Grey's Anatomy 11x05 - Bend and Break



Um caminho sem volta.

Grey's Anatomy é uma série que sempre se propôs em mostrar a vida de casais e todos os dilemas que envolvem um relacionamento à dois. Tem gente se juntando, se separando, traições e de maneira muito fácil tudo se supera. Mas isso não é regra e de vez em quando os roteiristas precisam trazer um pouco de "realidade", mostrando que existem feridas abertas, fraturas expostas ou ligações rompidas que são irreparáveis. 

No caso, obviamente, isso se refere à Callie e Arizona. O casal já viveu de tudo, tentando superar logo em seguida. Mas as coisas já não estão dando certo há algum tempo e isso pode acabar sendo sensacional, já que a percepção do público em relação a isso vem desde o acidente de avião.  Os roteiristas absorveram a ideia do público ou simplesmente trilharam o caminho do fim desse relacionamento desde a nona temporada.


Gostei muito da dinâmica de cenas, com flashbacks pontuais e sessões com a terapeuta que coligavam com as situações corriqueiras. E nessas sequências quem brilhou foi Callie. Aliás, dessa storyline ela é a protagonista. Sinto muito Arizona, mas você é quem estava levando a nossa querida personagem para o marasmo da chatice. Callie sempre teve muito potencial, suas histórias na maioria das vezes rendiam boas cenas e nos fazia torcer, mas de um tempo para cá tudo ficou limitado a brigas banais e e conflitos de incompatibilidade. Não precisamos mais disso. Acredito que ambas tem muito a crescer com histórias individuais e é assim que as coisas precisam ser daqui para frente. 


Além do novo projeto que Callie divide com Owen e Jackson, essa nova amizade que está brotando com Meredith promete ser uma das melhores coisas que está vindo com essa separação. Meredith também passa por momentos difíceis no casamento e o apoio uma da outra pode ser importante, e divertido. Porque tequila sempre ajuda.


Com Arizona a situação já não me anima tanto. Apesar de todos adorarem a atriz Genna Davis, particularmente, não me simpatizei com a personagem e acredito que para ser badass não precisa ser antipática.  Ainda é muito cedo para dar um ultimato, mas aposto que pode rolar pegação entre as duas. 
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Adorei esse episodio. Foi bom demais. Amei mto a junção Callie e Meredith. As falas foram verdadeiras pérolas.

    ResponderExcluir