Chicago PD 2x16 - What Puts You On That Ledge


Estraga prazeres.

Depois de um episódio excepcional mostrando porque Kim Burgess é diva, Dick Wolf decide investir no personagem mais figurante do seriado e consegue nos deixar com raiva de Antonio e Voight de uma vez só. Parabéns Dick Wolf por acabar com a minha felicidade! Sim, estou muito chateada, magoada e com vontade de dar uns socos em Wolf e Voight, porque sabemos muito bem que foram esses dois carinhas quem acabaram com o meu shipper Linstead. E nem adianta virem defender Voight por tentar uma de paizão para cima de Erin. Ela é adulta e sabe muito bem se defender. Não precisa de um policial corrupto que se acha um Stalone para protegê-la do romance Linstead. 

A atitude dele foi infantil. Era óbvio que ele descobriria sobre o romance da Erin com o Jay, mas agir dessa maneira foi o cúmulo do absurdo! Não precisava ter separado os dois como parceiros, ou tentar intimidar Jay. Bastava ter sido sincero e conversado com os dois. Essa atitude dele fez com que Erin terminasse com Jay de uma maneira tão triste que senti meu coração despedaçado. Linstead é puro amor, não um casal de novela mexicana que Wolf pode ficar brincando com os nossos sentimentos. E para piorar tudo, tanta gente boa para pedir conselhos, mas Erin foi pedir justamente para quem? Para a minha xará sem sal que não entende nada sobre amor verdadeiro. Se fosse pedir ajuda para alguém de Chicago Fire, que fosse para o Sev lindo que assim pelo menos embelezava a minha tela do computador. 

Tirando essa péssima notícia, até que Antonio fez o que podia fazer para salvar o dia e se tornar um herói na polícia. O problema é que ele estava muito apagadinho e isso pode ter sido um grande problema para ele e para o episódio. Em todos os seriados, sempre existe aquele personagem chatinho que ninguém suporta. Depois de assistir a esse episódio, acredito que esse personagem seja o Antonio. Não sei vocês, mas ultimamente não estou gostando das atitudes dos personagem. Talvez seja porque ele tenha sido ofuscado por Burzek e Linstead ou seja o fato de ter aparecido menos que um figurante, mas o que eu sei é que bastou um episódio inteirinho com ele infiltrado para eu perceber que se ele morresse, eu não sentiria a mínima falta dele. 

PS: Mesmo com um casinho bem simples, Burgess e Roman continuam dando um show perto de Antonio e seus disfarces. 
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário