Chicago Fire 3x16 - Red Rag the Bull

Oh, Pat, é um prazer infinito vê-lo ir embora de Chicago!

Depois da pausa semanal, Chicago Fire retornou com boas notícias! O Chief interino arrumou as malas e ainda levou Welch consigo, trazendo Boden de volta. Os resgates da semana foram ótimos e a paternidade chegou pra mais alguém no 51... 

Pat é um palhaço, um poço de idiotice. Infelizmente existem muitos "profissionais" assim, com o desejo de promoverem-se na carreira às custas do trabalho árduo de outros, de manter-se num posto através de mentiras e trapaças prejudiciais a terceiros. Como ele pretere a atuação do 81 num incêndio envolvendo a vida de uma criança por alguém que caiu das escadas, mandando, assim, todo o caminhão pro socorro do senhor (que recusou tratamento) em detrimento do fogo? Sem contar que ele não vai pro combate e, claro, precisava amaciar o ego ao ouvir um 'yes sir' do Casey. O ar de superioridade era enorme até que o mesmo senhor que mostrou a criança presa voltou para salvá-la SEM NINGUÉM VER e, ao ficar preso, jogou-se da janela pra fugir do fogo... se isso não foi negligência do Chief por não mandar seus bombeiros entrarem no recinto, não sei o que é. Mas não bastou ser negligente, ele foi corrupto ao culpabilizar Casey pelo ocorrido, tentar barganhar o depoimento do Severide em troca de uma promoção pra Capitão e calar a boca do Welch em troca da sua permanência na Brigada. Cretino, cretino, cretino!

"Then bounce me out. Because i'm not lying for you," e Welch mostrou, ao menos, respeito à farda que veste, ao serviço que presta à comunidade. mostrou hombridade. Ele ainda continua o mesmo babaca, misógino e futriqueiro, mas não teve medo de ser dispensado quando ameaçado pelo Pat se não corroborasse com o depoimento inventado para incriminar Matt. Gostaria, sim, que ele tivesse uma segunda chance na série e acredito que isto não seja difícil de acontecer. Mas precisamos, mais uma vez, aplaudir Severide por ser incrível em todos os níveis e nunca desistir de lutar por aquilo que acredita, que é certo. Ele é a representatividade do que é ser profissional, ter dedicação e amor aos ideias; ser ético. 

O restante do episódio contou com o plano de Donna e Herrmann pra tirarem Boden de casa e essa saída permanente do Pridgen foi a desculpa perfeita pro Wallace voltar ao trabalho, graças a Deus! A cena do resgate no gelo me deixou muito nervosa, confesso, mas não entendi esse plot repetido de Mills querer voltar pro Squad; o encontro às escuras arquitetado por Brett - a fim de Dawson voltar à ativa - serviu como alívio cômico entre tanto drama, mas a surpresa maior ficou por conta de Mouch. Ele descobriu que é pai - dentre tantas doações de esperma e eu não entendo o assunto, mas achei que fosse totalmente confidencial e sem contato com o resultado da fecundação - e entrou em crise, coitado. Platt foi de suma importância pra ida dele ao encontro e a parceria deles é muito boa, mas ele travou e não conseguiu conhecer o filho - que esteve no local indicado. Medo? Receio? Uma mistura de tudo, talvez, mas tenho certeza de que veremos Emmet Bird na série ao longo da temporada!

PS.: e o que falar da vida de Kelly, pra variar, sendo posta em risco na semana que vem? Vira o disco, CF! Veja aqui.
Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário