American Horror Story 4x01 - Monsters Among Us


Pepper e Salty <3


Finalmente, depois de quase um ano sem nos deliciarmos com a mente perturbada de titia Murphy, a nossa série favorita de terror está de volta às telinhas, dessa vez trazendo um tema que assusta muita gente, inclusive este que voz fala: circo e show dos horrores. Se você imaginava que a série não poderia ficar mais creepy e assustadora do que já era, pode começar a mudar de opinião.

O ano é 1952, em Jupiter, Florida. Um show de aberrações acaba de se instalar na cidade e já sofre com um possível despejo por falta de dinheiro. Resta a Fraulein Elsa (Jessica Lange) correr atrás de novas atrações que chamem o público para o seu circo, antes que seja tarde demais. A primeira pessoa que encontra são duas gêmeas siamesas assassinas, cada qual com sua personalidade e jeito de ser, mas que não têm onde morar após a morte de sua mãe. A partir daí, passamos a conhecer o resto da trupe do circo, um mais bizarro do que o outro, mas que no fundo mostram ser pessoas com desejos e vontades como quaisquer outras, e que infelizmente são rejeitadas por uma sociedade que liga totalmente para a aparência.

O elenco, em sua maioria, é o habitual das outras temporadas, com exceção de novos "freaks" que foram adicionados somente devido ao tema da temporada. Sara Paulson tem duas cabeças, Kathy Bates tem uma barba, Evan Peters tem os dedos desfigurados e grudados e nossa querida Pepper faz uma participação mais que especial com seu irmão/parente Salty, provavelmente tendo sua história e o motivo pelo qual foi parar no Asylum contados. Como vilão, temos um palhaço mega assustador e assassino que rapta pessoas para motivos ainda não revelados, e que me deixou apavorado devido à minha coulrofobia. Todos parecem bem confortáveis em seus papéis, mas quem rouba a cena novamente é Jessica Lange, como uma imigrante alemã portadora de necessidades especiais com duas pernas mecânicas, e que esconde sua condição do resto do mundo atrás de uma personalidade forte e sagacidade que só a idade nos traz.

Foi um bom primeiro episódio, que serviu para introduzir a condição dos personagens e suas histórias individuais, além de criar diversos plots para serem resolvidos em um futuro próximo. Porém, a quantidade de freaks pode ser um fator que atrapalhará a série. Todos sabemos que titio Ryan não sabe lidar com grandes elencos e acaba por negligenciar metade deles. Espero que isso não aconteça em AHS como ocorreu em Glee, e possamos descobrir mais sobre a vida de cada um dos seres que habitam o circo. E você leitor, o que achou? Deixe seus comentários e até o próximo episódio de American Horror Story!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário