Empire 2x03 - Fires of Heaven

You're gonna hear me ROAR!

Sabe aquele tipo de episódio que te enfurece, te deixa surpreendido, traz muita raiva, mas você fica esperando por mais? Pois bem, Empire tem dominado esta arte! É incrível como a série que contava a saga de um pai prestes a morrer acometido por uma doença degenerativa à procura por seu herdeiro tornou-se uma épica batalha de gigantes, tendo a música como uma das armas de uma guerra que não é limpa e está longe de ter fim...

Após pagar a fiança, uma cláusula deixava claro de que Lucious não poderia voltar ao prédio da Empire - enquanto ele repetia, veementemente, de que era a própria empresa -, mas não o impediu de armar um circo em frente à mesma, num momento de autoafirmação de seu regresso e como ameaça à nova concorrente. "Não se impede um rei de falar com seus súditos." / "Blasfêmia, eu sou um deus." E, quando achamos que conhecemos todo o arsenal de arrogância do Lyon, ele não apenas solta frases como esta, mas arma um jantar familiar a fim de intimidar Hakeem, Andre e Cookie no que diz respeito à Lyon Dynasty, com promessas de que esqueceria tudo, inclusive a aquisição hostil tentada pelo trio. "I'm giving ya'll one last chance because ya'll are my family. I know ya'll can't eat without me because all ya'll got is pride." Até parece que ele não conhece a ex-esposa, né? Pra ela, poder e controle nunca estiveram na pauta principal, os filhos sempre foram prioridade em tudo. Cookie não deixou as ameaças a atingirem, como também acabou com o espetáculo fazendo o que sabe de melhor: uma saída dramática! #EPIC

O placar começou a somar pontos quando Hakeem deu uma grande entrevista no programa de rádio Sway, lançou seu single e ainda anunciou o  Mirage à Trois para sua grande estreia. Não bastasse tudo isso, ele e a mãe invadiram a festa de autopromoção de Lucious e destronaram o feat entre Jamal e Pitbull - que estava bom, por sinal - com uma apresentação DESTRUIDORA de Hakeem feat Timbaland. #SOSALERT QUE MÚSICA INSANA!!! Dynasty estava dando de goleada na Empire quando o patriarca Lyon - mesmo sem dar mão à palmatória e reconhecer que a ideia veio de Andre - mostrou que não sabe brincar sem roubar o brinquedo dos outros e, não apenas comprou a franquia Apex Radio - controlando todas as rádios nacionais -, mas também assinou com Valentina e, assim, terminou com a girlband antes mesmo dela ser lançada. Me deu um ódio TÃO grande neste momento que eu nem sei explicar. É nítida a diferença entre os papais Lyon e, enquanto ele age de forma irritante e megalomaníaca porque pensa que é o sol e que todos vivem a fim de atingi-lo de alguma maneira, ela tenta construir um legado decente para os filhos, sem acepção. 

Por falar em ser um canalha, o que dizer do momento em que Andre conta ao pai sobre a gravidez de Rhonda? Meu coração ficou em pedaços! Foi a melhor cena do episódio, forte e dramática na medida certa e eu ainda não sei se Lucious está tentando, à sua maneira, proteger o primogênito de toda a pressão da empresa por conta da bipolaridade ou se ele é, realmente, este infame sórdido que não quer ver seu nome arruinado por achar que Dre é 'Midas ao contrário.' Kelly Rowland foi matadora em mais um flashback e me dói perceber que pai e filho não conseguem ter uma conversa honesta sobre os problemas pessoais porque Lucious é orgulhoso demais pra reconhecer qualquer coisa que não seja a sua imagem no espelho no primeiro lugar do pódio. SHAME ON YOU, LYON! Cookie, por sua vez, foi a personificação da alegria ao saber que seria avó e, mesmo não concordando com a decisão do filho em querer retornar à Empire, ajudou-o a tentar contornar a situação com o pai. 

Quase esgotando meu potinho de desprezo pelo Lucious, que ÓDIO dele comparando os filhos quando Mal não conseguiu assinar com Freda, hein? Acredito que ela irá pra Dynasty ainda e o plano de reerguer a Gutter Life Records irá por água abaixo. Por falar em Jamal, ele veio numa sequência TÃO irritante que gostei muito de não tê-lo em destaque nos plots, inclusive quero que se ferre nessa empreitada de produção do álbum com o pai. Mas vamos falar de coisa linda? Boo Boo Kitty is back! E eu ainda morro de rir da cena dela com a Cookie! Será que, enfim, as duas vão unir-se pra derrubar Lucious? Aquela piscadinha entre Mal e Keem foi um sinal de trégua? Dre vai conseguir tomar alguma decisão acerca do que fará? E a Ford vai continuar usando a 'carta Vernon' até quando? Muitas dúvidas e uma certeza: EMPIRE SÓ MELHORA!

PS.: Raquel Castro, Team Xtina no The Voice de 2011, era uma das garotas que, com Becky G, formavam o Mirage à Trois.
PS¹.: Cookie tem melhorado no figurino, mas aquele look na festa mereceu o Prêmio Gaga 2015!
PS².: Pre-ci-so de Cookie produzindo o cd da Freda e já prevejo feat dela com Keem! 

Melhor Quote:

Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário