Glee 6x08 - A Wedding



"You love me, and I love you! And no silly superstition are gonna change that! Hey, I'm really sorry that I can't go a hour without seeing you because I just miss you too much, and me and you, rules don't apply to us, They never have, we make our own luck so I say that is good luck to kiss the bride before the wedding because then we can have that kiss that we can't have in front of our friends and family because they would be too jealous". (Santana Lopez)

Que episódio lindo foi esse? Os minutos passaram tão rápidos que nem senti. Mesmo que Klaine tenha tido destaque, não conseguiu roubar a cena de Brittana. E posso dizer que Sue Sylvester conseguiu me surpreender (e a Santana) e ganhou pontinhos positivos a seu favor. Ela conseguiu trazer a Abuela para o casamento e ganhou uma cadeira como convidada. Por mais que Santana tenha razão em não tê-la convidado, Sue foi bacana ao conseguir fazer com que o sonho de sua ex aluna se realizasse e de quebra conseguiu fazer o impossível: um casamento duplo.

Já era de se esperar que Klaine iriam ficar juntos e nem precisava desse lenga lenga que vimos nessa última temporada. Blaine já tinha percebido que ainda amava Kurt e só faltava ele perceber que estavam destinado a viver para sempre do lado do seu primeiro e único amor. E foi isso o que aconteceu nesse episódio: os dois voltaram, tiveram um pedido especial das noivas e subirão ao altar num casamento duplo celebrado por Burt Hummel. A cara de surpresa e de alegria dos convidados foi a mesma que a minha, acrescido de um alívio incomum. Klaine já tinha passado da hora e ver os dois juntos de uma vez por todas me deu aquela sensação de "uffa, finalmente o seriado poderá focar em outra coisa que não seja sobre esse casal sem sal que virou uva passa!". Desculpa fãs, mas essa é minha sensação.

O surto de Brittany foi hilário, mas foi bom saber que Santana estaria ao lado da amada para acalmá-la e dizer coisas bonitas que me fizeram derreter por Brittana. As duas representam que é possível acreditar no amor verdadeiro, mesmo que ele seja do mesmo sexo. Ainda existem preconceitos quanto ao homossexualismo e é tão bom ver um seriado como Glee falar desse assunto com tanta naturalidade e realismo. Mesmo que algumas partes sejam clichês, quando o assunto é sério, Glee consegue êxito no seu propósito. 

Mesmo aparecendo pouco, Samchel ainda consegue brilhar no seriado. Estou shippando tanto os dois que quero um casamento deles logo. Loucura? Por mais que Finn sempre será um pedaço da Rachel, ela precisa seguir em frente e já tem o apoio dos amigos e, agora, da sua ex sogra, Caroline. Rachel e Sam têm química sim e isso fica nítido mesmo com trocas de olhares ou de sorrisos. E se Jesse voltar para roubar Rachel de Sam, irei ficar profundamente de luto. Sim, eu já li alguns spoilers e espero que no final dê Samchel, porque eles me conquistaram!


Tina, e sua mania de achar que vai acabar solteira, rendeu ótimos momentos. Eu também achei o pedido de casamento para Mike um pouco precipitado, mas falando de Glee até que foi natural. Eu achava que Mike fosse dizer que estava namorando outra ou aceitaria a proposta de sua ex, mas não, ele acabou me surpreendendo e colocou um pouco de juízo na cabeça da nossa eterna asiática. Os dois podem não estarem juntos agora, mas pode ser que no futuro eles fiquem juntos, isso se os roteiristas não colocarem Tina e Artie juntos no fim da série. A cena final em que Artie diz que se os dois estiverem solteiros quando forem mais velhos, poderão até se casar um com o outro, fez eu lembrar de Friends e sabendo que Ryan Murphy é fã do seriado, não me surpreenderia que no final da série dê Artina.

Quanto à trilha sonora, o seriado me surpreendeu muito. Todas as músicas encaixaram perfeitamente na história. Com grande destaque ao ver as mães dos noivos arrasando nos vocais. Claro que nunca me passou pela cabeça que veria a mãe de Blaine no casamento, mas depois tudo se encaixou e até que gostei da pequena participação dela. A mãe de Brittany é uma figura e o pai um querido. Tenho certeza que Brittana e Klaine serão felizes, ainda mais agora que descobriram que têm Sue Sylverster como fada madrinha. O presente de lua de mel da nossa eterna treinadora foi fofo e mostrou que ela tem um coração!


PS 1: Não deixem de conferir o nosso Especial Brittana!
PS 2: Sue Sylvester é diva! Momento fofura total quando ela citou Faberry ("Maybe Faberry, I cant get enough of the lesbians").
PS 3: Falando nela, por onde anda nossa eterna Quinn Fabray? Ela não foi ao casamento! Que feio! 
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário