Empire 2x02 - Without a Country

Snitch Bitch!

Que esta é uma das melhores séries da atualidade, nós estamos cansados de repetir, mas é surpreendente como, a cada semana, Empire fica melhor. Numa família em que sangue e música são, praticamente, a mesma coisa, é impossível imaginar um sem o outro e, depois de terem sido escorraçados da empresa por Jamal, Cookie resolveu que era hora de começar a sua própria gravadora, levando consigo Andre e Hakeem. Um episódio repleto de surpresas, reviravoltas, cenas épicas e carões; um passeio pela cova dos Leões que, diferentes dos de Daniel, estavam ávidos por poder e completamente famintos.

"É difícil ver a moldura quando você está na imagem," e Lucious não poderia estar mais certo! Passar o bastão para Jamal doeu em todos, mas foi Dre quem levou o golpe mais duro e protagonizou a melhor cena do capítulo, pra mim. Lógico que não daria certo ele na gravadora da mãe e não falo isso levando em consideração os embates sobre 'sociedade' entre ele e o irmão caçula, mas porque a Empire é o que ele é e vice-versa. Foi duro vê-lo cortar os laços trabalhísticos com Cookie, pior assistir ele implorar o perdão do pai. "For years you rejected Jamal because of who he is, now he's running the company. Hakeem, he slept with your fiancee. Apparently you want him back at Empire. Here I stand, contrite, remorseful, humble and yet you look at me like I'm some kind of mutant. Why do you hate me?" Que cena sofrida! Que cena linda! Que atuação impecável do Trai Byers!! A dor nos olhos do Andre, o conflito eterno a fim de controlar seus sentimentos e, mais uma vez, receber o silêncio do pai, a frieza daquele que ele tanto admira e por quem tanto fez. Inesperado foi o flashback sobre a mãe de Lucious (Kelly Rowland sendo maravilhosa, de novo e de novo) começar a explicar um pouco da origem do problema do Dre; aqueles olhos perdidos me partiram o coração e eu não consigo ver, genuinamente, a felicidade no caminho dele neste início de temporada.

Enquanto Jamal dava entrevistas, tentava trazer o irmão mais novo de volta à Empire e atolava-se em trabalho - dedicando o mínimo de tempo possível para suas composições -, Lucious mostrou o motivo de ser o grande artista que pintam. O tempo na cadeia rendeu a canção chave do capítulo, um Drip Drop 2.0: fantástica!! Adorei que os produtores encontraram essa oportunidade como a chance do Terrence poder brilhar musicalmente e não preciso dos próximos episódios pra fazer o Will.i.am e repetir copiosamente: DOPE! Mas até que a canção fosse gravada, a procuradora cortou o medicamento do Lyon, mandou prendê-lo na solitária e confiscou seu equipamento de gravação, ao usar a figura do policial Ludacris (graaaaande participação!!) para tentar intimidar Lucious e fazê-lo colaborar com ela. Só esqueceram de avisar pro Ludacris que quem mexe com papai Lyon não dura muito tempo pra contar história... ou contar vantagem! O novo advogado foi rápido nas apresentações, conseguiu marcar uma audiência e, por não ter escrúpulos alguns e manter uma lista fiel de capangas, trouxe a liberdade à mesa do dono da Empire depois de pagar a fiança de 1 milhão de dólares - dinheiro de troco de geladinho, convenhamos. Como a equipe da legenda brincou no final do episódio: "Better Call, Thirsty!"

"Quando fundamos a Empire não éramos Empire," falou Cookie antes de entrar naquele mesmo estúdio em que Jamal fez seu grande hit na temporada anterior. Em meio a brigas com Anika, volta e sumiço (de novo!) de V, saída de Andre e o aluguel de um antigo prédio judeu, mãe e filho começaram a limpar o que será a Lyon Dynasty. Cookie é mestra no que diz respeito a produzir um álbum e tirar do artista o que de melhor ele pode oferecer e eu tenho certeza de que eles farão muito barulho e darão bastante trabalho à Empire. Com Tiana e Hakeem, o começo é promissor e eu realmente gostaria que Becky G fosse mais que uma participação especial porque amei a personagem dela! Por falar em Keem, gosto dessa relação de respeito nascendo entre ele e a mãe (quando pegaram a vassoura no final do episódio eu só lembrei daquela surra épica!!), gosto que ele esteja tentando pensar como empreendedor "mãe, quero começar um grupo como o Destiny's Child;" e acho que este será o início do seu amadurecimento - porque, apesar de algumas melhoras na atitude, vazar o próprio álbum não foi nada inteligente e pode custar muito caro - literalmente - para uma gravadora que nem começou!

Com Lucious livre e Jamal ao lado dele, nessa relação doentia em que um transforma-se no outro, principalmente no que diz respeito às piores partes; Cookie e Hakeem tentarão não ser abatidos antes mesmo de iniciar os trabalhos - e é nítido como sair da sombra da figura paterna só fez bem a ele. Andre, por sua vez, continua tendo de lidar com seus próprios dilemas e a necessidade de encaixar-se em algum dos dois mundos, sem sentir-se confortável num e sem ser bem-vindo noutro. Agora é Empire x Lyon Dynasty, Lucious e Cookie, frente a frente pra valer, e eu não ouso piscar um segundo pra não perder nada dessa guerra de gigantes!

PS.: Lampejos do verdadeiro Jamal na cena em que Rhonda conta que está grávida são tão raros que eu quase achei falso!
PS¹.: Você pode não gostar do Lucious, mas tem de admitir que o cara é o top dos falsetes! HABEMUS HIT!
PS².: Amo o fato de todos os capangas do Lyon serem totalmente entendidos de equipamentos para gravação e super talentosos musicalmente!
PS³.: Que saudade que eu tava da Tiana! E que música/coreografia maravilhosas!! 

Best Quotes:

"Jamal, you think you on top now? Our little Dynasty gonna crush your Empire."

"You pray that God forgives you, because I don't." - Lucious para Andre.

"You worry too much." - Cookie / "You don't worry enough." - Andre
Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário