Chicago PD 3x05 / 3x06 - Climbing Into Bed / You Never Know Who's Who


Episódio duplo de Chicago PD é para matar qualquer um! Page Cardio!!!!!


SAMU, cadê você??? Estou tentando me recuperar desse episódio duplo de Chicago PD, mas depois de tanta informação fica difícil não surtar e ficar imaginando mil e uma coisas. Novamente, Dick Wolf se superou e nos apresentou dois excelentes episódios mostrando que PD é uma das melhores séries policiais do momento. É incrível o quando o seriado evoluiu desde o piloto e nem parece que estamos diante de um spin-off  de Chicago Fire. É como se os personagens ganhassem vida própria e suas tramas fossem mais importantes do que os casos semanais, que, embora, continuem bombando, são meros coadjuvantes nessa história toda.

A julgar pela promo, já esperava que Adam Ruzek ganharia um destaque maior na história. E foi isso o que aconteceu no episódio "Climbing Into Bed". Ruzek ao tentar ajudar um informante acabou se ferrando e muito com a polícia, isso porque um bandidão usou o carro dele como meio de transporte para roubar e matar alguns sequestradores de um restaurante, resultando na morte da vítima. Agoniado, Adam se sentiu culpado o episódio inteiro pelo o que aconteceu, resultando num afastamento entre ele e Kim, para a nossa tristeza, fãs de Burzek.

Kim ainda anda agindo estranha desde que soube sobre os noivados de seu noivo e Roman parece não estar ajudando nenhum pouco nossa amada policial. E para piorar um pouco mais o sofrimento dos fãs de Burzek, Roman descobriu que não conseguirá salvar a vida do menino em que estava disposto a doar uma medula para tratar o câncer dele. Confesso que chorei muito com toda a situação envolvendo Roaman e o menino, ainda mais quando vimos uma Platt mais humana em ambos os episódios. Aliás, não dá para não amar essa Sargenta que é pura emoção! Platt vem me conquistando episódio pós episódio e não vejo a hora dela ganhar um episódio só dela como Mouse ganhou.

A Inteligência pode até ter resolvido o caso e descoberto que o filho da vítima estava envolvido com o acontecido (mesmo que ele não tenha esperado a morte da mãe), mas Adam Ruzek acabou se ferrando e feio. A corregedoria partiu pra cima do nosso bonitão detetive e fez com que ele fosse suspenso, levando os fãs a sentirem o coração se despedaçar, afinal, não está nada fácil ser fã de Burzek nessa temporada e Dick Wolf não está deixando em paz esse casal fofo. Já prevejo muito drama antes mesmo do fim da temporada.


Com o Adam suspenso, ficou para a turma investigar outro caso envolvendo a morte de um agente da CIA no episódio seguinte, "You Never Know Who's Who". Se não tivessem divulgado como episódio duplo, não saberia relacionar os dois episódios, mas tudo bem, melhor para nós fãs do seriado. E a situação ficou bem feia para nossos amados detetives, afinal, se já não é fácil achar o assassino de uma pessoa comum, imagina de alguém que espião?

Mas Voight e sua equipe mandaram bem e conseguiram prender o responsável pelo assassinato do agente secreto. Porém, antes tiveram que suar a camisa para entender o que estava acontecendo, pois não é todo o dia que você encontra um arsenal, muitos dinheiros e vê o corpo sendo roubado do Hospital de Chicago Med. Para a nossa sorte e alegria, Voight deixou Adam trabalhando com Kim para analisarem as armas e pudemos respirar aliviados quanto ao casal mais fofo do seriado, Burzek. Por mais que a conversa entre eles tenha sido rápida e breve, percebemos que Adam ama Kim e Kim o ama, fato comprovado antes na conversa mais fofa entre ela e Platt.

Falando nela, não dá para não torcer e esperar que Platt seja a Dama de Honra desse casamento mais aguardado dos fãs. Platt provou ser uma Burzek quando ajudou Adam na temporada passada com o tiro da Kim e mostrou novamente que é Team Burzek ao conseguir retirar a suspensão dele. Sem mencionar todas as cenas dela com Kim que são lindas e hilárias ao mesmo tempo. Seria injusto ver outra pessoa como Dama de Honra se não Trudy Platt e espero que Dick Wolf perceba isso como se toque que não deve se meter com Burzek. #PlattParaDamaDeHonra #Burzek'sWedding!!!

Roman também merece meus parabéns pela atitude nobre que ele fez. Não só por se voluntariar como doador, mas como trazer um pouco de alegria para o menino no seu último dia. Eu chorei muito quando o médico bonitão disse que tinha dado muitas morfinas para evitar que ele sentisse dor quando morresse e sei que o gesto de Roman foi lindo e mexeu com Kim (e com todos nós). Infelizmente, nem sempre conseguimos aquilo que queremos, mas o fato de praticarmos o bem aos outros, dá esperança de que o mundo não é só habitado por pessoas ruins, mas também por pessoas boas.

Como eu disse bem no começo dessa review, esses dois episódios foram repletos de informações. E se você esperava que Alvin pudesse resolver seus problemas com sua filha, enganou-se feio. Parece que o melhor amigo de Voight decidiu não saber se a menina é ou não é sua filha, rasgando o exame de DNA. E nem o susto de quase ter morrido fez com que ele reavaliasse a hipótese de querer saber toda a verdade. Não sei se ele agiu certo, até porque quem sou eu para julgar um cara como ele. Mas eu, curiosa como sou, adoraria saber o resultado. Mas ainda existem esperanças, pois ele jogou o resultado no lixo da academia de Antonio, lugar onde sua suposta filha treina, o que pode nos indicar que ela poderá encontrar o resultado, abrir e falar um monte para o Alvin. Se isso acontecer, já espero os dois no Programa do Ratinho!

Deixei o melhor para o final de propósito! #Linstead <3 Meu OTP (e de muitos) rolou nesses dois episódios. E que retorno!!!! Parecia uma eternidade e eu não aguentava mais ver Erin e Jay separados, apesar de amar os flertes. Por mais que papai Voight ainda não tenha abençoado o relacionamento, isso não quer dizer que Linstead vão ficar separados, pelo menos por enquanto. Toda a história da Erin querendo encontrar um sofá perfeito para dar uns amassos nos levou ao beijo dos dois que me deixou sem ar e gritando como louca! Sim, eu revi a cena umas 20 vezes de tão linda que foi. Se eu queria ver Jay lindo gostoso sexy e com barba sem roupa? Lógico!!! E tenho certeza que muitas pessoas queriam ver a Erin ex drogada e baladeira também de lingerie, mas aceito como as coisas rolaram até porque foi tudo perfeito!!!

E o episódio duplo não poderia ter encerrado da melhor maneira do que ver esses dois se assumindo publicamente. Dane-se Voight, dane-se Bunny, dane-se todo mundo!!! Linstead is ending game!!! E é melhor Dick Wolf parar de se meter (e estragar) meus casais favoritos. Já estou esperando Erin pegar o buquê da Kim e Jay pedi-la em casamento de uma forma romântica e sexy, com a bença de Voight é claro. Mas vou aguentar isso acontecer até porque estou mega feliz com tudo o que aconteceu e ver Erin e Jay juntos e se assumindo para todos no Molly's foi lindo demais. Parecia aquelas cenas românticas de filmes hollywoodianos. O que importa é que no final o amor sempre vence e que Linstead voltou!!!!

#ChupaVoight #ChupaHaters
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário