Grey's Anatomy 11x08 - Risk (Winter Finale)


Crueldade.

Essa é a unica maneira de definir o que Shonda Rhimes está fazendo com o casal April e Jackson. Preciso confessar que estou com uma espécie de sentimento de culpa por tudo o que falei do plot do casal nas ultimas semanas. Porém, não deixa de ser razão o fato deles não precisarem desse tipo de drama. E o pior é que agora a coisa toda foi elevada a um nível muito mais elevado, num caminho quase sem volta. 

O acontece é que nenhum médico do Grey Sloan Memorial pode ter um filho em suas condições normais. Shonda Rhimes além de problemas com irmãs, deve ter alguns traumas em relação à gestação, porque não pode ser possível que tudo precise ser dessa maneira. Fico imaginando quão bonito seria mostrarem um parto natural, sem grandes dramas e trazendo a conclusão de mais uma fase para o casal que muitos aguardaram para ver juntos. Mas crueldade é tanta que não basta apenas ter um problema, o problema também precisa ser sem solução para acabar de vez com o coração de quem acompanha a série. A doença do bebê de April e Jackson é tão grave que nem Drª Moribunda Herman consegue ajudar. Corre o risco de mais para frente inventarem uma cirurgia milagrosa que salve a vida da criança, mas convenhamos que isso seria extremamente forçado.

Mas uma forçação de barra que já está acontecendo é a situação envolvendo a própria Drª Herman. O fato de Amelia dizer que pode retirar o tumor dela é uma das coisas mais manjadas que já aconteceu na série. Era obvio que Arizona não iria deixar o assunto morrer junto com a mentora e tentaria pelo menos ajudá-la de alguma maneira. Honestamente, não acho essa história muito interessante e não vejo o porque da gente ter que ficar vendo Geena Davis com seus impulsos sexuais. A única coisa boa disso é o destaque em Arizona de uma forma positiva e fora do mimimi com Callie.

E falando em Callie, o assunto com os ex-soldados não está sendo tão interessante. Sara Ramirez continua muito competente no quesito atuação e consegue emocionar com o mais simples, mas nada ali foi de se chamar atenção. Acredito que o caso dos dois amigos tinha tudo para ser mais emocionante, mas não deram tanto destaque. Owen, que até então continua bem apagado começa a desenvolver uma ligação com Amelia e ao que tudo indica eles podem formar o novo casal do hospital. Porém, algo ainda me diz que pode rolar alguma coisa entre ele e Callie também, e quem sabe um triângulo amoroso a partir daí. Pode não ser uma boa ideia, mas é uma situação nova e a série está precisando disso.

E depois de muita discussão, parece que o relacionamento de Meredith e Derek está mesmo prestes a desmoronar. O casal não se entende mais, seja em casa ou no trabalho e a nova proposta do Presidente veio na hora mais conveniente. Derek aceitou o trabalho e só saberemos se ele vai realmente para Washington depois do hiatus. O que dá mesmo uma ideia de fim de relacionamento são os flashbacks e as narrações de Meredith que são sempre muito pontuais. Em algum ponto da história eles ficarão juntos e felizes novamente, mas o interessante é acompanhar o que acontece entre um ponto e o outro. Maggie que caiu de paraquedas no meio dessa briga pelos menos conseguiu ter uma pequena evolução no relacionamento com a irmã e o inicio de alguma coisa com o pai, o que torna tudo mais leve e bom de acompanhar. Talvez o apoio dela nessa nova fase de Meredith acabe sendo crucial para que as situações sejam bem resolvidas.

PS¹: O que está acontecendo com Bailey? Gravidez?
PS²: Jo está um saco. Se continuar assim vai acabar indo para a lista negra de Shondanás.
PS³: Grey's Anatomy retorna no dia 29/01/15
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário