Comic-Con 2015


Atenção freaks de plantão: a Comic-Con de San Diego de 2015 está no ar. Confira o que rolou de melhor nessa convenção pra lá de especial.
Este post contém Spoilers...

Under the Dome

O atual sucesso da CBS, Under the Dome, vem trazendo várias dúvidas nessa 3ª temporada, mas os fãs terão a maior parte das respostas que esperam ainda nessa temporada. Ao menos foi essa a promessa que o produtor executivo Tim Schlattmann fez durante o painel da série. “Nós jogamos muita coisa na cabeça de vocês nas 2 primeiras horas. Até o fim da temporada, vocês saberão tudo,” afirmou Tim, que participou do painel com os atores Colin Ford (Joe), Mike Voegel (Barbie) e Marg Helgenberger (Christina).

Falando em Christina, Helgenberger brincou sobre a aura de mistério que sua personagem carrega: “Eu tenho um plano pra Chester’s Mill. Estou tentando passar todos para trás.” Sobre o atual estado dos moradores da cidade, Marg ainda afirmou: “As coisas estão ficando realmente desesperadoras com a falta de suprimentos.” Tim ainda afirmou que ela será uma grande rival para Julia, uma nova diversão para Big Jim e que suas ações terão grande impacto. A atriz contou que chegou a se surpreender durante a gravação de um episódio recente. “Eu não acreditei no que eu fiz. Eu quase comecei a chorar.” 

E quem achava que as mortes tinham acabado, se enganou completamente. De acordo com Tim, as mortes deste novo ano terão um significado e vão, de fato, impactar a vida dos personagens. E ele ainda afirmou que tudo começará a ser construído no episódio 3×04 e irá se estender por toda a temporada.

Joe continua conquistando muitos fãs e prova disso foi a possível dica que Colin Ford deu: ele ressaltou que o futuro da humanidade pode estar nas mãos de seu personagem. Será que Joe é o novo herói de Chester's Mill? Esperamos que Joe continue nos trazendo grandes surpresas e que a série ganhe mais uma temporada.

Limitless

Uma das séries mais esperadas da próxima fall é Limitless. Infelizmente, o ator Bradley Cooper (que é o produtor executivo da série) não estava presente no painel, mas mesmo assim foi essencial para empolgar os que estavam na sala, ao fazer uma rápida e surpreendente aparição no telão (ele estava em Londres e mandou um vídeo gravado do seu próprio celular) anunciando a exibição do piloto da série inspirada no filme estrelado por ele em 2011. “Jake McDorman absolutamente arrebenta” disse Cooper, reconhecendo o talento do seu colega de set também em American Sniper. “Hill Harper é inacreditável e Marc Webb fez um trabalho incrível dirigindo o piloto”, completou.

McDorman retribuiu o elogio de Cooper dizendo “Nós filmamos American Sniper juntos, sendo uma grande experiência”. “Ter um relacionamento já construído com Bradley faz tudo mais confortável” notou o protagonista, e que a presença do astro demonstra o suporte por tudo o que eles estão trabalhando na série.



Se depender do público das redes sociais, Limitless poderá bombar na audiência, mesmo que Bradley Cooper não atue no seriado. Mas se você nunca assistiu ao filme, não se preocupe: é possível entender a trama direitinho.  Adaptado do livro Dark Fiels, do escritor Alan Glynn, a série narrará a história de Brian Finch (Jake McDorman), que descobre o poder do NZT e acaba sendo forçado pelo FBI a usar suas novas e extraordinárias habilidades cognitivas para resolver os mais complexos casos, junto com a agente Rebeca Harris (Jennifer Carpenter), que também tem um histórico com a droga. E o painel mostrou uma promo pra lá de interessante. Só torcemos para que Cooper possa fazer uma participação especial no seriado. Será que é pedir muito?




Teen Wolf

O painel do sucesso da MTV já começou bombando com a notícia da renovação para a 6ª temporada.
Contando com a presença de Tyler Posey (Scott), Dylan O’Brien (Stiles), Holland Roden (Lydia), Dylan Spraybarry (Liam), Shelley Hennig (Malia) e Cody Christian (Theo), além de Jeff Davis, criador da série. “Enquanto as pessoas ainda quiserem acompanhar o show, a série continuará”, disse Davis.

Um dos grandes destaques do painel foi o bromance entre Dylan O’Brien e Tyler Posey. “Nós somos como verdadeiros irmãos”, revelou Dylan. Entre abraços e brincadeiras, os dois mostraram que a amizade na vida real é tão forte como na ficção. "Nunca deixe que alguém te impeça de tentar algo que você acredita ser certo”, respondeu Dylan a uma fã.

Quando um fã perguntou a Tyler como é a sensação de ver sua matilha se desfazendo, o ator logo brincou fingindo fazer um strip-tease, o que levou a galera a loucura. Mas ele respondeu afirmando que Scott terá que lidar com a situação e que, talvez, até haja um alfa melhor para sua matilha, mas que ele não irá desistir tão cedo dos seus. “Ele está completamente perdido e isso é algo que ainda não vimos no show”, completou Posey. E Jeff Davis revelou que algo no começo do 5º episódio causará uma briga entre Scott e Stiles, seguido de um grande “NÃO” da audiência. Apostas do que irá acontecer?

Mas a grande surpresa do painel ficou por conta da ligação para o ator Tyler Hoechlin, o Derek do seriado. Apesar do ator não atender no momento, Davis comentouque está completamente a critério do ator voltar e pediu que os fãs encham o saco dele nas redes sociais para ele voltar. Momento tenso no painel quando o telefone de Posey toca e descobrimos que é Hoechlin ligando! Sim, isso fez com que todos gritassem (e eu também). O ator cumprimentou a todos por viva voz no microfone e disse que sente muita falta do personagem e encerrouo telefonema com um I love You dude! Como não amar?

Sherlock

Cadê os fãs do detetive mais amado da Inglaterra? Com Steven Moffat, co-criador de Sherlock, Sue Vertue, produtora executiva, e ao ator Rupert Graves, os fãs viram o primeiro clip do Especial de Natal da série da BBC. Um grande anúncio também foi feito: o episódio será exibido em algumas salas de cinema ao redor do mundo. Comemorem!!!!!! Moffat disse que o Especial estreia este ano, mas não falou quando. Sobre a trama o co-criador garantiu que a série deve manter o humor. “É Sherlock, como vocês conhecem.”, afirmou. “É inequivocamente o nosso show, e nosso mundo”, acrescentou Sue Vertue. Moffat não deu nenhum spoiler, mas disse que a palavra chave do Especial é “ghost“.

Apesar de não ter começado a escrever a 4ª temporada, prevista para 2017, Moffat prometeu que terá cliffhangers “chocantes, emocionalmente desgastantes, que você nunca será o mesmo outra vez e nunca vai parar de chorar” e garantiu que ele já sabe onde quer chegar com a história. Graves acrescentou que eles desenvolveram e “aqueceram” o relacionamento entre seu personagem e o de Cumberbatch. O relacionamento entre os personagens faz que Lestrade, que está em apenas cinco ou seis histórias no livros, ganhe mais espaço na série.



“Eu acho que nós sempre vamos nos apaixonar pela ideia do homem que entende tudo menos a si mesmo. Ele é um indivíduo danificado de uma maneira estranha, eu acho que nos apaixonamos por um gênio extravagante, pelo o que Benedict chama de superpoder possível e pelo calor e gravidade da amizade entre esses dois homens”, afirmou Moffat.

Sobre um possível crossover entre Sherlock e Doctor Who, Moffat disse que ele ainda quer que esse encontro aconteça porque ele é basicamente uma criança com action figures e morre de vontade de colocar Holmes com um Dalek. Será que vai rolar? Surtando até não poder mais!!

Confira, abaixo, o vídeo do trecho do Especial de Sherlock que estreia nesse ano e vai passar nos cinemas. Dilma, please, passe nos cinemas brasileiros!!!!




Doctor Who

Diferente do ano passado, em que Doctor Who não teve um painel no evento, dessa vez os atores Peter Capaldi, Jenna Coleman e Michelle Gomez, além do produtor Steven Moffat, estiveram presentes para responder os fãs e curiosos de plantão. Em seu primeiro ano como Doctor, Capaldi fez questão de socializar com os fãs que estavam acampando na fila. A BBC tinha anunciado uma surpresa para o evento e estavam todos curiosos. 

Capaldi arrasou em sua primeira Comic-Con. “É o único programa que eu amo até os ossos, que eu vejo desde os seis anos de idade”, afirmou emocionado. Ele diz ter lacrimejado quando David Tennant mostrou-lhe a TARDIS pela primeira vez, enquanto gravavam Fires of Pompeii.

Jenna Coleman falou um pouco sobre sua personagem e disse que acredita que sua relação com o Doctor foi algo experimental, o que não acontecerá daqui para frente, já que as mudanças serão ainda mais visíveis. “É como conhecer seu melhor amigo novamente”, finalizou Coleman. Sobre a relação entre Doctor e Missy, Gomez diz que eles são “farinha do mesmo saco”. Ambos matavam pessoas, com a diferença de que ele se sente mal com isso e ela não. Moffat completa que “é a amizade entre um vegetariano e um caçador”. Após isso, Capaldi incentivou os aplausos a Michelle por seu brilhante trabalho como Master.

Uma pequena prévia do que vem pela frente na próxima temporada fez a plateia ir a loucura. O público foi ao delírio ao ver Maisie Williams (Game of Thrones) no teaser. Como esperado, Moffat não entregou o ouro: “não posso dizer uma palavra sobre isso, mas ela (personagem de Williams) é ótima”. E Capaldi garante: os personagens vão brincar com a imensa caixa de brinquedos que é o tempo e o espaço.

Chris Hardwick declarou que “é sempre de partir o coração quando você assiste a um episódio de regeneração e então chore por causa dele vários dias seguidos”. A Clara de Jenna Coleman conheceu seu Doctor quando ele era Matt Smith, então foi um grande momento quando ele se regenerou. “Foi como dizer adeus a um dos amigos mais queridos e dizer olá para outro ao mesmo tempo. Não foi normal, foi uma montanha-russa. Aconteceu rápido, não é sempre que isso acontece em uma série”, completou a atriz.

Quando perguntado se veremos uma versão feminina do Doctor,  Moffat brincou: “se você ler o contexto, saberá como eu me sinto”. Capaldi também brincou dizendo que poderia fazer um episódio de drag queen - imaginou? - ou convidar sua irmã para interpretar o papel. Já Coleman parece ter mais esperanças de que vai acontecer em algum momento e com a pessoa certa.



Sobre um possível crossover entre Doctor Who e Sherlock, Capaldi acredita que o Doctor agiria de forma mais “inteligente”, afinal, o Doctor tem compaixão pelos outros, enquanto Sherlock é completamente diferente. Chris Hardwick brincou que o Doctor seria um “Sherlock do espaço”. Quem não gostou nadinha disso foi Steven Moffat, que completou: “eu não tenho NADA contra eles se juntarem. Eu faço tudo por uma risada. Sou ácido“.

Um dos momentos mais fofos do painel foi quando Capaldi e Gomez deram dicas para quem deseja seguir a carreira nas telinhas. “Continuem, não desistam. Se vocês desistirem, alguém vai tomar seu lugar. Acreditem em si mesmos e continuem até conseguirem seus cinco minutos de fama”, aconselhou ela. Brincalhão, Capaldi completou: “decorem suas falas”.

Scorpion

O painel de Scorpion na Comic-Con contou com a presença dos atores Elyes Gabel (Walter), Robert Patrick (Cabe), Katharine McPhee (Paige), Eddie Kaye Thomas (Toby), Jadyn Wong (Happy) e do produtor executivo Nicholas Wootton.

Depois do cliffhanger que a série deixou em sua temporada de estreia, onde vimos Walter sofrendo um acidente na estrada e todo o seu time tendo que unir forças para salvá-lo, todos queremos saber o que vai acontecer. Uma coisa é certa: Walter sobreviveu. Mas como será essa temporada? Bom, Nicholas Wootton deu duas grandes notícias: a participação do vocalista e baixista do Kiss, Gene Simmons, no próximo ano, e uma mega-premiére de 90 minutos depois da estreia de Supergirl.  “Vai ser um episódio grande e incrível e para nós!”, declarou Wootton. Então, preparem seus corações!!!

Numa das perguntas, o elenco confessou que morrem de medo de estar em um carro dirigido por Robert Patrick: “Ele jura que é um dublê de motorista treinado”, disse Wong. “Ele é muito imprudente. Eu tinha muito medo do Robert Patrick quando eu o conheci. Na verdade, ainda tenho”, admitiu Thomas.

Mas e quanto aos casais Walter e Paige e Happy e Toby? “Eu amo o fato de que esses caras não têm a menor ideia de como conduzir suas vidas amorosas“, disse Thomas, destacando que a interação de Toby e Happy era uma de suas partes favoritas do show: “É algo com que todo mundo consegue se identificar”. Será que veremos mais romance, ação e comédia na próxima temporada? Se depender dos atores, a 2ª temporada será melhor que a 1ª. Estamos torcendo para Katharine McPhee volte a cantar no seriado.

The Big Bang Theory

Um dos painéis mais aguardados da Comic-Con 2015 foi o de The Big Bang Theory. Com os produtores da série presentes, vimos a exibição de um vídeo com os melhores momentos da 8ª temporada, seguido da apresentação do moderador do painel: Kunal Nayyar. Isso mesmo, o nosso indiano "ex mudo" ficou responsável para comandar as perguntas para os produtores do show. Raj, digo, Kunal começou perguntando aos produtores sobre aquela conversa completamente insana que os personagens tiveram sobre De Volta para o Futuro em um dos episódios da última temporada. Os produtores confessaram que aquela cena surgiu porque eles mesmos vivenciaram uma cena praticamente igual na sala de produção e acharam que seria bastante adequado considerando nossos personagens. Mostrando que a vida imita a arte, Chuck Lorre, criador da série, contou que ganhou um drone de Natal e o quebrou. Essa história parece familiar, não? Bom, o chefão do sucesso da CBS levou o drone quebrado para a sala de produção de The Big Bang Theory, porque sabia que na sala de Two and a Half Man ele não conseguiria nenhuma ajuda útil  e... vocês viram o resultado na 8ª temporada.

Uma curiosidade que os produtores contaram é que Simon Helberg (Howard)  teve de fazer a voz robótica de Stephen Hawking na frente do próprio Stephen. Sim, não é mentira! E eu confesso que não saberia diferenciar quem é o verdadeiro e quem é o impostor. Isso é mais uma prova do desperdício de Simon no seriado, não acham?

Outra baita surpresa foi ver Mayim Bialik se juntando aos produtores e respondendo algumas perguntas. Era óbvio que os fãs surtaram quando nossa querida Amy Farrah Fowler apareceu. A parte mais bacana, e divertida também, foi quando os produtores escreveram uma fan-fiction para o evento e pediram que Mayim e Kunal lessem. O problema é que o texto era bastante erótico. #50TonsDeRaj E a fan-fiction começa bem picante: “Have you ever read 50 Shades of Grey? I’m about to show you 50 Shades of Brown…” Quem não quer ler a fan-fiction inteira?

Kunal perguntou a colega de elenco como que é beijar Jim Parsons. E para a surpresa da galera, a atriz gaguejou e ficou vermelha demais, deixando o momento ainda mais engraçado. “Nós tivemos que tentar várias vezes até encontrar o jeito desses personagens se beijarem”, confessou uma tímida Mayim. Além disso, ela contou que tanto ela quanto Jim ficaram muito surpresos com a cena da declaração no baile de formatura: “Achamos que ainda não estávamos perto disso acontecer!”. Ainda bem que aconteceu! Quanto a pergunta que não quer calar - sobre o anel que Sheldon comprou para Amy - a atriz disse que descobriremos logo no 1º episódio da 9ª temporada quando foi que Sheldon tomou a decisão de comprar um anel. Será que Shamy vai reatar?

Um dos assuntos delicados foi sobre a perda de Carol Anne, que fez com que ninguém nem cogitasse uma outra voz para Sra. Wolowitz. Nesse momento, todos se emocionaram. É, realmente a Sra. Wolowitz fará muita falta para o show, porém sua partida poderá ajudar Howard e Bernadette crescerem no seriado. Num momento épico do painel, os fãs cantaram Soft Kitty e isso deixou o painel mais bonito.

The Walking Dead

Zumbis, Rick, zumbis e mais zumbis. Esse poderia ser o resumo do painel de The Walking Dead desse ano. Mas os fãs tiveram uma agradável surpresa: a promo da nova temporada em alta definição. A promo já tinha vazado horas antes na internet, mas com péssima qualidade. Mesmo assim, a multidão foi ao delírio. O seriado retornará no dia 11 de outubro, com um episódio de 90 minutos e contará com 64 figurantes extras de zumbis, algo feito apenas no piloto. Também mostraram um vídeo com os melhores erros de gravação da 5ª temporada, incluindo um take em que Andrew estraga a cena por quebrar uma parede. Hilário!!!

Mas vamos aos spoilers! Para a surpresa de alguns, os Wolves serão grande parte do enredo do novo ano mas, não do jeito que esperávamos. Além disso, os conflitos entre Morgan e Rick renderão bons arcos para a temporada: “Temos um Rick diferente e temos um Morgan diferente da última vez em que se viram”, comentou a produtora Gale Anne Hurd.

Melissa McBride foi amável todo o tempo. "Sim, ela sente falta de Tyreese", respondei a atriz quando foi questionada sobre a perda do personagem. “Todas as mortes são doloridas. Tudo é movido pela perda das pessoas, e por isso que ela faz o que faz”, completou.

O nosso querido Glenn, digo, Steven Yeun foi uma simpatia a parte. Ele comentou sobre a busca que Gleen tenta fazer de uma vida normal em meio ao apocalipse zumbi, e que acha incrível o quão ele e Maggie se completam, e de certa forma, mantém a sanidade um do outro. Nós fãs sabemos muito bem o quanto Glenn e Maggie são especiais.  E se você adora shippar os casais da TV, uma boa notícia: você não é o único. “Minha mãe shippa Rick e Michonne o tempo inteiro”, revelou Andrew Lincoln, levando o público às gargalhadas.

Confira a eletrizante promo da próxima temporada de The Walking Dead.



The 100

A série apocalíptica da CW, que já vai para a sua 3ª temporada, marcou presença no evento de forma triunfal. Com alguns dos atores principais da trama - Eliza Taylor (Clarke), Bob Morley (Bellamy), Marie Avgeropoulos (Octavia), Isaiah Washington (Jaha), Lindsey Morgan (Raven) e Ricky Whittle (Lincoln) - e o produtor executivo Jason Rothenberg, vimos a exibição de um vídeo promocional que mostrava muita ação e, aparentemente, nenhuma cena nova. 

A pergunta principal foi "como iremos começar a terceira temporada?" Foi aí que  Rothenberg soltou uma bomba ao afirmar que teremos um salto de tempo na série e acompanharemos a estreia alguns meses depois dos acontecimentos do final da 2ª temporada. O produtor ainda comentou que a inserção de elementos de inteligência artificial, como vimos na Cidade da Luz, coloca a série de volta no caminho da ficção científica, que era algo fundamental na 1ª temporada e foi se perdendo ao longo do tempo. Ansiedade mode on!


Mas quais serão os rumos de Clarke na nova temporada? “Ela está se redescobrindo (mais uma vez). Vamos dizer que ela só se ferrou até agora, isso leva um tempo até ser superado”, comentou Eliza que ainda complementou sobre o final da temporada ser bastante traumático e intenso e que aquela ‘saída de cena’ não era algo que ela esperava da personagem. “Mesmo com a passagem de tempo que irá acontecer, quando voltarmos ainda acho que ela estará tentando se encontrar dentro de si”, completou. Bob revelou que Bellamy vai fazer exatamente o que Clarke não pode: ser um líder para o seu povo. Prevejo uma tempestade para Bellarke!

Isaiah, o eterno Preston Burke de Grey's Anatomy, falou sobre o futuro do seu personagem Jaha na 3ª temporada: “Coisas interessantes estão por vir para ele, ainda mais com toda essa nova parte da nossa mitologia sendo desenvolvida”. E será que depois de tudo que aconteceu, os tripulantes da Arca serão capazes de acreditar um pouco mais em Lincoln? “Eu quero muito que isso aconteça, porque ele não quer que a guerra permaneça. Lincoln tem uma pureza nas suas ações que eu acho muito bacana. Ele quer o bem maior, não uma guerra que acabará com os dois lados”, revelou seu intérprete Ricky Whittle. O ator ainda ressaltou que algo bastante interessante no terceiro ano será o desenvolvimento dessa relação entre ele e as pessoas da Arca.

Quando perguntaram se Clarke encontrará Murphy e Jaha nas suas andanças, todos ficaram estranhos. “Isso já é demais, não posso comentar. Mas vocês sabem que gosto de provocar interações entre personagens diferentes”, falou Jason. Mas o que nós queremos saber é se vai rolar Bellamy e Clarke? “Clarke deu a confiança que Bellamy precisava para fazer o que faz, mas não os vejo juntos romanticamente”, respondeu Bob. Já Jason parece ter outra opinião: “Nunca diga nunca”, animando alguns presentes. Existem esperanças para Bellarke!!!!!

Lucifer e Minority Report

Duas das séries estreantes desta fallLucifer Minority Report, ambas do canal FOX, também marcaram presença do evento mais cool do ano. E os dois painéis já começaram bombando. O famoso Rei das Trevas (Lucifer), interpretado pelo britânico Tom Ellis, apareceu com suas anteninhas diabólicas, levando a galera à loucura. Além de Ellis, estavam presentes Lauren German (eterna Leslie Shay de Chicago Fire), Lesley-Ann Brandt e DB Woodside, e os produtores executivos Joe Henderson, Len Wiseman, Jonathan Littman e Ildy Modrovich, que dividiram algumas informações da atração, que teve seu piloto divulgado durante o pré-night da Comic Con. 

Baseado no personagem criado por Neil Gaiman para a série de quadrinhos The Sandman, o seriado tem tudo para conquistar o público e ser o novo hit da FOX. Mas será que Lucifer se dará melhor que Constantine? Pois bem, para Wiseman o que diferencia esse seriado dos outros é a forma como o personagem é apresentado. “Eu nunca tinha visto o diabo ser completamente aberto sobre quem ele é. Muitas versões do diabo se escondem e este apenas  se reconhece completamente: Este é quem eu sou, eu sou Lúcifer”. Esperamos que a série tenha sucesso e se depender do público ela terá.

“O que eu amo neste show é que é um show sobre a humanidade. É uma história sobre redenção e eu acho que é uma das coisas mais relacionáveis possíveis”, disse Henderson. “Se o diabo pode se redimir, todos nós podemos.” Nós estamos na torcida pelo sucesso do seriado.

Os astros de Lucifer Minority Report na Comic-Con deste ano.

Já o painel de Minority Report trouxe a exibição de um sneak-peek de 20 minutos (praticamente metade do episódio piloto), garantindo a diversão dos muitos presentes. Talvez tenha sido uma jogada de marketing para fazer com que o público se interesse na série e queira saber o que aconteceu. O fato é que devido a longa exibição, o tempo para o papo com elenco e produção ficou bastante reduzido. 

A grande pergunta do evento foi se existe alguma chance de Tom Cruise (ele foi o protagonista do filme de mesmo nome e que inspirou a criação do seriado) aparecer na série. Para Kevin Falls, produtor executivo da série, "isso pode acontecer ou não”. A dúvida permanece, mas o que deu a entender é que o convite já foi feito e que tudo depende do astro de Hollywood para acontecer. Agora é só cruzar os dedos e esperar por uma resposta positiva.

Para quem não sabe, o seriado terá um lapso temporal de 10 anos depois do acontecido no filme e isso gerou uma dúvida se a série continuará a trama abordada no filme. “No final do filme, nós vemos a estrutura da polícia caindo por terra e os Pre-Cogs mantidos sob proteção de outras pessoas. Essa é a última cena do filme. Nossa série mostra o que acontece depois com essas pessoas”, declarou Max Borenstein, produtor da série.


Game of Thrones

Com apresentação de Seth Meyers, o elenco e produtores bateram um descontraído papo nesta tarde em San Diego. Sem muitas novidades, foi um divertido painel com bons momentos. Um desses momentos foi quando Meyers perguntou quem dos presentes havia lido os livros, e para a nossa surpresa somente Gwendoline Christie (Brienne) levantou a mão, deixando todos os seus outros coleguinhas constrangidos. 




Por conta da polêmica do estupro, era normal que uma das perguntas fosse sobre sexo. John Bradley falou sobre Sam e a questão do sexo, dizendo que o personagem, na opinião dele, se fascina pelo ato sexual de uma forma mais científica, mencionando uma tal cena que todos nós sabemos.

O produtor David Nutter também respondeu algumas perguntas e discutiu um pouco sobre o caráter técnico e as dificuldades de se produzirem algumas cenas em Game of Thrones. A cena da fogueira por exemplo, é uma citada, principalmente por conta do frio. Uma curiosidade é que Nutter chegou a ser vaiado no painel, quando comentaram do Casamento Vermelho. E ele rebateu “apenas segui o roteiro, Senhoras e Senhores”.

Mas e quanto a esses boatos de que Jon Snow pode estar vivo? Bom, infelizmente a notícia não é muito boa: Jon Snow está morto. David Nuetter revelou que disse ao Presidente Obama que o personagem está mais morto do que nunca. Obama ainda revelou para Nuetter que o Casamento Vermelho é o episódio favorito dele, e que fica chateado pelos personagens favoritos dele sempre morrerem. Será que Jon voltará como fantasma ou eles nem sabem o que fazer diante dessa morte que chocou os fãs?


Maisie Williams comentou um pouco sobre o novo arco de Arya, e diz estar aflita pelo o que estar por vir, principalmente por conta das lentes de contato que terá que usar e que não são muito confortáveis. E ela ainda fez piada por conta de algumas ausências: “Oh… aquele cabelo do Kit, ninguém aguenta”, fazendo piada sobre a ausência do intérprete de Jon Snow.


Conleth Hill elogiou bastante o colega de elenco Peter Dinklage, e diz que sente muita inveja dos que gravam com ele por doze dias, enquanto ele grava em apenas uma tarde. Já Natalie Dormer parecia que estava nos representado no evento: “Realmente, eu não sei nada do que estar por vir. Não faço ideia do que pode acontecer amanhã”. Ou seja, se nem os atores sabem se sobreviverão, imagina nós, pobres e mortais, fãs.


A melhor parte do painel foi quando colocaram um vídeo com as cenas de teste do elenco. Momentos impagáveis que só vemos na Comic-Con. 





Agents of S.H.I.E.L.D e Agent Carter

Com uma participação reduzida na Comic Con deste ano, o painel da Marvel foi representado pelas séries Agents of SHIELD e Agent Carter. Novamente, a Marvel mostrou todo o seu potencial e levou os fãs à loucura.

O elenco de Agents foi SHIELD marcou presença em peso e trouxe mais informações sobre a próxima temporada, que focará nos Inumanos e nos Guerreiros Secretos. Embora as filmagens da 3ª temporada não começaram, pudemos saber sobre as novidades da série para a sua próxima temporada que promete muito. Uma delas é que o inumano Lash estará de volta. Ainda é cedo para se saber se Lash será o vilão da temporada ou um aliado para a equipe. Teremos que conferir a 3ª temporada para saber a resposta.

Além disso, Loeb anunciou que Skye é agora oficialmente Daisy Johnson, e seu codinome daqui para frente será Quake. A equipe SHIELD também terá um novo jato, que será chamado Zephyr 1. Um dos momentos divertidos foi quando um fã gritou "Hail Hydra", fazendo Clark Gregg (Agente Coulson) se levantasse como se estivesse pronto para o combate. O ator foi uma simpatia o tempo todo. Aliás, todos do elenco foram. Outro destaque do painel foram os vídeos apresentados. Um deles mostrou erros de gravação, enquanto que o outro mostrou dois roteiristas sem muitas ideias para a próxima temporada. Este último contou com a participação de Anthony Mackie, o Falcão (Capitão América).

Já seu spin-off conseguiu superar todas as expectativas. Para começar de forma descontraída, a estrela de Agent Carter Hayley Atwell emprestou seu icônico chapéu para o chefe da Marvel, Jeph Loeb. Tem como não amar essa mulher? Assim como Agents of SHIELD, as filmagens da nova temporada ainda não começaram. Mesmo assim, pudemos saber de antemão as novidades, como o fato de que a série terá 10 episódios e não 8 como na temporada de estreia.

O elenco confirmou o retorno de Chad Michael Murray como Jack Jonhson, e ele se junta a Jarvis e Daniel Sousa, o que já tinha sido noticiado. Além de Johnson, uma figura famosa vai aparecer no seriado. Michelle Fazekas revelou que a esposa de Jarvis vai dar as caras na série. A personagem ainda não foi escalada, mas em breve deverá ser divulgado o nome de sua intérprete. Ansiedade a mil por horas.

Mas e quanto a vida amorosa de Peggy?  “É 1947, seis meses depois de onde a temporada anterior terminou,” apontou Fazekas. “As coisas estão diferentes. Veremos pessoas em posições diferentes. Nem todo mundo está em Nova Iorque. Há certas histórias que não temos certeza. Algumas pessoas não estão se falando mais”, completou. "É também o ano da morte misteriosa da Black Dahlia, e Peggy será chamada para Los Angeles para investigar um assassinato.” Ou seja, nada pode ser descartado.

The Originals

Quem estava ansioso para ver vampiros na Comic-Con desse ano deve ter amado o painel de The Originais. Com a presença de Joseph Morgan (Klaus), Daniel Gillies (Elijah), Phoebe Tolkin (Hayley), Danielle Campbell (Davina), Charles Michael Davis (Marcel), Leah Pipes (Cami), Yusuf Gatewood (Vincent Griffith) e os produtores executivos Julie Plec e Michael Narducci, o evento se iniciou com a exibição de um vídeo com alguns momentos em família dos personagens, seguido por uma cena inédita, onde alguns vampiros estão caçando os Mikaelson, levando os fãs à loucura.

Mas o que significa essa cena inédita? Algum spoiler da próxima temporada? De acordo com Narducci, aquela cena foi filmada para ser exibida como um gancho no final da 2ª temporada, mas eles acabaram cortando na hora da edição do episódio. E o que seriam os tais vampiros? “Bom, nós sabemos que os Originais estão no mundo por mais de 1000 anos e já criaram muitas linhagens de vampiros depois deles. Sabemos também o que acontece quando um Original morre. Agora considere alguém que já não tenha mais nada a perder. Essas pessoas estarão atrás dos Mikaelson“, explicou Narducci.

“O que é muito interessante disso tudo é que vimos o Klaus e seus irmãos combatendo os próprios pais e depois a tia Dhalia, agora é como se eles estivessem do outro lado, sendo atacados pelos próprios filhos“, comentou Plec. “Basicamente, esse é o grande centro da nossa 3ª temporada”, complementou Narducci. Quanto ao assunto sobre a paternidade recém explorada de Klaus, Joseph Morgan contou que o personagem sofrerá bastante no início, ainda mais sem Hayley por perto, mas que contará com a ajuda de Freya (Riley Voelkel), recém chegada na família e que precisa desesperadamente se prender nesses laços que ‘conquistou’. Sobre Freya, Narducci disse que ela terá um papel fundamental na vida de Hope e que podemos esperar por boas histórias para a personagem, já confirmada como regular na nova temporada.

Julie Plec revelou que veremos um pouco mais de flashbacks na próxima temporada. O plano é mostrar os Originais uns 10 anos depois de transformados e ver como essa mudança influenciou nas suas vidas, como eles estão se ajustando as novidades. Quando o assunto é Davina, Danielle se diz muito feliz com a evolução da personagem. Yusuf falou que seu personagem será fundamental na orientação de Davina agora que ela lidera um clã e que as implicações disso logo vão aparecer.

Quando um dos fãs perguntou qual criatura sobrenatural o elenco seria, as respostas são pra lá de inesperadas e divertidas. Phoebe disse que queria ser uma sereia; Leah queria ser bruxa e Charles um dragão. Um dos momentos mais engraçados foi quando perguntam de quem eles fariam um cosplay e a respostas de todos é Elijah. Já imaginou um monte de Elijah andando juntos? #Perfeição!


Orphan Black

E foi ovacionada de pé que Tatiana Maslany chegou ao painel de Orphan Black na Comic-Con 2015. Junto com Maslany também estavam presentes os co-criadores John Fawcett e Graeme Manson, Jordan Gavaris (Felix), Maria Doyle Kennedy (Mrs. S), Ari Millen (clones masculinos), Kristian Brunn (Donnie) e Dylan Bruce (Paul). Com muito bom humor, o elenco conversou bastante sobre o clima nos bastidores, mostrando muita química entre eles. E claro que tivemos muitas questões sobre o que vem pela frente, mas eles focaram bastante no que rolou na 3ª temporada. Glória Perez deve ter ficado muito orgulhosa desse painel.


Um dos assuntos mais comentados foi sobre a morte de Paul. Infelizmente, ele morreu mesmo e não voltará para a série. Sobre a nova clone Crystal, Maslany comentou: “Nós não sabíamos que Crystal ficaria – inicialmente era só para um episódio”. A clone foi inspirada em uma personagem do Kroll Show (comédia americana). Tatiana explicou que estava assistindo e quando imitou Jenny Slate, os escritores gostaram e resolveram colocar no show. O público agradece!

Algumas curiosidades foram faladas também. Dentre elas, estão estas: a cena de Alison e Hendrix dançando no quarto foi inspirada na Comic-Con 2014, quando os atores dançaram em um bar; na cena original da morte de Paul, ele só levou dois tiros, mas a produção decidiu adicionar mais dois; durante a cena final da season finale, enquanto Helena comia, Tatiana também comia e especificamente nesse jantar, colocaram açúcar no brocólis que Maslany estava comendo. Agora vocês sabiam que o grande defeito de Maslany é que ela solta muito pum nos bastidores? Pois bem, Tatiana é gente como a gente e não tem como deixar de amá-la. Ela é diva, mesmo soltando pum!

Sobre a 4ª temporada, os escritores comentaram que Kira será bastante explorada. “O maior mistério da Kira vai além da ciência”, comentou um dos co-produtores. Já Jordam deixou claro que adoraria ver o clone transexual Tony voltar. Seria um máximo, não? O painel mostrou vários vídeos engraçados, mas os erros de gravação superaram tudo. Confira abaixo o que rolou em O Clone, ops, em Orphan Black.



Sense8

Sem a presença do elenco, J. Michael Straczynski (produtor) falou tudo sobre a série. A plateia estava lotada e nem piscou escutando e absorvendo tudo que podia. Parece que o seriado sensação do momento da Netflix mandou muito bem em sua 1ª Comic-Con. Straczynski deu uma verdadeira palestra sobre a série, falando como ela é filmada, utilizando uma câmera subjetiva que dá aquele efeito legal que vimos nos episódios, mostrando o ponto de vista real dos atores. Contou também que eles realmente estiveram em todas as cidades que aparecem na série nos respectivos países (San Francisco, Chicago, Londres, Reykjavík, Berlim, Seoul, Cidade do México, Nairóbi e Índia) e que, portanto, Sense8 é uma série bem viajada, e não teve gravação em estúdio, foi tudo no local. Quando eles filmam em uma cidade e terminam, vão embora e não voltam mais, então não existe refilmar uma cena, é aquilo e pronto. Sobre a perspectiva individual das cenas, é normal – ele disse – que no começo fiquemos confusos com todas as histórias, mas que depois elas se misturam e tudo faz sentido.

Ele mencionou sobre as músicas, que tiveram um papel crucial na cenas, para dar emoção, e que foram escolhidas antes da série ser filmada. “O bom é que todos os sensates são mais emotivos devido a conexão, então as cenas ficam mais emocionantes que o normal. A música ficou na cabeça de todos por semanas depois da cena filmada” , falando sobre What’s Going On. E fiquem espertos, a renovação do seriado está para sair a qualquer momento.

Once Upon A Time

Lotado, o painel de Once Upon A Time foi um verdadeiro arraso! Tivemos um pouquinho de tudo e o elenco presente - Josh Dallas, Ginnifer Goodwin, Colin O’Donoghue, Jennifer Morrison, Lana Parilla, Sean Maguire, Rebecca Mader, Emilie de Ravin e Robert Carlyle - foram pura simpatia. Além deles, estavam no painel os criadores da série, Edward Kitsis e Adam Horowitz.


A atriz Emilie de Ravin foi bem humorada ao responder o que ela queria para sua personagem, Belle. “Férias!” brincou. “Ela é uma mulher forte, mas há um ponto onde ela tem que colocar os pés no chão e tomar a decisão mais importante de sua vida adulta”, disse, se referindo ao relacionamento entre Belle e Rumple. Robert Carlyle, em seguida, falou sobre o futuro de Rumple sem o manto de Dark One. “A encarnação de Rumple desta vez é um pouco diferente do que vocês estão acostumados a ver”, adiantou Robert que prometeu que o ex-Senhor das Trevas ainda tem uma certa “malandragem”. “Com relação a Gold, ele está atualmente em coma, então não estará fazendo muita coisa”, completou.

Lana Parilla disse que Regina sentiu em um ponto que nunca poderia ser verdadeiramente feliz, é por isso que ela estava tão “malvada”. “Mas ele está sendo cercado pelos heróis e Emma e Henry que mudaram realmente a sua percepção”, acrescentou. A atriz contou que Regina teve um forte apoio familiar e isso deu-lhe esperança. Essa mulher é diva! Sobre a vida amorosa de Robin Hood, Maguire falou que ela é bastante complicada e tudo indica que ficará ainda mais, agora que Zelena está grávida. “Robin Hood foi muito criticado por engravidar Zelena, mas ele não sabia que era ela!”, afirmou o ator. Esperamos que Regina tenha espaço na vida dele.

Muito love por esses dois!
Morrison se mostrou muito animada com os rumos que Emma tomará na quinta temporada. “Eu tenho gostado muito de interpretar Emma e tudo que veio junto com isso, mas agora eu começo a experimentar algo totalmente novo e diferente e começo a ter a diversão que esses caras têm tido”, disse ela. “Há um pouco de diversão na vilania.” Mas e o Gancho? Será que ele aceitará a nova fase da Emma tão bem? Colin O’Donoghue disse que seu personagem tentou desesperadamente ser um homem melhor para manter o coração de Emma, mas ele tem sido um vilão e sua namorada também. O ator acrescentou que Gancho lutou para permanecer no caminho certo durante a temporada passada, e será interessante ver para onde ele irá agora.

E sobre a próxima temporada? Os fãs querem saber de spoilers! O criador Adam Horowitz não quis divulgar o que eles estão preparando para o 100º episódio, que deverá ser exibido somente no início do ano que vem. A novidade é que Robert Carlyle, que recentemente teve uma experiência dirigindo um filme, irá trabalhar na direção de alguns episódios desta temporada. A única coisa que eles falaram foi sobre a trama de Camelot, revelando que o famoso reino da literatura existia na linha do tempo paralela. “Tem existido e você vai ver que ele já existia há muito tempo, no passado, no presente e talvez no futuro.” Com um sneak peek, pudemos ver que a 2ª metade da temporada vai ser sobre a animação da Disney Valente, inserindo a Princesa Merida no seriado. SURTOS, SURTOS E MAIS SURTOS!!!

E com um teaser da nova temporada, o painel de Once Upon a Time mostrou aos fãs que a 5ª tem tudo para ser inesquecível. E que venha a Dark Swan!!



Grimn

“É uma decisão muito grande para fazer assim de repente.” declarou o showrunner David Greenwalt, quando perguntado se Juliette retornaria à série. “Ela vai voltar em flashbacks mais do que o normal”. E assim começou o painel da série da NBC, com muitas perguntas em aberto e algumas novidades para o próximo ano. Além de Greenwalt, estavam presentes os produtores executivos Jim Kouf e Norberto Barba e os atores David Giuntoli, Russell Hornsby, Silas Weir Mitchell, Reggie Lee, Sasha Roiz, Bree Turner e Claire Coffee. 

O grande foco da próxima temporada será a nova adição na vida de Nick: seu filho, junto com Adalind. “Ele perdeu a namorada, a mãe, e vai perder algo no primeiro episódio da próxima temporada. Acho que o bebê é uma grande razão para continuar”, Giuntoli explicou. Lá vem novos dramas para o personagem! 

Os produtores também revelaram alguns de seus grandes planos para o 100º episódio da série. “Vamos explicar as malditas chaves. Ainda não sabemos o que elas fazem, mas, por Deus, vamos explicar”, revelou Greenwalt. E Sasha Roiz, não a filha da Xuxa, declarou que a 5ª temporada “vai trazer muito da mitologia da 1ª temporada.” Ou seja, veremos muitos personagens dos contos de fadas de volta e de forma totalmente diferente do que a Disney mostra.

Mas e quanto ao romance? Será que veremos isso na próxima temporada? Parece que o Hank finalmente terá um pouco de paixão nessa temporada. Os executivos não deram muitos detalhes, mas disseram que ele vai se apaixonar. Já o relacionamento entre a Rosalee e o Monroe, Silas afirmou que foi tudo perfeito. “Foi lento, meio esquisito, fofo e orgânico, e eu acho que as pessoas se conectaram com isso”. Bree completou: “São duas pessoas com passados complicados – eles não são perfeitos e oferecem suporte e ajuda um ao outro”. “E brigam também”, Silas ressaltou.

Outlander

O painel de Outlander, o mais novo sucesso do Canal Pago Starz, contou com a presença da produtora executiva Maril Davis, o showrunner Ronald D. Moore, os protagonistas Caitriona Balfe (Claire) e Sam Heughan (Jamie) e a autora dos livros base e consultora da série, Diana Gabaldon. No painel, vimos a exibição de um sneak peek da 2ª temporada, deixando a plateia eufórica. Moore revelou que o novo ano será gravado em Paris, mas que voltará a Escócia na 2ª metade da temporada. Outra novidade é que Diana Gabaldon está escrevendo o roteiro de 1 dos episódios da temporada.

Sam contou que está muito animado para a 2ª metade da temporada e prometeu um “grande clímax” a esse ponto da história e brincou que Caitriona gosta de trabalhar com atores franceses atraentes. “Traz uma mudança”, brincou Caitriona. E quanto a possibilidade de vermos uma nova aparição de Diana? A autora afirmou que não está em seus planos, mas isso não significa que poderá acontecer num futuro. Ela também revelou que sabe qual é e já escreveu, há 15 anos, a última cena do último livro. Além dela, apenas Ron e Sam sabem do que se trata. Será que tem como essa informação vazar?

Ronald aproveitou o painel para vender o DVD da série. Calma, ele não trouxe um box e nem tentou agir como o cara da Tekpix. Ele apenas revelou que o DVD da 1ª temporada contém cenas deletadas e uma nova versão do episódio contado no ponto de vista de Jamie.

Sam disse que ama as coisas físicas que ele e Caitriona fazem e deixou claro que está falando das lutas e dos passeios a cavalo. Essa notícia deixou os fãs decepcionados. A atriz interrompeu o colega de elenco e falou os dois têm um humor de uma criança de 5 anos de idade e que é preciso se desligar das coisas pesadas para gravarem as cenas.


Um fã perguntou sobre os desafios enfrentados durante as gravações. Ronald disse que foi o frio. Sam disse que é complicado controlar os cavalos para que eles possam sair bem na câmera. Mas nada superou quando Sam comentou sobre o prêmio que ele venceu no Canal E!, de melhor protagonista masculino, em uma disputa apertada com Colin O’Donoghue, o Hook de Once Upon a Time. Os dois concordaram que um teria que se vestir do outro caso ganhasse e Sam cumpriu sua promessa: O ator colocou uma jaqueta e gancho e deixou Caitriona passar delineador em seus olhos. Um momento épico que só acontece nessas convenções!


Hannibal

Hannibal foi muito elogiada durante o evento e com a presença de Martha De Laurentis (produtora), Richard Armitage, Hugh Dancy e Bryan Fuller (ele estava usando um casaco de Star Wars e segurando um mini Dragão Vermelho), - que foram recebidos com muitos aplausos e logo perceberam o carinho de todos com as tiaras de flores, cartazes dentre outros mimos - iniciou-se um dos painéis mais aguardados em San Diego.

Depois da triste notícia do cancelamento do seriado, os fãs esperavam ouvir alguma boa notícia da série no painel da Comic-Con desse ano. Infelizmente, Bryan Fuller disse que a série se encerrará e explicou o porquê a Netflix não pegou por conta do possível acordo com a Amazon, e essa porque queria acelerar a história, começar a gravar já, e Bryan não concordou, ele está certo em manter a série em seu original. Sem casa nova, estão cogitando a possibilidade de um filme para encerrar.

Hugh disse que “isso é um assunto muito delicado, emocionante para nós, mas ainda não acabou! Não devem existir mais tiaras/coroas de flores no mundo depois de hoje!” se referindo à homenagem dos fãs. E assim, os membros da bancada decidiram colocar as tiaras/coroas para ficarem mais próximos dos fãs e mostrarem que também estão tristes com a notícia do cancelamento. “Fazer parte de algo onde você se sente tão engajado, acolhido, é realmente maravilhoso” finalizou Hugh Dancy.

O painel mostrou um vídeo do que vem por ai e teremos muitas coisas sobre o livro The Red Dragon (Dragão Vermelho). E parece que veremos muito Francis Dolarhyde (Richard Armitage) até o final e quase sem roupa na maior parte do tempo. A multidão ficou eufórica com o vídeo e triste em saber que essa será a última temporada. Confira o vídeo:


“É empolgante entrar com a trama de O Dragão Vermelho, considerando a dinâmica entre Hannibal e Will. Will olha para Francis Dolarhyde como uma versão de Hannibal que ele ainda tem a chance de salvar, e Hannibal olha para Dolarhyde como uma versão de Will que ele ainda tem a chance de corromper”, disse Bryan emocionado.

Bryan mencionou, também,  que eles trouxeram um pouco de ciência e Francis Bacon para a série. "E muito bacon também!", brincou Hugh. Sobre as músicas, ele disse que são todas psicológicas, não servem como melodia. E uma novidade surgiu aí, a música do final da 3ª temporada foi composta por Siouxsie & the Banshees. Preparem os lenços: a series finale tem tudo para ser épica!

Mas os spoilers não pararam aí. Haverá uma passagem de tempo de três anos entre os episódios 7 e 8. Depois disso, veremos Will em um momento mais tranquilo em sua vida, com uma esposa e menos pensamentos malucos, mas obviamente essa fase vai durar pouco. E agora? Como fazer para controlar a ansiedade?

Arrow 

Com muitas surpresas, os seriados da D.C levaram os fãs à loucura nessa Comic-Con. E Arrow já mostrou que a próxima temporada será bem melhor do que a 3ª. E a 1ª surpresa da noite veio de uma maneira sensacional. Antes mesmo de chamarem os membros para compor a mesa, as luzes se apagaram e uma voz conhecida por muitos proclamou “San Diego Comic-Con, you have not failed this city! I lost people forever, but Star City – not Starling City – still needs heroes. All of you have come so far, and I ask you come a little bit further — with the Green Arrow!”. Era Oliver Queen, digo, Stephen Amell usando o novo uniforme do herói que veremos na próxima temporada. E detalhe: o nosso Vigilante agora será o Green Arrow (Arqueiro Verde). O próprio ator divulgou uma foto promocional do seu novo traje, fazendo com que todos presentes (e os que não estavam) no evento surtassem.


Com a presença dos atores Stephen Amell, Emily Bett Rickards, Katie Cassidy, Willa Hollan, John Barrowman, David Ramsay, Paul Blackthrone os produtores Wendy Mericle, Marc Guggenheim, Andrew Kreisberg, Greg Berlanti e Geoff Johns, iniciou-se mais um painel sensacional e repleto de momentos marcantes.

“Sempre dissemos que a progressão para Oliver é muito mais do Arrow para Arqueiro Verde, disse o produtor executivo Greg Berlanti. “Esta é a primeira parada real nessa direção”, completou. E ainda de quebra ele revelou alguns detalhes da nova temporada. “Quando a temporada começar, ele (Oliver) estará em um lugar muito melhor. Ele estará feliz. Ele estará apaixonado. Esse sentimento confunde todos os personagens. Haverá um pouco mais de diversão e mais humor". "Veremos como é o Oliver fazendo piadas. Ele terá um bom humor, afinal, ele estará tendo um relacionamento”, completou.

Como de costume nos painéis da D.C, tivemos uma exibição de um vídeo  relembrando os principais momentos da 3ª temporada. Esse vídeo só aumentou a ansiedade para sabermos o que acontecerá com os personagens na próxima temporada.

O produtor executivo Marc Guggenheim afirmou que Anarky (personagem conhecido talvez pelos fãs de Batman) e Sr. Fantástico farão uma aparição na série. Aliás, a versão das telinhas do Sr. Fantástico é gay, adicionando um novo personagem LGBT para o show. David Ramsay arrancou gargalhadas do público quando disse que Diggle teria um uniforme também. Todo preto e com um capacete. “Sim, vai se chamar Black Driver”. Quem não está ansioso para isso? John Barrowman ainda revelou que o personagem (Malcom Merlyn) usará a capa de Ra’s Al Ghul, mas que no episódio 03 voltará a usar seu velho e famoso capuz.

Outro personagem famoso da HQ que dará as caras na temporada é o vilão Damien Darhk, que será interpretado pelo ator Neal McDonough. A notícia já tinha sido divulgada antes da convenção, mesmo assim, os produtores a confirmaram super empolgados com o que está por vir no próximo ano.  Quem ganhará bastante destaque na nova temporada é Willa Holland e seus trajes vermelhos como Speedy. “Eu chorei de felicidade quando provei o uniforme pela primeira vez”, disse a atriz, adicionando que é muito raro você ver uma personagem feminina que sofreu um trauma tão grande como Thea retornar forte, pronta para o batente. Katie também comenta sobre sua Canário e como se sente feliz do estágio que a personagem atingiu durante temporada.

E quanto a Olicity? Bom, recentemente o casal ganhou o Prêmio de Melhor Ship do Ano pelo MTV Fandom Awards e Amell aproveitou a oportunidade para falar sobre isso. “Isso significa muito para gente”, declarou Amell e completou “não como um Emmy, mas significa!”, levando todos às risadas. “Vocês são os melhores fãs do mundo”, declarou Rickards.  A atriz ainda falou mais: “Às vezes é complicado de estarmos perto, mostrar o que sentimos porque é tudo muito ‘distante’ e então chegamos aqui e temos essa explosão junto com vocês. É incrível”. Os dois deram um beijo como amigos, o que resultou numa gritaria tremenda dos fãs. Rickards aproveitou o painel para contar uma curiosidade: quando usou parte da armadura do ATOM, ela disse que foi uma dificuldade tremenda por causa do peso e do tamanho – preparado para um homem, não para ela – e garantiu que gerou boas risadas na gravação. Será que essa cena sairá nos extras do DVD da 3ª temporada? Caso não saia, alguma alma caridosa poderia divulgar no youtube? Os fãs agradecem.

The Flash

Para os fãs de HQ, o painel de The Flash foi um presente. Com a presença dos atores Grant Gustin, John Wesley Shipp, Candice Patton, Tom Cavanagh, Daniele Panabaker, Carlos Valdes e os produtores Andrew Kreisberg, Greg Berlanti e Geoff Johns, vimos um vídeo mostrando os melhores momentos da sua temporada de estreia com alguns spoilers que deixaram toda a platéia eufórica.


Sim, vocês ouviram e leram certo. Jay Garrick e Professor Zoom estão chegando para o 2º ano do homem mais rápido do Planeta. “Nosso grande vilão da nova temporada será Zoom”, disse Kreisberg. “Ele será ainda mais veloz que o Reverso, mais veloz que Flash e será realmente difícil de capturá-lo”, finalizou. Também anunciaram que o ator Teddy Sears (Masters of Sex), interpretará o 1º corredor escarlate, Jay Garrick. Além de Garrick, Wally West também será introduzido nessa temporada, porém, ainda não escolheram o ator que interpretará o sobrinho de Barry Allen. Quem também se juntará ao elenco na 2ª temporada é Shantel VanSanten (One Tree Hill) que será Patty Spivot, a nova parceira de Joe e o novo interesse amoroso de Barry.

“My name is Jay Garrick, and your world is in danger!”
E as novidades não param! A 2ª temporada vai começar alguns meses depois da 1ª. “Vamos ter de lidar com as consequências do cataclismo que ocorreu na season finale”, declara Berlanti. E ficamos surpresos ao descobrir que os personagens da Terra 2 serão explorados “a partir do buraco de minhoca”, de acordo com o produtor  Greg Berlanti.

Sobre Jay Garrick, Kreisberg disse que “ele é, obviamente, parte integral da mitologia do Flash. Agora que nós já contamos a história de Barry, achamos que seria interessante trazer o Flash original e criar toda uma nova história que envolva Barry”. E isso não é tudo! Parece que já vimos o personagem na season finale. Na verdade, uma pista que ele apareceu em algum momento no episódio 1x23, que coincidentemente é o número (123) da revista em quadrinhos em que Jay faz seu primeiro contato com Barry. Tem como não amar essa série?

Mas e sobre Cisco, Iris e Caitlin? Algum spolier? Bom, parece que Cisco vai ter que lidar com a mudança em seu corpo. “Não é a puberdade”, brincou Carlos Valdes. Seus meta poderes poderão aparecer a qualquer momento na temporada. Valdes também comentou que ele começará a ter visões, cada vez mais sonhos. “Então ele começará a sentir mudanças biológicas e isso só vai se intensificando com o tempo”, declarou o ator. O que veremos será Cisco lidando com essas mudanças aos poucos. “Com certeza teremos mudanças físicas também. Mas não como na adolescência”, brincou Valdes.

Já Iris estará mais perto da ação no próximo ano. “Filmei muitas cenas no STAR Labs desde que voltamos a gravar”, declarou a atriz Candice Patton. Ela também contou que o conhecimento que Iris tem das ruas, do ‘jornalismo’ será fundamental para ajudar Flash em alguns problemas do futuro. Sem mencionar que será complicado para ela e para seu amigo seguirem em frente depois do sacrifício de Eddie na temporada anterior. "Ele sabe que Eddie foi, finalmente, o herói que parou Wells no final e salvou todo mundo. Nós o encontraremos lutando com o seu papel de herói. Ele é um lobo solitário trabalhando sozinho”, disse Grant.

Quanto a Dra. Snow, Panabaker disse que foi muito interessante termos dado a primeira espiada nessa identidade de sua personagem (Nevasca) e que está ansiosa para que isso aconteça novamente, mas que ainda não sabe quando irá acontecer. Mas será que agora que o Flash Reverso "morreu", teremos o verdadeiro verdadeiro Harrison Wells na série? “Nossa 1ª temporada foi incrível. Os escritores fizeram um trabalho incrível com meu personagem mantendo-o em uma linha tênue entre bom e mau. Estamos bastante interessados em manter essa dualidade na próxima temporada”, declarou Tom Cavanagh .

Na hora das perguntas dos fãs, a galera quis saber sobre os vilões da próxima temporada: “Gorila Grodd estará de volta. Também teremos Capitão Frio e sua irmã nos primeiros episódios”, declarou Kreisberg. “Nós temos alguns vilões por vir que ainda não queremos compartilhar. Estamos realmente animados com Zoom e o tanto de desafio que ele trará aos nossos personagens. Ele será aterrorizante e rápido”, finalizou.

Legends of Tomorrow

O novo spin-off da CW, no mesmo universo de Arrow e Flash, Legends of Tomorrow, veio com tudo na sua 1ª Comic-Con. Estavam presentes o elenco da série - Ciara Renée (Mulher Gavião/Kendra Saunders), Victor Garber (Firestorm/Dr. Martin Stein), Brandon Routh (The Atom/Ray Palmer), Wentworth Miller (Capitão Frio/Leonard Snart), Caity Lotz (Canário Branco/Sara Lance) e Dominic Purcell (Onda Térmica/Mick Rory) - além dos produtores Berlanti, Guggenheim  Kreisberg, Phil Klemmer e Sarah Schechter e Geoff Johns, diretor de criação da DC. Logo em seguida, foi exibido um vídeo promocional, que conta a evolução das histórias da CW em forma cartunizada, além de apresentar cada um dos personagens da nova série. O vídeo já tinha sido divulgado na própria convenção no Painel CW.

   

Marc Guggenheim afirmou que os primeiros episódios de Arrow e The Flash vão abrir os caminhos para o spin-off. “Sarah precisa não estar morta”, explica o produtor. "Os crossovers vão construir a história até a estreia da série. E mais do que importante, queremos não fazer uma mesma série”, finalizou. Com a confirmação que Sarah Lance está viva, cria-se um êxtase na multidão, reprimido por Caity Lotz, que esclareceu que o Poço de Lázaro muda as pessoas, portanto, as coisas podem ficar meio loucas para ela. Outro fator que será explicado é como Ray Palmer sobreviveu a explosão do final da temporada de Arrow. Parece que teremos muitas surpresas por vir. Geoff confirmou que junto com a Mulher-Gavião surgirá o Homem-Gavião, porém o ator ainda não foi escalado.

Cada ator falou um pouco sobre seu personagem na série. Garber revelou que Dr. Martin Stein "é arrogante o suficiente para acreditar que pode mediar a relação desse grupo completamente disfuncional. E Firestorm será parte importante disso – provavelmente muito mais importante do que eu imagino”. Já Ciara Renée disse que leu os quadrinhos e acompanha as outras séries do universo, além de estar treinando artes marciais para interpretar sua personagem. “Vai ser bem interessante ver essas diversas mudanças nela. Como atriz, é um desafio incrível. Eu tenho que interpretar várias pessoas numa mesma personagem”, declarou Reneé.

Brandon disse que Ray tentará tomar a liderança do grupo, o que era de se esperar, mas que isso nem sempre acaba funcionando e o papel pode recair sobre Dr. Stein. Na sessão revelações, Dominic falou que seu personagem não estará nem um pouco feliz de estar se juntando ao time, mas que o fará pela falta de escolha. E quem será o grande vilão? Segundo Kreisberg, será Vandal Savage. Ele é um ser imortal e vem participando de muitas atrocidades ao longo do tempo. “Como que você combate alguém que não pode matar? Nossos heróis encontrarão com ele em diferentes tempos. Será interessante, vocês vão gostar!”, finalizou o produtor.

Gotham 

No painel, estavam os produtores executivos Bruno Heller, Danny Cannon e John Stephens, além de parte do elenco: Ben McKenzie (Jim Gordon), Donal Logue (Harvey Bullock), David Mazouz (Bruce Wayne), Sean Pertwee (Alfred), Robin Lord Taylor (Pinguim/Oswald Cobblepot), Camren Bicondova (Selina Kyle), Erin Richards (Barbara Kean), Morena Baccarin (Leslie Thompkins) e Cory Michael Smith (Edward Nygma).

Simpáticos, os membros do painel deram algumas informações sobre o que está por vir na série. Heller revelou que o 1º ano da série foi muito para mostrar a old school de Gotham City. "Eram mafiosos, e bandidos, tentando dominar o pedaço. No 2º ano, teremos um aumento de vilões que fará a cidade começar a declinar pelo caos", disse o produtor. "Essa temporada é maior, mais colorida, mais intensa, mais excitante”, finalizou.

Para Geoff Johns, que comandava o painel, Heller tinha a visão certa do show quando sugeriu que Selina Kyle presenciasse a morte dos pais de Bruce Wayne. “Um personagem como Batman é extremamente batido. Muitas histórias sobre ele já foram contadas, por isso precisamos de alguém como Bruno para dar uma nova visão as coisas”, ressaltou Geoff. Concordam?

Mas e quanto ao vilão mais amado e odiado do momento, o Pinguim? “Ele alcançou seu objetivo”, declarou Taylor. “Ele é o rei de Gotham. Ele passou toda a 1ª temporada galgando essa posição e ele sace que uma vez que você chega ao topo, terá alguém pronto para te derrubar de novo. Ele estará preparado para lutar e continuar onde está”.

Quem deverá se preocupar muito com o que acontecerá na cidade é o Detetive Gordon, que de acordo com McKenzie, contará com a ajuda de alguns parceiros. “Haverá uma corrida armamentista. E no mesmo passo que, os vilões aumentarão, os heróis também irão”. Seria a indireta de que logo logo veremos um pequeno Batman enfrentando os bandidos de Gotham?

Camren Bicondova foi uma simpatia a parte. A atriz falou sobre sua personagem, a Mulher Gato, que após passar um tempo com Fish, estará se questionando “onde ela está, se ela é uma pessoa boa ou ruim”, disse a atriz. E Sean Pertwee revelou que a relação entre Bruce e Alfred também será mais explorada ainda mais agora que o garoto descobriu um segredo de seu pai. “Será a construção de um relacionamento adulto, de mútuo respeito”, revelou Sean.

A grande surpresa do painel ficou por conta do futuro Coringa da série. Cameron Monaghan saiu do meio da plateia vestido como Coringa, futuro do seu personagem Jerome. E não foi só isso. Ele roubou o microfone do fã que faria a pergunta nessa hora e perguntou “qual é seu nível de tolerância a dor?”, parecendo atacar ao garoto. A cena é interrompida por ‘seguranças’ e todos ficam muito animados com o personagem. No meio do alvoroço, McKenzie grita do palco: “Eu vou te encontrar e acabar contigo, Jerome”, garantindo os aplausos da plateia e aumentando mais ainda o nível de ansiedade para a próxima temporada.

Supergirl

A novata Supergirl preencheu a alegria dos fãs presentes na Comic-Con. Antes de chamar quem fará parte do painel, tivemos a exibição de uma promo mais longa do seriado. Presentes no painel estavam a estrela do show, Melissa Benoist (Kara/Supergirl), além de Mehcad Brooks (James Olsen), David Harewood (Hank Henshaw), Chyler Leigh (Alex Danvers) e Jeremy Jordan (Winn Schott). Também estavam lá os produtores executivos Ali Adler, Sarah Schechter, Andrew Kreisberg e Greg Berlanti, acompanhados de Geoff Johns para falar sobre a nova aposta da CBS.


“É uma história que precisa ser contada”, revelou o produtor Ali Adler. “Você entra e vê-la como mulher e você vai se lembrar dela como poderosa. Seu gênero não importa realmente. Ela é demais”, elogiou. Adler comentou sobre como que foi a escolha de Benoist como protagonista: “Nós vimos centenas de mulheres e ela foi a primeira delas”. Benoist comentou que quando deixou sua audição para o papel, tinha certeza de que não conseguiria por julgar o material muito ruim. Tem como não amar a sinceridade dessa garota?

A produtora da série, Sarah Schechter, revelou que teremos dois vilões importantes na nova série: Reactron e Livewire. E para a surpresa de muitos, Peter Facinelli se juntou a equipe para fazer parte do painel. Ele dará vida a Maxwell Lord, o que foi divulgado no painel. Kreisberg comentou que a série foi bastante influenciada pela versão de Richard Donner de Superman e avisa que a série terá sim um tom leve em meio as mais pesadas do gênero. Melissa comentou também sobre a incrível sensação que é usar o uniforme de sua personagem: “É impressionante a transformação que acontece. Fica impossível você não se sentir cheia de poderes e esperançosa e corajosa. É como se eu fosse outra pessoa”.

Logo em seguida, o público assistiu ao piloto da série. Detalhe: o piloto já tinha sido vazado e nós do Freaks 4 Series fizemos nossas primeiras impressões sobre a série.

The Vampire Diaries

Abrindo o último dia de Comic-Con 2015, o seriado de vampiros da CW veio fazer sua primeira aparição depois da saída de sua protagonista Nina Dobrev. Com Michael Malarkey (Enzo), Candice Accola (Caroline), Ian Somerhalder (Damon), Paul Wesley (Stefan) e Kat Graham (Bonnie) e as produtoras do show, Julie Plec e Caroline Drie, o painel de The Vampire Diaries mostrou que o seriado pode e deverá sobreviver sem Elena Gilbert.

Pau Wesley comentou que sempre que quer ouvir os fãs gritando loucamente só precisa falar “Jared e Jensen” (protagonistas de Supernatural), brincando com a histeria pelos colegas da emissora. “Tá vendo, é fácil! Eles estão chegando galera, aguardem!”, disse Paul interagindo com o público. Mesmo com a saída da protagonista, Plec promete que ainda teremos romances intensos na série apesar de Damon deixar o amor da vida dele de lado para um soneca de 60/70 anos. Como sempre muito brincalhões, Ian diz que não terá problema para interpretar um vampiro adolescente, mesmo com 60 anos. Paul não perdeu a chance e revidou o colega: “Será que não? Você já não convence aos 30!”, garantindo as risadas da galera.

Quando o assunto é amizade todos olham para os intérpretes de Damon e Bonnie, Kat revelou que Ian está planejando dirigir um episódio novamente na nova temporada. “Sim, faremos isso novamente. Foi muito bacana para mim como uma nova experiência”, falou Ian. E como será o comportamento de Damon agora que seu amor está num sono profundo por anos, seria ele um monge agora? “Que monge o que!!”, disse Ian bravo. Plec comentou que o desafio de Damon é que Elena pediu que ele vivesse sua vida: “O negócio é, ‘Quem eu sou sem essa garota do meu lado? Ela é a pessoa que mantém meus pés no chão e me faz querer tomar as decisões certas, a andar na linha'”. A produtora ainda aproveitou para dizer que Damon aprontará muitas coisas, mesmo tentando não aprontar. “Veremos o velho Damon de volta, aquele por quem vocês se apaixonaram”, Ian revelou, animando os presentes. “Aquele vampiro sexy, volátil, irônico, perigoso… tudo aquilo que vocês amavam no início, estaremos trazendo de volta”, complementou o ator.

Além de Damon, Stefan também estará diferente na nova temporada e eles prometem que veremos muito mais do relacionamento entre os irmãos Salvatore. “Se preparem para muito bromance, declarou Paul e garantiu que iriam roubar o lugar dos Winchester na emissora. Mas e quanto à Steroline? Algum spoiler?. Os atores brincaram com o nome do ship dado pelos fãs, dizendo que ele soa muito esquisito. “Mas Delena soa como uma doença  e Steroline soa como a cura dessa doença!”, brincou Paul, garantindo, novamente, a risada de todos. Sim, Paul estava muito brincalhão e tentando desviar muitas perguntas relacionadas à spoilers.


Dries então fez uma pergunta ao público no intuito de constranger Paul: “Vocês não querem ver mais Paul sem camisa gente?”, sendo respondida por gritos histéricos da plateia. Wesley, que nem sem graça ficou, falou que isso era coisa para a 1ª temporada, quando ele ainda era novo. “O tempo mudou muita coisa”, brincou o ator. Dries aproveitou o momento para comentar sobre como é difícil para a produção ter que sempre superar o vilão da temporada anterior. Na próxima temporada, teremos a ‘família’ de Lily como o centro da vilania e ela promete que eles serão bastante violentos. Mas o que todo mundo quer saber é como Mystic Falls acabou da maneira que vimos no final do season finale, o que ninguém responde.

Duas perguntas que ficam martelando os fãs foram respondidas. A 1ª é sobre Elena e como será a série sem ela. “As coisas vão ser mais legais agora”, brincou Paul, mandando um beijo para Dobrev. Ian contou que essa é a evolução da história e Candice lembrou os fãs de que Elena não morreu, só não estará por ali por um tempo. E será que existe algum indício de que com a saída da Elena a série esteja próxima de seu fim? “Não, não vejo. Nós construímos essa família e ainda não estamos prontos para vê-la acabar”, declarou a produtora. E como terminará, ela sabe? “Não importa o que aconteça entre agora e o dia que chegará ao fim, o final permanece o mesmo”, explicou.

Um dos momentos mais bacanas foi o da exibição de um vídeo épico feito por um fã.  O vídeo começa romanticamente, até ser interrompido por um Kai entediado que mostra como seria um vídeo de verdade: cheio de vilões, maldades e sangue. E não é só isso. Kai tenta aliar amor e maldade, então mostra uma cena de Elena e Damon se beijando, cortando para uma cena em que Kai e Damon estão se beijando! Sim, uma loucura só que só vemos na Comic-Con.



Supernatural

Um dos painéis mais divertido (se não o mais divertido) dessa Comic-Con foi o de Supernatural. Com uma entrada hilária, os atores Jared Padalecki (Sam), Jensen Ackles (Dean), Misha Collins (Castiel), Mark Sheppard (Crowley) e o produtor Jeremy Carver e o roteirista Andrew Dabb, fizeram a festa em San Diego. Lotado, o painel exibiu um vídeo de comemoração ao 200º episódio. Detalhe: esse vídeo não foi visto por ninguém antes, nem mesmo pelo elenco! O vídeo não mostrou nenhuma cena nova, mas foi o suficiente para deixar qualquer um animado.

"Nós tivemos um monte de intensidade na história dos personagens”, declarou Jeremy. Entretanto, ele diz que nesse ano eles irão voltar para o sentimento épico de uma luta contra o mal maior e que os irmãos estarão muito unidos. Para Jared, os Winchesters irão vencer o mal porque eles não são Losechesters (perdedores). “Eles voltaram ao normal, por assim dizer, e tem um alvo em comum. Eu estou animado com isso”, falou Jensen. “Tudo que o Jensen disse, eu também vou dizer”, brincou Jared.

Todo mundo deve estar farto de tanto saber o quanto esse elenco é unido (e divertido). Num momento bastante revelador, Misha contou que às vezes eles convencem os produtores a darem cenas falsas para o Mark gravar, que nunca estão destinada para irem ao ar, e somente fingem que ligam as câmeras. Sério, tem como não amar esse elenco? Mas isso não é nada! Diante dessa revelação, os moderadores do painel trazem o hamster com o qual Mark trabalhou. “Esse foi o melhor e mais amável ator com quem eu trabalhei nessas dez temporadas”, falou Mark. Em seguida, Rob e o Richard começam a imitar a “voz” de um hamster, o que fez com que a equipe toda morresse de rir. O Jared riu tanto que até teve que levantar da cadeira, enquanto Misha enxugou as lágrimas de riso. Momento épico dessa Comic-Con, não acham?

Quanto as novidades da 11ª temporada, eles bem que tentaram disfarçar e não contar nada de bombástico. Andrew revelou que não há episódios temáticos chegando tão cedo, mas prometeu que tem algo muito divertido no 4º episódio da nova temporada (11×04). Já quando o assunto é Crowley, Mark abriu a sinceridade: “Eu estou morto. Eles só me deixaram vir aqui porque sabiam que eu iria aparecer de qualquer maneira“. Além disso, na próxima temporada teremos um vilão poderoso e os irmãos lutarão incansavelmente, unidos novamente, contra o mal, contando com a ajuda de Castiel. Jared disse que está bastante de confiante que eles conseguirão derrotar o mal mesmo sendo conhecidos por Losechesters.


Jeremy revelou que não há muitas respostas além do fato de que existem personagens favoritos ao longo dos anos, mas que de uma forma ou de outra eles sempre acabam morrendo. “É uma daquelas coisas tristes e dramáticas que fazemos”. Jensen disse que a Charlie deveria ter uma aparição bem menor, mas que foi trazida de volta porque era muito amada. Ou seja, os fãs tem poder!

Um fã perguntou se alguma vez os atores já discordaram com o que o seu respectivo personagem estava fazendo. E não é que eles respondem "com frequência"? Mas para eles, essa é uma das melhores partes de atuar. Assim, Jared e Jensen aproveitam o momento para agradecer o apoio do fãs (as velas de “Sempre Continuem Lutando” os honraram) e finalizam dizendo que eles não seriam nada sem o público. Muito amor por este cast!

Ainda emocionados, Mark falou que até agora foi uma jornada muito divertida e acolhedora, mesmo sabendo que ele começou a série beijando um cara embaixo na ponte (eles não perdem uma piada). Jensen, que é fã de Batman – ano passado ele vestiu uma camiseta do Batman e esse ano a escolhida foi a do Joker (Coringa) – falou que depois de 10 anos eles conviveram muito, casaram, tiveram filhos, e agora são todos uma grande família.

Mas quando o assunto é sobre a nomeação de Melhor Química entre Jensen e Misha no Teen Choise Award, os atores começam a fazer brincadeiras em torno disso, falando que realmente possuem uma química com a qual estão trabalhando. E quanto a Sastiel, por que não acontece? O Misha explicou que a diferença de altura entre os dois iria complicar a relação. E, novamente, todos caem na gargalhada.

Sobre o episódio favorito deles,  Jensen escolheu “Soul Survivor“, da 10ª temporada, porque ele dirigiu e, por isso, tem um lugar especial no coração dele. No entanto, todos eles consideram o episódio 200 o melhor.  Já como melhor cena Jensen lembrou da sua briga com Cain na última temporada, onde ele saiu com vários hematomas. Misha disse que Jensen dirigindo é muito legal, “mas eu faço tudo para piorar!”. Jensen completou: “ele é muito difícil de lidar”. “Dirigir Jared é estranho porque ele é mais alto que eu!”, revelou Jensen. Esperamos ver ainda muitos episódios dirigidos por ele.

American Horror Story e Scream Queens

Aos fãs de horror, sangue e Ryan Murph, os painéis de American Horror Story e Scream Queens foram um prato cheio. Depois de se aventurar na onda dos musicais, Murphy está cada vez mais envolvido com a arte de terror na TV. No painel de American Horror Story, Angela Basset, Matt Bommer, Evan Peters, Sarah Paulson, Kathy Bates e o criador/produtor Ryan Murphy falaram um pouco sobre o que estar por vir na nova temporada que se chamará American Horror Story: Hotel e sobre American Horror Story: Freak Show, a temporada anterior.

Evan Peters disse que foi um desconforto para ir ao banheiro com suas mãos de lagosta em Freak Show. “Eu tinha que ter pessoas para cortar a minha comida e para fechar meu zíper”, revelou ele. Peters também disse que as mãos não tinham um cheiro muito agradável e Sarah concordou. Sarah contou que Kathy mantinha seu sotaque o tempo todo, mesmo quando não estavam gravando. “Uma vez fomos jantar depois de uns dias de filmagem e ela falou o tempo todo com o sotaque, era muito engraçado”, se divertiu Sarah. Kathy então comentou que encontrou um site que ensinava como fazer determinados sotaques e era assim que passava todas as suas manhãs compondo a personagem do terceiro ano da série.

Matt Bommer disse que um dos motivos dele querer se juntar ao seriado de Murphy é o fato de que ele sempre gostou muito da série e que é um fã do gênero, o que o agrada ainda mais no trabalho. Uma das expectativas dos fãs é ver Gaga cantando em American Horror Story: Hotel, mas, infelizmente, Murphy disse que isso não vai acontecer. Sobre a escalação de Gaga para o papel principal, ele falou que foi uma das escalações mais estranhas que fez na vida. A cantora também pediu para ser má na série – o que nunca é um problema para o seriado. O criador da série também comentou que será difícil encontrar alguém bom entre os personagens da quinta temporada da série.

Já a nova série de horror, Scream Queens, deixou os fãs ansiosos para saber o que esperar do seriado. Jamie Lee Curtis (em sua primeira Comic-Con da vida), Emma Roberts, Lea Michelle, Skyler Samuels, Keke Palmer, Abigail Breslin e Billie Loiurd, além de Ryan Murphy, falaram um pouquinho do que está por vir. A série exibiu seu episódio piloto pela 1ª vez nessa Comic-Con, em um evento especial da convenção de San Diego. Os sortudos presentes na exibição gostaram muito do que viram e só nos deixaram ainda mais ansiosos pela estreia oficial.

Murphy  comentou que uma das partes que mais gostou de escrever em AHS: Coven foi a comédia, que é de onde veio a ideia para Scream Queens. O produtor declarou que queria fazer algo mais vendável porém com o terror como pano de fundo, descrevendo a nova produção como Halloween encontrando Atração Mortal. Emma Roberts se declarou uma apaixonada por esses dois filmes e falou que foi isso o que a influenciou muito na sua paixão quase que instantânea por sua personagem Chanel. Sobre a sua personagem, ela disse que Chanel será a Presidente de uma Fraternidade na faculdade e que ela leva isso muito a sério, e tem uma personalidade nada fácil. Emma prometeu “Vocês vão amar odiá-la e odiar amá-la”.

Lea Michelle admitiu que nunca fez nada parecido com o seu papel na nova série. “Eu não sabia absolutamente nada sobre a personagem quando entrei para a série. As únicas coisas que Ryan me falou foram: Emma Roberts, Jamie Lee Curtis, protetor cervical. Eu topei”, revelou a atriz que declarou que o protetor não é nenhum um pouco confortável.

O elenco também comentou que os seus personagens revelam muito das suas próprias características. “A minha personagem fica cada vez mais maluca, o que vocês querem dizer com isso?”, brincou a atriz Abigail. Billie diz que está adorando encontrar mais de seu lado obscuro, cínico e cruel. “Eu estou realmente curtindo isso!”, declarou. Jamie falou que sua personagem, Dean Cathy Munsch, é bastante complicada: “Aos poucos as coisas serão reveladas e isso será bastante contraditório com o que você já sabia”.

Ryan reafirmou que haverão poucos sobreviventes ao final da temporada de Scream Queens e que essas pessoas irão para outro lugar, onde a história recomeça. “Muitos deles vão continuar e muitos não – quem irá sobreviver? Ninguém sabe”, provocou o autor e revelou também que nunca foi tão mimado pelos atores, já que todos temem pelas suas respectivas vidas na série. Sobre uma dica importante, ele disse que se você assistir ao 1º episódio depois do final, tudo fará mais sentido e entenderá o mistério do assassino no seriado - então, muita atenção quando a série estrear.

Heroes Reborn

Um dos últimos painéis desse ano foi o de Heroes Reborn, que relança a série de Tim Kring. Retornando em forma de minissérie pela NBC nesta fall season, Tim Kring abriu o painel com um discurso emocionado sobre o retorno. “Tivemos um longo descanso. E agora, estamos prontos para salvar o mundo mais uma vez”, disse o produtor. Tim aproveitou o momento para anunciar que serão produzidos dois jogos que contarão a história do gap entre a série original e a nova minissérie e serão lançados também eBooks contando as histórias dos novos personagens. Até um app foi criado para um prequel digital que se chamará Dark Matters. Além de Tim, o elenco de Heroes Reborn estava presente para contar as novidades.

Tim estava cheio de novidades. Ele revelou alguns detalhes técnicos da série e disse que as coisas “estão mais fáceis do que há 9 anos atrás. Fazemos os efeitos dentro do próprio set. Sobre a trama, Kring declarou que ela se manterá fiel ao material original, não desconsiderando nada do que foi feito. E que uma parte essencial da série, a música, se manterá firme e forte nos novos episódios. A história de Heroes Reborn se passará 5 anos depois do fim da série original, como podemos ver no trailer estendido que foi exibido.


Jack Coleman revelou que foi muito emocionante retornar ao papel. "O personagem voltou bem rápido, e foi ótimo”, finalizou. Robbie Kay contou um pouco mais sobre seu personagem, um colegial que tem habilidade de fazer outras pessoas desaparecerem. “Ele terá muito poder em mãos. Mas ele só quer ser uma pessoa normal. Ponto.”. Danika Yarosh também falou sobre a sua nova personagem: “Uma menina destinada a grandeza. Ela é feita para isso, sempre soube, e terá de lidar com as consequências”.

Zachary Levi estava animado por fazer parte da saga Heroes. O ator relembrou os tempos de Chuck (série que o consagrou e que todos querem um filme), revelando um segredo: “Eu amei interpretar Chuck, mas secretamente eu fiquei com um inveja por não poder voar ou disparar raios dos olhos”. Bem que podiam interligar as duas séries, não? A grande surpresa do painel ficou por conta de Masi Oka. O ator fez uma entrada triunfal, se teletransportando do telão para o painel. Com um ótimo bom humor, Masi afirmou que Hiro trará grandes surpresas para Heroes Reborn. O ator ainda disse que acha legal a série poder encerrar algo que não foi encerrado corretamente, dizendo que os fãs irão amar. Agora é só aguardarmos a estreia da série e torcermos para que os novos heróis sejam tão encantadores quanto aos originais.

E estes foram os principais acontecimentos marcados na Comic-Con deste ano em San Diego. Para qualquer novidade sobre suas séries favoritas, continuem acessando nosso site ou acompanhem a gente pelo twitter ou nossa página no facebook.  Até a próxima!
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário