Chicago Fire 3x23 - Spartacus (Season Finale)

"Spartacus would've been proud,"

Que Cliffhanger! Que episódio bom! Há muito Chicago Fire não me prendia a atenção do início ao fim e, ao mesmo tempo que estou super animada com a solidez do final da temporada, fico triste por terem investido tudo no 3x23 e negligenciado os episódios anteriores, entregando mais do mesmo. "Spartacus" encerrou plots, trouxe novidades, colocou o 51 nos eixos e deixou uma grande interrogação para a 4ª temporada: onde está Casey?

Rice pediu desculpas a Severide pelo seu comportamento e trouxe o amigo pra perto, novamente, na linha de frente contra os ataques protagonizados por Otis - que continua provocando e sendo idiota, levando os outros na ênfase da guerrinha interna. Ele tentou bancar o herói no resgate à senhora no vazamento de gás doméstico mas, enfim, o tenente do Squad percebeu que todo o quartel não iria virar-se contra uma úncia pessoa por chatice ou ofensa gratuita, algo precisava existir e, quando Kelly tentou buscar o regulador no reparo e descobriu que este nunca esteve lá... todas as peças encaixaram-se. Boden e Sev o desligaram, imediatamente, dos seus serviços. Rice não é uma pessoa ruim e foi triste vê-lo discursar sobre ter medo de deixar o filho órfão, mas neste trabalho a escolha inicial foi a de salvar vidas arriscando a própria; então qual a indecisão? Ele havia chegado à conclusão de que sua família era prioridade há muito tempo, só não teve coragem de torná-la pública. Não é errado voltar atrás, não é errado repensar suas escolhas nem podemos chamá-lo de covarde por isso. Foi uma decisão difícil e ele pecou ao esconder e amontoar mentiras para não prejudicar sua imagem, ao passo que ferrava todo o 51. "Scott, there's a lot of men with families in CFD," Sev nunca esteve tão certo e o adeus a Scott foi dado.

Cruz foi certificado e agora faz parte do Squad 3, uma vaga aberta e preenchida rapidamente num dos chamados mais difíceis da temporada - com Boden assumindo o posto de Casey (liberado pra exercer seu trabalho de informante). Num armazém incendiado, onde bombeiros salvaram outros bombeiros, o fogo crescia e alastrava-se e Dawson e Kelly ficaram presos entre as chamas - ele ao resgatar civis, ela porque o tanque de oxigênio esvaziou -, e Wallace mostrou porque é o comandante de tanta gente, porque é um ser humano fantástico! A decisão de entrar para buscá-los, mesmo com todos os outros achando arriscado demais, foi grandiosa! "No matter what happens, no one from Firehouse 51 may go into that house. This is not a democracy, do you understand?" Enquanto Gabby e Sev dividiam a máscara dele ou tentavam respirar junto à água que fora cortada pelo Cheif Weiss, vimos Joe Cruz dar vez ao título do capítulo! Ele impondo-se à frente do Chief da outra brigada, defendendo os seus, como a grande família que o 51 é! Tal qual gladiador ele colocou-se à frente do 'César' de igual pra igual! Que saudade de ações assim, de gente disposta a colocar o coração à frente da carreira para poder salvar seus companheiros! Felizmente tudo terminou bem e, nem a reclamação de desacato feita por Weiss, apagou o sentimento de dever cumprido e felicidade: pudemos ver a família do 51 ser reunida novamente, sem fissuras, como sempre deve ser; com o ideal de um sendo o princípio do outro!

Casey precisa aprender a fechar seus acordos do lado de dentro do quartel, né gente? Jack Nesbitt viu toda a interação entre Voight, Antonio, ele e Boden! Coisa boa não poderia acontecer e não demorou muito para o castelo de cartas começar a ruir: Dawson foi até a casa de Matthew - depois do silêncio durante o dia inteiro - e, não apenas a encontrou revirada, mas Katya estava numa grande poça de sangue; dando indícios de que o tenente do 81 não está numa situação confortável no momento. Meu sorriso foi gigante quando a ideia de Chili ganhou vida e provou que funciona, mas quando vimos ela ser roubada e lançada em rede nacional eu fiquei arrasada também! Gosto muito dela e da interação 'pai e filha' que Herrmann assume neste plot, espero que algo bom os aconteça na próxima temporada! O livro de novidades ainda conta com Otis sendo o novo motorista do caminhão, Sylvie e Roman engatando alguma coisa (Cruz 2.0?) e a forte suspeita de gravidez de Dawson! OMG, será que vem baby Dawsey por ai?

A 4ª temporada de Chicago Fire foi confirmada e promete responder todos os questionamentos deixados na season finale. "Spartacus" foi um bom capítulo, cheio de suspense, drama e a prova de que os produtores não têm medo de colocar seus protagonistas na linha de frente do sofrimento! Por onde anda Casey? Será que a próxima temporada já começa com um super crossover com Chicago PD? E Dawson, está mesmo grávida? Como será que Cruz lidará sentando à mesa do Squad? São muitas interrogações pra uma única resposta: novembro!


Melhores Quotes:

"Now I'm not allowed to be contemplative and asocial?" (Cruz)

"Why are you using words when you have you?" (Donna)
Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário