The Vampire Diaries 6x01 - I'll Remember (Season Premiere)


Negação.

Esse estado de espírito está consumindo tanto Elena quanto muitos fãs da própria série, que conseguiram elogiar alguma coisa nessa premiere. O fato é que The Vampire Diaries perdeu toda a sua essência e se tornou de longe bem diferente daquela que a gente acompanhou durante as três primeiras temporadas. A vontade de ver tudo com otimismo é grande, tanto que retornei pra essa premiere sabendo o que poderia vir de ruim depois de tudo o que aconteceu no season finale. A série já mostrava declínio desde de sua quarta temporada, mas foi ao final da quinta a percepção de que não haveria caminho de volta.

É um grande erro produtores executivos que criam spin-offs, se dedicam a eles e deixam a série mãe de lado, e parece que é isso que está acontecendo desde que Julie Plec resolveu criar The Originals. A série se manteve numa boa crescente em sua primeira temporada, enquanto TVD só decaiu. "I'll Remember" foi a prova concreta do descaso que estão tendo com a série, trazendo um recomeço que não trás nenhuma esperança de que esse sexto ano será bom. 

Se você já reclamou de Elena e do quanto ela era chata, se prepare por que nessa premiere ela ultrapassou os limites da chatice e da irritação. Um estado de negação que dura mais de quatro meses não é nada legal. Além de que o lance das ervas alucinógenas que a faziam ver Damon era pra ser algo que movimentasse o cenário, só que assim como todo o episódio isso apenas deu sono.

O mais estranho é que esse episódio não trás algo novo em relação a mitologia, que sempre esteve muito presente na série. Uma mitologia que foi muito bem construída em três temporadas, mas que foi rapidamente destruída em duas e que pensando bem não faz nem muita diferença a essa altura do campeonato, já que muita gente não se importa mais.

Caroline, mesmo sendo a personagem mais "normal" nessa premiere, ainda precisa suar um pouco mais para voltar a ser aquela que a gente adorava. Desistir da faculdade e viver na fronteira fazendo piqueniques com a mãe não é algo muito promissor na hora que dizer que está seguindo em frente. Lembrando que agora Mystic Falls não tem magia e nem permite a entrada de vampiros, fazendo do objetivo de Caroline tentar reverter isso.

A cidade que já teve de tudo, agora se torna totalmente inútil, já que abriga dois dos três personagens mais irrelevantes da série: Jeremy e Matt. O terceiro é Tyler, que milagrosamente conseguiu ingressar na faculdade tendo faltado um ano inteiro. A diferença agora é que Tyler voltou a ser humano, mas com o seu lado lobisomem adormecido, esperando apenas ele matar a primeira pessoa que cruzar o seu caminho para despertar a maldição. Sem esquecer também que ele e Liv irão se pegar em algum momento.

A presença de Alaric não trás o grande impacto que poderia trazer se Damon estivesse vivo. O personagem está ali mais como um aconselhador para Elena e a galera adolescente. O que dá para perver é que como será ele o responsável por apagar da mente de Elena o amor que ela sente por Damon, isso pode acabar trazendo conflitos entre ele e o amigo, já que é mais do que óbvio que Damon e Bonnie irão voltar.

Falando em Damon e Bonnie. Será o lugar onde eles estão um outra espécie de limbo? Achei muito sem noção. Confesso que preferia mais um lugar sombrio do que aquele comercial de margarina com o casal feliz. Mas como nada mais em TVD faz sentido...

O que resta é me despedir dessa review com o sentimento de decepção por ver a série que eu sempre gostei e defendi tanto se tornar isso o que a gente viu. Desculpem-me os fãs que ainda veem coisas boas, ainda estou tentando enxergar algo que me faça ter esperanças de que a série possa fazer pelo menos um temporada satisfatória, mas está bem difícil.

PS: Stefan é o personagem mais sem expressão e vida ever.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário