmo estilo Paula Fernandes do coma profundo, entretanto, mais imatura. Como ela não foi selecionada, não há o que falar sobre torcida ou previsões, apenas que concordo com os técnicos de não terem virado a cadeira, inclusive, Claudinha foi muito feliz em justificar os reais motivos disso não ter acontecido. Por exemplo, como a falta de demonstração de um potencial. Essas explicações são melhores que comentários vazios do estilo: "Você é ótimo, só não é o que eu procurava". Dois pontos que percebi em Anadarc é que ela é tipo atriz de malhação, fala que tem 17, mas tem cara de 25. O segundo ponto é que como essas entrevistas antes das apresentações são artificiais, afinal, que menina vai ao colégio com aquele cabelo com penteado de festa? 

Por fim, os técnicos também atribuíram o fraco desempenho dela a escolha da música, porém, conversando com candidatos, inclusive de outras temporadas, alguns confessaram que não eram eles que escolhiam a música e sim a produção, sendo assim, fica meio ilógico qualquer crítica com base nisso, não?

O ponto positivo foi que ela conheceu o mar.

Priscila Brenner


Música: The Scientist - Coldplay
Cidade: Novo Hamburgo (RS)
Idade: 20
Técnico: Claudia Leite

Se só para abrir o envelope convidando para o programa todo mundo da família se reuniu no jardim da casa, imagina o inferno que deve ter sido para selecionar quais parentes iriam acompanhá-la na audição. Além disso, achei estranho ela falar que o The Voice é seu primeiro palco, sendo que no vídeo anterior a apresentação havia cenas dela cantando para uma plateia, inclusive não tinha a tal professora de piano que colocou ela pra cantar? É claro que poderia ser tudo armado, mas estamos de olho, ok? Enfim, achei a apresentação dela chatissima! Não sei se era meu humor no dia, mas nada estava me agradando. A roupa, o perfil, a voz, tudo. O rosto dela enquanto cantava fazia ela ficar a cara da Tata Werneck e a voz dela parecia bem robótica ou era muitos efeitos aplicados ou era uma adenoide não curada. Só Milk virou a cadeira e bem no começo da apresentação, e no fim ela justificou que achou a voz dela bem educada, mas acredito que na verdade faltou foi elogio e ela só não quis admitir que se precipitou. E isso não é zoação! Pessoas que foram na plateia na temporada passada e nessa, relatam como Claudinha é a mais resistente e criteriosa em virar a cadeira.

O que faltou? Eu ia dizer que faltou ela tirar o short do pijama antes de cantar, mas ai entro no site da globo e me deparo com essa notícia: "Namorado da Priscila Brenner é quem cuida do visual da participante". Filha, quem sou eu para julgar o amor dos outros, mas pela escolha da sua roupa acho que ele não gosta muito de você não, hein. 
O que podemos esperar? Uma batalha contra outra voz adolescente, meio no estilo Carina vs Jullie, mas ela sobrevivendo um bom tempo, já que entre as apresentações da primeira noite está entre as músicas mais baixadas. 
O quão eu torço? 1%! Porque dar zero é foda. 

Lívia Itaborahy


Música: Vieste - Ivan Lins
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Idade: 25
Técnico: Daniel

Quando acho que as coisas poderiam melhorar, Lívia acabou com minhas esperanças. Não que ela tenha sido ruim, pelo contrário, foi a melhor apresentação para mim até então, voz bonita e afinada, porém achei extremamente tediosa. Daniel como sempre levando para o time dele as participantes mais aleatórias da disputa e aquele papo de "eu sonhei com tudo isso" só aumentou a preguiça. Sei que estou mais ranziza que o Malafaia na postagem de hoje, mas até então estava achando a estreia mais fraca de todas temporadas. Nenhuma apresentação me segurava.

O que faltou? Usar o cinto na cintura e não no pescoço.
O que podemos esperar? Nada! Daniel é a pessoa mais aleatória nesse programa e suas escolhas são sem critério nenhum.
O quão eu torço? 40%!

Nise Palhares


Música: Pagu - Maria Rita
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Idade: 32
Técnico: Cláudia Leitte

Nise veio pra completar dois times: tanto de ex-participantes do ídolos quanto de lésbicas cantoras. Eu já até falei isso aqui, mas vou repetir, a maioria das lésbicas que eu conheço tem alguma aptidão musical incrível, apesar de todas voltadas para o mesmo estilo musical. Nise ficou em terceiro colocado na temporada de 2010, ficando melhor colocada inclusive que Chay Sued, que daquela temporada foi quem fez maior sucesso. Entretanto a posição conquistada por Nise foi a mesma que Maria Christina em 2008. Não é generalizando, mas esse estilo delas ganha bastante público para levá-las longe, mas não para torná-las vencedora. Entretanto o programa começou a melhorar com a apresentação dela. Gostei da música escolhida, dela em si e do estilo motoqueiro fantasma que ela usou. Amei até o pai dela quando ele disse que adora filmá-la sem que perceba, tem como não amar? O resultado foram todas as cadeiras viradas e Nise escolhendo a Claudinha.

Obs.: Na minha visão pessoal, vejo que os artistas que já tem certa trajetória, escolher Cláudia é a melhor opção. Não sei se é porque é mais noticiado, mas com o fim do programa, vejo muitos vídeos de ex-participantes do The Voice fazendo participações em shows dela. Não sei, talvez seja só impressão. 

O que faltou? Ter vencido o Ídolos e nos contar o que ela usa para ter 32 e parecer 23. 
O que podemos esperar? Sendo eliminada na batalha, salva no "peguei", e chegando longe no time de Daniel.
O quão eu torço? 78%!

Denna Love



Música: Calling You - Jevetta Steele
Cidade: São Paulo (SP)
Idade: 28
Técnico: Lulu Santos

Uma das maiores surpresas da noite. Um amigo que havia participado da plateia já havia relatado que uma Drag iria se apresentar, mas frutos de uma sociedade preconceituosa como somos, não consegui imaginar que aquele Pedro sem nenhum trejeito feminino dando entrevista junto com o pai, seria a Drag. No começo eu achei que era mais uma das manifestações de julho porque eu poderia jurar que ele estava usando a máscara do anonymous, mas depois reparei que não. Numa apresentação fantástica em que cada técnico que virava fazia uma cara melhor que a do outro, uma voz fantástica, não tem como ser ruim, não é mesmo? Além disso, adoraria ver os eleitores de Pastor Everaldo que defendem "família" e provavelmente dizem que não assistem mais televisão porque só tem baixaria, exceto The Voice Brasil, sendo obrigados a assistir a uma apresentação de Drag Queen. Apesar de Drag e Transsexual serem coisas bem diferentes, o preconceito não é muito distinto e temos poucos exemplos de pessoas do estilo em programas musicais. Na minha lembrança temos apenas a trans Livia Mendonça do ídolos, (CLIQUEM E ASSISTAM LIVIA, ELA ERA ÓTIMA) que mesmo com a voz bem parecida com Maria Bethânia foi eliminada no começo da competição sem nem chegar a fase ao vivo. Temos também Conchita Wurst que representou a Áustria no Festival Eurovisão da Canção de 2014 e acabou vencendo. Entretanto, pessoas que diziam que a participação da drag transformaria a disputa "num viveiro de sodomia" fizeram uma petição para tirá-la de lá. E ainda há pessoas que falam que preconceito não existe, é só vitimização. Por isso, vai ter drag SIM! E se reclamar, vai ter beijo gay também!




O que faltou? Gritar: Não é só 20 centavos.
O que podemos esperar? Então, há a possibilidade de que a disputa de Deena ser maior do que contra outros participantes, mas também contra o preconceito, fazendo com que assim ela seja eliminada precocemente. Ou, pode ser que os adultos de hoje, que tiveram a infância animada por uma Drag (ou a vovó Mafalda não conta?) achem divertido, porque o público conservador "até" aceita figuras gays na TV, desde que sejam apenas para entreter no estilo Vera Verão e Crô de Fina Estampa, e não para expor suas vidas ou preferências. Mas de qualquer forma, também não vejo em Deena potencialidade para vencer, apesar de que aposto em uma vida duradoura no programa. 
O quão eu torço? 100%. Cresci com Vovó Mafalda.

Dudu Fileti


Música: Tente Outra Vez - Raul Seixas
Cidade: Armazém (SC)
Idade: 38
Técnico: Lulu Santos

Dudu foi o primeiro ex-the voice a retornar ao programa trazendo uma apresentação que funcionou mais como vídeo motivacional que "Filtro Solar" de Pedro Bial. Mandar o cara cantar "Tente outra vez" e dessa vez ter três das quatro cadeiras que não viraram para ele, é sim uma superação, mas é brega. Só que adoro tanto o Dudu e acho que ele canta tão bem que achei fantástica até essa analogia dos antigos comerciais. Me identifiquei muito com Lulu reconhecendo ele no palco, porque eu aqui de casa faço o mesmo quando aparece alguém do ídolos ou de outros programas.Ele tem notas precisas e alcance maravilhoso! Mentira! Nem entendo nada disso, só copiei o que Daniel falou, mas concordei. 

O que faltou? Faltou a esposa dele lá ao vivo naquele drama, poxa! Sofri com ela chorando ano passado, queria ter visto ela feliz.
O que podemos esperar? Certa vez, um candidato eliminado precocemente do ídolos, Saulo Roston, voltou em outra temporada e não somente conseguiu chegar as fases ao vivo, como venceu o programa. Sei que isso não é uma regra, mas diante aos candidatos já apresentados e a todo esse clima de superação, creio que ele é o candidato com maior potencial para vencer até então. 
O quão eu torço? 95%! Sempre gostei mais de Dr. Abobrinha que o Nino.

Bruna Tatto


Música: The Way You Make Me Feel - Michael Jackson
Cidade: São Paulo (SP)
Idade: 17
Técnico: Cláudia Leitte

A menina tem 17 anos, mas segundo ela faz tantas oficinas na Academia Brasileira de Black Music que acredito que sua maturidade vocal não corresponde a idade. Achei ela bem estilosa, e assim como Claudinha, gostei dos orgasmos que ela deu enquanto cantava. Em relação a apresentação dela não tenho o que criticar, mas em relação aos técnicos... Não sei o que foi pior, Daniel fazendo o passinho de Michael Jackson ou Carlinhos Brown fazendo rima e brilhantemente rimando coração com coração. 

O que faltou? Devolver o nariz pra Deena Love.
O que podemos esperar? Mais uma que será eliminada no tira-teima. Tem o perfil daqueles que a gente acredita, mas é eliminado repentinamente, tipo Gustavo Trebien ou Nado Motta, nas temporadas passadas.
O quão eu torço? 62%!

Teffy


Música: Set Fire to the Rain - Adele
Cidade: Novo Hamburgo (RS)
Idade: 28
Técnico: Não Selecionada

Teffy cometeu o pecado capital dos realities musicais do mundo moderno: cantou Adele. A não ser que fosse uma das músicas novas dela, cantar Adele é meio que suicidio. Sem contar que qualquer música de Adele me faz lembrar Pereirão transando em Fina Estampa, e não são na verdade o que posso chamar de boas lembranças. Achei Teffy extremamente simpática, me lembrou muito o carisma de Rully Anne, inclusive um pouco na rouquidão. Espero que ela volte em uma outra oportunidade mas avise o namorado/amigo/irmão que o acompanhou que aquela barba dele ficou parecendo um rabo de macaco enrolado em torno da cabeça


Ricardo & Ronael


Música: Fogão de Lenha - Chitãozinho e Xororó
Cidade: Unaí (MG)
Idade: 24/25
Técnico: Carlinhos Brown

Por um segundo eu achei que havia sem querer mudado de canal e colocado no Telecine onde passava Os Dois Filhos de Francisco, mas na verdade era só a produção focando na história de vida INTEIRA dos garotos. Mas apesar de não gostar de associar minha torcida a histórias bonitinhas, já que foge da proposta A VOZ, gostei desses dois rapazes. É um sertanejo diferente do que estamos acostumado hoje em dia, mais voltado pro estilo antigo. Como já disse, não entendo muito de música, mas foi impressão minha ou na dupla não existe segunda voz? Os dois cantaram a música inteira juntos. Duas coisas me deixaram angustiado: o excesso de maquiagem no rosto do sem chapéu e virarem a cadeira só no finzinho, MEU DEUS QUASE CHOREI COM ELES!

O que faltou? Alguém acordar Daniel. SOCORR Ele não abriu o olho um segundo da apresentação
O que podemos esperar? Duplas em The Voice não tem um histórico muito bom, mas aposto que eles terão o melhor desempenho de uma dupla. 
O quão eu torço? 92%! 


Hellen Lyu


Música: Valerie - Amy Winehouse
Cidade: Teodoro Sampaio (SP)
Idade: 24 anos
Técnico: Carlinhos Brown

Liu é mais uma ex-participante do Ídolos. Entretanto, acredito eu, que apesar de ter ficado em terceiro colocado, como a Nise, foi uma das participantes mais populares. Não sei se porque acompanhei muito a temporada que ela participou, mas ela destronou a maioria dos meus participantes favoritos, por isso carrego um pouco de rancor por ela. Além de que ela usava uma calça xadrez TERRÍVEL naquela época. Acho que usaram o método da cortina com ela para evitar que gritos da plateia talvez influenciasse os técnicos a virarem a cadeira, afinal, se a plateia a reconhecesse, já seria uma vantagem na disputa. Nunca fui muito fã de Liu, mas tenho que admitir que ela melhorou e muito. Enquanto conversava com os técnicos, ficava segurando o microfone com as duas mãos numa demonstração de estar sentido frio ou vontade de fazer xixi.  

O que faltou? Cantar em Italiano. 
O que podemos esperar? Meu candidato favorito que ainda não tenho sendo eliminado em uma disputa contra ela. 
O quão eu torço? 30%! Ainda não a perdoei. 

Carla Casarim



Música: Verde - Leila Pinheiro
Cidade: Londrina (PR)
Idade: 28
Técnico: Daniel

Daniel que havia cochilado durante a apresentação da dupla sertanejo só acordou agora e para fazer o que faz de melhor: ser aleatório. Achei ela uma fofa, dessas que a gente tem vontade de sequestrar, guardar num pote e levar pra casa, mas fofura só em fundamental em bolo de festa, em participante do The Voice precisa muito mais que isso. Adoro esse estilo samba, mas senti falta de força na voz dela em alguns momentos, mas Daniel, como eu já havia dito na outra participante escolhida, tem o dom de selecionar mulheres aleatórias para o time dele. As escolhas dele são tão sem lógica que creio eu que nas duas primeiras edições ele teve os times mais fracos da competição. 

O que faltou? Daniel não somente acordar para apresentação, mas acordar para a disputa. 
O que podemos esperar? Diante a aleatoriedade de Daniel, não espero mais nada. 
O quão eu torço? 25%!


No fim, os técnicos fizeram uma apresentação com uma música que eu amo, mas que estou com preguiça de comentar. Pois é gente, estou meio enferrujado, por isso demorei escrever meu review! Meu coração é grande, mas não cabe todos os participantes, então tenho que ser criterioso e dividi-los entre os que vou amar e os que vou odiar.

Até o próximo episódio.
Share on Google Plus

About Vinícius D'Ávila

Viciado em reality show, vive em um mundo paralelo onde acredita veemente que vive em uma especie de "O Show de Truman". Ficou anos em depressão após a morte de Juliet em Lost, mas já superou. Coleciona feijão enlatado na expectativa de um apocalipse zumbi. Seu maior sonho é virar técnico do The Voice, mas não sabe cantar - e nem quer aprender. Não usa óculos, mas achou que ficaria legal estar com esses nessa apresentação.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Você é SENSACIONAL! HAHAHAHAHA morro de rir com tudo o que você escreve, sério! SENSACIONAL!

    ResponderExcluir