Revenge 4x11 - Epitaph

Exatamente de onde parou...

Eu custei a acreditar que a morte do herdeiro do Conrad havia, realmente, chegado; e ainda não sei se isso foi necessário para introduzir o "grande vilão" da história - uma vez que acho esse plot muito desconexo e cheio de furos -, mas aqui estamos nós, sepultando o lindo jovem Daniel Grayson e aprendendo a vê-lo apenas em flashback.

A mansão Grayson parecia cena de Clue. O corpo da agente Kate foi removido e os remanescentes da noite anterior fizeram parecer que Daniel foi o causador de todo o transtorno e que a morte dele foi uma resposta de Ems; autodefesa. Primeiro pensamento que me veio: coitada da Margaux, alguém precisa contar pra ela a versão verdadeira!! Mas logo desisti porque adorei o leque de possibilidades que foi aberto com a personagem na cena em que ela proíbe a ida da Emily ao funeral. A Lemarchal será mãe em breve e não vai deixar que aconteça com seu filho o mesmo que ocorreu com Amanda Clarke crescendo à sombra de um pai abusivo e monstruoso; ela é boa para investigar e eu acredito que, enquanto todos estão muito ocupados empilhando mentiras, a verdade será a grande aliada no final da temporada. 

"The damage that I caused was real, and I knew it at the time (...) I cared about him," que cena linda! E as que seguiram foram tão maravilhosas quanto! Victoria encarando o espelho com o último terno que o filho usará e a referência de como ele ensinaria o filho a dar nó em gravata; Ems conhecendo ele, o pedido de casamento, as cenas como 'casal perfeito', a trilha sonora emotiva enquanto ela apenas observava ao longe o enterro do ex-marido. Daniel Grayson foi uma planta na maioria das vezes, uma marionete noutras tantas, mas conseguiu fazer sua ausência sentida! Apesar de tudo, ele era uma pessoa de bom coração. Queria ser escritor, sonhava com dias melhores e caiu de paraquedas no jogo de vingança da Thorne por ser parte da 'família errada'. Emily esteve emocionada durante todo o episódio e isso me tocou profundamente, principalmente porque ela sabia aonde ele poderia chegar e o que poderia ser, dali pra frente, acerca do futuro dele. 

Eu queria falar sobre o Jack por alguns segundos. Gente, como alguém pode ser tão criativo daquela maneira? Eu sei que matar Kate foi necessário pra o desenrolar da trama mas como podemos justificar a ideia GENIAL de encobrir a morte da agente do FBI aka filha do Malcolm? Não seria mais fácil acontecer um tiroteiro pra justificar uma tentativa de assalto à mansão (pensem em quanto dinheiro tem ali, ladrão interessado que não falta!) e, ao ser confundido com um dos assaltantes, Daniel - que estava na praia, feliz pela notícia de ser pai e que ouviu os tiros - falece após uma bala perdida que é respondida por um dos marginais, acarretando na morte da Kate. Pronto, tenho uma teoria bem mais plausível pra polícia e, garanto, Ben não ficaria intrigado procurando por furos. 

Malcolm Black é descrito por David como uma pessoa vil e cruel, exemplos que deveriam dar medo mas, sinceramente, eu só fiquei mais curiosa pro aparecimento dele. Concordo com Victoria, se ele é tão fodão, por que Clarke continua vivo? E por que acreditar que o cara estaria morto tão facilmente? Acordem!! Pela alcunha de Ted Powell, Malcolm chegou sorrateiro ao Hamptons e fez sua primeira vítima em poucos segundos: Bye bye, chief Alvarez! O próximo episódio promete pegar fogo e a lupa está na Queen Grayson! "Epitaph" mostrou os sinais dos primeiros desentendimentos entre os 'pombinhos' uma vez que Victoria não aceitou que as mentiras sobre Daniel fossem contadas, principalmente pra Char, mas David fez questão de lembrá-la que esteve prisioneiro por 2 décadas por causa das mentiras dela. No maior estilo "ladrão que rouba ladrão"... "The truth is that my son gave his life for your daughter's."

PS.: Victoria usou Louise para bisbilhotar na casa do Nolan por ela mas a mandou queimar o envelope. Quem acredita que ela, realmente, o fez? EU NÃO!! 
PS¹.: Parece que uma parceria está sendo formada por Margaux e mamãe Grayson. Eu gosto bastante desta ideia e só posso dizer uma coisa: Abre o olho, Amanda Clarke!
PS².: Jack NÃO usou luvas pra fazer a limpeza do quarto da Kate e eu só fico pensando como este homem tornou-se policial... vai ser lesado assim longe de mim, credo!
PS³.: Adams na cola do papai Clarke... que cena desnecessária! 

Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário