Chicago PD 3x04 - Debts of the Past


Quem precisa do Hulk quando se tem Hank Voight!

Chegou o dia em que Voight iria mostrar seu lado raivoso e daria no couro daquele que mexeu com sua família. Voight mostrou que nem sempre uma super injeção trás o nosso lado verde para fora, e foi a caça do responsável pela bomba no seu carro. Se nos Vingadores eles tem o Hulk, em Chicago temos Voight e numa batalha entre os dois heróis fica difícil saber quem ganharia, ainda mais quando está em jogo alguém querido pelo chefão da inteligência. Por isso, é melhor ninguém pisar no pé do Voight!

E quem poderia imaginar que por conta disso Voight e Alvin iriam ter a sua primeira briga de casal? Pois bem. Bastou acontecer uma desconfiança de quem ficou com o dinheiro do bandido solto no episódio anterior, bandido esse que foi solto graças à pentelha da mãe da Erin, para que Voight desconfiasse do seu melhor amigo. Eu só perdoo o Voight porque tentaram matá-lo e sua família! No final os dois fizeram as pazes e mostrar que o bromance é maior que qualquer tentativa de separação. Claro que antes Alvin ajudou Voight a evitar que fosse preso por matar aquele desgraçado que aprontou com ele. 

Antes dele conseguir prender o desgraçado, Voight passou por poucas e boas, para no final divar e mostrar quem é Hank Voight. A ironia disso tudo está no fato de Voight não ser aquela pessoa perfeitinha, que todos julgam por ser corrupto, mas que aplaudem suas atitudes simplesmente por ser o cara que luta com unhas e dentes por justiça. Infelizmente, existem muitos policiais corruptos no mundo, mas poucos como Voight. Às vezes, o errado se torna o certo e nós precisamos acreditar que existem pessoas que são destemidas, que enfrentam os bandidos da mesma forma que Voight e sua equipe faz. Mesmo que ele ultrapasse os limites, sabemos que é esse temperamento forte e raivoso que o faz ser um personagem importante, Voight está longe de ser um herói, mas suas atitudes de fazer o bem o levam ao gosto do público. Ele é o Capitão Nascimento de Chicago PD, isso é, um homem cheio de falhas, defeitos, mas que com seus erros e suas atitudes tenta trazer a paz para a cidade em que vive. 

Sinta a fúria de Voight, mesmo com seu péssimo dublê que esqueceu de trocar a peruca!
Alvin também vive seus dramas e a julgar pelos acontecimentos desse episódio, podemos esperar por muitas reviravoltas na história dele. Principalmente no tocante ao assunto da nova filha dele. Uma pergunta que sempre beirou minha cabeça foi como um cara como Alvin não fez um teste de DNA antes? Por mais que a menina tenha algumas características parecida com a dele, não podemos ficar desconfiados da possibilidade dela não ser a filha dele e ele estar vivendo uma fraude. Se isso acontecer, Alvin perdeu sua família a toa, mas como Dick Wolf gosta de brincar com a gente, já espero muita enrolação nessa história toda. Só torço para que ele seja feliz, seja com sua esposa, seja com essa filha nova, seja ao lado de Voight!

Mas vamos falar dos casais dessa série. Primeiro de Burzek. Que palhaçada foi essa de tentarem atrapalhar o casamento do ano? É sério que agora colocaram Adam como o louco por noivados e Kim como a noiva insegura? Por favor, essa história é ridícula e de muito mal gosto para cima dos fãs de Burzek. Além disso, serei obrigada a ver o casamento sendo adiado (ou até mesmo cancelado) por conta dessa história toda? Burzek é puro amor, não dá para destruir algo lindo como esse casal com uma bobagem dessas. Adam ama a Kim e a Kim ama ele, então qual é o problema dele ter ficado noivo antes? Ele nem chegou a se casar. Será que ela não percebe que adiar o casamento só vai piorar a situação toda? Alguém pode dar uns conselhos para ela, por favor? E que não seja o Roman porque sabemos que ele tem uma quedinha por ela.

Já Linsted continua tão lindo que a cada cena dos dois, eu aguardo por uma declaração. E depois de assistir a promo do próximo episódio, meu coração Linstead só bate cada vez mais por eles dois. Erin e Jay nasceram para ficarem juntos e só falta papai Voight dar a sua bença para que isso aconteça. Falando nisso, estou começando a montar uma teoria que, talvez, Voight seja o pai biológico da Erin. Pensem comigo: Voight surgiu na vida da Erin do nada e a ajudou muito. A trata como filha; ficou p. da vida quando ela virou Erin drogada baladeira (na temporada passada), desistindo de ser policial, e a Bunny odeia ele, como ele não suporta ela. Para completar, tivemos uma cena final nesse episódio que mostrou (seria uma indireta?) que Voight ainda tem débitos do passado e olhou para Erin que estava flertando com Jay. Pode ser que ele saiba que ela seja sua filha (ou desconfia) e tem medo da reação dela. E tem toda a questão afetiva que ele sente pela Erin, que é tão forte que ele chega a ser contra o namoro dela com Jay por achar que Jay seja uma péssima escolha para Erin. Uma atitude bastante parecida com a de uma pai, não acham? 

By the way, Voight deixou Erin voltar para seu antigo apartamento e nossa detetive linda e poderosa foi comemorar com Jay lindo e sexy. Uma prova que existe faísca em Linstead, não acham? Sem mencionar que nesse episódio nosso casal querido voltou a trabalhar juntos e vibramos muito com cada cena deles. Só espero que Erin e Jay assumam logo o que sentem um pelo outro antes que Bunny volte a brincar com fogo e queira aprontar mais alguma para cima da filha. Falando nisso, quem não quer ver Voight dando uma surra bem dada na Bunny, levanta a mão?

EU!!!!!!!!!!!!!!

Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHAHHA MORTA NAS REFERÊNCIAS!!! HAHAHAHAHAHHA ADOREI!!
    E siiiim, essa do casamento Burzek tá difícil de engolir MESMO :(

    ResponderExcluir