Chicago PD 2x21 / 2x22 - There's My Girl / Push the Pain Away


Platt: a rainha dessa temporada!

A morte de Nadia continua surtando efeitos no seriado. E a primeira vitima foi justamente Erin. A policial está sofrendo muito com a morte da ex viciada, ao ponto de se culpar pelo o que aconteceu. A cena em que ela foi falar com a mãe foi triste, ainda mais quando vemos uma Erin usando a bebida para esquecer da dor. Sério que farão da Erin uma alcoólatra? Decepção define!

Se Sophia Bush chora, todos choram!

Enquanto Erin se culpa pelo o que aconteceu com Nadia, Platt planejava um memorial em homenagem a garota. Realmente Platt vem crescendo muito no seriado e vem me conquistando episódio pós episódio. É óbvio que ela não conseguiria fazer uma homenagem a Nadia sem a ajuda de Voight, que mais uma vez arrasou e mostrou que é badass. Se eu não shippasse Olivia (Law & Order: SVU) e Voight, com certeza estaria torcendo para um romance entre os dois.

O caso do episódio "There's My Girl" foi bem fraquinho, mas suficiente para vermos algumas mudanças na série. Quem imaginaria que Atwater poderia ser demitido da Inteligência e voltar para seu antigo cargo? Pois bem, depois de fazer uma besteira, ele foi rebaixado e Voight não teve dúvida alguma e colocou Burgess onde ela deveria estar: na Inteligência. Não sei se isso é bom ou ruim porque já sabemos que namoros entre colegas de trabalho quase nunca dão certo, mas vou torcer e pedir muito para que Dick Wolf não separe Burzek. Já está difícil de engolir ver Erin e Jay separados, imagina se vejo Burgess e Ruzek também? Assim não dá!


O episódio seguinte, "Push the Pain Away" deu continuidade aos eventos do episódio anterior e mostrou o quanto Erin ainda está abalada pela morte da Nadia. E novamente Platt nos surpreende ao dizer sábias palavras para Erin. É incrível o quanto essa mulher tem um sexto sentido aguçado. Para quem não lembra, ela já tinha previsto que Jay e Erin eram mais do que amigos e colegas e trabalho e, agora, ela sabe que algo está errado com Erin. Uma pena que Erin não reconheça que está precisando de ajuda! Mas tenho que dar todos os crédito para Sophia Bush que, mais uma vez, arrasou no seriado. Essa garota é uma excelente atriz e espero vê-la brilhando cada vez mais em Chicago PD.

A entrada da Kim Burgess na Inteligência não poderia ter sido melhor do que foi. A garota nasceu para isso e arrasou logo no seu primeiro dia. E nem preciso mencionar que esse caso foi incrível e me deixou angustiado do começo ao fim. Não sei porque mas achava que algo de ruim fosse acontecer a Burgess. Ainda bem que eu estava errada e pude vê-la no lugar onde ela merece estar. Sem contar que adorei as cenas dela com Erin.

Duas das melhores policiais de Chicago trabalhando juntas! Como não amar?
Voight novamente mostrou que é o cara. É impressionante como ele consegue resolver tudo de uma maneira bem radical. Se algo de ruim acontecer comigo um dia, quero Voight investigando e acabando com todos os vilões. Brincadeiras à parte, Voight pode ser um policial linha dura, mas não consigo entender que ele não esteja vendo o que está acontecendo com Erin. Tudo bem que os sinais estão começando a aparecer, mas depois da maneira como ela enfrentou o bandido e praticamente pediu que ele a matasse, Voight deveria ter seguido seu instinto de paizão e ter encurralado Erin para dizer a verdade. Talvez a gente verá isso na season finale, mas até lá estaremos angustiadas com a situação dela. E imaginar que sua mãe está ajudando ela a voltar a antiga vida, me dá um desespero sem fim. Cadê o Jay nessas horas para salvar a Erin no cavalo branco? Cadê???????

E para encerrar essa review nada mais justo do que mencionar o quanto Burzek é lindo! Eita casal maravilhoso, fofo e incrível. Agora que Roman está trabalhando com Atwater, só falta Burgess acordar para realidade e agarrar o namorado lindo que ela tem e não soltar mais. Ela é sortuda demais e já estou esperando um pedido de casamento em Chicago PD. É pedir muito? E preciso dizer mais uma coisa: Atwater e Roman trabalhando juntos é puro amor! Esse bromance (vamos chamar disso, ok?) promete muito, não acham?
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário