Glee 6x04 - The Hurt Locker Part 1


O mundo estranho e confundo de Sue Sylvester.

Glee chegou com a sua 6ª e última temporada querendo compensar os desastres que fez durante as outras temporadas. Com um clima mais leve e voltando as origens, estou gostando desse novo Glee. Mas quem supera tudo e rouba a cena é Sue Sylvester. A ex treinadora e atual diretora é capaz de tudo para destruir seus inimigos, mas acaba nos surpreendendo quando descobrimos que ela Klaine. Diria até mais, por ser um personagem totalmente maluco, não me surpreenderia se ela fosse membro e fundadora do fã clube Klaine para sempre.

O que mais nos surpreende é a imaginação de Sue e como ela faz de tudo para ferrar as pessoas. O episódio foi bastante leve e divertido, mas se tirasse essa parte da hipnose, talvez tivesse sido melhor. Sue foi capaz de tudo para se vingar de Will, Rachel e cia tudo porque Will esqueceu um garfo na mesa e ela se sentiu ameaçada pelo ex treinador do New Directions. E como forma de vingança ela trouxe um dos plots mais bacanas até agora: uma disputa entre os três corais dirigidos por Will, Rachel e Kurt e Blaine. Ver Vocal Adrenalina vs New Directions vs Warblers parece ser a coisa mais bacana que vimos até agora e resgatou o antigo Glee que um dia me conquistou.

Eu já sabia que rolaria Samchel na série e eu fico muito feliz por isso ter acontecido e da forma como aconteceu. Tudo bem que o fato de Sue ter hipnotizado Sam para se apaixonar por Rachel e desapaixonar por ela num passe de mágica foi bastante clichê, mas Glee é assim: um monte de clichês com uma boa dose de música. Por isso eu gostei bastante de como estão construindo um possível romance entre eles. Sei que muitos fãs não gostaram disso, mas eu não achei nada forçado e pelo o que li, o relacionamento dos dois sairá naturalmente. Depois de tudo pelo o que Rachel passou, ela merece seguir em frente e acredito que Sam possa ser aquela pessoa que estará ao lado dela sempre que ela precisar. Ele pode não ser o Finn, mas pode nos surpreender positivamente.

Quando ao beijo dos dois eu achei natural. A música "Thousand Miles" se encaixou direitinho com as vozes dos dois. Blaine está de parabéns por ensinar muito bem e rápido Sam e Rachel tocarem piano. São essas coisas em Glee que sentirei falta: tudo acontece muito rápido. Falando em Blaine eu me diverti bastante com ele nesse episódio. Sei lá, ele não parecia tão chato como de costume. O que eu sei é que será Sue Sylvester quem juntará Klaine, então, fãs desse casal, não precisam xingar David Karosfky por estar namorando o Blaine agora. Sabemos muito bem que Sue e seus planos estranhos vão conseguir separar os dois. E a julgar pelas jogadas dela nesse episódio, já prevejo mais cenas engraçadas entre David, Kurt e Blaine. Só espero que não deixem Klaine mais enjoativo.

PS 1: Só eu achei que Sue teve algum dedo no encontro de Kurt e Walter? Sei lá, achei muito estranho Kurt ter descoberto que o homem com quem ele falava pela internet tinha 50 anos, ainda mais depois de ter se aberto para Sue e ter contado que tinha encontrado alguém pela internet.

PS 2: Quero saber onde Sue fez o curso de hipnose! Quem sabe assim eu não hipnotizo as pessoas para conseguir o que eu quero? rs
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário