The Originals 2x08 - The Brothers That Care Forgot


A proteção de uma inocente. 

Chegou o momento em que o circo começa a se fechar para valer e quem está correndo o maior risco agora é Hope. Está sendo incrível a forma como essa trama vem sendo direcionada e como apenas um plot chama vários outros. No entanto, tudo isso culmina no que Esther tem planejado para os filhos e para a neta e a tendência é que os problemas só aumentem. 

O retorno de Rebekah foi ótimo e ver o quanto ela está dedicada em proteger Hope é de se admirar. Ela ainda sonha com uma impossível, mas possível vida humana onde poderia criar seus próprios filhos, mas Rebekah tem o pé no chão e se mostra mais inteligente agora, tanto que logo ela percebeu que Elijah não estava em seu estado normal. A magia de Esther é realmente muito forte e tem efeitos colaterais gravíssimos. Elijah está fazendo o que ele mais abomina e isso inconsequentemente, imagino eu. O comportamento estranho do personagem já estava perceptível desde que o próprio Klaus teve a tarefa de contê-lo, quando na maioria das vezes sempre foi o contrário. Além disso, Klaus finalmente descobriu os verdadeiros motivos de Esther ter ido atrás de Hope, o que causou certa urgência nele em querer resgatá-la. Adorei a cena em que ele fala com Hayley que eles irão ver a filha. O close no rosto de Hayley/ ela seguindo ele/ tela preta/ The Originals.... foi um ótimo cliffhanger e eu não vejo a hora de acompanhar esse encontro que tem tudo para ser super emocionante. 

Falando em Hayley, me digam qual é o motivo para que exista essa trama de ritual da matilha forçando ela a se casar com Jack? Tudo ali é até bem construído e trás um grande questionamento para a personagem. Mas o que eu vejo é apenas um pretexto para inserirem os lobisomens na trama. Fora que corre o risco do ritual não dar certo e toda a matilha se voltar contra eles quando não se livrarem da maldição. Quem também está com cara de que vai se virar contra é Kol, mas talvez por motivos próprios.  Achei que ele se convenceu rápido demais ao passar para o lado de Klaus e isso cheira a treta. A traição da parte dele não seria necessariamente ligada a Esther, já que ele é totalmente diferente de Finn. Kol é egocêntrico e a única coisa que ele almeja é liberdade. Sobre seu relacionamento com Davina também fica a dúvida de o quanto ele está apaixonado pela moça e até onde ele pode protegê-la antes de atrapalhar seus planos.

Com Cami a situação é mais complicada e tenho um grande medo que de fato no futuro ela venha a ser hospedeira de Rebekah.  Não sabemos até onde pode chegar a magia de Esther e talvez a nossa querida original possa acabar sendo refém dessa emboscada, involuntariamente.  Ainda mais sabendo que a atriz Claire Holt não é mais fixa na série e que os roteiristas talvez queiram manter a personagem na ativa.  Poderia ser um tiro no pé, como também poderia ser interessante para a narrativa da série. É pagar pra ver.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário