Survivor 31x02 - Survivor MacGyver

"Who needs food when you got Abi?" - Jeff Varner

Que delícia de episódio! Esta temporada está tão incrível que, a partir de hoje, trará opiniões minhas e do Klaus (ser maravilhoso que me apresentou a rainha Parv e me viciou no melhor reality que poderia existir!) sobre os movimentos de cada tribo e acontecimentos durante o episódio, o que é bom no que tange a contraponto de opiniões... mas não hoje! Amamos cada detalhe, inclusive a eliminação - e olha que, antes de começar a temporada, ela era uma de nossas favoritas. Na próxima semana, 3 tribos serão formadas a partir das duas existentes - será que eles perceberam que, de Bayon, nada de interessante saía? - e a dúvida que fica é: é pedir muito Kass e seu caos na mesma tribo que Abi?

Ta Keo 

"Play a second time, have a second chance (...) go big or go home," e não tem como começar sem falar da Abi, nas palavras do Klaus, mais sofrida que Maria do Bairro e que parece estar vivendo um flashback de Phillipines. Mas sabe o que eu acho mais interessante? Apesar de dramática, Abi tá muito mais calma que na vez anterior, e eu sei que falar isso vai trazer algumas discordâncias, mas até agora ela não ameaçou ninguém, nem os chamou de idiotas. Abi tem, do seu jeitinho peculiar, tentado lidar com o ódio das pessoas. Falando em ódio, seja nutrindo esse sentimento, ou amando, temos que admitir que ela é a razão principal por essa temporada ter um começo tão empolgante - ter um pouco de incômodo é sempre bom para uma tribo começar a jogar.

Spencer e Shirin estavam muito confortáveis no jogo, hein? Com bastante estratégia, pouco jogo social e fantasmas do passado atormentando-os, assistimos de camarote a ruína da aliança new-school. Ele não conseguiu enxergar que o maior erro na temporada passada foi ser arrogante e parece que foi só ter a maioria em um TC que toda a confiança voltou versão 2.0, mas sabemos que este é o maior inimigo dentro do jogo. Ela, por outro lado, parece que esqueceu o que passou meses atrás quando foi feita de "senhora bizarra da tribo" e viu a maioria omitir-se para, dessa vez, ser a maioria e decidir excluir Abi, deixando de apoiar uma aliada. Assistimos a típica história da menina que finalmente sentou com "os populares" e esqueceu dos antigos amigos considerados estranhos. O que mais me surpreendeu nessa história toda é que a pessoa que eu menos esperava evoluir no jogo aprendeu um pouco com Aras e Cirie no que diz respeito a como tratar as pessoas: Terry consolando Abi enquanto ela chorava copiosamente na praia foi um movimento certeiro! Não sei se a atitude dele foi genuína mas, se foi apenas jogo, foi muito bem jogado e garantiu que nossa brasileirinha pulasse para seu lado.   

Por último, mas reinando absoluto no episódio e em nossos corações, temos Jeff. QUE JOGO MARAVILHOSO, SENHORES!! "This is not 2001," e essa versão Varner 2.0 está fazendo valer cada segundo! Ele está jogando com os old-school tal qual um new-school, mantendo-se fora do radar, equilibrando Abi numa mão e Peih-Gee na outra, movimentando o jogo e mitando a cada vez que abre a boca! Como Fishbach bem disse em seu blog, Jeff pode ser comparado ao personagem Varys (Game of Thrones) no que tange à sobrevivência mantida pela perspicácia, alianças, discrição e muita observação. Preciso dele indo muito longe, Survivor, nunca te pedi nada!!

Bayon

Enquanto isso, em Bayon, os contadores de histórias tristes continuam ganhando os desafios por imunidade, endeusando Joe (que não precisa ficar esfregando na nossa cara quão inventivo e maravilhoso é, nós já sabemos!), amolecendo Kass e construindo um mini resort no Cambodia. Thanks to Eliza's fake idol, Savage tentou minar Fishbach com Jeremy sobre uma eventual procura pelo idol quando este afastou-se do grupo, usando palavras como a falta de "morals, values, dignity and courage," para descrever Stephen mas foi só isso, então nem vale meu tempo comentando.

No desafio por imunidade, artigos pra melhorar o abrigo também estavam sendo disputados e, depois de descer por pirâmides de madeira, deixar uma boa quantidade de pele presa (ouch!) e arrastar uma caixa a fim de montar um  quebra-cabeças, nem precisamos dizer quem ganhou salvos pelo Survivor MacGyver, né? Ta Keo mais uma vez no Conselho Tribal e o pesadelo de Shirin e Spencer apenas tinha começado. Enquanto Shirin acabou eliminada por não manter na lembrança tudo que aconteceu com ela mesma em Worlds Apart, eu quero destacar mais duas pessoas que, tal qual Terry, perceberam que precisam adaptar-se para seguir adiante: Jeff e Kelley estão jogando estrategicamente sem se colocar no centro do alvo. O jogador da segunda temporada voltou 29 temporadas depois elaborando planos melhores que a maioria dos que jogaram nas últimas 10 temporadas; enquanto a jogadora que teve o pai como peso e uma tribo que não respeitava o jogo, tem entendido sua posição no reality, agradando a todos e mantendo um idol no bolso! Prevejo que, se Jeff ou Kelley não ganharem a temporada, ao menos eles vão entrar num hall de grandes jogadores que, se chegassem à final, poderiam levar o prêmio facilmente - lugar que já foi ocupado por Rob C, Cirie e, mais recentemente, Ciera (inclusive, sdds Ciera com falas, sdds Ciera causando, sdds Ciera)

PS.: SPENCER, NUNCA MAIS CHAME ALGUÉM DE CÂNCER. OBRIGADA.
PS¹.: Votos da noite: 5 em Shirin (Kelly, Peih-Gee, Jeff, Spencer, Woo) contra 4 em Spencer (Terry, Shirin, Abi, Kelley).
PS².: a cara de Bayon quando viu que Vytas havia sido eliminado: HAHAHAHAHAHA

Best Quotes:

"I like your little moments. They turn me on." - Jeff / "That is music to my ears." - Abi

"If they make me a better person and a better player, I'll take it." - Kass

"Give them hell." - Shirin para Spencer
Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário