Chicago Fire 3x14 - Call It Paradise

Do you want to build a snowman?

O inverno em Chicago é severo e perigoso e chegou com força total. De morno, só o desenrolar do episódio, uma vez que a temperatura caiu e trouxe consigo situações de perigo para a cidade e os próprios integrantes do 51.

Dawson encontrou um bebê abandonado no lado de fora da Brigada e, fez da proteção da Grace, sua missão. Foi muito bonito todo o cuidado e atenção dela para com a menininha, evidenciando o desejo em ser mãe que nossa bombeira demonstra e, sempre que Casey aproximava-se, parecia que Dawsey estava perto de se acertar. Ledo engano! O tempo ficou conturbado quando Tony, quem apareceu reclamando maternidade mas não passava de uma louca, fez de tudo para levar consigo a criança e, não bastasse mostrar documentos retirados da internet, sacou uma arma e colocou a vida de Gabby e Grace em perigo. Dawson não descansou até ver a bebê bem e entregue a uma família que, realmente, vá tratá-la de forma amorosa e eu acredito que a alegria deste momento será dissipada quando ela souber sobre Casey. Sim, ele "colocou-se novamente no mercado", se é que vocês me entendem. Não sei como será o momento 'depois' nem como ela irá reagir ao saber - mesmo porque eles não têm mais nada - mas achei desnecessário ele flertar no Molly's. 

Depois de encontrar indícios que trouxeram a reviravolta no caso Shay, Severide esteve no radas da Capitão durante todo o capítulo. Ela deseja usar as habilidades dele pra ajudar na corporação em encontrar incêndios criminosos e solucioná-los. Sim, Kelly seria um adicional importante para a equipe dela, mas eu não gosto da ideia de criar um conflito de interesses num personagem tão incrível e tão mal aproveitado! Acaso vão fazer como em CPD ao tirar Erin da Inteligência - apenas pra criar um plot - e devolvê-la ao antigo local de trabalho em seguida? Espero que ele fiquei no Squad 3 e que, por favor, a Capitã pare de usar a memória de Shay para persuadi-lo a sair do 51, chega de tentar usar a figura dela como algo para barganha, deixem o corpo da moça descansar em paz...! 

Ainda sobre morrer pelos próprios termos, temos o plot dos Boden chegando ao fim. Não imaginei que papai Boden fosse morrer tão rápido! Ao menos tivemos a festa de despedida, um luau de inverno para que pai e filho criassem um momento importante, uma memória boa para ser revivida sempre que a saudade aparecer. Para Wallace, infelizmente, o adeus não pronunciado e o laço que foi estreitado com o pai vão doer durante algum tempo, acredito. Espero que ele encontre a felicidade em lugares inesperados e não se deixe levar pela maré de tristeza infinita. Brett e Mills, por sua vez, continuam numa sintonia excelente e ela conquista cada vez mais espaço na série. A coragem demonstrada pela Sylvie em levar ajuda e suporte independente da situação é algo admirável, fiquei com o coração na mão naquele resgate porque sim, eu sabia que a moça iria despencar dali de cima, rs.

Semana que vem teremos um chefe interino e problemas matrimoniais a serem resolvidos, ao que tudo indica pela promo que vocês conferem clicando aqui.

Melhor Quote:

"For all you go through, the things you have to handle, the people you've lost. You can't go it alone. United we move forward." (Papai Boden)


Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário