The Voice Brasil 3x09/3x10 - Tira-Teima - Parte 1 e 2



Já era esperado que na fase Tira-Teima temos as eliminações mais revoltantes É muita gente que esperávamos ver longe saindo sem tempo para dizer adeus. Inclusive, isso acabou rendendo uma postagem aqui no blog sobre as mudanças necessárias que Boninho deveria fazer para tornar o programa menos revoltante. Caso ainda não tenha lido, você pode ler (clicando aqui).

Como na fase das batalhas, resolvi reunir toda a fase em uma postagem só. Mas como são 32 apresentações, eu não conseguiria nunca escrever sobre uma a uma, então as dividi em 8 grupos de 4, assim como os técnicos dividiram.

E vamos ao desabafo...

O primeiro grupo




Alguém tinha dúvida do resultado dessa disputa? Sem dúvidas o time de Daniel, NOVAMENTE é o time mais fraco. Com exceção de Kim Lírio, os outros três tem baixíssimo apelo popular, fazendo com que seja qual fosse a escolha do Técnico, o impacto na disputa seria o mesmo: nenhum. Jésus Henrique foi o primeiro a cantar, escolhendo "Lilás" de Djavan. Mais batido que isso só se cantasse "parabéns para você." Cade a criatividade, galera? Eu não consigo ter nenhuma empatia por ele. E não é somente por ele insistir em usar um cavanhaque que mais parece uma xana ou por não ter conhecido roacutan quando adolescente, mas é porque acho a voz dele muito genérica.

Logo em seguida vieram os "irmãos mais apaixonados do BrazzzzzzzzzzzzzzzzzzzRONC". Desculpa Kiko e Jeane, mas esse slogan já tem donos e são dos Lannister:


Quem assiste a Game of Thrones provavelmente entenderá a piada, já quem não assiste POR FAVOR COMECE ASSISTIR

Os dois não satisfeitos de parecerem banda de formatura, foram vestido como lembrancinhas de casamento. Eu jurava que a qualquer momento eles iam se desembrulhar e revelar que eram bombons de verdade. Achei bonitinho inho inho no nível: não faço questão de ouvir de novo.

Depois veio  Kim Lírio que realmente foi o melhor do grupo cantando "Dream On" do Aerosmith que além de carregar a fama adquirida no Ídolos, canta um estilo diferente de todos os outros do time de Daniel, fazendo assim por merecer o seu espaço.

Por fim, Ricardo Diniz que eu particularmente gosto, provou que o time do Daniel nessa noite havia treinado no videokê. Cantando "Caçador de Mim" ele colocou gritos onde a música não pedia, tentando surpreender com uns uivos fora de hora. Só faltava Kim Lírio ter cantado "Pintura Intima" de Kid Abelha, e entre as frases do refrão, completar: "em cima da cama, debaixo da escada".

No fim o público fez a escolha mais fácil da noite; Kim Lírio foi salvo com 46% dos votos. A surpresa foi a escolha do técnico. Depois de tantos elogios a dupla e do estilo de Ricardo Diniz se aproximar mais do estilo do Daniel, fiquei em choque quando ele selecionou Jésus.

Mas Daniel discordou não só da opinião de TODOS os técnicos como de grande parte do público.

E para piorar a situação do coitado do Ricardo, sabe o que é pior que ser eliminado? É ser lembrado como "o cara que cantou Fábio Jr." como Carlinhos Brown fez ao não lembrar o nome dele.

Enquanto na TV: 


Daniel sendo Daniel


Em minha casa: 

Ta amarrado em nome de Jésus!

Eu apostava em Kim Lírio e Kiko & Jeanne na próxima fase, e tive apenas 50% de acerto. Não se acerta tudo nessa vida. 

Segundo grupo



Claudinha realmente tem (ou tinha) o time mais forte da temporada. Seus dois quartetos teriam perdas sofríveis seja lá quem fosse, com exceção de Amarildo que estava fazendo hora extra no programa. Quando um participante de uma disputa musical é mais comentado pelo romance que formou dentro da disputa do que por suas apresentações, algo tem que ser revisto,

Esse quarteto em questão, ao meu ver foi o quarteto mais forte de toda a fase. Então a expectativa era imensa. 

Leandro Buenno começou pelo time de Claudinha e apesar de ser meu favorito, foi meio assustador. Parecia meio fora do tom e demorou entrar no ritmo. As outras duas músicas dele foram tão surpreendentes que nessa me decepcionei por ter criado expectativas. Eu sempre curti o estilo de vestir dele mas nunca consegui definir o porquê. Hoje entendi: ele se veste como sobrevivente num apocalipse zumbi e se tem uma coisa que eu amo nessa vida é apocalipse zumbi. Nunca perceberam como mesmo no fim do mundo a galera não perde o estilo? 

Lui Medeiro foi a grande surpresa. Não que ninguém soubesse que ele era realmente bom, mas transformar Oceano, do tédio ao magnifico é sim de surpreender. 

Millane Hora se não bastasse todo amor que eu já sentia por ela, escolheu uma das músicas favoritas "Vapor Barato". Para mim ela era a participante mais completa da temporada. Fez uma apresentação incrível fomentando o que eu já esperava: independente do resultado, eu iria sofrer naquela noite. 

A última apresentação foi de Priscila Brenner. Em sua apresentação 3 coisas precisam ser destacadas. Primeiro que na hora da apresentação Bruna Góes (ex-participante da temporada passada) denunciou via twitter que Priscila vestia um modelito idêntico ao seu. Segundo que Priscila tem uma personalidade de camaleão já que em CADA apresentação seu penteado e roupas a faz parecer outra pessoa totalmente diferente. Nas audições as cegas parecia Tata Werneck imitando Roxanne, depois veio de princesa da Disney e por fim se encerrou fazendo a Carla Perez antes da fama. 

Sempre achei Priscila não merecedora de tanta atenção. Uma participante que liderava visualizações em videos que fugia da minha compreensão. Mas Priscila foi um das duas candidatas que calou minha boca nessa fase. A voz dela é realmente diferente e não são somente efeitos aplicados. Além de apresentar uma musicalidade incrível. Não virou minha torcida oficial, mas me mostrou que eu estava sendo injusto com tantas criticas. 

Diante de um quarteto como esse, como não sofrer? Quando seu favorito se sai o pior do dia, mas ainda assim você torce por ele?

Acho que nem eu, nem Claudinha, nem Thiago, nem mãe Diná, nem os próprios candidatos, esperavam esse resultado. Lui não era somente o de menor curtidas no facebook, mas os outros representavam uma estrondosa popularidade no time de Claudia. Cheguei apontar Millane como possível vencedora,  porque ela não lidera em torcidas, mas todo mundo gosta dela. Então ao ver seus favoritos saindo, muitos migrariam para Millane. Priscila liderava nos vídeos mais vistos e Leandro Buenno tem a página do face com mais curtida entre os cantores de Claudia. Então ver Lui salvo, foi deixar Claudia diante uma escolha de Sofia, onde qualquer decisão resultaria em perda. 

Acho que para primeira votação, não podemos achar que algo já está definido. Muita gente precisa ver seu favorito quase eliminado para acordar para disputa. E se tem alguém com potencial para destronar Nonô Lélis, esse alguém é Leandro Buenno. Claudia não foi somente inteligente, mas foi coerente. The Voice é uma disputa e não local para satisfazer nossos gostos pessoais como Daniel sempre faz e Lulu passou a fazer nessa temporada.

Na TV:


Thiago não escondia a felicidade

Na minha casa:


Eu não sendo atendido em minhas orações

Nada contra ao o Lui, mas por mais que ele tenha ido bem não tive como ter outra reação com ele sendo salvo contra pessoas tão fortes. E ainda que Leandro seja minha torcida preferencial, não tem como não se entristecer com a saída de Priscila e Millane, talvez as duas eliminações mais precoces da temporada. 

Eu poderia jurar que seria Millane Hora e Leandro Buenno os classificados (Sendo Leandro pelo público e Millane por Claudinha). Novamente, apenas 50% de acerto.


Terceiro Grupo


Eu acreditava que Hellen seria salva pelo público e Rose por Brown, já que se depender de  Brown, Rose será sua finalista. Mas novamente percebi que nessa temporada nada sabemos.

Primeiro que aprendi amar Hellen Lyu apesar de tê-la odiado no ídolos. Mas o que ela fez aqui? Não consegui descobrir em que língua ela cantava. E sinceramente, quem escolheu essa música para ela não a queria na competição. Parecia uma religiosa orando em línguas. 

Romero Ribeiro não foi nada diferente do que ele faz sempre. Acho que o pagode tem esse problema de não permitir muitas surpresas ou diversificação na apresentação. Para tentar "inovar" tirou uma flor de dentro do bolso que eu achei tão barango quanto usar crocs em público.

Rose Oliver é muito boa e nem tenho o que criticar em sua apresentação. Mas ela é uma versão Ellen Oléria com menos presença de palco. Não só na aparência física, mas no estilo musical, na potencialidade da voz. E toda essa semelhança faz com que eu não crie tanta simpatia por ela, pois prefiro vencedores de diferentes estilos e vozes.

Vanessa Borges que entrou descalça na primeira apresentação, voltou parecendo atendente da tim num salto imenso e uma música tediosa. DETESTEI. Pô amigo, assim não tem como te defender.

Ainda que Hellen e Vanessa não estivessem em seus melhores dias, não imaginava que seriam eliminadas para deixarmos Romero. Mas diante o fraco desempenho das duas na noite, as perdas foram menos sentidas.

Na TV:

Thiago jogando na cara que o público discordou dos técnicos

Em casa:

Cês tão loucos? Cês tem problemas?

Novamente, 50% de acerto.

Quarto Grupo



Eu já contei minha admiração por Danilo Reis e meu repudio por Rafael diante a sua insignificância na dupla. E já relatei como acho que Edu Camargo já deu o que tinha que dar. E ainda que Twila pareça meu despertador da época do 1100 enquanto canta, ela e Dudu eram minhas apostas dos quais estariam na próxima fase. 

Danilo Reis & Rafael cantaram Planeta Água e eu me senti novamente na minha apresentação de formatura da quarta-série. Rafael teve seu melhor momento no programa ao assobiar no início da canção. Gente, eu JURO, mas não consigo ouvir a voz do Rafael. Até coloquei fones de ouvidos, mas não o ouvi.

Dudu Fileti como sempre foi impecável. Com aquela carinha de psicopata que a qualquer momento vai matar metade das pessoas que estão na plateia é de apaixonar. Ele parece muito introspectivo pessoalmente, mas que se transforma em palco.

Edu Camargo acho que ele grita tanto quanto Twyla mas que não fica de maneira harmônica. É um timbre meio parecido com buzina e eu sinceramente não gostei de NENHUMA apresentação dele. Pode ser que seja falta de identificação com o timbre, mas isso corresponde a visão de grande parte do público.

Por fim Twyla foi bem melhor que na fase das batalhas. Com mais fôlego e defendendo seu estilo, ela é uma boa representante do Rock e apesar de não ser fã de gritos, acredito que seja parte da sua personalidade e sem eles ela perderia muito da essência. 

Se eu tivesse poder de escolha e se eu fosse apostar em algo, seria Dudu e Twyla para próxima fase, já que Vitor e Vanutti são melhores e de dupla sertaneja já basta uma nas fases finais. Entretanto, Danilo e Rafael sendo preferidos pelo público e Lulu numa paixão inexplicável por Edu, fizeram com que lamentavelmente os dois ficassem de fora.

A indignação nem é tanto por Twyla, mas sim por Dudu. Dudu teve apresentações surpreendentes, e tem maior apelo popular, por que então optar por Edu? 

E é esse comportamento que não estou compreendendo em Lulu. Ele sempre foi de optar por candidatos que fugiam das suas preferências pessoais, mas eram favoritos do público. E agora ele está arrastando Edu em detrimento de pessoas que foram melhor que ele. Primeiro Rose e agora Dudu.

Até quando?


Na Tv:




Em casa:

Inconformado com Lulu e sua incrível habilidade autodestrutiva

Nesse eu errei 100%. Chocado!

Quinto Grupo



Um quarteto relativamente fraco, quando comparado com o primeiro do time Brown. Eu salvaria somente Joey desse grupo e a outra vaga deixaria ou para Helen ou para Vanessa. 

Isadora Morais começou tentando mostrar a todos que canta outros estilos, mas só provou que deveria ficar no canto lirico. Joey Mattos - que segundo Thiago é aquele que todos querem ser amigos - foi incrível e o melhor do quarteto. Uma das escolhas mais justas por parte do público. Já Paula Marchesini fez a melhor apresentação da sua trajetória com seu penteado de Maria Rita e estilo de Ana Carolina, 

Joey Mattos, como diria Thiago, aquele que todos nós queremos ser amigos, tem uma presença de palco perfeita e se fosse uma corrida estava anos luz na frente das outras três. Esse grupo é realmente um dos mais fracos e ouvindo Joey cantar com essa roquidão e marra, não tinha outra opção, que não a se apaixonar.

Paula Marchesini é hilária. Quando a filma nos bastidores a gente acaba desejando ser amigo dela e tirá-la no amigo oculto de fim de ano. A música combinou com ela e esse rock nacional que ela canta combina com o estilo dela. Apesar de ter sido cativado por ela, a vejo como forte competidora nesse grupo, mas fraca na disputa em geral. Entretanto, na TV de Fernanda Sousa, Paula liderava como a favorita.

Por fim Princess La Tremenda conseguiu tirar a imagem terrível das batalhas em que ela não conseguia cantar e dançar ao mesmo tempo sem perder o fôlego e manter a afinação, mas ainda assim, tremenda é minha paciência com vocês que eliminam na batalha pessoas como Rafaela Mello mas levam Princess. 

Após Joey ser salvo pelo público, tivemos essa cena maravilhosa de colocar Cristina de Alma gêmea no chinelo diante nossa querida Isadora. 

Na tv:

Olha a cara de vilã de Isadora putissima com a esolha de Brown. HAHAHAHA

Na novela que citei, Cristina a vilã faz cara de cobra ao ver sua prima (Luna) ser chamada para dançar pelo mocinho (Rafael) da trama. Gente! A tua cara não nega Isadora. 

Numa temporada em que nossos favoritos são eliminados precocemente, vamos comemorar!

Sexto Grupo


Carla Casarim estava tão vestida de ex-grávida pós-parto que a todo momento eu procurei por uma enfermeira na plateia segurando uma criança. Hoje quando a vejo cantar entendo o que os técnicos dizem com "canta com verdade". Ela representa muito cada palavra que diz, além de trazer uma simplicidade e carisma naturais em toda sua faça. Sem contar em sua voz que é impecavelmente afinada. 

Logo em seguida Kynnie Williams chegou confundindo os programas e apareceu vestida de Wanessa Jackson. Com um aplique deixando seu cabelo imenso, eu poderia jurar que ela ia se pendurar no teto para fazer malabares. Ela fez uma apresentação gostosinha, mas nada que me fizesse tirar minha bunda preguiçosa do sofá e ir para o computador votar. 

Thiago Soares me fez perguntar o porquê dele ainda estar ali. Ele tem pouca personalidade e até mesmo dentro do seu estilo, que é o pagode eu me confundo se na verdade ele é isso mesmo. Essa fala te identidade torna suas apresentações mornas e sua torcida inexpressiva, fazendo com que eu me pergunte: tem como eliminar e trazer alguém de volta?

Por fim Vitor e Vanutti que são sem dúvidas a melhor dupla da competição! Arrisco ainda mais dizer que são muito melhor que muitas duplas sertaneja de sucesso da atualidade. Além de afinados e bonitos, cantam um estilo extremamente popular. Era óbvia a vitória.

Considerando que dificilmente um técnico leva alguém do recém chegado no time pelo "peguei" adiante (a não ser que o participante seja salvo pelo público), era óbvio também a vitória de Carla, já que os outros dois, originalmente eram de Brown e Claudinha.


Na tv: 


Daniel fazendo boas escolhas. Isso é raro!

Em casa:


Yes!
100% de acerto! Ufa!

Sétimo Grupo



Lulu comenta da força do time dele e eu realmente reconheço que em todas temporadas Lulu começa com o time mais forte. Mas no decorrer dela, todo ele se perde.

Acreditei que Deena Love poderia surgir vestida de Pedro, já que Lulu no fim das batalhas disse que queria vê-la assim. Mas acredito que a própria Deena tenha se recusado. Afinal, são poucas apresentações no decorrer do programa e o personagem Deena que é sua imagem comercial, a artista e não o Pedro. É o mesmo que pedir Carla Casarim para cantar axé ou Vitor e Vanutti cantarem separados. Não há porque. Deena inclusive que não ajeitou a peruca e parecia estar com um ovo na parte de trás da cabeça, foi como sempre, ótima. Apesar de eu gostar mais do seu personagem que seu timbre, fazendo com que diante esse grupo eu não a levasse para a próxima fase.

Logo em seguida veio Gabriel Silva com toda sua vontade. De casa a gente sente que ele é o participante mais empolgado nessa disputa. Ele é excelente e parece usar todas os artifícios para cativar a galera de casa. Pula, grita, gesticula. Pela performance demonstra ser o com maior vontade de vencer. Mas é inegavelmente um participante em desvantagem, já que grande parte do público do programa é jovem e não se identifica com o estilo do candidato. Mas pelo talento, ele merecia continuar.

Maria Alice aprendeu muito na época do Ídolos. E a principal lição foi que mais do que cantar bem, é necessário escolher bem a canção. E tem algo mais acertado que escolher a música de trabalho de uma banda que acabou de vencer um reality show? Provavelmente o público dos dois programas é o mesmo e Maria Alice conseguiu se sair melhor que banda Malta cantando Memória. Em um mundo justo, ela passaria para próxima fase pelo público.

Por fim, Nonô Lellis que eu não consigo compreender o porquê de tanto favoritismo. Ela canta legalzinho? Sim. Mas fica no chinelo (ou na rasteirinha como ela prefere usar) diante tantas vozes. Sei que cativar o público é importantíssimo, mas ganhar um reality show apenas por ser fofa é algo meio demais. Ela tem uma voz muito crua e se perde muitas vezes no palco andando de um lado para o outro. Tenho receio que ela se consagra vencedor e somente alguém bem forte também entre os adolescentes conseguiria destroná-la, como Kim e Leandro. 


 
É isso mesmo Brasil? 59%?


Em casa:
Amiga, assim não tem como te defender. 


Apesar de discordar não tinha dúvidas de Nonô sendo salva, a surpresa veio em Lulu optar por Maria Alice.

Oitavo Grupo



Por fim, o time de Claudia Leitte que sem dúvidas é o mais forte trouxe 4 apresentações relativamente boas, mas uma decisão que poderia ser fácil.

Começando com Amarildo Fire, um "peguei" extremamente desperdiçado. Ele fez a melhor apresentação do programa, mas mais pela dança que pela voz. Se fosse dança dos famosos, eu com certeza torceria por ele, mas no The Voice o máximo que consigo é pedir com calma para deixar o palco e voltar para os braços de Vanessa.

Logo em seguida veio Kall Medrado. Todos que acompanham o blog sabem como antipatizo essa mulher. O choro dela forçado sem lagrimas, a vitimização com histórias de superação, e suas apresentações ofuscadas por outras favoritas fizeram com que eu torcesse precocemente pela sua saída. Tive que engolir o orgulho e reconhecer que Kall é uma das melhores participantes dessa competição. Nessa fase ao vivo, manter o nível e ainda, ao meu ver, nos prestigiar com a melhor apresentação da fase, é merecedora de nossa torcida. 

Nathalie Alvim foi muito bem e traz consigo um fator que me ganha. Não ter conseguido passar na primeira oportunidade e logo depois superar diversas fases. Nathalie não tem um grande público e não merece vencer, mas acho que ela merecia um lugar nas finais diante ao bom trabalho que ela vem desempenhando. 

Por fim Nise Palhares que vem usando de muleta o sucesso adquirido no Ídolos não chega perto do que ela um dia foi. Músicas não muito bem escolhidas, apresentações mornas, performances pouco marcante e voz não muito explorada. Acho que se ela fosse desconhecida dificilmente passaria do Tira Teima, mas nem todos nessa corrida começaram a correr do mesmo ponto.. Programa que, inclusive, tem um representante na fase final em cada time. Maria Alice do Lulu, Nise da Claudia, Kim do Daniel e Romero do Brown. 

O público foi óbvio, restando Claudinha a única saída: ser justa. 

Na Tv:

Dessa vez com lagrimas, amiga! Por favor!

Em casa:



E o que eram 32 se tornou 16. A fase mais revoltante não se dá apenas pelos equívocos dos técnicos ou pelos critérios do público. Meu gosto não é o mais importante e o que seria do vermelho se todos gostassem do amarelo? Meu principal ponto é a forma como a fase acontece. Mudanças precisam ser refeitas, inclusive elas foram sugeridas na postagem indicada no início da postagem. 

O fato é que, na falta de um favoritismo assustado como de Ellen e Sam, a temporada está imprevisível. Ainda que Nonô aparenta ser favorita pelo público, não é nada grandioso que não possa ser mudado.

É isso meus caros, essa é uma temporada de surpresas. 
Share on Google Plus

About Vinícius D'Ávila

Viciado em reality show, vive em um mundo paralelo onde acredita veemente que vive em uma especie de "O Show de Truman". Ficou anos em depressão após a morte de Juliet em Lost, mas já superou. Coleciona feijão enlatado na expectativa de um apocalipse zumbi. Seu maior sonho é virar técnico do The Voice, mas não sabe cantar - e nem quer aprender. Não usa óculos, mas achou que ficaria legal estar com esses nessa apresentação.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

  1. Quanto ao seu comentario a respeito de Nono lelis,respeito mais discordo.
    Nesse dia dessa apresentasão temos que concorda que ela arrasou e surpreedeu até a mim que nem gostava dela axo que ela comesou sim na rasteirinha mais que agora ela, ta em cima,do salto e esta arrasando e vemos que ela estar crecendo muito como cantora. Sucesso para seu blog

    ResponderExcluir
  2. Quanto ao seu comentario a respeito de Nono lelis,respeito mais discordo.
    Nesse dia dessa apresentasão temos que concorda que ela arrasou e surpreedeu até a mim que nem gostava dela axo que ela comesou sim na rasteirinha mais que agora ela, ta em cima,do salto e esta arrasando e vemos que ela estar crecendo muito como cantora. Sucesso para seu blog

    ResponderExcluir