The Voice 8x03/8x04 - The Blind Auditions, Part 3 & Part 4


Comédia ou competição musical?

Todos sabemos que o que torna The Voice especial não é o talento, pois sendo sinceros, sabemos que ele sempre estará em segundo lugar. O lado cômico do reality é o que faz tê-lo sucesso, enquanto eu assisto sei que darei muita risada com os quatro mentores, e como consequência, ouvirei alguns ótimos covers de músicas que gosto. Durante os dois episódios desta semana isso ficou claro e quem se importa? Estou assistindo pela Christina e não pelo talentos, pois ninguém que sair do programa será uma grande estrela mesmo.


17. Michael Leier - Last Kiss. Tirando o fato dele ter escolhido uma ótima música, essa apresentação não teve nada de mais. Ele não tem desenvoltura no palco ou dinâmica vocal, o que ele deveria ter para contrapor a falta de carisma. Até a briga entre Adam e Blake não citou quase nada sobre ele, falaram somente de Pearl Jam. Desculpa, Michael, mas você precisa ser eliminado na próxima fase.


16. Jacob Rummell - Count on Me. Não entendo porque essas crianças desgraçadas escolhem essas músicas sem personalidade para cantar em um dos seus momentos mais importantes de suas vidas. Ele deveria ter escolhido algo que mostrasse melhor a voz dele, pois esse falsete dele aí é bem ruinzinho e a falta de personalidade dele me incomoda.



15. Lexi Dávila - Dreaming of You. Eu fiquei com dó dela, pois a voz dela é boa e o alcance vocal também, mas ela estava tão nervosa que essa apresentação foi desastrosa do início ao fim. Espero que ela consiga melhorar para as batalhas, pois acredito que tem gente pior que ela na competição.


14. Kelsie May - You're Lookin' at Country. Eu gosto de artistas como Kelsie, que cantam country como de forma descompromissada e bonitinha. Durante a apresentação dela não teve nada de especial e de fato eu esqueci que ela tinha participado do programa depois de assistir o programa, mas acredito que ela tem um potencial enorme para crescer durante a competição.


13. Jack Gregori - Ring of Fire. "Eliminado nas batalhas, Jack foi um competidor que não teve nada de especial além de sua voz grossa e estilo diferente. Seu antigo mentor certamente somente havia virado sua cadeira para tentar entrar em briga com o Blake." disse o profeta.


12. Barry Manniefield - Me and Mrs. Jones. O cara sabe cantar, sem dúvidas. A potência vocal e a interpretação dele chegam a beirar perfeição, mas vamos ser sinceros, ninguém quer ver o tio gordo do churrasco de domingo cantando em rede nacional.


11. Briar Jonnee - Take a Bow. Eu estava torcendo tanto para ela cantar bem, mas dai deram essa música podre para ela e ela errou feio na única tentativa de mostrar o alcance vocal dela. Perto do final, fiquei pedindo para acabar logo.


10. Ashley Morgan - Wanna Dance with Somebody. Não entendi essa hype toda por essa menina, ela canta somente bem e achei ela tão sem personalidade, com uma apresentação bonitinha e agitadinha, mas que não empolgou.


9. Brenna Yaeger - The House That Built Me. Ela é a competidora country perfeita. Jovem, uma voz que pode ser trabalhada, com uma história linda e sabe passar a emoção que o country requer. Se a Dani Bradbery ganhou o The Voice com aquela falta de personalidade, essa menina pode chegar na final sem dificuldades.


8. Sonic - Money On My Mind. Adorei essa menina. Ela começou um pouco diferente, usando uma batida um pouco mais lenta e cativante para depois estourar no refrão e fazer as acrobacias vocais necessárias, que não foram perfeitas, mas eu relevo por causa da sua personalidade incrível, cheia de atitude e paixão por música. Espero que ela vá longe.


7. Brian Johnson - Reason to Believe. Ele é o tipo de competidor que não me vejo torcendo, pois canta músicas que eu não gosto, mas ele cantou tão bonitinho e soube expressar tão facilmente o sentimento da música que ao chegar no final da apresentação me peguei cantando junto. Não o vejo indo longe, mas ele merece chegar no lives.


6. Kimberly Nichole - Nutbush City Limits. O que torna a Kimberley especial é simples: ela sabe usar muito bem todos os aspectos do som da sua voz. Ela tem uma personalidade incrível e isso transpareceu na escolha musical. O que agora ela precisa trabalhar é como ela se diferenciará de outros artistas soul do programa para chegar longe na competição.


5. Travis Ewing - Say My Name. Estava faltando um artista como ele na competição, alguém original, capaz de "reinventar" uma música popular. Do mesmo time de Melanie Martinez e Lindsay Pavao, claro que elas são melhores, mas ele tem potencial para chegar lá se trabalhar o vocal um pouco melhor e é por isso que eu queria que ele tivesse escolhido o time da Christina, ela poderia trabalhar isso com ela muito melhor que com o Pharrell.


4. Koryn Hawthorne - My Kind of Love. Artistas que colocam tudo o que tem em uma apresentação merecem todo o meu respeito e ela fez exatamente isso. Dava para ver como essa oportunidade era importante e que música realmente é tudo na vida dela. A apresentação teve tudo o adoro, emoção, notas altas e personalidade. Está na minha lista de artistas que torço.


3. Corey Kent White - Chicken Fried. Esse menino é bom, ótimo. Adorei o tom da voz dele cantando essa música. Para ser sincero quase entrei em pânico, pois ninguém virava. Ele pode ser, sem dúvida, o próximo grande artistas country.


2. India Carney - New York State of Mind. O que falta em personalidade, ela complementa com uma voz incrível. Ela precisa cuidar um pouco mais em preencher o palco com sua presença, pois ela ficou muito parada durante toda a apresentação. Espero que a Christina trabalhe isso com ela da mesma foma que com a Jacquie Lee, pois se ela conseguir isso, na minha opinião, ela pode chegar à final.


1. Jeremy Gaynor - Superstar. Incrível! Incrível! Incrível! Apresentação linda. A Christina tem no seu time O competidor desta temporada. Ele tem a história certa e a voz para ganhar essa temporada. Espero que ela não faça merda, pois ele pode ajudá-la a fazer história neste programa. Ele será o Jermaine dessa temporada.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment