Agents Of S.H.I.E.L.D. 2x04/2x05 - Face My Enemy/ A Hen in the Wolf House


Esses dois episódios de Agents foram simplesmente sensacionais. O equilíbrio entre a ação e o suspense fez com que o ritmo do episódio fluísse muito bem e deixasse aquele gostinho de quero mais. É gratificante ver como AoS cresceu nessas duas temporadas e como o plot principal é sólido e bem amarrado.

Como mencionei na review anterior, a HYDRA tem um poder tecnológico gigantesco e isso é um grande problema pra S.H.I.E.L.D. Se formos comparar em números, a HYDRA está muito mais a frente, já que possui mais agentes e como vimos em “A Hen in the Wolf House”, agora tem o Obelisco em mãos e ainda conta com o apoio do pai da Skye, que é um louco. Só não dou a S.H.I..E.L.D por vencido porque ela tem algo que eu acredito que vá fazer toda a diferença numa batalha direta: Skye. A origem dela é um mistério e provavelmente ela tem algum tipo de poder que vai ser a última cartada da S.H.I.E.L.D. Alguns agentes da organização inclusive suspeitam que a nossa 0-8-4 possa ser uma alienígena. É uma hipótese extremamente válida, considerando que ela não foi afetada pelas escrituras que o Coulson rabiscou nas paredes.

Aliás, essa vontade louca de entalhar símbolos que invade o Coulson é outro grande mistério da série. O Garrett quando começou com isso, pirou e não durou muito tempo. O próprio Coulson acha que isso pode acontecer com ele e inclusive já pediu pra May matá-lo caso ele fique fora de controle. O que Coulson e Garret têm em comum é que eles tomaram aquela injeção de GH325 e, como é uma substância alienígena, acabaram afetados. Porém, a Skye também tomou o GH325 e até o momento não apresentou esse sintoma. Por isso a teoria de que se ela não foi afetada, é porque ela já carrega o GH325 no seu organismo.

Não poderia deixar de mencionar as deliciosas cenas da May e do Coulson na missão de campo. Os dois têm química e funcionam incrivelmente bem. Reitero que de todos os personagens, a May foi a que cresceu de forma estrondosa e vem reforçando a cada episódio sua imagem como líder, além de ser pessoa de confiança do Coulson.

A suspeita de que o pai da Skye seria um vilão se confirmou nesses episódios. Vimos que ele tem pouco controle sobre sua raiva e age no calor da irritação. Acredito que a Skye é um dos fatores que mais lhe desestabiliza e essa visão que ele próprio tem de que é um monstro vai causar muitos estragos.

A atitude do Coulson de não esconder mais nada da Skye é muito positiva. Ela já vinha demonstrando inquietação com o segredo do Phil e não tinha medo nenhum de confrontar o diretor da S.H.I.E.L.D. na frente de todos os agentes. Não que apenas essa impulsividade seja motivo, mas acho que esse plot do “vamos proteger a Skye” já foi suficiente na primeira temporada. Ela evoluiu muito de lá pra cá, já mostrou que aguenta revelações bombásticas e provou ser digna de confiança. Os dois precisam dessa relação sincera.

Uma coisa que eu gostei muito de ver em AoS foi a adição dos novos personagens e como eles estão sendo bem aproveitados. Não é aquela coisa de só compor elenco e não ter uma função útil. A aparição da Bobbi foi simplesmente genial e amarrar a história dela com o Lance vai render muitas risadas. Eu sempre digo que toda série precisa do seu alívio cômico e o ex-casal vai trazer muito humor pra AoS.

Além de divertir, Bobbi ainda salvou o dia quando resgatou a Simmons. No momento que o Coulson recusou a oferta da Raina e disse ter um plano, já imaginei que ele tinha outra pessoa infiltrada na HYDRA. 
E pra quem não sabe, a Bobbi é uma personagem saída dos quadrinhos. Na HQ, ela acaba virando a Mockingbird.

Fiquei super feliz com a volta da Simmons. Optar por trazê-la de volta no momento em que o Fitz percebe que conversava com uma alucinação foi uma decisão acertada. O gênio começou a sair da sua bolha e nada melhor para ajudar nessa transição do que sua melhor amiga. Percebi que em “A Hen in the Wolf House” ele conseguiu completar suas frases sem pausar, mas fiquei na dúvida se isso foi apenas um descuido dos produtores ou se foram sinais de que ele está se recuperando.


PS: Graças a Skye sensitiva, descobrimos que os símbolos que o Coulson e o Garrett entalhavam são na verdade um mapa. A pergunta agora é: Um mapa para onde?

E vocês, o que acharam dos episódios? 
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário